SlideShare uma empresa Scribd logo
MN-PR-SHE-007 - VEÍCULOS INDUSTRIAIS - REV. 06
Veículos industriais: São considerados veículos industriais empilhadeira à gás ou elétrica, elevadores
industriais, paleteiras elétricas e outros veículos elevatórios (ex.: Plataformas, munks, talha manual).
GSHE-SA-004 - POWERED INDUSTRIAL VEHICLE OPERATING STANDARD
SCJ SHE - PRIORIDADES
• Proteger as funciónários - SCJ, trabalhadores
temporários, empreiteiros, fornecedores e visitantes
• Proteger o meio ambiente
• Proteger o negócio de interrupção e perda de
empregos
• Proteger a propriedade de danos
• Nosso objetivo é manter as pessoas seguras: mesmo um acidente ou incidente é inaceitável
Objetivo
Garantir condições seguras na movimentação e transporte de cargas, bem como indicar os procedimentos
para inspeção e manutenção preventiva e corretiva dos veículos industriais.
Aplicação
Este procedimento aplica-se à inspeção e operação de veículos industriais utilizadas em todas as instalações da
SC Johnson Manaus. Este aplica-se a veículos industriais pertencentes e utilizados na SCJ.
Responsável Atividades
SHE
- Coordenar o programa. Fazer valer as regras definidas e controles
utilizados. Disseminar o conceito de segurança por todos dentro da unidade
fabril.
- Garantir que todos os colaboradores possuam treinamentos (reciclagem)
de NRs e programas de segurança relacionados a operação de veículos
industriais.
Supervisão/Liderança
- Garantir o cumprimento deste procedimento.
- Acompanhar, quando necessário, e orientar os operadores de
empilhadeira neste processo.
- Dar suporte ao programa, garantindo que os colaboradores estejam
devidamente treinados. Aplicar medidas disciplinares cabíveis às faltas
graves. Inspecionar regularmente, orientar os funcionários nas correções
dos desvios.
Operadores
de Veículos Industriais
- Cumprir as instruções e procedimentos internos da companhia.
- Realizar a verificação das condições de segurança do veículo/máquina
antes de começar a trabalhar.
- Avisar a supervisão e o SHE em caso de desvio de segurança.
- Não operar veículo/máquina caso apresente algum desvio de segurança,
sem autorização por escrito da gerência do SHE.
Todos os Funcionários,
Visitantes E Terceiros
- Cumprir as regras estabelecidas por este e outros programas de segurança.
- Fazer suas atividades com segurança. Agir de forma correta e monitorar o
próximo.
- Ser um agente de mudança de comportamento.
Contratada
- Garantir que os operadores cumpram os requisitos exigidos no item 6.1
deste padrão antes que sejam liberados para operação.
- Execute as reciclagens anuais referente as NRs aplicaveis a operação de
empilhadeira.
- Acompanhar e avaliar novos funcionários para garantir a operação
segurança dos Veículos Industriais.
Responsável Atividades
Os condutores de veículos industriais devem:
Ser treinados para operação de veículos industriais, de acordo com o abaixo:
Empilhadeira: certificado válido e emitido por profissional qualificado. (NR 11 e Operação
de Empilhadeira).
Elevador: treinamento básico de segurança com elevadores industriais.
Talha: treinamento formal de operador de talha.
Os condutores de veículos industriais devem:
Ser treinados para operação de veículos industriais de acordo com os requisitos abaixo:
1.Ser habilitados para direção de veículos, com documento expedido pelo órgão de trânsito (CNH-B).
2.Estar apto para a direção de empilhadeiras, com atestado emitido por médico (ASO);
3.Deve ser maior de 18 anos para operar empilhadeira;
4.Para operadores de empilhadeira: portar e manter visivel um crachá de autorização;
5. Inspecionar os veículos antes da utilização ou início de cada turno, utilizando os check lists específicos
(MN-F-MWH-005 (elétrica) e MN-F-MWH-012 (combustão) – Check List de Empilhadeira.
6. Utilizar todos os equipamentos de segurança;
7. Utilizar os veículos em conformidade com o treinamento e os requisitos da planta.
Os condutores de veículos industriais devem:
OBS: Caso algum item esteja não conforme, deve ser realizada a análise de risco por
profissional qualificado. Se quaisquer deficiências verificadas na inspeção estiverem
prejudicando os aspectos de segurança, o veículo deve ser retirado de operação,
identificado e consertado. As inspeções e as ações corretivas e preventivas devem ser
documentadas e registradas;
 Seguir todas as normas de SHE da planta.
 Não conduzir os veículos se não for treinado, habilitado, clinicamente apto (empilhadeiras) e autorizado.
 Seguir as regras de trânsito, incluindo os limites de velocidade para veículos industriais: 8 km/h interno e
externo.
 Manter os veículos sob controle em todos os momentos.
 Não dirigir com imprudência.
 Manter a atenção na direção e evitar brincadeiras (Olhos no Caminho).
 Proibido dar carona em empilhadeiras ou andar nos elevadores de carga.
 Verificar a capacidade de carga, e respeitar o limite determinado.
 Apanhar as cargas de maneira precisa e cuidadosa nas empilhadeiras.
 Alocar as cargas corretamente nos elevadores.
 Certificar-se que a carga está segura no gancho das talhas.
 Olhar sempre para a direção de deslocamento.
 Diminuir a velocidade e buzinar em cruzamentos.
Regras básicas de Segurança
Regras básicas de Segurança
 Respeitar todos os sinais de aviso.
 Os veículos devem utilizar vias sinalizadas.
 Manter uma distância segura de aproximadamente 3 metros de outros veículos/máquinas.
 Manter uma distância segura das bordas de rampas ou plataformas enquanto estiver sobre qualquer base,
