Inspeção pré operacional

3.774 visualizações

Publicada em

Nesta semana colocamos na rede o capítulo de Inspeção Pré-Operacional, do curso para operadores de guindauto (munck).
Tem muito operador desinformado por aí que não teve a oportunidade de frequentar um curso formal, nem se deu a oportunidade de buscar certificação.
Guindastes Veronezi não tem a pretensão de que esse conteúdo aqui disponibilizado seja a 'escola' do operador.
Queremos apenas compartilhar um pouco do conhecimento técnico com todos os envolvidos em movimentação de materiais com o objetivo de contribuir para o ganho de qualidade de nosso mercado.
Bom proveito!

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.774
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
151
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Inspeção pré operacional

  1. 1. INSPEÇÃO PRÉ-OPERACIONAL PONTOS CHAVES DE INSPEÇÃOA NORMA BRASILEIRA DE SEGURANÇA, exige que todos osguindastes sejam inspecionados regularmente.A inspeção freqüente (sempre mencionada como inspeção pré-operacional)deve ser executada por um profissional capacitado antes de cada uso doguindaste.A inspeção visual diária é de responsabilidade do operador de guindaste, nãosendo obrigado a efetuar a manutenção. Operador deve, procurar por qualquerevidência de deficiência aparente.www.veronezi.com.br
  2. 2. INSPEÇÃO PRÉ-OPERACIONAL Faz parte da inspeção visual: Fluidos (Verificar nível dos diversos tipos); Tanques (Verificar nível de combustível e hidráulico); Tomada de força (Verificar o perfeito acionamento da bomba hidráulica); Bomba hidráulica (Verificar o perfeito bombeamento do óleo para o sistema); Mecanismos de controles do guindauto (Verificar se todos os comandos de movimentação da lança e etc.. estão em ordem); Lança (Abrir 100% a lança e verificar se não há trincas e se as partes deslizantes estão lubrificadas); Cilindros (Verificar se não há riscos na parte metálica e se os retentores estão em condições); Mangueiras (Verificar se não estão ressecadas ou rompidas); Tubulações, Conexões, Válvulas (Verificar se não há vazamentos) ; Pneus (Verificar se não há furado ou em condições críticas de uso);www.veronezi.com.br
  3. 3. INSPEÇÃO PRÉ-OPERACIONAL Faz parte da inspeção visual: ✔ Fluidos (Verificar nível dos diversos tipos); ✔ Tanques (Verificar nível de combustível e hidráulico); ✔ Tomada de força (Verificar o perfeito acionamento da bomba hidráulica); ✔ Bomba hidráulica (Verificar o perfeito bombeamento do óleo para o sistema); ✔ Mecanismos de controles do guindauto (Verificar se todos os comandos de movimentação da lança e etc.. estão em ordem); ✔ Lança (Abrir 100% a lança e verificar se não há trincas e se as partes deslizantes estão lubrificadas); ✔ Cilindros (Verificar se não há riscos na parte metálica e se os retentores estão em condições); ✔ Mangueiras (Verificar se não estão ressecadas ou rompidas); ✔ Tubulações, Conexões, Válvulas (Verificar se não há vazamentos) ; ✔ Pneus (Verificar se não há furado ou em condições críticas de uso); ✔ Aparência geral do caminhão e do guindaste (Limpo e lubrificado).www.veronezi.com.br
  4. 4. INSPEÇÃO PRÉ-OPERACIONAL ATENÇÃO Qualquer problema nos dispositivos mencionados como: vazamento, mau funcionamento, desgaste, período de troca vencido, é considerado equipamento fora de uso. Uma vez que o guindaste tem que estar em perfeitas condições de segurança , todas às vezes, a inspeção deve ser continuada, ou seja, o operador deve estar sempre atento ás condições de segurança durante todo o tempo em que o guindaste estiver em uso. A normatização exige que todos os defeitos sejam reparados e as peças defeituosas sejam substituídas antes de colocar o guindauto em operação. TESTE PRÉ-OPERACIONAL Antes de içar qualquer carga, o operador deve, também, testar todas as funções do guindauto para uma operação suave e correta. Isto deve compreender levantar e baixar a lança, esticar e recolher a lança telescópica, estender e recolher o cabo, mover lateralmente a lança para a direita e para a esquerda. Além da inspeção pré-operacional, o operador deve estar atento, durante a operação do guindauto, para potenciais deficiências ou riscos.www.veronezi.com.br
  5. 5. INSPEÇÃO PRÉ-OPERACIONAL GUINDAUTO FORA DE USO CONSTANTE Antes de serem postos em operação, os guindautos (MUNCK) que estiverem ociosos por de um a seis meses, devem ser inspecionados por uma pessoa qualificada (eletricista, mecânico diesel e hidráulico). Guindastes estacionários também devem ser inspecionados neste nível a cada seis meses, pelo menos.www.veronezi.com.br

×