Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro (Dezembro 2011)

1.835 visualizações

Publicada em

Levantamento mensal do comércio exterior brasileiro por setor e parceiros comerciais.
Estudo realizado pela área de Análise Econômica do Departamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIESP.

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.835
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
626
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
28
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Raio-X do Comércio Exterior Brasileiro (Dezembro 2011)

  1. 1. Dezembro | 2011 Redução dos importados impulsiona retomada do saldo: Em dezembro a balança comercial apresentou o terceiro maior saldo do ano (US$ 3,8 bilhões), invertendo a tendência de contração do superávit comercial, verificada nos últimos meses. A queda de 13,7% nas importações foi o fator determinante para o resultado de dezembro em relação ao mês anterior. Já as exportações registraram alta de apenas 1,4% na mesma base de comparação. [pág. 01] Exportações e Importações batem recorde em 2011: O superávit comercial, em 2011, atingiu US$ 29,8 bilhões e registrou alta de 47% em relação a 2010. As exportações somaram US$ 256 bilhões, enquanto as importações totalizaram US$ 226 bilhões no período. [pág. 01] Déficit em manufaturas ultrapassa os US$ 90 bilhões: A balança comercial de produtos manufaturados registrou saldo negativo de US$ 92,3 bilhões em 2011, conforme previsto desde o início do ano. Além disso, os manufaturados também perderam espaço para os produtos básicos na pauta de exportações, saindo de 40% em 2010 para 36% em 2011. [pág. 01] Importações de veículos colocam a Coréia do Sul entre os principais parceiros comerciais do Brasil: A expansão de 36% das importações brasileiras de veículos provenientes da Coréia do Sul, em 2011, colocou o país entre os principais parceiros comerciais e umas das principais origens dos produtos importados pelo Brasil. No mesmo ano, os veículos representaram 28% das importações provenientes do parceiro [pág. 02] China encerra o ano em destaque: Em 2011, a China foi o principal destino das exportações e apresentou o maior crescimento em corrente de comércio dentre os principais parceiros. Nas importações, ficou atrás apenas dos EUA, ainda assim com maior crescimento que este último. O país também foi a principal origem das importações de manufaturados, representando mais de 1/3 do déficit no setor. [págs. 02 e 03] Elevação dos preços impulsiona desempenho das exportações: Em 2011, houve um aumento significativo em valor dos principais produtos exportados. Em contrapartida, alguns itens como petróleo (em bruto), açúcar (tanto em bruto quanto refinado) e aviões encerraram o ano com queda nas vendas, sendo que as exportações em valor de aviões também recuaram. [pág. 05] Destaque para as importações de veículos em 2011: As importações de automóveis de passageiros aumentaram tanto em valor quanto em peso (Kg), encerrando o ano em evidência. Outros destaques foram as compras de motores e geradores elétricos e ferro-ligas, cuja quantidade importada superou a expansão em valor. [pág. 06]