plataforma ou vagões elevados.
 Não utilizar os veículos para abrir ou fechar portas.
 Os percursos dos veículos devem ser separados da área de circulação de pedestres.
 Utilizar o freio de mão quando parado, se houver.
 As empilhadeiras que não estiverem em operação devem ser desligadas, e as chaves retiradas da ignição.
 Os veículos devem dar preferência aos pedestres.
 Os condutores são obrigados a manter uma visão clara do percurso de deslocamento.
 Respeitar o limite de empilhamento durante a movimentação determinado: 02 palletes carregados, 14
palletes vazios, verificar as demarcações dos setores que determinam os seu limites.
Regras básicas de Segurança
 Transportar somente cargas.
 Movimentar somente com as portas devidamente fechadas, no caso de elevador.
 Respeitar os cronogramas de manutenção preventivas, determinado no SAP.
 Estacionar os veículos em locais previamente determinado/demarcado.
 Movimentar as empilhadeiras somente com os garfos baixos, pouco acima do chão entre 15 a 20 cm.
 Nunca opere os veículos com os pés e ou mãos molhados ou sujos de graxa.
 Nenhum veículo e/ou as cargas transportadas devem obstruir corredores de circulação e/ou equipamentos
de emergências.
 Não deixar ferramentas ou outros equipamentos sobre o assoalho da empilhadeira ou na área de
estacionamento do elevador.
 Manter desobstruído o acesso para os pedais e botões de acionamento, para maior segurança na
operação.
 Cargas instáveis representam sério perigo para o operador e seus companheiros de trabalho.
Regras básicas de Segurança
 Ficar sempre certo de que a carga está bem empilhada e balanceada entre os dois garfos. Nunca tentar
levantar cargas com apenas um garfo.
 Atenção na movimentação de cargas em talhas. Velocidades elevadas de movimentação podem tirar a
estabilidade de sustentação.
 Todas as cargas devem estar devidamente amarradas para evitar tombamentos / derramamentos. Ex.:
Tambores/Bombonas com produtos líquidos - usar cinta de amarração.
 Permanecer sentado todo o tempo em que estiver operando a empilhadeira; e conservar a cabeça, braços,
mãos, pernas e pés dentro dos limites do compartimento do operador. Nunca subir na torre de elevação sob
qualquer pretexto.
 Se posicionar fora da área de movimento da talha.
 Não ultrapassar outros veículos.
 Manter os garfos abaixados quando não estiverem transportando carga;
 Priorizar os pedestres
 O local para estacionar as empilhadeiras deve estar sinalizados.
 O local para estacionar as empilhadeiras deve estar sinalizados.
 Requisito mínimos de segurança para os veículos industriais – empilhadeiras:
1. Sinal / Alarme sonoro de ré;
2. Buzina;
3. Freios;
4. Espelhos;
5. Extintor de Incêndio
6. Limite de capacidade
7. Painel (indicadores de velocidade e carga/combustível)
8. Cinto de segurança
9. Data de fabricação
10.Número de série
Regras básicas de Segurança
Regras básicas de Segurança
NUNCA PASSAR SOBRE UMA LATA DE AEROSSOL. Parar a empilhadeira, descer e retirar a lata que estiver
no caminho, levando-a para local adequado.
Somente empilhadeiras com fonte de ignição controlada, à prova de explosão, são permitidos nas áreas
eletricamente classificadas. Geralmente, esse veículos são identificados (classificados) como EE e EX.
NUNCA OPERAR A EMPILHADEIRA AO MESMO TEMPO EM QUE OBSERVAR OU UTILIZAR O SISTEMA
COMPUTADORIZADO DO SAP (no tablet). Este é um risco grave de acidente que deve ser evitado.
A adição de alguma ferramenta que modifica fisicamente o veículo industrial deve ser revista pela engenharia e
SHE através do processo de gestão de mudanças (MOC). A revisão deve considerar, porém não se limitar, os
seguintes tópicos: a. Impacto na linha de visão do operador; b. Considerações ergonomicas; c. Perigos físicos,
risco de acidentes.
Outras modificações no veículo são proibidas, a menos que seja aprovado pela Engenharia da SCJ e o
fornecedor de equipamentos.
Lembrete: A Segurança de todos depende destas atitudes corretas. Manter a atenção no bom funcionamento e
Segurança da máquina durante todo o tempo.
Gestão de mudanças (MOC
Os seguintes EPIs devem ser utilizados pelos operadores de empilhadeiras:
 Óculos de proteção com proteções laterais.
 Capacete.
 Botas de segurança.
 Protetor auricular se entrar em áreas onde este EPI é requerido.
 Faixa refletiva
Lembrete: A Segurança de todos depende destas atitudes corretas. Manter a atenção no bom funcionamento e
Segurança da máquina durante todo o tempo.
Equipamento de Proteção Individual (EPI)
Para talhas e elevadores, os EPIs são os mesmos requeridos para a área de localização dos mesmos.
Conceito:
É um programa que visa a identificação de quaisquer arranhões e incentivar a análise de
incidente, para que estes possam ser reduzidos a zero. Quanto mais situações forem analisadas,
mais ações preventivas serão implementadas para evitar acidentes graves.
Visa desenvolver uma consciência de segurança, em que qualquer desvio seja reportado e
tratado imediatamente.
Programa Arranhão Zero para Empilhadeiras
Objetivo:
1. Identificar e tratar a causa de incidentes que provoque arranhões nos veículos ou nas estruturas fabris.
2. Desenvolver uma cultura de segurança nos operadores.
3. Estimular o cuidado na operação através da conservação das condições do veículo
4. Estabelecer bons hábitos de condução dos veículos industriais
Consequências:
1. Eliminar danos nos veículos industriais.
2. Eliminar danos ao produto.
3. Eliminar danos materiais, por exemplo, prateleiras, prédio, etc.
