Tambores Auto acionadoS (TAS) - Tec Tor

1.021 visualizações

Publicada em

Inovando sempre a Tec Tor disponibiliza um novo conceito em sistemas motrizes de Transportadores de Correia. Esta solução integrada alia em um único produto todos os elementos vitais do sistema de acionamentos de Transportadores de Correia. Com rendimento mecânico de até 97% o TAS (Tambores Auto acionadoS) elimina a necessidade de componentes de montagem permitindo a redução de peso, de custos de montagem e manutenção com elevado índice de segurança e confiabilidade.

Oferecemos também em nossa linha: Contra recuos, freios industriais, eixos compensadores, limitadores de torque, grampos de ancoragem, backstop, rodas livres, catracas, embreagens industriais, tambores motrizes, tambores auto acionados, freios hidráulicos, freios eletromagnéticos, freios eletrohidráulicos, freios pneumáticos, freios modulares, anéis de fixação, discos de contração e serviços de recuperação e reforma de todos os equipamentos de nossas marcas ou de terceiros.

Publicada em: Engenharia
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.021
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Tambores Auto acionadoS (TAS) - Tec Tor

  1. 1. 1 Treinamento: TAS, Tambores Auto acionadoS
  2. 2. Introdução • A Empresa • Definição de produtos • Detalhes Construtivos • Revestimentos • Vantagens • Premiações • Montagem • Manutenção • Selecionamento • Aplicações / cases • Service 2
  3. 3. Empresa • Fundada, em Setembro de 1986, a Tec Tor vem ao longo de sua existência desenvolvendo projetos no ramo de equipamentos voltados à transmissão e controle de força mecânica. • Oferece soluções industriais essenciais ou customizadas com responsabilidade técnica, qualidade, precisão e segurança. 3 Santo André – São Paulo
  4. 4. Experiência • A mais de 27 anos no mercado produzindo soluções de transmissão e controle de Torque. • Hoje, sinônimo de Qualidade, Inovação e de Responsabilidade Técnica; • Produtos com a garantia de qualidade, eficiência e assistência técnica especializada. 4
  5. 5. • A Tec Tor é uma empresa certificada ISO9001 • Possui CRCC Petrobrás • Certificado de Conteúdo Nacional 5 Gestão da Qualidade
  6. 6. Ramos de Atividade • Mineração • Siderurgia • Cimento • Papel e Celulose • Sucro-Alcooleiro • Alimentos • Indústrias de Máquinas • Óleo e Gás • Naval e Offshore 6
  7. 7. 7 Alguns Clientes
  8. 8. Rede de Atendimento • Representantes • Brasil ► RS, PR, SC, SP, RJ, MG, ES, BA, GO, DF, MT, MS, CE, MA • Chile • Peru • Argentina • Europa • África 8
  9. 9. Tec Tor – World Wide Estados Unidos Denver e Minneapolis Canada Toronto Chile La Serena e Santiago Australia Geelong Perth e Brisbane China Shanghai India Cennai Africa do Sul Johannesburg Republica Checa Prague Espanha Soria Dinamarca Vejstrup Alemanha Bünde e Kerpen Brasil São Paulo Tec Tor 9
  10. 10. 10 • Catracas / Rodas Livres • Contra Recuos / Backstops • Freios Industriais a Disco / Tambor • Grampos de Ancoragem • Eixos “Compensadores” Industriais (ECI) • Embreagens Industriais • Tambores Auto acionadoS (TAS) • Auto Alinhador de Correias • Limitadores de torque mecânicos com reset manual ou automático • Limitadores de torque pneumáticos com reset automático Linha de Produtos
  11. 11. 11 Evolução do Equipamento de TV
  12. 12. 12 Evolução do Equipamento de Comunicação
  13. 13. 13 A Evolução do Acionamento
  14. 14. 14 TAS - Tambores Auto acionáveiS O Inovador Sistema que substitui diversos componentes de seu acionamento com maior agilidade, praticidade e qualidade. TAS Powered by Tec Tor ®
  15. 15. 15 TAS - Tambores Auto acionáveiS Powered by Tec Tor ®
  16. 16. 16 TAS - Tambores Auto acionáveiS Powered by Tec Tor ®
  17. 17. 17 TAS - Tambores Auto acionáveiS • Definição: Inovador sistema de acionamento para Correias Transportadoras, o TAS em sua forma construtiva, elimina a necessidade de aquisição do motor, redutor, acoplamentos e tambor de giro, reduzindo de forma significativa peso e espaço de montagem.