  2. 2. RAIO-X DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO Evolução da Balança Comercial Brasileira (US$ Bilhões) 26,2 23,2 23,7 23,3 20,9 22,3 22,3 22,1 21,8 22,1 19,3 20,2 19,7 20,2 19,8 21,2 16,7 18,3 19,3 19,1 18,3 17,7 15,6 15,214,8 15,5 5,4 3,5 4,4 3,9 3,1 3,1 2,4 3,8 0,4 1,2 1,6 1,9 0,6 dez/10 jan/11 fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez/11 Exportações Importações Saldo Balança Comercial por Período (US$ Bilhões) Exportações Importações Saldo Período 2011 2010 ∆% 2011 2010 ∆% 2011 2010 ∆% Dezembro 22,1 20,9 6% ▲ 18,3 15,6 18% ▲ 3,8 5,4 -29% ▼ Jan a Dez 256,0 201,9 27% ▲ 226,2 181,6 25% ▲ 29,8 20,3 47% ▲ Balança Comercial por Fator Agregado (US$ Bilhões) Exportações Importações Saldo Jan a Jan a Jan a Jan a Jan a Jan a Dez/11 Dez/10 ∆% Dez/11 Dez/10 ∆% Dez/11 Dez/10 ∆% Básicos 122,5 90,1 36% ▲ 32,1 23,9 34% ▲ 90,4 66,3 36% ▲ Semi- 36,0 28,2 28% ▲ 9,4 7,1 32% ▲ 26,6 21,1 26% ▲ Manufaturados Manufaturados 92,5 79,8 16% ▲ 184,8 150,8 23% ▲ -92,3 -71,0 -30% ▼ Composição da Pauta de Exportações Composição da Pauta de Importações Jan a Dez/11 Jan a Dez/11 Operações Manufaturados Básicos Especiais 48% 82% 2% 14% Básicos 36% 14% Semi- 4% Semi-Manufaturados Manufaturados ManufaturadosFonte: AliceWeb/MDIC *jan/10 a dez/11 01
  3. 3. RAIO-X DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO Composição por origens e destinos (Últimos 12 meses*) Exportações Importações União EUA União EUA Européia US$ 25,8 Bi Européia US$ 34,0 Bi US$ 52,9 Bi US$ 46,4 Bi 15% 21% 10% China 21% China 17% US$ 44,3 Bi 14% US$ 32,8 Bi 32% 16% 20% Am. Latina 34% Am. Latina Outros Outros US$ 36,7 Bi US$ 81,5 Bi US$ 51,4 Bi US$ 76,4 Bi Balança Comercial por Destinos e Origens (US$ Milhões) Exportações Importações Jan a Jan a Jan a Jan a País Dez/11 Dez/10 ∆% País Dez/11 Dez/10 ∆% 1º China 44.315 30.786 44% ▲ 1º E.U.A. 33.962 27.044 26% ▲ 2º E.U.A. 25.805 19.307 34% ▲ 2º China 32.788 25.595 28% ▲ 3º Argentina 22.709 18.523 23% ▲ 3º Argentina 16.906 14.435 17% ▲ 4º Países Baixos 13.640 10.228 33% ▲ 4º Alemanha 15.213 12.554 21% ▲ 5º Japão 9.473 7.141 33% ▲ 5º Coréia do Sul 10.097 8.422 20% ▲ 6º Alemanha 9.039 8.138 11% ▲ 6º Nigéria 8.386 5.920 42% ▲ 7º Itália 5.441 4.235 28% ▲ 7º Japão 7.872 6.986 13% ▲ 8º Chile 5.418 4.258 27% ▲ 8º Itália 6.222 4.838 29% ▲ 9º Reino Unido 5.202 4.628 12% ▲ 9º Índia 6.081 4.242 43% ▲10º PNA¹ 4.813 3.570 35% ▲ 10º França 5.462 4.801 14% ▲ Total 256.040 201.915 27% ▲ Total 226.218 181.595 25% ▲ Corrente de Comércio Saldo Comercial Jan a Jan a Jan a Jan a País ∆% País ∆% Dez/11 Dez/10 Dez/11 Dez/10 1º China 77.103 56.381 37% ▲ 1º China 11.526 5.190 122% ▲ 2º E.U.A. 59.767 46.352 29% ▲ 2º Países Baixos 11.374 8.454 35% ▲ 3º Argentina 39.615 32.957 20% ▲ 3º Argentina 5.803 4.088 42% ▲ 4º Alemanha 24.252 20.692 17% ▲ 4º Venezuela 3.323 3.021 10% ▲ 5º Japão 17.345 14.127 23% ▲ 5º Santa Lúcia 2.943 2.744 7,3% ▲ 6º Países Baixos 15.905 12.001 33% ▲ 6º Irã 2.297 1.998 15% ▲ 7º Coréia do Sul 14.791 12.182 21% ▲ 7º Egito 2.279 1.799 27% ▲ 8º Itália 11.663 9.073 29% ▲ 8º Paraguai 2.253 1.937 16% ▲ 9º Chile 9.988 8.440 18% ▲ 9º Bélgica 2.108 1.968 7% ▲10º França 9.781 8.377 17% ▲ 10º Cingapura 1.960 461 325% ▲ Total 482.258 383.510 26% ▲ Total 29.822 20.320 47% ▲Fonte: AliceWeb/MDIC *jan/10 a dez/11 ¹Provisão de Navios e Aeronaves 02