4. Eliminar quaisquer raspões e colisões envolvendo veículos industriais.
Inspeções
1. Devem ser executadas inspeções nas empilhadeiras a cada mudança de turno. Os formatos estão registrados
com os números: MN-F-MWH-005 (elétrica) e MN-F-MWH-012 (combustão).
2. Ações corretivas devem ser tomadas se/quando arranhões forem identificados.
Carregamento de Bateria
 Apenas pessoal qualificado deverá carregar a bateria de um veículo industrial (empilhadeira);
 Não fumar na área de abastecimento/ Carregamento;
 Usar EPI – para o enchimento das baterias: óculos, avental e luvas quando for adicionar água.
 Cada área de carregamento de baterias deve ter nas suas proximidades:
a. Chuveiro de segurança (lava-olhos).
b. Kit de emergência para derramamentos.
c. Ventilação de exaustão local para remover vapores ácidos que podem ser gerados durante o carregamento da
bateria, etc.
 Baterias adicionais devem ser mantidas sempre que possível.
Abastecimento
• Nem todos os veículos industriais são elétricos. Algumas são abastecidas com GLP,
diesel, combustível, gasolina, etc.
• Somente pessoal qualificado deverá fazer o abastecimento.
• Não fumar durante o abastecimento.
• Em geral, os veículos industriais a gás ou óleo diesel não devem ser operadas dentro de um edifício, uma vez
que as mesmas liberam gases tóxicos.
• Para combustível líquido, um kit de emergência para derramamento de óleo deve estar localizado próximo à
área de abastecimento.
Acidentes / Incidentes / Emergências
• Todos os acidentes e incidentes envolvendo veículos/máquinas industriais devem ser informados ao SHE e
investigados conforme procedimento de Investigação de Incidente e Acidente – CO-PR-SHE-005.
• Quaisquer danos às instalações e equipamentos devem ser reparados com a maior brevidade possível.
• Relatórios de incidentes (MN-F-SHE-008) deverão ser preenchidos e os resultados, incluindo as ações
corretivas e preventivas, devem ser registrados no Entropy: http://prdentropy/entropy/default.asp.
• O operador que for envolvido em incidentes de movimentação de
empilhadeira deve passar por reciclagem conforme descrito no item 12.2.
Formação
Todo operador de veículos industriais deverá passar por treinamento formal e prático,
anualmente ou de acordo com o estabelecido na legislação vigente. Deverão ser
contemplados no treinamento os seguintes documentos:
a) MN-PR-SHE-007 Veículos Industriais
b) GSHE-SA-004 - Powered Industrial Vehicle Operation Standard
c) NR 11 - Transporte, movimentação, Armazenagem e Manuseio de materiais
d) CO-PR-SHE-004 - Plano de Atendimento a Emergências
e) MN-IT-MWH-002 - Armazenagem interna de materais
f) MN-DI-MWH-004- Manual de boas práticas para operação e segurança na utilização de empilhadeira
g) MN-IT-MWH-014 - Movimentação de matéria-prima na área externa
h) CO-PR-SHE-013 - Procedimento de gestão de resposta à emergências ambientais
i) MN-IT-MWH-013 - Troca e inspeção de bateria
j) MN-IT-MWH-003- Atendimento ao picklist
k) Integração de Segurança (Integração Geral e 7 Absolutos);
O treinamento prático deve ser monitorado por pelo menos 30 dias pelo responsável do treinamento.
Treinamento de reciclagem deverá ser ministrados anualmente, ou quando:
 O operador tiver sido surpreendido operando o veículo de forma perigosa;
 O operador tiver se envolvido em um acidente ou incidente;
 O operador tiver recebido uma avaliação demonstrando que o mesmo não está operando o veículo com
segurança;
 O operador for incumbido de operar um diferente tipo de veículo; ou
 Uma condição de trabalho venha a mudar de forma que possa afetar a operação segura do veículo.
 Deve ser seguido o mesmo conteúdo programático descrito no item 12.1 para o treinamento teórico e deve
ser realizada também a reciclagem no treinamento prático. Com relação ao treinamento da NR11, deve ser
antecipada a reciclagem no caso de faltar até 3 meses para expirar o certificado.
Requisitos do Instrutor de Veículos Industriais (PIV) motorizados
Deve ser selecionada uma pessoa competente para acompanhar e avaliar novos funcionários para garantir a
operação segura dos Veículos Industriais. Esta pessoa deve possuir o seguinte conjunto de competências:
o Três (3) anos de experiência na operação segura de PIVs
o Boa capacidade de comunicação.
o Boas aptidões de organização.
o Boas aptidões pessoais.
o Capacidade de avaliar o desempenho do novo funcionário, fornecer feedback crítico e fornecer
reciclagem, quando necessário.
Instrutor de Veículo Industrial Certificado (Nível 1)
Um instrutor de veículos industriais de Nível 1 é certificado, através da conclusão bem sucedida dos cursos de
NR’s aplicáveis e procedimentos internos da cia, para formar outros na operação dos seguintes veículos:
a) Empilhadeiras Industriais;
b) Plataformas de Elevação;
O instrutor de veículos industriais deve avaliar os seguintes pontos:
a) Nível de comprometimento com os procedimentos de segurança da cia;
b) Habilidade do motorista ao manobrar a empilhadeira em corredores;
c) Habilidade do motorista ao empilhar e guardar materiais;
d) Habilidade do motorista no processo de troca de baterias;
Emergências
1. Os funcionários devem estar preparados para responder a qualquer tipo de emergência envolvendo uma
empilhadeira. Detalhes no CO-PR-SHE-004 – Planejamento de Atendimento as Emergências.
1. Eventuais emergências incluem:
2. Danos materiais
3. Incêndio
4. Derramamentos, vazamentos
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx
Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx

214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.pptAndre Lavor Lavor
 
rac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptx
rac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptxrac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptx
rac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptxFrancyaneSarges1
 
segurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdf
segurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdfsegurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdf
segurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdfGUIBSONLMAGELA
 
Segurança na operação da empilhadeira
Segurança na operação da empilhadeiraSegurança na operação da empilhadeira
Segurança na operação da empilhadeiraSergio Roberto Silva
 
treinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.ppttreinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.pptJOSERUCKSTADTER1
 
Apresentação Trator.pptx
Apresentação Trator.pptxApresentação Trator.pptx
Apresentação Trator.pptxJozaldo
 
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.pptRAONNEBRAZ1
 
Treinamento Paleteira.pptx................
Treinamento Paleteira.pptx................Treinamento Paleteira.pptx................
Treinamento Paleteira.pptx................AndersonChristianEuf
 
TREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.ppt
TREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.pptTREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.ppt
TREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.pptAndrLuiz939494
 
Veículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptx
Veículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptxVeículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptx
Veículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptxfigueiredof1
 
Curso de Operadores de Paleteira.ppt
Curso de Operadores de Paleteira.pptCurso de Operadores de Paleteira.ppt
Curso de Operadores de Paleteira.pptRenatoMartins493423
 
Treinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletricaTreinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletricaJoão Junior
 
Treinamento Paleteira Eletrica.ppt
Treinamento Paleteira Eletrica.pptTreinamento Paleteira Eletrica.ppt
Treinamento Paleteira Eletrica.pptcarlossilva333486
 
toaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdf
toaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdftoaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdf
toaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdfrwewerw
 
Operação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptg
Operação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptgOperação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptg
Operação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptgGutembergRodrigues7
 
NR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.ppt
NR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.pptNR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.ppt
NR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.pptIADBrasil
 

Semelhante a Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx (20)

214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
214-segurança-Operações-com-Empilhadeira.ppt
 
rac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptx
rac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptxrac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptx
rac02treinamentoveiculosautomotoresrac02rev0-220519175402-9c18911c.pptx
 
segurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdf
segurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdfsegurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdf
segurananaoperaodaempilhadeira-170218131442.pdf
 
Segurança na operação da empilhadeira
Segurança na operação da empilhadeiraSegurança na operação da empilhadeira
Segurança na operação da empilhadeira
 
treinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.ppttreinamento-paleteira elétrica.ppt
treinamento-paleteira elétrica.ppt
 
Apresentação Trator.pptx
Apresentação Trator.pptxApresentação Trator.pptx
Apresentação Trator.pptx
 
Empilhadeira
EmpilhadeiraEmpilhadeira
Empilhadeira
 
pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2pa-carregadeira-conceitos-2
pa-carregadeira-conceitos-2
 
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
389686414-Mini-Carregadeira-Honorato.ppt
 
Treinamento Paleteira.pptx................
Treinamento Paleteira.pptx................Treinamento Paleteira.pptx................
Treinamento Paleteira.pptx................
 
