junho | 2011                 1º semestre de recordes: O primeiro semestre de 2011 foi de recordes para o                  ...
Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro                                                                      Junho de 2011 ...
Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro                                                        Junho de 2011Composição das ...
Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro                                                        Junho de 2011               ...
Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro                                                                         Junho de 20...
Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro                                                                         Junho de 20...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro (Junho 2011)

1.311 visualizações

Publicada em

Levantamento mensal do comércio exterior brasileiro por setor e parceiros comerciais.
Estudo realizado pela área de Análise Econômica do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP.

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.311
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
575
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro (Junho 2011)

  1. 1. junho | 2011 1º semestre de recordes: O primeiro semestre de 2011 foi de recordes para o comércio exterior brasileiro. Com alta de 33% nas exportações e de 30% nas importações, a corrente de comércio superou o resultado do mesmo semestre em 2008, até então melhor ano em termos absolutos para o Brasil. [pág. 01] Saldo comercial crescente: Com a quinta alta consecutiva das exportações, e a primeira queda das importações no ano, o saldo comercial de junho aumentou pela quinta vez seguida, e alcançou o segundo melhor resultado dos últimos 12 meses, fechando em US$ 4,4 bilhões positivos. [pág. 01] Manufaturados perdem espaço nas exportações: Neste primeiro semestre, as manufaturas foram responsáveis por 37% do total exportado, contra uma participação de 41% em 2010. A perda foi toda para os produtos básicos, que aumentaram de 43% para 47% sua composição na pauta. [pág. 01] Saldo de manufaturados ainda em queda: Se mantida a média mensal até junho de queda no saldo da balança de manufaturas (-36%), ou mesmo a queda acumulada no primeiro semestre (-35%), o déficit para 2011 deve fechar em cerca de US$ 96,0 bilhões, contra os US$ 71,0 bilhões de 2010. [pág. 01] Principais destinos: O primeiro semestre do ano mantém a China como principal destino das exportações, país para o qual também houve a maior alta (+49%) dentre os dez primeiros. Para os EUA e Argentina, segundo e terceiro principais destinos das exportações, o crescimento foi de 31% e 34%, respectivamente. [pág. 02] Alta nos preços: Tanto exportações quanto importações cresceram mais em valor que em volume neste primeiro semestre. Nas exportações, o preço médio das manufaturas