  4. 4. RAIO-X DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO Evolução da Balança Comercial Brasileira de Manufaturados (US$ Bilhões) 18,5 17,4 15,7 15,7 15,8 16,7 16,3 14,3 14,5 15,2 13,0 12,2 12,4 8,1 7,6 9,0 7,8 8,9 8,1 7,8 7,9 8,5 6,6 7,4 6,8 5,9 dez/10 jan/11 fev mar abr mai jun jul ago set out nov dez/11 -4,8 -6,2 -5,8 -6,8 -7,7 -8,0 -6,7 -8,1 -6,7 -9,6 -8,7 -8,5 -9,5 Exportações Importações Saldo Composição por origens e destinos (Últimos 12 meses*) - Manufaturados Exportações Importações União EUA Outros Européia União US$ 30,0 Bi US$ 20,1 Bi US$ 17,1 Bi Européia 16% 22% 18% US$ 44,1 Bi 24% China EUA 17% US$ 31,6 Bi 13% US$ 11,6 Bi 45% 2% 13% China 30% Am. Latina Am. Latina US$ 2,0 Bi Outros US$ 23,7 Bi US$ 41,6 Bi US$ 55,4 Bi Balança Comercial de Manufaturados - Destinos e Origens (US$ Milhões) Exportações Importações Jan a Jan a Jan a Jan a País Dez/11 Dez/10 ∆% País Dez/11 Dez/10 ∆% 1º Argentina 20.443 16.864 21% ▲ 1º China 31.797 24.955 27% ▲ 2º EUA 11.742 10.060 17% ▲ 2º EUA 30.474 24.682 23% ▲ 3º Países Baixos 4.753 3.918 21% ▲ 3º Alemanha 14.518 11.876 22% ▲ 4º México 3.315 3.253 2% ▲ 4º Argentina 13.665 11.986 14% ▲ 5º Alemanha 3.116 3.131 -0,5% ▼ 5º Coréia do Sul 10.036 8.380 20% ▲ Total 92.495 79.786 16% ▲ Total 184.757 150.774 23% ▲ Corrente de Comércio Saldo Comercial Jan a Jan a Jan a Jan a País ∆% País ∆% Dez/11 Dez/10 Dez/11 Dez/10 1º EUA 42.216 34.743 22% ▲ 1º Argentina 6.778 4.878 39% ▲ 2º Argentina 34.109 28.850 18% ▲ 2º Países Baixos 2.607 2.190 19% ▲ 3º China 33.830 26.351 28% ▲ 3º Paraguai 2.495 2.207 13% ▲ 4º Alemanha 17.634 15.006 18% ▲ 4º Chile 1.602 1.874 -15% ▼ 5º Coréia do Sul 10.571 8.843 20% ▲ 5º Peru 1.589 1.446 10% ▲ Total 277.252 230.560 20% ▲ Total -92.262 -70.988 -30% ▼Fonte: AliceWeb/MDIC *jan/10 a dez/11 03
  5. 5. RAIO-X DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO Exportações e Importações - Fator Agregado - Últimos 12 meses (jan/10 a dez/11) Exportações Importações Semi- Básicos US$ 0,9 bi Manufaturas US$ 0,1 bi US$ 2,0 biChina Básicos 5% 85% US$ 37,7 bi 10% Semi- 97% US$ 4,6 bi Manufaturas US$ 31,6 bi Semi- Semi- BásicosEstados Unidos US$ 2,9 bi US$ 5,3 bi US$ 0,6 bi 9% Básicos 21% US$ 8,7 bi 34% 45% 89% Manufaturas US$ 11,6 bi Manufaturas US$ 30,0 bi Semi-América Latina Semi- Manufaturas Manufaturas US$ 3,6 bi US$ 41,6 bi US$ 2,2 bi US$ 23,7 bi 10% 65% 82% 4% 14% Básicos 25% Básicos US$ 7,3 bi US$ 9,2 bi Semi- Semi- BásicosUnião Européia US$ 0,8 bi US$ 1,3 bi US$ 8,2 bi Básicos 16% US$ 27,4 bi 52% 32% Manufaturas 95% US$ 17,1 bi Manufaturas US$ 44,1 biFonte: AliceWeb/MDIC 04
  6. 6. RAIO-X DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO Exportações - Principais Produtos (US$ Milhões) Jan a Jan a Variação Part.* Dez/11 Dez/10 Valor PesoTotal 100% 256.040 201.915 27% 5% Básicos 47,8% 122.457 90.147 36% 5% Minérios de ferro e seus concentrados 16,3% 41.817 28.912 45% 6% Petróleo, em bruto 8,4% 21.603 16.293 33% -5% Soja, mesmo triturada 6,4% 16.327 11.043 48% 13% Café em grão 3,1% 8.000 5.182 54% 0,01% Carne de frango 2,8% 7.063 5.789 22% 3% Outros 10,8% 27.646 22.928 21% 1% Semimanufaturados 14,1% 36.028 28.207 28% 5% Açúcar, em bruto 4,5% 11.549 9.307 24% -4% Celulose 1,9% 4.985 4.751 5% 1% Produtos semimanufaturados de ferro ou aços 1,8% 4.637 2.592 79% 36% Ferroligas 1,0% 2.495 2.039 22% 7% Ouro em forma semimanufaturada 0,9% 2.239 1.786 25% -3% Outros 4,0% 10.122 7.733 31% 13% Manufaturados 36,1% 92.495 79.786 16% -1% Automóveis de passageiros 1,7% 4.376 