Metodologia catequetica catequista sandro

824 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
824
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
8
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
26
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Metodologia catequetica catequista sandro

  1. 1. Criação: Catequista Sandro Texto: Catequista Sandrinha Imagens: Catequista Sandro E- mail:catequistasandro@hotmail.co
  2. 2. Escuta DiscípuloEscuta Discípulo Amado, o meuAmado, o meu coração.coração. E a Palavra dosE a Palavra dos meus lábiosmeus lábios guarda em teuguarda em teu coração.coração.
  3. 3. Metodologia CatequéticaMetodologia Catequética
  4. 4. Quando nós estávamos vindo Para este encontro...
  5. 5. Todos fizemos vários caminhos para chegarmos até aqui...
  6. 6. Todos temosTodos temos uma Meta...uma Meta... Ou seja,Ou seja, um Objetivo...um Objetivo... E outro que fizemos no salão... Até chegarmos nos lugares...
  7. 7. ...E o segundo... Para vermos nossa Caminhada Catequética... O primeiro é chegar AQUI... Porque quando pensamos em ir a algum lugar, poderemos ir... De ônibus, carro, a pé, moto, etc...
  8. 8. Mas o importante! É sabermos onde queremos chegar... Bo m ago ra vamo s entender o que vem a ser:
  9. 9. O QUE É METODOLOGIAO QUE É METODOLOGIA CATEQUÉTICA?CATEQUÉTICA?
  10. 10. Cada vez mais nos defrontamos sobre a questão de melhorarmos os nossos encontros e com isso crescermos dentro da nossa missão catequética. Para isso vamos ver da onde vem essa palavra com certeza vocês já sabem mais assim mesmo vamos rever...
  11. 11. Palavramétodo éderivadado Grego METHODOS:
  12. 12. E é Formado por Meta (PARA) e (Thodos) CAMINHO. Ou seja, caminho, estrada que ajuda a chegar onde se quer, ou seja,  Alcançar a meta proposta.
  13. 13. Tomamos nosso dia a dia como base Quando acordamos passam em nossa mente vários pensamentos relacionados como o nosso dia. Esses pensamentos será a ação que vamos realizar, ou melhor, a pergunta “O QUÊ” e diante dessa pergunta vem “POR QUE” que dizer o que queremos alcançar qual o objetivo?
  14. 14. Mas vamos fazeruma distinção entre... Método, Técnicas e Recursos...
  15. 15. Método Diremos que é o FIO CONDUTOR que perpassa todo o andamento da catequese. Uma mentalidade, uma visão dos principais objetivos da Pastoral. É uma caminhada em direção a uma meta. As Técnicas, os recursos e as dinâmicas estão em função do método.
  16. 16. Técnicas São os trabalhos em grupo, as oficinas, as pesquisas, entrevistas, plenários painéis, etc...
  17. 17. Recursos Vídeos, Filmes, Símbolos, Manuais, etc...
  18. 18. São importantes para despertar o interesse e a participação; Mais não são métodos! TécnicaseRecursos
  19. 19. Porque quando pensamos em ir a algum lugar, poderemos ir de ônibus, carro, a pé, moto, etc. Mas! O importante é sabermos onde queremos chegar.
  20. 20. ??Na Catequese duas perguntas devem no s aco mpanhar sempre...
  21. 21. O QUÊ: Como realizar ou fazer esse encontro (ação). E POR QUÊ: Vou trabalhar esse tema (qual o objetivo)
  22. 22. Assim o caminho que vamos proporcionar aos nossos catequizandos fará com que sintam acolhidos e amados por Deus e pela comunidade. Sendo assim o método este intimamente ligado ao que quer alcançar, ou seja, qual é o nosso objetivo.
  23. 23. Para isso, é preciso não esquecer que além dos objetivos, precisamos ter em mente a realidade onde trabalhamos os destinatários (catequizandos) com suas experiências, culturas, idade, os conteúdos a serem refletidos, vivenciados, o uso de uma linguagem adequada, e a comunidade que é fonte, lugar e meta da catequese.
  24. 24. Então qual seria o método para seguirna nossa Catequese?
  25. 25. É o método do fazer-se escutar e repercutir (os fazer perceberem que Deus caminha conosco, anunciar uma realidade Salvífica apartar da realidade existente). Precisamos levar nossos catequizandos e nós também a descobrir uma nova maneira de pensar, ser, viver e agir no mundo.
  26. 26. NósCatequistasnão podemosficar parados diantedasmudanças,...
  27. 27. Nossos encontros devem sermais comprometidos com a Realidade eclesial...
  28. 28. “Como uma Onda” Vocês conhecem Aquela música do Lulu Santos ?
  29. 29. Nada do que foi será De novo do jeito que já foi um dia Tudo passa Tudo sempre passará A vida vem em ondas Como um mar Num indo e vindo infinito Tudo o que se vê não é Igual ao que a gente viu a um segundo Tudo muda o tempo todo.
  30. 30. Agora vamos falarum pouco da Metodologia de Deus
  31. 31. Deus guia a humanidade, orienta-a, aproxima-a de Si. Torna-se para o Seu povo como um pai ou uma mãe que ensina ao seu filho os caminhos da vida. “Como um pai educa seu filho, assim Deus educa seu povo” (Dt 8,5), Ele fala para seu povo através de símbolos ou sinais, como a Sarça, O Fogo, a Nuvem.