  18. 18. 18 Eficiência Mecânica O Sistema de Transmissão do TAS produz menos perdas por atrito provendo eficiência mecânica de até: O Rendimento mecânico garante ao TAS significante redução de gasto de energia e manutenção. 97%
  19. 19. 19 Conceito de Operação Motor Tambor ÓleoCaixa de Redução Caixa de Ligação Distribuidor Interno de óleo
  20. 20. 20 Conceito de Operação Eixo externo estacionário Sistema de Lubrificação Permanente Caixa de Redução Caixa de Ligação Motor Elétrico AC Tambor Rotativo Distribuidor Interno de óleo
  21. 21. 21 • Potências de 0,32 cv até 340 cv • Potências até 680 cv (Tanden) • Diâmetros de 138 mm até 1000 mm • Opções em Aço Inoxidável acima de ø 400 - AISI 303/304 - alternativamente 316 • Tensão Disponivel - 220 / 380 / 440 V (trifásico) • Classe de Isolamento - F (alternativa Classe H) • Controle de Parada e Retrocesso – Freios ou Contra Recuos • Opera em temperaturas ambientes - -25°C até +55°C • Revestimentos do Tambor – Borracha, Cerâmica ou Misto • Áreas classificadas - ATEX 95 - Zona 22 • Grau de Proteção - IP 67 Características Tanden
  22. 22. 23 Performance de Carga (L) LIGHT – Baixo grau de severidade (M) MEDIUM - Médio grau de severidade (H) HEAVY - Alto grau de severidade O Grau de severidade é indicado pela tensão T1+T2 do transportador
  23. 23. 24 Tipos de Revestimento Borracha carcaça completa Cerâmica Borracha carcaça segmentada • De acordo com a aplicação e agressividade do material transportado o usuário poderá escolher diferentes tipos de revestimentos. • Troca de Calor
  24. 24. Tipos de Borracha 25 • Padrão com dureza 60 ou 70 Shore A, na cor preta antiabrasiva.
  25. 25. 26 Controle de Qualidade Tambores de 350 CV com carga total
  26. 26. 27 Controle de Qualidade
  27. 27. 28 Vantagens
  28. 28. 29 Vantagens • Excelente custo benefício • Redução de custos de manutenção • Redução de custos de estoque • Aumento de segurança • Perfeita integração ao meio ambiente com ausência de vazamentos e baixo nível de ruído • Longa vida útil
  29. 29. 30 Vantagens • Sistema Modular de fácil manuseio
  30. 30. 31 Vantagens • Sistema Modular de fácil manuseio
  31. 31. Vantagens e Benefícios Redução de Componentes Os acionamentos convencionais exigem 6 ou mais componentes, geralmente comprados de fornecedores diferentes. O TAS agrega todos os elementos de um acionamento em um só equipamento, sendo a melhor solução em acionamento do mercado.
  32. 32. Vantagens e Benefícios Redução de Estoque Pelo fato de ser um sistema totalmente integrado e compacto, os TAS não necessitam de sobressalentes ou peças reserva. Um TAS bem dimensionado, para cada aplicação, montado sob supervisão e respeitando as trocas de óleo, tem longa vida útil.
  33. 33. Vantagens e Benefícios Estética Pensado e desenvolvido para ser um acionamento de tamanho compacto, o TAS permanece fora da visão porque fica instalado e “ocultado” na estrutura do transportador.
  34. 34. Vantagens e Benefícios Segurança O TAS é o acionamento para Correias Transportadoras mais seguro disponível no mercado. O sistema motriz está localizado no interior do Tambor e os eixos externos são fixos, tendo apenas o Tambor como elemento girante, evitando qualquer possibilidade de acidente com os colaboradores.
  35. 35. Vantagens e Benefícios Economia de espaço Considerando a montagem dos elementos de transmissão e controle de potência no interior do Tambor, há significante economia de espaço em relação aos sistemas de acionamentos encontrados habitualmente.
  36. 36. Vantagens e Benefícios Baixo Custo de Aquisição e instalação Comparado com sistemas convencionais, o TAS sobressai em relação Custo x Benefício. Pelo fato de não usar componentes extras como mancais e acoplamentos, a instalação é executada em ¼ do tempo em relação ao sistema convencional, reduzindo custo de montagem e tempo de alinhamento.
  37. 37. Vantagens e Benefícios Limpeza O sistema é hermeticamente fechado, ou seja, não há risco de vazamentos, e consequente contaminação de óleo, atendendo aos mais rigorosos critérios de preservação ambiental (ISO 14000) e isenção de contaminação do material transportado.
