Atividades domdico veterinario

368 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
368
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
11
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Atividades domdico veterinario

  1. 1. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Professora Samira Pirola Santos Mantilla
  2. 2. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS INSPEÇÃO “ANTE MORTEM”  Atribuição exclusiva do médico veterinário  É realizada assim que os animais chegam e 30 min antes do abate  Exame dos animais em movimento e em repouso
  3. 3. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Objetivos:  Exigir os certificados de sanidades animal  Examinar o estado sanitário  Auxiliar a inspeção “post mortem”  Surpreender doenças que não apresentam substrato anatomopatológico marcante.  Refugar vacas recém paridas ou em estado avançado gestação  Certificar-se das condições higiênico-sanitárias dos currais
  4. 4. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  Exame mais apurado - O veterinário envia os animais suspeitos para o curral de observação (abatidos em separado-matança de emergência) - N° de identificação/papeleta-----DIF
  5. 5. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  Matança de emergência:  Imediata (animais que não conseguem se locomover)  Mediata (animais do curral de observação)
  6. 6. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Necropsia  Atribuição do veterinário. (animais que chegam mortos ou que venham a morrer e aqueles sacrificados devido doença infecto contagiosa.  Destinações: graxaria ou forno crematório.  Doença infecto-contagiosa-------notificação ao Serviço de Defesa Sanitária
  7. 7. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS INSPEÇÃO “POST MORTEM”  Efetuada nos animais abatidos, através do exame macroscópico das seguintes partes e órgãos: Conjunto cabeça e língua Superfícies externa e interna da carcaça Vísceras torácicas, abdominais e pélvicas Nodos linfáticos das cadeias mais facilmente atingíveis
  8. 8. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Esses exames são realizados nas “linhas de inspeção” BOVINOS:  LINHA A: pés (estabelecimentos exportadores)  LINHA B: conjunto cabeça-lingua  LINHA C: cronologia dentária (facultativa)  LINHA D: TGI, baço, pâncreas, bexiga e útero
  9. 9. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  LINHA E: fígado  LINHA F: pulmões e coração  LINHA G: rins  LINHA H: lados externo e interno da parte CD da carcaça e nodos correspondentes  LINHA I: lados externo e interno da parte CR da carcaça e nodos pré-escapulares
  10. 10. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  Esses exames são de responsabilidade da IF, sendo executados pelos agentes de inspeção e supervisionados pelo veterinário inspetor.  Este também é responsável pelo DIF e pelo cumprimento das medidas de ordem higiênico-sanitárias
  11. 11. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Linfonodos  Linfonodos incisados de rotina: Alguns exemplos: sulinguais, subescapulares, retrofaringianos, pré-crural, poplíteos, retromamários, supra-esternal...
  12. 12. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Marcação sistemática – objetivos:  Identificação do lote a que pertence qualquer animal.  Identificação do nº do animal, nº do lote e a data de abate.  Correlação entre cabeça e carcaça de um mesmo animal.
  13. 13. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Marcação eventual – objetivos:  Identificar carcaça com as peças remetidas (linhas).  Identificar o local da lesão.  Identificar carcaças (patas com lesão de aftosa).  Identificar animais destinado Matança de Emergência.
  14. 14. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS DIF  Recebe carcaças, orgãos e vísceras das linhas de inspeção para exame minucioso.  Realizado pelo Médico Veterinário.
  15. 15. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Destinação das carne  Realizada pelo vet após inspeção das carnes. Possíveis destinos:  Liberação pra consumo “in natura”  Aproveitamento condicional (salga, salsicharia ou conserva)  Rejeição parcial (afecções benignas circunscritas)  Rejeição total (condenação)
  16. 16. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS Carimbagem das carcaças reinspecionadas pelo DIF:  Carcaças não apreendidas:
  17. 17. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  Carcaças destinadas a salga:
  18. 18. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  Carcaças destinadas à conserva
  19. 19. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  Carcaças destinadas à salsicharia - idêntico os cortes (locais), substituir a forma do corte para S.  Carcaças condenadas- desfigurar a carcaça produzindo cortes em forma de X
  20. 20. ATIVIDADES DO MÉDICO VETERINÁRIO NO SERVIÇO DE INSPEÇÃO E ORGÃOS E VÍSCERAS RELACIONADOS  Animais de matança de emergência O veterinário destinará estas carnes para o aproveitamento condicional ou condenação (nunca consumo direto)  Controle das carcaças destinadas ao aproveitamento condicional pela IF – “câmara de seqüestro”
  21. 21. OBRIGADA!

×