SlideShare uma empresa Scribd logo

fluxo-de-energia-e-ciclos-de-matc3a9rias.ppt

Powerpoint sobre fluxos de energia e ciclos de matéria

1 de 26
Baixar para ler offline
Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese
Como é que os seres vivos obtêm a energia de que necessitam?
Os nutrientes que obtemos através
dos alimentos fornecem-nos,
sobretudo, energia e materiais de
construção.
Proteínas Lípidos Glícidos
Função plástica Função plástica
e energética
Função energética
Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese
Oxigénio (O2)
sol
Água
Dióxido de carbono (CO2)
Matéria
orgânica
Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese
Os glícidos são utilizados pelas células para a produção
de energia...
Mas quem produz os glícidos?
H2O
CO2
O2
?
O que significa CO2, H2O, ou
O2? C
?
O
?
H
?
De que é feita a matéria?
Toda a matéria, ou seja, todas as
substâncias são feitas de partículas
MUITO PEQUENAS:
OS ÁTOMOS.
Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares
Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares
Como é possível os átomos darem origem a tantas
substâncias diferentes?
A
E
M
Quantas palavras
diferentes é
possível construir
apenas com as
letras A, E e M?
MÃE
EMA
AME
A letra C representa o elemento... Carbono
A letra O representa o elemento... Oxigénio
A letra H representa o elemento... Hidrogénio
Que substâncias
podem originar ?
Oxigénio – O2
Água – H2O
Dióxido de
carbono –
CO2
Qual será a fórmula
química?
H2O2, ou seja...
… água oxigenada!
Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese
O que é que liga os átomos uns aos outros?
O que está representado pelas setas?
É uma forma de energia.
A energia presente nas ligações
químicas chama-se energia química!
Vamos voltar à forma como os seres vivos obtêm a
energia de que necessitam...

Recomendados

Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;
Fluxo de Energia e Ciclo de matéria; Sucessões Ecológicas;s1lv1alouro
 
Fluxos de energia e ciclo de matéria ii
Fluxos de energia e ciclo de matéria iiFluxos de energia e ciclo de matéria ii
Fluxos de energia e ciclo de matéria iiCristina Vitória
 
Trabalho de biologia do gabi
Trabalho de biologia do gabiTrabalho de biologia do gabi
Trabalho de biologia do gabiRoberto Bagatini
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a fluxo-de-energia-e-ciclos-de-matc3a9rias.ppt

Cadeias alimentares
Cadeias alimentares Cadeias alimentares
Cadeias alimentares Bianca Lima
 
03 ecologia relacoes troficas
03 ecologia   relacoes troficas03 ecologia   relacoes troficas
03 ecologia relacoes troficasrommel andrade
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]Leonardo Alves
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02helder raposo
 
Fluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matériaFluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matériaadelinacgomes
 
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistemaCiências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistemaDorinha Matias
 
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentaresFicha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentaresAngela Boucinha
 
IntroduçãoEcologia.pptx
IntroduçãoEcologia.pptxIntroduçãoEcologia.pptx
IntroduçãoEcologia.pptxJorzanaMarques1
 
Fluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéraFluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéraCarla Brites
 
Fluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéraFluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéraCarla Brites
 
Relações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.pptRelações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.pptLarissiFial
 
Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]Roberto Bagatini
 
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemasConceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemasRenata Lemos Garcia
 
Ciencias 8ºano - 3º teste
Ciencias   8ºano - 3º testeCiencias   8ºano - 3º teste
Ciencias 8ºano - 3º testeanocas_rita
 
Ecologia é uma ciência
Ecologia é uma ciênciaEcologia é uma ciência
Ecologia é uma ciênciaIvan Santana
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasAntonio Fernandes
 
Apostila de ciências energia química
Apostila de ciências  energia químicaApostila de ciências  energia química
Apostila de ciências energia químicaJoicy Ribeiro
 

Semelhante a fluxo-de-energia-e-ciclos-de-matc3a9rias.ppt (20)

Ecologia
Ecologia Ecologia
Ecologia
 
Cadeias alimentares
Cadeias alimentares Cadeias alimentares
Cadeias alimentares
 
03 ecologia relacoes troficas
03 ecologia   relacoes troficas03 ecologia   relacoes troficas
03 ecologia relacoes troficas
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02[1]
 
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
Fluxodeenergiaeciclodematria 110124163018-phpapp02
 
Fluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matériaFluxo de energia e ciclo de matéria
Fluxo de energia e ciclo de matéria
 
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistemaCiências transferência de matéria e energia em um ecossistema
Ciências transferência de matéria e energia em um ecossistema
 
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentaresFicha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
Ficha e-trabalho-cadeias-e-teias-alimentares
 
IntroduçãoEcologia.pptx
IntroduçãoEcologia.pptxIntroduçãoEcologia.pptx
IntroduçãoEcologia.pptx
 
Fluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéraFluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéra
 
Fluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéraFluxo de energia e ciclo de matéra
Fluxo de energia e ciclo de matéra
 
Relações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.pptRelações Alimentares.ppt
Relações Alimentares.ppt
 
Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]Fluxo de matéria e energia[1]
Fluxo de matéria e energia[1]
 
Introdução à Engenharia Ambiental
Introdução à Engenharia AmbientalIntrodução à Engenharia Ambiental
Introdução à Engenharia Ambiental
 
Metabolismo
MetabolismoMetabolismo
Metabolismo
 
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemasConceitos em-ecologia-e-ecossitemas
Conceitos em-ecologia-e-ecossitemas
 
Ciencias 8ºano - 3º teste
Ciencias   8ºano - 3º testeCiencias   8ºano - 3º teste
Ciencias 8ºano - 3º teste
 
Ecologia é uma ciência
Ecologia é uma ciênciaEcologia é uma ciência
Ecologia é uma ciência
 
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e EcossitemasConceitos em Ecologia e Ecossitemas
Conceitos em Ecologia e Ecossitemas
 
Apostila de ciências energia química
Apostila de ciências  energia químicaApostila de ciências  energia química
Apostila de ciências energia química
 

Mais de IsauraSilva13

01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptx01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptxIsauraSilva13
 
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptxPPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptxIsauraSilva13
 
transportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptxtransportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptxIsauraSilva13
 
Fluidos circulantes.pptx
Fluidos circulantes.pptxFluidos circulantes.pptx
Fluidos circulantes.pptxIsauraSilva13
 
Sistema linfático.pptx
Sistema linfático.pptxSistema linfático.pptx
Sistema linfático.pptxIsauraSilva13
 
11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptx
11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptx11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptx
11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptxIsauraSilva13
 
66 Recursos geológicos.pptx
66 Recursos geológicos.pptx66 Recursos geológicos.pptx
66 Recursos geológicos.pptxIsauraSilva13
 
odis11_geo_ppt_cap4.pptx
odis11_geo_ppt_cap4.pptxodis11_geo_ppt_cap4.pptx
odis11_geo_ppt_cap4.pptxIsauraSilva13
 
BIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptx
BIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptxBIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptx
BIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptxIsauraSilva13
 
BIOL_11_Aula1_20abril.pdf
BIOL_11_Aula1_20abril.pdfBIOL_11_Aula1_20abril.pdf
BIOL_11_Aula1_20abril.pdfIsauraSilva13
 
55 Fixismo e evolucionismo.pptx
55 Fixismo e evolucionismo.pptx55 Fixismo e evolucionismo.pptx
55 Fixismo e evolucionismo.pptxIsauraSilva13
 
54 Unicelularidade e multicelularidade.pptx
54 Unicelularidade e multicelularidade.pptx54 Unicelularidade e multicelularidade.pptx
54 Unicelularidade e multicelularidade.pptxIsauraSilva13
 
52 Reprodução sexuada.pptx
52 Reprodução sexuada.pptx52 Reprodução sexuada.pptx
52 Reprodução sexuada.pptxIsauraSilva13
 
odis11_bio_ppt_cap4.pptx
odis11_bio_ppt_cap4.pptxodis11_bio_ppt_cap4.pptx
odis11_bio_ppt_cap4.pptxIsauraSilva13
 

Mais de IsauraSilva13 (14)

01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptx01 Subsistemas Terrestres.pptx
01 Subsistemas Terrestres.pptx
 
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptxPPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
PPT - nutrição e dietética - 10º ano - Restaurante bar.pptx
 
transportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptxtransportenasplantas-profissional.pptx
transportenasplantas-profissional.pptx
 
Fluidos circulantes.pptx
Fluidos circulantes.pptxFluidos circulantes.pptx
Fluidos circulantes.pptx
 
Sistema linfático.pptx
Sistema linfático.pptxSistema linfático.pptx
Sistema linfático.pptx
 
11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptx
11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptx11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptx
11º PTAS- RESUMO Sistema urinário.pptx
 
66 Recursos geológicos.pptx
66 Recursos geológicos.pptx66 Recursos geológicos.pptx
66 Recursos geológicos.pptx
 
odis11_geo_ppt_cap4.pptx
odis11_geo_ppt_cap4.pptxodis11_geo_ppt_cap4.pptx
odis11_geo_ppt_cap4.pptx
 
BIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptx
BIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptxBIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptx
BIOL11 R. Mag.Aulanº2.pptx
 
BIOL_11_Aula1_20abril.pdf
BIOL_11_Aula1_20abril.pdfBIOL_11_Aula1_20abril.pdf
BIOL_11_Aula1_20abril.pdf
 
