1T12 apresentação de resultados port vf

656 visualizações

Publicada em

1T12 Apresentação de Resultados

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
656
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
182
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

1T12 apresentação de resultados port vf

  1. 1. Resultados 1T 2012 15 de maio de 2012
  2. 2. AGENDA Providência USA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
  3. 3. DESTAQUES 1T 2012 A primeira linha de produção dos Estados Unidos atingiu recorde de produção após aconclusão dos ajustes técnicos necessários ao pleno funcionamento dos equipamentos; A segunda linha de produção de Pouso Alegre (MG) está em fase final deimplantação, e terá sua inauguração no início de junho/12. Essa linha acrescentará 20mil toneladas por ano à capacidade da Companhia e produzirá descartáveis higiênicos emédicos que terão por principal destino o mercado doméstico. Esse investimentototalizará US$ 63 milhões; A Assembléia Geral Ordinária e Extraordinária de 29/03/2012 aprovou o pagamentode adicionais R$ 25,4 milhões em dividendos, totalizando 100% da base de cálculo dosdividendos ajustada de 2011. O ex-direito ocorrerá dia 15 de maio de 2012 e opagamento em 25 de maio de 2012. 3
  4. 4. AGENDA Providência USA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
  5. 5. VOLUME DE VENDAS (em milhares de toneladas) Neste trimestre a Companhiaapresentou um aumento no Volume 23,1 22,9Total de Vendas de 15,5% na 20,1 1,8 2,3comparação com o mesmo período 1,5de 2011; 20,6 21,3 18,6 O aumento se deve basicamente à1ª linha de produção dos EUA, queentrou em operação em janeiro/2011 1T11 4T11 1T12e teve concluídos os ajustes técnicos Nãotecidos Outrosnecessários ao seu plenofuncionamento no 4T11. 5
  6. 6. RECEITA LÍQUIDA (em milhões de Reais) A Receita Líquida aumentou 21,1% no trimestre quando comparado com o 1T11; 142,0 Este crescimento está relacionado 139,4115,1 ao aumento do volume de vendas e realinhamento de preços, além da valorização do dólar.1T11 4T11 1T12 6
  7. 7. CPV (Custos dos Produtos Vendidos) (em milhões de Reais) O incremento de 22,1% em relação140,0 R$ 4,17 R$ 4,18ao 1T11 do CPV está ligado ao maior R$ 3,95 120,0volume de vendas no 1T12, uma vez 100,0que o CPV unitário apresentouincremento de apenas 5,7% em 80,0relação ao mesmo período, devido ao 60,0 96,6seu principal componente, o 95,8 40,0 79,1polipropileno; 20,0 Em relação ao 4T11 o CPV unitário -se manteve estável, apesar da alta de 1T11 4T11 1T1212% no polipropileno de acordo com o CPV (R$ mil) CPV unitário (R$)Chemical Data Index no período. 7
  8. 8. EBITDA (em milhões de Reais) e MARGEM EBITDA (%)0 20,5% 20,7% 19,2% O EBITDA Ajustado no 1T12 atingiu R$ 28,9 milhões, um acréscimo de 30,6% quando0 comparado com os R$ 22,1 29,1 28,9 milhões registrados no 1T11; 22,2 A melhora no EBITDA se deve principalmente ao aumento do volume e à 10,0% recomposição de preços. 1T11 4T11 1T12 Ebitda Margem Ebitda (%) 8
  9. 9. 25,0 LUCRO LÍQUIDO (em milhões de Reais) E MARGEM LÍQUIDA (%) 6,2% 5,1% 3,2% O Lucro Líquido do trimestre totalizou R$ 7,1 milhões, estável em relação ao 1T11 e 52,9% superior ao 4T11; 7,1 7,1 A base de cálculo dos dividendos 4,6 ajustada do trimestre atingiu R$ 9,6 milhões devido à realização do custo -10,0% 1T11 4T11 1T12 atribuído, líquida de impostos. Lucro Líquido Margem Líquida (%) 9
  10. 10. CAIXA E APLICAÇÕES FINANCEIRAS (em milhões de Reais) Total No 1T12 houve redução de caixa de R$ 177,6 250,0milhões na comparação com o 1T11, devido àestratégia da Companhia de liquidação 200,0 dedívidas, principalmente debêntures e Exim-BNDES , no 4T11; 150,0 270,6 Na comparação com o 4T11 o aumento100,0 sedeve principalmente à geração de recursos 50,0operacionais de R$ 40,0 milhões, com destaque 81,2 93,0para o sucesso no trabalho desenvolvido para -redução da necessidade de capital de giro. 1T11 4T11 1T12 10