MANUAL RTG
MANUAL RTG MANUAL RTG
MANUAL RTG
 
TREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.ppt
TREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.pptTREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.ppt
TREINAMENTO EMPILHADEIRA MA - OK.ppt
 
Veículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptx
Veículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptxVeículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptx
Veículo Seguro – Equipamentos de segurança e proteção.pptx
 
0002
00020002
0002
 
Curso de Operadores de Paleteira.ppt
Curso de Operadores de Paleteira.pptCurso de Operadores de Paleteira.ppt
Curso de Operadores de Paleteira.ppt
 
Treinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletricaTreinamento paleteira-eletrica
Treinamento paleteira-eletrica
 
Treinamento Paleteira Eletrica.ppt
Treinamento Paleteira Eletrica.pptTreinamento Paleteira Eletrica.ppt
Treinamento Paleteira Eletrica.ppt
 
toaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdf
toaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdftoaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdf
toaz.info-treinamento-paleteira-eletrica-pr_891d2e2fba2863f87dd8a0a5bb73d2f7.pdf
 
Operação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptg
Operação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptgOperação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptg
Operação Pá Carregadeira.phjklfghjklghptg
 
NR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.ppt
NR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.pptNR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.ppt
NR-11-GUINDAUTO-MUNCK-ATUALIZADO-TREINAMENTO.ppt
 

Mais de HudsonOliveira50

Movimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptx
Movimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptxMovimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptx
Movimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptxHudsonOliveira50
 
Integração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptx
Integração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptxIntegração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptx
Integração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptxHudsonOliveira50
 
Atendimento as Emergências Ambientais - Depósito.ppt
Atendimento as Emergências Ambientais  - Depósito.pptAtendimento as Emergências Ambientais  - Depósito.ppt
Atendimento as Emergências Ambientais - Depósito.pptHudsonOliveira50
 
Atendimento aos pedidos de Picking List.pptx
Atendimento aos pedidos de Picking List.pptxAtendimento aos pedidos de Picking List.pptx
Atendimento aos pedidos de Picking List.pptxHudsonOliveira50
 
Armazenagem Interna de Material estoque.pptx
Armazenagem Interna de Material estoque.pptxArmazenagem Interna de Material estoque.pptx
Armazenagem Interna de Material estoque.pptxHudsonOliveira50
 
AVISOS DA SEMANA RENOVO.pptx
AVISOS DA SEMANA RENOVO.pptxAVISOS DA SEMANA RENOVO.pptx
AVISOS DA SEMANA RENOVO.pptxHudsonOliveira50
 

Mais de HudsonOliveira50 (8)

Movimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptx
Movimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptxMovimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptx
Movimentação de Matéria Prima na Área Externa.pptx
 
Integração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptx
Integração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptxIntegração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptx
Integração PAE Para industrias de produtos quimicos.pptx
 
Atendimento as Emergências Ambientais - Depósito.ppt
Atendimento as Emergências Ambientais  - Depósito.pptAtendimento as Emergências Ambientais  - Depósito.ppt
Atendimento as Emergências Ambientais - Depósito.ppt
 
Atendimento aos pedidos de Picking List.pptx
Atendimento aos pedidos de Picking List.pptxAtendimento aos pedidos de Picking List.pptx
Atendimento aos pedidos de Picking List.pptx
 
Armazenagem Interna de Material estoque.pptx
Armazenagem Interna de Material estoque.pptxArmazenagem Interna de Material estoque.pptx
Armazenagem Interna de Material estoque.pptx
 
AVISOS DA SEMANA RENOVO.pptx
AVISOS DA SEMANA RENOVO.pptxAVISOS DA SEMANA RENOVO.pptx
AVISOS DA SEMANA RENOVO.pptx
 
AVISOS DA SEMANA.pptx
AVISOS DA SEMANA.pptxAVISOS DA SEMANA.pptx
AVISOS DA SEMANA.pptx
 