4.417 -1% 2% Aviões 1,5% 3.932 3.996 -2% -2% Partes e peças para veículos 1,5% 3.889 3.425 14% 4% Óleos combustíveis 1,5% 3.773 2.578 46% 6% Açúcar refinado 1,3% 3.391 3.455 -2% -26% Polímeros plásticos 0,9% 2.240 1.657 35% 18% Óxidos e hidróxidos de alumínio 0,9% 2.224 1.742 28% 11% Máquinas e aparelhos p/ terraplanagem, etc 0,9% 2.200 1.368 61% 30% Veículos de carga 0,9% 2.190 1.686,9 30% 17% Laminados planos de ferro ou aços 0,8% 2.010 1.813 11% -7% Partes de motores para automóveis 0,7% 1.874 1.507 24% 12% Motores, geradores e transformadores elétricos 0,7% 1.693 1.625 4% 7% Pneumáticos 0,7% 1.667 1.362 22% 1% Bombas e compressores 0,6% 1.657 1.472 13% -3% Suco de laranja, não congelado 0,6% 1.488 1.089,2 37% 4% Outros 21,0% 53.892 46.594 16% -1%*Participação sobre o total exportado no período de Janeiro a Dezembro. A soma das participações é inferior a 100% devido àsOperações Especiais, não incluídas aqui.Fonte: AliceWeb/MDIC 05
  7. 7. RAIO-X DO COMÉRCIO EXTERIOR BRASILEIRO Importações - Principais Produtos (US$ Milhões) Jan a Jan a Variação Part.* Dez/11 Dez/10 Valor PesoTotal 100% 226.218 181.595 25% 8% Básicos 14,2% 32.106 23.891 34% 4% Petróleo, em bruto 6,2% 14.081 10.093 40% -3% Hulhas, mesmo em pó, não aglomeradas 1,9% 4.294 2.926 47% 13% Gás natural 1,2% 2.734 2.132 28% 2% Trigo, em grãos 0,8% 1.832 1.528 20% -9% Minérios de cobre e seus concentrados 0,5% 1.141 1.047 9% -2% Outros 3,5% 8.023 6.165 30% 7% Semimanufaturados 4,1% 9.381 7.103 32% 21% Cloreto de potássio 1,5% 3.503 2.234 57% 25% Catodos de cobre e seus elementos 0,9% 2.050 1.888 9% -10% Borracha sintética e borracha artificial 0,3% 785 606 30% -4% Celulose 0,2% 353 341 3% -4% Ferro-ligas 0,1% 301 251,4 20% 36% Outros 1,1% 2.390 1.782 34% 15% Manufaturados 81,7% 184.757 150.774 23% 9% Automóveis de passageiros 5,3% 11.891 8.543 39% 32% Óleos combustíveis 3,5% 7.882 5.203 52% 11% Partes e peças para veículos 2,7% 6.123 5.233 17% 16% Medicamentos para medicina humana e veterinária 2,6% 5.873 5.640 4% -3% Naftas 2,1% 4.789 3.629 32% -1,1% Circuitos integrados e microconjuntos eletrônicos 1,9% 4.384 3.994 10% -5% Partes de aparelhos transmissores ou receptores 1,6% 3.621 3.225 12% 5% Motores, geradores e transformadores elétricos 1,4% 3.113 2.648 18% 20% Compostos heterocíclicos, seus sais e sulfonamidas 1,3% 2.903 2.638 10% 0% Intrumentos e aparelhos de medida, verificação, etc 1,3% 2.840 2.328 22% 20% Rolamentos e engrenagens, suas partes e peças 1,1% 2.575 2.141 20% 23% Máquinas automáticas para proc. de dados 1,1% 2.493 2.181 14% 1% Adubos ou fertiliz. com nitrogênio, fósforo ou potássio 1,1% 2.489 1.065 134% 75% Laminados planos de ferro ou aços 1,1% 2.435 3.398 -28% -43% Veículos de carga 1,1% 2.425 2.016 20% 26% Outros 52,6% 118.920 96.892 23% 11%*Participação sobre o total importado no periodo de Janeiro a Dezembro.Fonte: AliceWeb/MDIC 06
  8. 8. EQUIPE TÉCNICAFederação das Indústrias do Estado de São Paulo – FIESPDepartamento de Relações Internacionais e Comércio Exterior – DEREXÁrea de Análise Econômica do Comércio ExteriorDiretor Titular: Roberto Giannetti da Fonseca Gerente: Frederico Arana MeiraEquipe: Paula Bolonha, Wellington Freire, Paulo Vitor Lira e Laura Gonçalves.Endereço: Av. Paulista, 1313, 4º andar – São Paulo/SP – 01311-923 Telefone: (11) 3549-4234/4627 Fax: (11) 3549-4730.

×