  11. 11. DÍVIDA LÍQUIDA (em milhões de Reais) A Dívida Líquida aumentou 58,4% em relação ao 1T11, em função dos300,0 novos investimentos que entrarão250,0 em operação em 2012.;200,0 A Dívida em moeda estrangeira foi 340,8 355,3150,0 principalmente tomada nos EUA, 224,3 com hedge natural em função da100,0 50,0 receita e ativos neste país. - Moeda 1T11 4T11 1T12 Estrangeira 38% 62% Moeda Local 11
  12. 12. ENDIVIDAMENTO/CAIXA (em milhões de Reais) Dívida Líquida Consolidada Var 1T12R$ (MM) 31/03/11 31/03/12 / 1T11Dívida Total Financiamento Curto Prazo 266,1 73,5 -72,4% Financiamento Longo Prazo 228,8 374,9 63,8%Total 494,9 448,3 -9,4%Caixa 270,6 93,0 -65,6%Dívida Líquida 224,3 355,3 58,4%Patrimônio Líquido 704,3 671,3 -4,7%Dívida líquida / EBITDA 2,6 3,6 38,1%Dívida líquida / EBITDA 2,4 2,5 4,2%Sem o Endividamento das Linhas Pré Operacionais 12
  13. 13. 25,0 DIVIDENDOS (em milhões de Reais) Foi aprovado na AGO em 29/03/2012, o pagamento de dividendos adicionais no valor de R$ 25,4 milhões, totalizando o montante de R$ 39,5 milhões referente ao exercício de 2011. R$ 0,41 R$ 0,49 R$ 0,50 45 40 39,5 R$ - Ex-direito: 15/05/2012 Pagamento: 25/05/2012 35 32,8 -R$ 0,50 30 2º Semestre -R$ 1,00 25,4 25 1° Semestre 21,7 -R$ 1,50 20 Dividendos/Ação 15 -R$ 2,00 10 14,1 -R$ 2,50 5 11,1 0 -R$ 3,00 2010 2011 13
  14. 14. AGENDA Providência USA DESTAQUES RESULTADOS PERSPECTIVAS
  15. 15. PERSPECTIVAS A expectativa para 2012 é de aumento do volume de vendas, com a entrada emoperação da segunda planta de Pouso Alegre (MG) no início de junho/12. Essa linha deprodução acrescentará 20 mil toneladas por ano à capacidade da Companhia e produzirádescartáveis higiênicos e médicos que terão por principal destino o mercado doméstico.Esse investimento totalizará US$ 63 milhões; Dentro do cronograma previsto, a segunda linha de produção em Statesville (NC) nosEstados Unidos entrará em operação ao longo do 4º trimestre de 2012, e aumentará acapacidade em 20 mil toneladas por ano; A Companhia Providência chegará no final de 2012 com uma capacidade de 140 miltoneladas/ano, reafirmando-se como um dos maiores players da indústria de nãotecidos; A Companhia Providência USA concluiu a Auditoria final para obtenção da Certificação ISO9001 com recomendação favorável, a ser concedida nos próximos dias. 15
  16. 16. CEO: Hermínio V. S. de Freitas CFO: Eduardo Feldmann Costa RI : Gabriela Las Casas Beatriz Tokarski Tel: +55 (41) 3381-8673 Fax: +55 (41) 3283-5909 São José dos Pinhais – PR www.providencia.com.br/ri www.twitter.com/providencia_riAs palavras “acredita”, “antecipa”, “espera”, “estima”, “irá”, “planeja”, “pode”, “poderá”, “pretende”, “prevê”, “projeta”, entre outras palavras com significado semelhante,têm por objetivo identificar estimativas e projeções. Estimativas e projeções futuras envolvem incertezas, riscos e premissas, pois incluem informações relativas aos nossosresultados operacionais futuros possíveis ou presumidos, estratégia de negócios, planos de financiamento, posição competitiva no mercado, ambiente setorial,oportunidades de crescimento potenciais, efeitos de regulamentação futura e efeitos da competição. Devido aos riscos e incertezas descritos acima, os eventos estimados efuturos discutidos nesta apresentação podem não ocorrer e não são garantia de acontecimento futuro. A Providência não se obriga a atualizar essa apresentação mediantenovas informações e/ou acontecimentos futuros. 16

×