teve alta de 19%, contra 39% dos básicos. Também nas importações, o preço médio dos básicos (+35%) cresce mais que o das manufaturas (+11%). [págs. 04 e 05] Exportações em destaque: Dentre os produtos básicos, chamam a atenção os óleos brutos de petróleo e a soja , ambos com alta do valor, mas queda no peso exportado. O mesmo ocorre para açúcar em bruto e celulose nas semimanufaturas. Nas manufaturas, as plataformas para exploração de petróleo e gás sairam de quase zero para US$ 1,04 bi exportados. [pág. 04] Importações em destaque: Dentre os principais produtos básicos importados, o trigo em grãos se destaca pela alta do preço, com queda de 16% no volume, mas alta de 19% em valor. Nas manufaturas, automóveis de passageiros mantém alta tanto em valor (+46%), quanto em volume (+34%) . [pág. 05]Elaboração: DEREX / Área de Análise Econômica do Comércio Exterior
  2. 2. Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro Junho de 2011 Evolução da Balança Comercial Brasileira (US$ Bilhões) 23,2 23,7 20,9 20,2 19,2 18,8 18,4 19,3 19,7 19,3 17,1 17,7 17,7 17,7 17,4 16,7 17,7 18,3 16,3 16,8 16,5 14,8 15,6 15,2 14,8 15,5 5,4 4,4 2,4 3,5 2,3 1,4 1,1 1,9 1,2 1,6 1,9 0,3 0,4 jun/10 jul ago set out nov dez jan fev mar abr mai jun/11 Exportações Importações Saldo Balança Comercial por Período (US$ Bilhões) Exportações Importações Saldo Período 2011 2010 ∆% 2011 2010 ∆% 2011 2010 ∆% Junho 23,7 17,1 39% ▲ 19,3 14,8 30% ▲ 4,4 2,3 94% ▲ Jan a Jun 118,3 89,2 33% ▲ 105,3 81,3 30% ▲ 13,0 7,9 64% ▲ Últimos 231,0 172,2 34% ▲ 205,6 152,9 34% ▲ 25,4 19,3 31% ▲ 12 meses* Balança Comercial por Fator Agregado (US$ Bilhões) Exportações Importações Saldo Jan a Jan a Jan a Jan a Jan a Jan a Jun/11 Jun/10 ∆% Jun/11 Jun/10 ∆% Jun/11 Jun/10 ∆% Básicos 56,2 38,8 45% ▲ 16,3 11,6 41% ▲ 39,9 27,2 47% ▲ Semi- 16,2 12,4 31% ▲ 4,4 3,1 41% ▲ 11,8 9,2 27% ▲ Manufaturados Manufaturados 43,3 36,2 19% ▲ 84,4 66,6 27% ▲ -41,1 -30,4 -35% ▼ Composição da Pauta de Exportações Composição da Pauta de Importações Jan a Jun/11 Jan a Jun/11 Operações Manufaturados Básicos Especiais 47% 80% 2% 15% Básicos 37% 14% Semi- 4% Semi-Manufaturados Manufaturados ManufaturadosFonte: AliceWeb/MDIC *jul/10 a jun/11 01
  3. 3. Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro Junho de 2011Composição das Exportações e Importações - Origens e Destinos (Últimos 12 meses*) Exportações Importações União EUA China Européia US$ 22,1 Bi EUA US$ 29,6 Bi US$ 49,4 Bi US$ 30,7 Bi 21% 10% 21% 15% China Am. Latina 16% US$ 37,4 Bi 15% US$ 33,6 Bi 32% 21% União 33% 16% Outros Outros Am. Latina US$ 47,9 Bi Européia US$ 68,6 Bi US$ 74,4 Bi US$ 43,2 Bi Balança Comercial por Destinos e Origens (US$ Milhões) Exportações Importações Jan a Jan a Jan a Jan a País Jun/11 Jun/10 ∆% País Jun/11 Jun/10 ∆% 1º China 20.044 13.467 49% ▲ 1º E.U.A. 15.726 12.076 30% ▲ 2º E.U.A. 11.700 8.954 31% ▲ 2º China 14.740 10.764 37% ▲ 3º Argentina 10.438 7.812 34% ▲ 3º Argentina 7.991 6.712 19% ▲ 4º Países Baixos 6.639 4.787 