  32. 32. É Ele que toma a iniciativa de amar o homem com um amor pessoal, que se dirige o cada um em particular chamando-o pelo próprio nome. Deus só quer a salvação de todos. “A salvação da pessoa, que é o objetivo da Revelação, também se manifesta como fruto de uma original e eficaz ‘Pedagogia de Deus’ ao longo da história” (DGC 139).
  33. 33. Alguém gostaria de ler ? Salmo 44(43)
  34. 34. E a metodologia de Jesus?
  35. 35. Muitas vezes nos preocupamos com vários métodos mais esquecemos o grande exemplo de Jesus, onde ele coloca a PESSSOA em primeiro lugar, conhece seus anseios, e partir daí começa seus encontros e nós?
  36. 36. Vamosfazer umacaminhada namaneiracomo JesusfaziasuaCatequese
  37. 37. OUVIR Ele ouvia: ouvir não é o mesmo que escutar ,ou seja, sentar com alguém e apenas escutar o que fala, mais ouvir é se inteirar do que passa com ele, e depois saber orientar a ter esperança esse é o ouvir.
  38. 38. Como que temos valorizado a escuta dos catequizandos em nossos encontros? Nossos encontros consideram as descobertas dos nossos catequizandos? Ou partem sempre de conteúdo que temos de fazer ser conhecido? Como são expostos os temas dos encontros? No diálogo ou na imposição?
  39. 39. FALAR Jesus faz o conhecimento dos discípulos, deixa que eles falem e aos poucos vai apresentando sua mensagem, respeitando os passos que os discípulos possam acompanha- lo. Valorizar as escrituras para apresentar as mensagens.
  40. 40. Como temos valorizado a Palavra de Deus na Catequese? A Palavra é vinculada ao cotidiano dos catequizandos? Nossa catequese tem a Bíblia como primeiro manual da Catequese?
  41. 41. CELEBRAR O encontro de Jesus com os discípulos de Emaús acontece no momento celebrativo, pois antes disso eles ainda não o tinham reconhecido. Ao repartir o gesto do repartir o Pão, eles o reconhecem e tudo o que havia falado antes, agora tem sentido.
  42. 42. Será que nos nossos encontros estamos criando esses momentos celebrativos de encontro com Deus? Porque uma catequese só de transmissão de informação não faz sentido,é preciso incorporar o sentido celebrativo.
  43. 43. Será que muitas vezes não é isso que está faltando nos nossos encontros? Ficar com Jesus?
  44. 44. Com recursos didáticos, livro, local, etc... Mas se tiramos tudo isso sobraria algo? Preocupamo-nos...
  45. 45. Se a resposta gerar um pouco de dúvida ou for negativa precisamos rever como anda nossa
  46. 46. AGIR O encontro com Jesus causou mudança nos discípulos de Emaús, pois antes estavam fugindo da cidade, com medo e depois voltam para lá com alegria e esperança. O encontro com Jesus os transformou. Eles se põem a caminho, agem para despertar em outros a mensagem que receberam.
  47. 47. Assim devem ser nossosencontros, despertar em nossoscatequizandos arefletirem aPalavraaCelebrar o Pão, asaíremtransformados...
  48. 48. Que Jesus eu passo para meus catequizandos ?
  49. 49. Um Jesus Desanimado, um Jesus ditador ou Fraterno, Um Jesus com Ouvidos Ou Ignorante.
  50. 50. Pense a fo rma que vo cê revela o Ro sto de Cristo É co mo vo cê o tem po r dentro .
  51. 51. Não saberá falar de Jesus a seus Catequizando, como que vai falar de algo que não sente, não conhece. Sevocênão fizer aexperiência
  52. 52. Não se abrasava o nosso coração, quando ele nos falava pelo caminho e nos explicava as escrituras?” “Quesejamoscomo os discípulosdeEmaús”
  53. 53. O Espírito Santo É o inspirador de toda atividade catequética
  54. 54. A Igreja como mãe e educadora procura imitar a pedagogia divina ao longo dos séculos. Elenosfaz compreender aspalavras eosgestossalvíficosdeJesus
  55. 55. E respondermos o seguinte... 1.Qual é a relação da frase com nosso modo de entender o método catequético? 2.O que a frase questiona a nossa prática catequética? Agoravamosfazer um trabalho em grupo com essas10 frases:
  56. 56. E depois fazer plenário e avaliar junto com todos as respostas de cada grupo sempre ressaltando a realidade de cada Paróquia. Tempo de 20 minutos Fazergrupos de no máximo 07 pessoas
  57. 57. 1. Método Catequético supõe um caminho a ser trilhado, a ser construído. 2. No método Catequético faz parte a pessoa CATEQUISTA: seu jeito de ser, trabalhar, agir? 3. O Método passa pela partilha em grupo onde há reflexão, planejamento, ação e avaliação. 4. Método é experiência de convivência. 5. Método Catequético é encontro de pessoas e deles com CRISTO. 6. Método é procedimento: acolher, ver, julgar, agir, celebrar e avaliar. 7. Método é INTERAÇÃO: Fé ↔Vida ↔ Comunidade. 8. Método é aprender, fazendo, aprendendo e ensinando. É troca de saber. 9. Método é comunicação através da linguagem verbal e não verbal (GESTOS e SÍMBOLOS) 10. Método é ação criativa (DINÂMICAS).
  58. 58. Escuta DiscípuloEscuta Discípulo Amado, o meuAmado, o meu coração.coração. E a Palavra dosE a Palavra dos meus lábiosmeus lábios guarda em teuguarda em teu coração.coração.
  59. 59. Criação: Catequista Sandro Texto: Catequista Sandrinha Imagens: Catequista Sandro E- mail:catequistasandro@hotmail.co

×