PAI NOSSO.pptx
PAI NOSSO.pptxPAI NOSSO.pptx
PAI NOSSO.pptx
 

Trein. Veículos Industriais Local e Global.pptx

  • 1.
  • 2. MN-PR-SHE-007 - VEÍCULOS INDUSTRIAIS - REV. 06 Veículos industriais: São considerados veículos industriais empilhadeira à gás ou elétrica, elevadores industriais, paleteiras elétricas e outros veículos elevatórios (ex.: Plataformas, munks, talha manual). GSHE-SA-004 - POWERED INDUSTRIAL VEHICLE OPERATING STANDARD
  • 3. SCJ SHE - PRIORIDADES • Proteger as funciónários - SCJ, trabalhadores temporários, empreiteiros, fornecedores e visitantes • Proteger o meio ambiente • Proteger o negócio de interrupção e perda de empregos • Proteger a propriedade de danos • Nosso objetivo é manter as pessoas seguras: mesmo um acidente ou incidente é inaceitável
  • 4. Objetivo Garantir condições seguras na movimentação e transporte de cargas, bem como indicar os procedimentos para inspeção e manutenção preventiva e corretiva dos veículos industriais. Aplicação Este procedimento aplica-se à inspeção e operação de veículos industriais utilizadas em todas as instalações da SC Johnson Manaus. Este aplica-se a veículos industriais pertencentes e utilizados na SCJ. Responsável Atividades SHE - Coordenar o programa. Fazer valer as regras definidas e controles utilizados. Disseminar o conceito de segurança por todos dentro da unidade fabril. - Garantir que todos os colaboradores possuam treinamentos (reciclagem) de NRs e programas de segurança relacionados a operação de veículos industriais. Supervisão/Liderança - Garantir o cumprimento deste procedimento. - Acompanhar, quando necessário, e orientar os operadores de empilhadeira neste processo. - Dar suporte ao programa, garantindo que os colaboradores estejam devidamente treinados. Aplicar medidas disciplinares cabíveis às faltas graves. Inspecionar regularmente, orientar os funcionários nas correções dos desvios.
  • 5. Operadores de Veículos Industriais - Cumprir as instruções e procedimentos internos da companhia. - Realizar a verificação das condições de segurança do veículo/máquina antes de começar a trabalhar. - Avisar a supervisão e o SHE em caso de desvio de segurança. - Não operar veículo/máquina caso apresente algum desvio de segurança, sem autorização por escrito da gerência do SHE. Todos os Funcionários, Visitantes E Terceiros - Cumprir as regras estabelecidas por este e outros programas de segurança. - Fazer suas atividades com segurança. Agir de forma correta e monitorar o próximo. - Ser um agente de mudança de comportamento. Contratada - Garantir que os operadores cumpram os requisitos exigidos no item 6.1 deste padrão antes que sejam liberados para operação. - Execute as reciclagens anuais referente as NRs aplicaveis a operação de empilhadeira. - Acompanhar e avaliar novos funcionários para garantir a operação segurança dos Veículos Industriais. Responsável Atividades
  • 6. Os condutores de veículos industriais devem: Ser treinados para operação de veículos industriais, de acordo com o abaixo: Empilhadeira: certificado válido e emitido por profissional qualificado. (NR 11 e Operação de Empilhadeira). Elevador: treinamento básico de segurança com elevadores industriais. Talha: treinamento formal de operador de talha. Os condutores de veículos industriais devem: Ser treinados para operação de veículos industriais de acordo com os requisitos abaixo: 1.Ser habilitados para direção de veículos, com documento expedido pelo órgão de trânsito (CNH-B). 2.Estar apto para a direção de empilhadeiras, com atestado emitido por médico (ASO); 3.Deve ser maior de 18 anos para operar empilhadeira; 4.Para operadores de empilhadeira: portar e manter visivel um crachá de autorização;
  • 7. 5. Inspecionar os veículos antes da utilização ou início de cada turno, utilizando os check lists específicos (MN-F-MWH-005 (elétrica) e MN-F-MWH-012 (combustão) – Check List de Empilhadeira. 6. Utilizar todos os equipamentos de segurança; 7. Utilizar os veículos em conformidade com o treinamento e os requisitos da planta. Os condutores de veículos industriais devem: OBS: Caso algum item esteja não conforme, deve ser realizada a análise de risco por profissional qualificado. Se quaisquer deficiências verificadas na inspeção estiverem prejudicando os aspectos de segurança, o veículo deve ser retirado de operação, identificado e consertado. As inspeções e as ações corretivas e preventivas devem ser documentadas e registradas;
  • 8.  Seguir todas as normas de SHE da planta.  Não conduzir os veículos se não for treinado, habilitado, clinicamente apto (empilhadeiras) e autorizado.  Seguir as regras de trânsito, incluindo os limites de velocidade para veículos industriais: 8 km/h interno e externo.  Manter os veículos sob controle em todos os momentos.  Não dirigir com imprudência.  Manter a atenção na direção e evitar brincadeiras (Olhos no Caminho).  Proibido dar carona em empilhadeiras ou andar nos elevadores de carga.  Verificar a capacidade de carga, e respeitar o limite determinado.  Apanhar as cargas de maneira precisa e cuidadosa nas empilhadeiras.  Alocar as cargas corretamente nos elevadores.  Certificar-se que a carga está segura no gancho das talhas.  Olhar sempre para a direção de deslocamento.  Diminuir a velocidade e buzinar em cruzamentos. Regras básicas de Segurança