39% ▲ 4º Alemanha 7.098 5.550 28% ▲ 5º Alemanha 4.437 3.603 23% ▲ 5º Coréia do Sul 4.965 4.029 23% ▲ 6º Japão 4.090 2.854 43% ▲ 6º Nigéria 4.632 2.813 65% ▲ 7º Rússia 2.994 2.118 41% ▲ 7º Japão 3.956 3.177 25% ▲ 8º Itália 2.747 1.887 46% ▲ 8º Itália 2.874 2.207 30% ▲ 9º Chile 2.679 1.807 48% ▲ 9º Índia 2.572 1.875 37% ▲10º Espanha 2.440 1.738 40% ▲ 10º França 2.559 2.301 11% ▲ Total 118.304 89.187 33% ▲ Total 105.317 81.288 30% ▲ Corrente de Comércio Saldo Jan a Jan a Jan a Jan a País ∆% País ∆% Jun/11 Jun/10 Jun/11 Jun/10 1º China 34.784 24.231 44% ▲ 1º Países Baixos 5.738 4.001 43% ▲ 2º E.U.A. 27.426 21.030 30% ▲ 2º China 5.303 2.703 96% ▲ 3º Argentina 18.429 14.524 27% ▲ 3º Argentina 2.447 1.100 122% ▲ 4º Alemanha 11.535 9.153 26% ▲ 4º Rússia 1.870 1.285 46% ▲ 5º Japão 8.045 6.031 33% ▲ 5º Cingapura 1.673 225 643% ▲ 6º Países Baixos 7.539 5.573 35% ▲ 6º Santa Lúcia 1.445 1.533 -6% ▼ 7º Coréia do Sul 6.925 5.484 26% ▲ 7º Venezuela 1.175 1.313 -11% ▼ 8º Itália 5.621 4.094 37% ▲ 8º Paraguai 1.079 918 17% ▲ 9º Nigéria 5.139 3.180 62% ▲ 9º Bélgica 987 790 25% ▲10º Chile 5.033 3.709 36% ▲ 10º Irã 955 730 31% ▲ Total 223.621 170.475 31% ▲ Total 12.986 7.900 64% ▲Fonte: AliceWeb/MDIC *jul/10 a jun/11 02
  4. 4. Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro Junho de 2011 Exportações e Importações - Fator Agregado - Últimos 12 meses (jul/10 a jun/11) Exportações Importações Semi- Básicos US$ 0,8 bi Manufaturas US$ 0,1 bi US$ 1,5 biChina Básicos 86% 4% US$ 32,2 bi 10% Semi- 97% US$ 3,7 bi Manufaturas US$ 28,6 bi Semi- Semi- BásicosEstados Unidos US$ 2,6 bi US$ 4,3 bi US$ 0,6 bi 8% Básicos 20% US$ 7,2 bi 33% 47% 90% Manufaturas US$ 10,4 bi Manufaturas US$ 27,4 bi Semi-América Latina Semi- Manufaturas Manufaturas US$ 3,4 bi US$ 39,2 bi 82% US$ 1,8 bi US$ 21,7 bi 10% 65% 4% 14% Básicos 25% Básicos US$ 6,5 bi US$ 8,4 bi Semi- Semi- BásicosUnião Européia US$ 0,7 bi US$ 1,2 bi US$ 7,5 bi Básicos 15% US$ 25,1 bi 51% 34% Manufaturas 95% US$ 16,8 bi Manufaturas US$ 41,1 biFonte: AliceWeb/MDIC 03
  5. 5. Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro Junho de 2011 Exportações - Principais Produtos (US$ Milhões) Jan a Jan a Variação Part.* Jun/11 Jun/10 Valor PesoTotal 100% 118.304 89.187 33% 4% Básicos 47,5% 56.176 38.781 45% 4% Minérios de ferro e seus concentrados 32,7% 18.381 9.511 93% 4% Óleos brutos de petróleo 17,8% 10.004 8.024 25% -8% Soja, mesmo triturada 15,7% 8.809 6.851 29% -2% Café em grão 6,5% 3.639 1.992 83% 13% Carne de frango 6,1% 3.442 2.663 29% 6% Outros 21,2% 11.900 9.739 22% - Semimanufaturados 13,7% 16.173 12.374 31% 8% Açúcar, em bruto 25,3% 4.096 3.562 15% -8% Celulose 15,0% 2.428 2.316 5% -2% Produtos semimanufaturados de ferro ou aços 13,7% 2.219 1.105 101% 43% Ferro-ligas 8,2% 1.325 967 37% 17% Couros e peles depilados 6,5% 1.055 873 21% 4% Outros 31,2% 5.051 3.550 42% - Manufaturados 36,6% 43.302 36.243 19% 1% Óleos combustíveis 4,9% 2.130 1.460 46% 9% Automóveis de passageiros 4,5% 1.934 2.100 -8% -4% Partes