  38. 38. Vantagens e Benefícios Proteção Térmica Todos os modelos são protegidos por PTCs localizados em cada uma das fases do enrolamento do motor. Os PTCs são sistemas normalmente fechados ligados em série. Se uma das fases aquecer, o PTC corta a alimentação, antes de ocorrer um superaquecimento do sistema, assim o TAS é desligado, podendo ser religado quando o sistema voltar a operação nominal.
  39. 39. Vantagens e Benefícios Baixo Custo de Manutenção O usuário se beneficia, pois durante as primeiras 10.000 horas não há necessidade de troca de óleo. O sistema pode trabalhar com óleo mineral ou sintético, tendo suas trocas respectivamente a cada 10.000 e 30.000 horas.
  40. 40. Satisfação dos usuários Nossos maiores parceiros e já reduziram custos de manutenções e consumo de energia, aumentaram capacidades de transporte, produção e confiabilidade. Estão plenamente satisfeitos e continuam implementando os TAS em suas unidades.
  41. 41. 42 Premiações
  42. 42. CCQ VALE – Círculo de Conhecimento e Qualidade
  43. 43. CCQ VALE – Círculo de Conhecimento e Qualidade Sem Ocorrências
  44. 44. CCQ VALE – Círculo de Conhecimento e Qualidade
  45. 45. 46 Montagem • Fácil montagem • Baixa necessidade de recursos • Auto nível de segurança (elementos rotativos enclausurados na câmera interna) • Fácil Alinhamento
  46. 46. 47 Montagem Tamanhos até Ø 500 mm Tamanhos a partir de Ø 500 mm
  47. 47. 48 Trava Base Bloco Montagem
  48. 48. 49 Fácil Manutenção
  49. 49. 50 Lubrificação Adequada evita quebras e paradas
  50. 50. 51 TAS – Labirintos de graxa
  51. 51. 52 Proteção contra ambientes contaminados! TAS – Labirintos de graxa
  52. 52. 53 Labirintos vazios não garantem a vedação necessária! TAS – Labirintos de graxa
  53. 53. 54 Os labirintos devem ser preenchidos com graxa! TAS – Labirintos de graxa
  54. 54. 55 Evitando a contaminação! TAS – Labirintos de graxa
  55. 55. 56 Importante manter o pó abrasivo longe dos labirintos! TAS – Labirintos de graxa
  56. 56. 57 Labirintos preenchidos garantem a vedação necessária! TAS – Labirintos de graxa
  57. 57. 58 Questões para Selecionamento
  58. 58. 59 Dados do TAS • Nº de tambores motorizados • Diâmetro do tambor • Largura do Tambor • Velocidade do transportador • Tensão de alimentação • Frequência da Rede
  59. 59. 60 Dados do Transportador • Nº de tambores não acionados • Inclinação • Comprimento • Capacidade por hora • Forma de Alimentação • Temperatura Ambiente • Material Transportado • Tensão da Correia
  60. 60. 61 Opcionais • Revestimento • Contra Recuo • Freio (a disco ou de polia) • Inversor de Frequência • Relubrificação automática dos labirintos • Óleo sintético ou mineral • Tratamento anti-corrosão Outras informações poderão ser solicitadas a nossa engenharia.
  61. 61. 62 Aplicações
  62. 62. 63 Setores de Aplicações Cimento e Mineração SiderurgiaCalcário Reciclagem
  63. 63. 64 Porque usar o TAS em aplicações abrasivas?