55 Fixismo e evolucionismo.pptx
55 Fixismo e evolucionismo.pptx55 Fixismo e evolucionismo.pptx
55 Fixismo e evolucionismo.pptx
 
54 Unicelularidade e multicelularidade.pptx
54 Unicelularidade e multicelularidade.pptx54 Unicelularidade e multicelularidade.pptx
54 Unicelularidade e multicelularidade.pptx
 
52 Reprodução sexuada.pptx
52 Reprodução sexuada.pptx52 Reprodução sexuada.pptx
52 Reprodução sexuada.pptx
 
odis11_bio_ppt_cap4.pptx
odis11_bio_ppt_cap4.pptxodis11_bio_ppt_cap4.pptx
odis11_bio_ppt_cap4.pptx
 

fluxo-de-energia-e-ciclos-de-matc3a9rias.ppt

  • 1. Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese
  • 2. Como é que os seres vivos obtêm a energia de que necessitam? Os nutrientes que obtemos através dos alimentos fornecem-nos, sobretudo, energia e materiais de construção. Proteínas Lípidos Glícidos Função plástica Função plástica e energética Função energética Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese
  • 3. Oxigénio (O2) sol Água Dióxido de carbono (CO2) Matéria orgânica Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese Os glícidos são utilizados pelas células para a produção de energia... Mas quem produz os glícidos?
  • 4. H2O CO2 O2 ? O que significa CO2, H2O, ou O2? C ? O ? H ? De que é feita a matéria? Toda a matéria, ou seja, todas as substâncias são feitas de partículas MUITO PEQUENAS: OS ÁTOMOS. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares
  • 5. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares Como é possível os átomos darem origem a tantas substâncias diferentes? A E M Quantas palavras diferentes é possível construir apenas com as letras A, E e M? MÃE EMA AME A letra C representa o elemento... Carbono A letra O representa o elemento... Oxigénio A letra H representa o elemento... Hidrogénio Que substâncias podem originar ? Oxigénio – O2 Água – H2O Dióxido de carbono – CO2 Qual será a fórmula química? H2O2, ou seja... … água oxigenada!
  • 6. Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese O que é que liga os átomos uns aos outros? O que está representado pelas setas? É uma forma de energia. A energia presente nas ligações químicas chama-se energia química! Vamos voltar à forma como os seres vivos obtêm a energia de que necessitam...
  • 7. Como é que os seres vivos obtêm a energia de que necessitam? Água + Dióxido de carbono Glicose + Oxigénio H2O C6H12O6 Energia luminosa CO2 O2 Tudo começa com a FOTOSSÍNTESE! Que transformações ocorrem ? Matéria inorgânica transforma-se em Matéria orgânica
  • 8. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Fotossíntese Água + Dióxido de carbono Glicose + Oxigénio H2O C6H12O6 Energia luminosa CO2 O2 Comparem a quantidade de ligações químicas, ou seja, de energia química nas moléculas de água ou de dióxido de carbono com a da glicose? Então onde é que as células das plantas vão buscar a energia para ligar todos os átomos que constituem a molécula de glicose? Energia luminosa transforma-se em Energia química E que transformações ocorrem no que se refere à energia?
  • 9. Fluxo de energia e ciclos de matéria - Fotossíntese Por que é que as plantas, algas e algumas bactérias são chamados seres autotróficos / produtores? Qual é, então, a fonte inicial de matéria orgânica nos ecossistemas? - matéria inorgânica (ou mineral) em matéria orgânica; - energia luminosa em energia química. Porque conseguem produzir o próprio alimento, ou seja, transformam: Os seres autotróficos E qual é a fonte de energia nos ecossistemas? O Sol – energia luminosa
  • 10. Fluxo de energia e ciclos de matéria Como é que os outros organismos obtêm a matéria de que necessitam, bem como a energia? Os animais herbívoros obtêm a matéria e a energia quando comem plantas ou partes de plantas. E os animais carnívoros? Os animais herbívoros, por exemplo? Os animais carnívoros obtêm a matéria e a energia quando comem outros animais.
  • 11. Fluxo de energia e ciclos de matéria Produtores (autotróficos) Seres vivos que produzem matéria orgânica a partir de substâncias minerais. Ex: plantas. Decompositores (heterotróficos) Seres vivos que degradam / decompõem a matéria orgânica proveniente de cadáveres, excrementos, detritos animais ou vegetais em substâncias minerais que ficam de novo no meio, disponíveis para os produtores. Ex: Fungos. Consumidores (heterotróficos) Seres vivos incapazes de produzir matéria orgânica a partir de substâncias minerais, alimentando-se de outros seres vivos. Ex: Homem.
  • 12. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares Sequência de seres vivos interligados por relações de alimentação. Sistema de transferência de energia (química) e de matéria dos seres produtores para os seres consumidores e entre consumidores. O que é a cadeia alimentar?