e peças para veículos 4,4% 1.912 1.539 24% 11% Aviões 3,4% 1.464 1.713 -15% -17% Açúcar refinado 3,1% 1.324 1.267 4% -17% Laminados planos de ferro ou aços 2,7% 1.148 813 41% 13% Polímeros plásticos 2,4% 1.051 736 43% 24% Máquinas e aparelhos p/ terraplanagem, etc 2,4% 1.046 555 89% 54% Plataformas de exploração/perfuração, dragas, etc 2,4% 1.043 0,3 ** ** Veículos de carga 2,3% 989 707 40% 24% Óxidos e hidróxidos de alumínio 2,3% 974 813 20% 3% Partes de motores para automóveis 2,1% 896 643 39% 23% Bombas e compressores 1,8% 790 688 15% -2% Pneumáticos 1,8% 781 636 23% 2% Motores, geradores e transformadores elétricos 1,7% 747 763 -2% 6% Outros 57,9% 25.074 21.809 15% -*Participação da categoria (básicos, semimanufaturados e manufaturados) sobre o total exportado, e de cada produto sobre o total desua respectiva categoria no período de Janeiro a Junho de 2011Fonte: AliceWeb/MDIC **Variação superior a 1000% 04
  6. 6. Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro Junho de 2011 Importações - Principais Produtos (US$ Milhões) Jan a Jan a Variação Part.* Jun/11 Jun/10 Valor PesoTotal 100% 105.317 81.288 30% 11% Básicos 15,4% 16.258 11.555 41% 4% Petróleo em bruto 46,1% 7.489 5.197 44% 2% Hulhas, mesmo em pó, não aglomeradas 11,8% 1.922 1.344 43% 8% Gás natural 7,0% 1.130 914 24% 6% Trigo, em grãos 5,7% 934 783 19% -16% Minérios de cobre e seus concentrados 3,8% 616 438 41% 4% Outros 26% 4.167 2.879 45% - Semimanufaturados 4,2% 4.404 3.130 41% 43% Cloreto de potássio 33,2% 1.462 890 64% 56% Catodos de cobre e seus elementos 25,0% 1.102 887 24% -5% Borracha sintética e borracha artificial 7,2% 319 289 11% -13% Celulose 4,2% 185 147 26% 5% Ferro-ligas 3,4% 150 108,9 38% 51% Outros 26,9% 1.185 809 47% - Manufaturados 80,1% 84.400 66.616 27% 14% Automóveis de passageiros 6,2% 5.248 3.588 46% 34% Partes e peças para veículos 3,6% 3.014 2.488 21% 20% Óleos combustíveis 3,4% 2.830 2.207 28% -5% Medicamentos para medicina humana e veterinária 3,3% 2.810 3.006 -7% 2% Naftas 2,6% 2.210 1.942 14% -12% Circuitos integrados e microconjuntos eletrônicos 2,6% 2.174 1.847 18% -7% Partes de aparelhos transmissores ou receptores 1,9% 1.630 1.357 20% -4% Motores, geradores e transformadores elétricos 1,7% 1.426 1.085 31% 26% Intrumentos e aparelhos de medida, verificação, etc 1,6% 1.344 1.067 26% 26% Compostos heterocíclicos, seus sais e sulfonamidas 1,5% 1.272 1.016 25% 2% Rolamentos e engrenagens, suas partes e peças 1,5% 1.249 969 29% 29% Máquinas automáticas para proc. de dados 1,4% 1.158 980 18% 2% Bombas e compressores 1,4% 1.144 1.117 2% 15% Adubos ou fertiliz. com nitrogênio, fósforo ou potássio 1,3% 1.091 364 200% 132% Máquinas e aparelhos p/ terraplanagem, etc 1,3% 1.070 733 46% 43% Outros 64,8% 54.730 42.849 28% -*Participação da categoria (básicos, semimanufaturados e manufaturados) sobre o total importado, e de cada produto sobre o total desua respectiva categoria no periodo de Janeiro a Junho de 2011Fonte: AliceWeb/MDIC 05

×