  64. 64. 65 Correia sem carga! Correia com carga! Produção de Aço aplicações abrasivas
  65. 65. 66 Freio externo Relubrificação automática dos labirintos Produção de Aço aplicações abrasivas
  66. 66. 67 Aplicações: Minério de Ferro, Aço, Coque, e Sinter! Temperatura ambiente superior a 58°C Padronização dos TAS Freio externo Produção de Aço aplicações abrasivas
  67. 67. 68 Fato: Acionamentos de correias expostos sofrem com muitas quebras! … mas não é o motor que quebra! O redutor é o vilão! Produção de Aço aplicações abrasivas expostas
  68. 68. 69 Cases
  69. 69. 70 Espaço é um problema? Passadiço ocupado Passadiço Livre
  70. 70. 71 Espaço é um problema? Passadiço ocupado Passadiço Livre
  71. 71. Retomadora HR
  72. 72. 1976 ~ 2010 2010 ~ 2011 2011 ~ atualmente Retomadora HR
  73. 73. Acionamento antigo Diâmetro do Tambor: 800 mm Largura do Tambor: 1300 mm Potência: 40 cv Velocidade: 2,0m/s Revestimento: Borracha Diamante Retomadora HR
  74. 74. Diâmetro do Tambor: 800 mm Largura do Tambor: 1300 mm Potência: 40 cv Velocidade: 2,0m/s Revestimento: Borracha Diamante • Segurança – Não há elementos rotativos expostos • Labirintos de graxa • Economia de manutenção • Redução de ruído • Operação 24h / 7 dias • Exposto às intempéries • Sistema reversível 2011 ~ atualmente Retomadora HR
  75. 75. 2010 ~ atualmente Diâmetro do Tambor: 630 mm Largura do Tambor: 1200 mm Potência: 25 cv Velocidade: 1,6 m/s Revestimento: Borracha Diamante • Segurança – Não há elementos rotativos expostos • Economia de manutenção • Redução de ruído • Operação 24h / 7 dias • Dificuldade de acesso • Sistema reversível Antes – Acionamento por corrente CT – S11 e S12
  76. 76. Pátio de Matérias Primas CT da Lança Empilhadeira D
  77. 77. Tambor antigo Acionamento antigo CT da Lança Empilhadeira D
  78. 78. Diâmetro do Tambor: 800 mm Largura do Tambor: 1300 mm Potência: 40 cv Velocidade: 2,0m/s Revestimento: Borracha Diamante • Segurança – Não há elementos rotativos expostos • Labirintos de graxa • Economia de manutenção • Redução de ruído • Operação 24h / 7 dias • Exposto às intempéries TAS 800M – 1300 – 40 cv – 2,0 m/s CT da Lança Empilhadeira D
  79. 79. Correia Transportadora desenvolvida e montada pela USIMINAS Cubatão CT T2 Diâmetro do Tambor: 800 mm Largura do Tambor: 1300 mm Potência: 40 cv Velocidade: 2,0m/s Revestimento: Borracha Diamante • Segurança – Não há elementos rotativos expostos • Labirintos de graxa • Economia de manutenção • Redução de ruído • Operação 24h / 7 dias • Exposto às intempéries
  80. 80. 81 Usiminas - Cubatão
  81. 81. 82 Usiminas - Cubatão
  82. 82. 83 Usiminas - Cubatão
  83. 83. 84 Mineração em Kellingrey Colliery ANTES! DEPOIS!
  84. 84. 85 Mineração em Kellingrey Colliery ANTES! DEPOIS! DEPOIS!
  85. 85. 86 Mineração em Kellingrey Colliery After Antes – Duplo acionamento Depois  Retro-fit:  Ø800 tipo 800H, 101 cv, 2.0m/s, 295metros/300t/hr  Economia de Eletrecidade usando Inversor de Freqüência  Praticamente nenhum tempo com manutenção  Economia de manutenção  Redução de barulho e melhora na saúde dos colaboradores.
  86. 86. 87 Mineração em Kellingrey Colliery • A substituição de um motor de 101 cv que trabalhava uma média de 300 t/hr (500 quando havia pico), 20 horas por dia, 6 dias por semana = 1.8 milhão de toneladas por ano. • 101 cv x 120 horas por semana x 50 semanas x 4p/cv/hr = £18,000. Isto foi confirmado por consumo monitorado a mais de 12 meses. • Vantagens: Nenhum tempo de parada (300 horas), manutenção reduzida, com menos ruído e segurança!
  87. 87. 88 Mineração e Usina Elétrica em Kellingrey Colliery Lavagem de Carvão! Água por todos os lados! Acionamento central TAS® 500H 20 cv
  88. 88. 89 Mineração e Usina Elétrica em Kellingrey Colliery 2 TAS modelo 500H em um transportador de correia reversível em substituição ao acionamento central.