  • 13. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares Seres autotróficos A posição que o ser vivo ocupa na cadeia alimentar corresponde ao nível trófico. Quais são os seres vivos que ocupam sempre o 1.º nível trófico? 1.º nível trófico - PRODUTORES E quem ocupa o 2.º nível trófico? 2.º nível trófico – CONSUMIDORES PRIMÁRIOS 3.º nível trófico – CONSUMIDORES SECUNDÁRIOS 4.º nível trófico – CONSUMIDORES TERCIÁRIOS Quais os seres vivos que iniciam sempre uma cadeia alimentar?
  • 14. Trabalho de grupo: 1. Identifica algumas relações alimentares em evidência no breve documentário “Relações alimentares”. 2. Constrói uma cadeia alimentar onde estejam representados os produtores e os consumidores de diferentes níveis tróficos. 2.1. Refere quantos níveis tróficos se encontram representados. 2.2. Identifica: . Os produtores. . Os consumidores de diferentes níveis tróficos. 2.3. Troca a tua cadeia alimentar com outro grupo e responde às mesmas questões. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares
  • 15. Fluxo de energia e ciclos de matéria – TEIA OU REDE ALIMENTAR
  • 16. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Cadeias alimentares Como circula a matéria no ecossistema? A matéria transfere-se ciclicamente!
  • 17. Partes não digeridas (excrementos) MATÉRIA ORGÂNICA DISPONÍVEL PARA UM NÍVEL TRÓFICO UTILIZAR Uma pequena parte é utilizada para a formação das estruturas do organismo (10%) Partes não consumidas (raízes, pelos, ossos…) Parte degradada na respiração celular (obtenção de energia) Fluxo de energia e ciclos de matéria * Não constitui uma perda, fica disponível para o nível trófico seguinte utilizar. *
  • 18. Fluxo de energia e ciclos de matéria Onde está contida a energia que as plantas fixam? A energia química está presente nas ligações químicas das moléculas de glicose! E onde está presente a glicose? E como circula a energia?
  • 19. Fluxo de energia e ciclos de matéria – Respiração celular H2O C6H12O6 CO2 O2 + + + Energia + Calor Respiração celular Como é que os seres vivos retiram a energia da glicose? O que acontece ao ? Calor Calor Calor Calor O calor dissipa-se, ou seja, perde-se para a atmosfera! O que acontece à ? Energia Energia Energia A maior parte da energia química presente nas moléculas de glicose é gasta nas atividades ou é perdida sob a forma de calor para o ambiente!
  • 20. Fluxo de energia e ciclos de matéria Energia Energia Energia Energia Então como flui a energia ao longo da cadeia alimentar? De forma cíclica, como a matéria? O fluxo de energia é unidirecional! Existe algum ser vivo que aproveite e transforme a energia perdida sob a forma de calor?
  • 21. Fluxo de energia e ciclos de matéria - As cadeias alimentares, particularmente as terrestres, têm um número reduzido de níveis tróficos. - O número de produtores deverá ser muito superior ao dos consumidores. 1.º nível trófico – Produtores 2.º nível trófico – Consumidores primários 3.º nível trófico – Consumidores secundários 4.º nível trófico – Consumidores terciários 5.º nível trófico – Consumidores quaternários - A biomassa dos produtores deverá ser muito superior à dos consumidores. 1.º nível trófico – Produtores 2.º nível trófico – Consumidores primários 3.º nível trófico – Consumidores secundários 4.º nível trófico – Consumidores terciários 5.º nível trófico – Consumidores quaternários Quais são as consequências das perdas de matéria e de energia?
  • 23. capacidade máxima de reprodução de uma população, em condições ideais. Barreiras naturais que impedem um crescimento ilimitado. Número máximo de indivíduos de uma população permitido pelo ambiente.
  • 25. Sequência de comunidades numa área desprovida de seres vivos e cujas condições iniciais eram desfavoráveis à vida. Sequência de comunidades numa área anteriormente povoada, posteriormente destruída e que apresenta condições favoráveis ao estabelecimento da vida. Primeiros seres vivos a fixarem-se numa zona anteriormente não habitada. Última comunidade de uma sucessão ecológica, caracterizada pela sua enorme diversidade de espécies e estabilidade. Fluxo de energia e ciclos de matéria - Sucessões ecológicas
  • 26. Orientações de estudo: (Manual da página 34 à 59) - Fotossíntese - Produtores, consumidores, decompositores -Cadeias e teias alimentares - Respiração celular -Perdas de alimento e de energia - Pirâmides ecológicas - Ciclo da matéria - Fluxo de energia - Ciclo da água - Fatores de crescimento e de decréscimo das populações - Controlo mútuo presa-predador - Sucessões ecológicas primárias e secundárias - Comunidade pioneira - Comunidade clímax