  • 9. Regras básicas de Segurança  Respeitar todos os sinais de aviso.  Os veículos devem utilizar vias sinalizadas.  Manter uma distância segura de aproximadamente 3 metros de outros veículos/máquinas.  Manter uma distância segura das bordas de rampas ou plataformas enquanto estiver sobre qualquer base, plataforma ou vagões elevados.  Não utilizar os veículos para abrir ou fechar portas.  Os percursos dos veículos devem ser separados da área de circulação de pedestres.  Utilizar o freio de mão quando parado, se houver.  As empilhadeiras que não estiverem em operação devem ser desligadas, e as chaves retiradas da ignição.  Os veículos devem dar preferência aos pedestres.  Os condutores são obrigados a manter uma visão clara do percurso de deslocamento.  Respeitar o limite de empilhamento durante a movimentação determinado: 02 palletes carregados, 14 palletes vazios, verificar as demarcações dos setores que determinam os seu limites.
  • 10. Regras básicas de Segurança  Transportar somente cargas.  Movimentar somente com as portas devidamente fechadas, no caso de elevador.  Respeitar os cronogramas de manutenção preventivas, determinado no SAP.  Estacionar os veículos em locais previamente determinado/demarcado.  Movimentar as empilhadeiras somente com os garfos baixos, pouco acima do chão entre 15 a 20 cm.  Nunca opere os veículos com os pés e ou mãos molhados ou sujos de graxa.  Nenhum veículo e/ou as cargas transportadas devem obstruir corredores de circulação e/ou equipamentos de emergências.  Não deixar ferramentas ou outros equipamentos sobre o assoalho da empilhadeira ou na área de estacionamento do elevador.  Manter desobstruído o acesso para os pedais e botões de acionamento, para maior segurança na operação.  Cargas instáveis representam sério perigo para o operador e seus companheiros de trabalho.
  • 11. Regras básicas de Segurança  Ficar sempre certo de que a carga está bem empilhada e balanceada entre os dois garfos. Nunca tentar levantar cargas com apenas um garfo.  Atenção na movimentação de cargas em talhas. Velocidades elevadas de movimentação podem tirar a estabilidade de sustentação.  Todas as cargas devem estar devidamente amarradas para evitar tombamentos / derramamentos. Ex.: Tambores/Bombonas com produtos líquidos - usar cinta de amarração.  Permanecer sentado todo o tempo em que estiver operando a empilhadeira; e conservar a cabeça, braços, mãos, pernas e pés dentro dos limites do compartimento do operador. Nunca subir na torre de elevação sob qualquer pretexto.  Se posicionar fora da área de movimento da talha.  Não ultrapassar outros veículos.  Manter os garfos abaixados quando não estiverem transportando carga;  Priorizar os pedestres  O local para estacionar as empilhadeiras deve estar sinalizados.
  • 12.  O local para estacionar as empilhadeiras deve estar sinalizados.  Requisito mínimos de segurança para os veículos industriais – empilhadeiras: 1. Sinal / Alarme sonoro de ré; 2. Buzina; 3. Freios; 4. Espelhos; 5. Extintor de Incêndio 6. Limite de capacidade 7. Painel (indicadores de velocidade e carga/combustível) 8. Cinto de segurança 9. Data de fabricação 10.Número de série Regras básicas de Segurança
  • 13. Regras básicas de Segurança NUNCA PASSAR SOBRE UMA LATA DE AEROSSOL. Parar a empilhadeira, descer e retirar a lata que estiver no caminho, levando-a para local adequado. Somente empilhadeiras com fonte de ignição controlada, à prova de explosão, são permitidos nas áreas eletricamente classificadas. Geralmente, esse veículos são identificados (classificados) como EE e EX. NUNCA OPERAR A EMPILHADEIRA AO MESMO TEMPO EM QUE OBSERVAR OU UTILIZAR O SISTEMA COMPUTADORIZADO DO SAP (no tablet). Este é um risco grave de acidente que deve ser evitado.
  • 14. A adição de alguma ferramenta que modifica fisicamente o veículo industrial deve ser revista pela engenharia e SHE através do processo de gestão de mudanças (MOC). A revisão deve considerar, porém não se limitar, os seguintes tópicos: a. Impacto na linha de visão do operador; b. Considerações ergonomicas; c. Perigos físicos, risco de acidentes. Outras modificações no veículo são proibidas, a menos que seja aprovado pela Engenharia da SCJ e o fornecedor de equipamentos. Lembrete: A Segurança de todos depende destas atitudes corretas. Manter a atenção no bom funcionamento e Segurança da máquina durante todo o tempo. Gestão de mudanças (MOC
  • 15. Os seguintes EPIs devem ser utilizados pelos operadores de empilhadeiras:  Óculos de proteção com proteções laterais.  Capacete.  Botas de segurança.  Protetor auricular se entrar em áreas onde este EPI é requerido.  Faixa refletiva Lembrete: A Segurança de todos depende destas atitudes corretas. Manter a atenção no bom funcionamento e Segurança da máquina durante todo o tempo. Equipamento de Proteção Individual (EPI) Para talhas e elevadores, os EPIs são os mesmos requeridos para a área de localização dos mesmos.
  • 16. Conceito: É um programa que visa a identificação de quaisquer arranhões e incentivar a análise de incidente, para que estes possam ser reduzidos a zero. Quanto mais situações forem analisadas, mais ações preventivas serão implementadas para evitar acidentes graves. Visa desenvolver uma consciência de segurança, em que qualquer desvio seja reportado e tratado imediatamente. Programa Arranhão Zero para Empilhadeiras Objetivo: 1. Identificar e tratar a causa de incidentes que provoque arranhões nos veículos ou nas estruturas fabris. 2. Desenvolver uma cultura de segurança nos operadores. 3. Estimular o cuidado na operação através da conservação das condições do veículo 4. Estabelecer bons hábitos de condução dos veículos industriais