  89. 89. 90 UK Powerstations Acionamento da Correia ANTES
  90. 90. 91 DEPOIS!A SOLUÇÃO! UK Powerstations
  91. 91. 92 Aplicação há mais de 30 anos na Exxaro Instalado pela Weser em uma empilhadeira Siemens TAS sobressalente com 31 anos Continua em uso ainda hoje
  92. 92. 93 Aplicação há mais de 30 anos na Exxaro Instalado pela Weser em uma empilhadeira Siemens Continua em uso ainda hoje
  93. 93. 94 Planta de processo em Maltby Colliery Aplicação de 5 TAS
  94. 94. 95 Planta de processo em Deutsche Steinkohle AG TAS 400M x 20 CV, 2.0 m/s, RL 950 revestimento cerâmico Ambiente molhado com acumulo de sujeira e Abrasivo Deutsche Steinkohle AG D S K
  95. 95. 96 Planta de processo em Deutsche Steinkohle AG Ambiente molhado com acumulo de sujeira e Abrasivo Deutsche Steinkohle AG D S K
  96. 96. 97 Planta Siderúrgica na Turquia 2007 - Instalação de uma nova planta com utilização de TAS
  97. 97. 98 Planta Siderúrgica na Turquia Patio de Carvão da Usina Aplicações na Usina:  15 TAS  Modelos 400M 15cv, 400H 20cv e 630H 40cv – todos equipados com relubrificadores automáticos de graxa, operando a 2.00 m/s  11 Polias esticadoras
  98. 98. 99 Planta Siderúrgica na Turquia Patio de Carvão da Usina
  99. 99. 100 Planta Siderúrgica na Turquia Patio de Carvão da Usina
  100. 100. 101 Planta Siderúrgica na Turquia Patio de Carvão da Usina Aplicação com 6 TAS
  101. 101. 102 Kier Mining Planta de reciclagem Planta especificamente desenvolvida para reciclar escória de minas antigas
  102. 102. 103 Ship Loader Taim Weser 1.200 t/h Nova instalação  Usuário Final: Rhenus Midgard  Local: Porto  2 x 500H 25 CV a 3,15m/s  Duplo acionamento  Revestimento Cerâmico,recarga de graxa nos labirintos  Capacidade: 1.200 t/hora  OEM: TAIM WESER
  103. 103. 104 Ship Loader Alaska 2.000 t/h Construído em 1985. Upgrade em 2005 Humidade próximo a 100% Temperaturas abaixo de - 40ºC Taxa de carregamento aumentou de 800 para 2.000 Toneladas por hora
  104. 104. 105 Ship Loader Alaska 2.000 t/h Acionamento dianteiro TAS 630H, 75cv
  105. 105. 106 Terminal Marítimo Wilhelmshafen 2 x 500H, 25 CV, 3.15m/s com revestimento cerâmico e relubrificadores automáticos de graxa nos labirintos.
  106. 106. 107 Retomadora 2 x 800H, 180 CV em operação Mais de 25 anos
  107. 107. 108 Retomadora Mais de 25 anos operando!
  108. 108. 109 Stacker
  109. 109. 110 Aplicação na Macedônia Reclaimer Aumento da capacidade da correia utilizando TAS 800 H, 75CV a 3,3 m/s operando em 50Hz. Retrofit hidráulico para Conversão Elétrica ThyssenKrupp
  110. 110. 111 Mineração na Grécia PPC Ptolemais Aplicado em Retomadora há mais de 30 anos Primeira e única substituição ocorrida em 2001!
  111. 111. 112 Mineração na Grécia PPC Ptolemais Troca de correia segura.
  112. 112. 113 República Checa Stacker na CEZ Group TAS 500M 25CV, 2.5m/s, 1400m de comprimento de correia, Contra Recuo e revestimento parcial desde 1999!
  113. 113. 114 Pátio de Minérios Vattenfall
  114. 114. 115 Transportadores de Correia Steag-Kraftwerk Lunen 24h Retrofit em Transportadora Correia Fácil instalação de acordo com o transportador existente: ø 500, 25CV, 2,5 m/s com revestimento COMBI cerâmico
  115. 115. 116 Retomadora: Crawler Bucket Wheel Reclaimer VALE – Vitória – ES (1969) Capacidade: 1500 t/h Largura da correia: 1.000 mm Comprimento das lanças reclaimer 14 m Comprimento da descarga (empilhamento) 22 m Número de caçambas na roda: 8 Velocidades das correias: 2,5 m/s Aplicado em Retomadora há mais de 40 anos
  116. 116. 117 Vale – CPBS (RJ)
  117. 117. 118 Service Tec Tor • Equipe especializada de Manutenção • Relatórios de Análise de Falhas e Manutenção • Produtos e peças com padrão de qualidade Tec Tor • Manutenção e assistência técnica preventiva e corretiva • Conserto de equipamentos Tec Tor • Montagem de painéis e sensores
  118. 118. 119 Módulos de Serviços • Inspeção de linhas e óleo • Contratos de manutenção • Retirada e entrega • Renovação da garantia de fábrica • Manutenção preditiva • Start up • Recuperação e manutenção • Treinamentos
  119. 119. 120 Reformas ANTES DEPOIS
  120. 120. Reforma ECI’s (Eixos Compensadores Industriais) 121 ANTES DEPOIS
  121. 121. 122 Colocamos nossa equipe a sua disposição. Tel.: (11) 4428-2888 Fax.:(11) 4421-9338 www.tector.com.br vendas@tector.com.br Atualização:03/2014

×