  • 17. Consequências: 1. Eliminar danos nos veículos industriais. 2. Eliminar danos ao produto. 3. Eliminar danos materiais, por exemplo, prateleiras, prédio, etc. 4. Eliminar quaisquer raspões e colisões envolvendo veículos industriais. Inspeções 1. Devem ser executadas inspeções nas empilhadeiras a cada mudança de turno. Os formatos estão registrados com os números: MN-F-MWH-005 (elétrica) e MN-F-MWH-012 (combustão). 2. Ações corretivas devem ser tomadas se/quando arranhões forem identificados. Carregamento de Bateria  Apenas pessoal qualificado deverá carregar a bateria de um veículo industrial (empilhadeira);  Não fumar na área de abastecimento/ Carregamento;  Usar EPI – para o enchimento das baterias: óculos, avental e luvas quando for adicionar água.  Cada área de carregamento de baterias deve ter nas suas proximidades: a. Chuveiro de segurança (lava-olhos). b. Kit de emergência para derramamentos. c. Ventilação de exaustão local para remover vapores ácidos que podem ser gerados durante o carregamento da bateria, etc.  Baterias adicionais devem ser mantidas sempre que possível.
  • 18. Abastecimento • Nem todos os veículos industriais são elétricos. Algumas são abastecidas com GLP, diesel, combustível, gasolina, etc. • Somente pessoal qualificado deverá fazer o abastecimento. • Não fumar durante o abastecimento. • Em geral, os veículos industriais a gás ou óleo diesel não devem ser operadas dentro de um edifício, uma vez que as mesmas liberam gases tóxicos. • Para combustível líquido, um kit de emergência para derramamento de óleo deve estar localizado próximo à área de abastecimento. Acidentes / Incidentes / Emergências • Todos os acidentes e incidentes envolvendo veículos/máquinas industriais devem ser informados ao SHE e investigados conforme procedimento de Investigação de Incidente e Acidente – CO-PR-SHE-005. • Quaisquer danos às instalações e equipamentos devem ser reparados com a maior brevidade possível. • Relatórios de incidentes (MN-F-SHE-008) deverão ser preenchidos e os resultados, incluindo as ações corretivas e preventivas, devem ser registrados no Entropy: http://prdentropy/entropy/default.asp. • O operador que for envolvido em incidentes de movimentação de empilhadeira deve passar por reciclagem conforme descrito no item 12.2.
  • 19. Formação Todo operador de veículos industriais deverá passar por treinamento formal e prático, anualmente ou de acordo com o estabelecido na legislação vigente. Deverão ser contemplados no treinamento os seguintes documentos: a) MN-PR-SHE-007 Veículos Industriais b) GSHE-SA-004 - Powered Industrial Vehicle Operation Standard c) NR 11 - Transporte, movimentação, Armazenagem e Manuseio de materiais d) CO-PR-SHE-004 - Plano de Atendimento a Emergências e) MN-IT-MWH-002 - Armazenagem interna de materais f) MN-DI-MWH-004- Manual de boas práticas para operação e segurança na utilização de empilhadeira g) MN-IT-MWH-014 - Movimentação de matéria-prima na área externa h) CO-PR-SHE-013 - Procedimento de gestão de resposta à emergências ambientais i) MN-IT-MWH-013 - Troca e inspeção de bateria j) MN-IT-MWH-003- Atendimento ao picklist k) Integração de Segurança (Integração Geral e 7 Absolutos); O treinamento prático deve ser monitorado por pelo menos 30 dias pelo responsável do treinamento.
  • 20. Treinamento de reciclagem deverá ser ministrados anualmente, ou quando:  O operador tiver sido surpreendido operando o veículo de forma perigosa;  O operador tiver se envolvido em um acidente ou incidente;  O operador tiver recebido uma avaliação demonstrando que o mesmo não está operando o veículo com segurança;  O operador for incumbido de operar um diferente tipo de veículo; ou  Uma condição de trabalho venha a mudar de forma que possa afetar a operação segura do veículo.  Deve ser seguido o mesmo conteúdo programático descrito no item 12.1 para o treinamento teórico e deve ser realizada também a reciclagem no treinamento prático. Com relação ao treinamento da NR11, deve ser antecipada a reciclagem no caso de faltar até 3 meses para expirar o certificado.
  • 21. Requisitos do Instrutor de Veículos Industriais (PIV) motorizados Deve ser selecionada uma pessoa competente para acompanhar e avaliar novos funcionários para garantir a operação segura dos Veículos Industriais. Esta pessoa deve possuir o seguinte conjunto de competências: o Três (3) anos de experiência na operação segura de PIVs o Boa capacidade de comunicação. o Boas aptidões de organização. o Boas aptidões pessoais. o Capacidade de avaliar o desempenho do novo funcionário, fornecer feedback crítico e fornecer reciclagem, quando necessário. Instrutor de Veículo Industrial Certificado (Nível 1) Um instrutor de veículos industriais de Nível 1 é certificado, através da conclusão bem sucedida dos cursos de NR’s aplicáveis e procedimentos internos da cia, para formar outros na operação dos seguintes veículos: a) Empilhadeiras Industriais; b) Plataformas de Elevação;
  • 22. O instrutor de veículos industriais deve avaliar os seguintes pontos: a) Nível de comprometimento com os procedimentos de segurança da cia; b) Habilidade do motorista ao manobrar a empilhadeira em corredores; c) Habilidade do motorista ao empilhar e guardar materiais; d) Habilidade do motorista no processo de troca de baterias; Emergências 1. Os funcionários devem estar preparados para responder a qualquer tipo de emergência envolvendo uma empilhadeira. Detalhes no CO-PR-SHE-004 – Planejamento de Atendimento as Emergências. 1. Eventuais emergências incluem: 2. Danos materiais 3. Incêndio 4. Derramamentos, vazamentos