Call 4T11

583 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
583
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Call 4T11

  1. 1. Teleconferência de Resultados 4T11
  2. 2. RESULTADOS - CONSOLIDADO (R$ MILHÕES) 4T10 4T11 Var % 2010 2011 Var % RECEITA LÍQUIDA 202,9 227,7 12,2% 756,8 873,9 15,5% EBITDA¹ 54,0 56,2 4,1% 175,3 200,4 14,3% MARGEM EBITDA² 26,2% 23,8% -2,4p.p. 22,9% 22,3% -0,6p.p. LUCRO LÍQUIDO³ 31,5 36,4 15,7% 100,1 128,7 28,6% A Receita Líquida Consolidada atingida em 2011 foi 15,5% superior ao mesmo período de 2010. Comparando os trimestres, temos um aumento de 12,2% em relação ao 4T10; O Lucro Líquido Ajustado² de 2011 foi 28,6% superior aos R$ 100,1 milhões atingidos em 2010, significando o 14° consecutivo de crescimento desse parâmetro; Aumento de 14,3% do EBITDA¹ em comparação ao ano de 2010, superando expectativas; ¹ EBITDA ajustado por despesas não-recorrentes ² Margem EBITDA sem considerar a equivalência patrimonial ³ Lucro Líquido ajustado por IR e CS diferidos passivo e despesas não-recorrentes 2
  3. 3. MIX DE RECEITA LÍQUIDA E EBITDA Receita Líquida 2010 (R$ Milhões) EBITDA 4T10 (R$ Milhões) Meios de Pagamentos Telecomunicação Sistema de Identificação As divisões de Sistemas de Identificação e Telecom foram os destaques, com aumentos expressivos em sua receitas (15,6% e 53,7% respectivamente); Mudança no mix de Receitas da Companhia,devido ao aumento na produção de produtos de maior valor agregado do segmento de Meios de Pagamentos; Continuará havendo uma tendência de migração dos cartões magnéticos para os cartões com chip nos próximos anos pois, apenas 45% da base bancária de cartões sofreu esta mudança. Receita Líquida 2011 (R$ Milhões) EBITDA 2011 (R$ Milhões) 3
  4. 4. MEIOS DE PAGAMENTOS – RESULTADO (R$ MILHÕES) 4T10 4T11 Var % 2010 2011 Var % RECEITA LÍQUIDA 104,5 99,4 -4,9% 362,9 402,6 10,9% EBITDA 18,7 15,2 -18,9% 46,7 62,5 33,7% MARGEM EBITDA 17,9% 15,3% -2,6p.p. 12,9% 15,5% 2,6p.p. VOLUME 45,4 41,3 -9,0% 171,0 185,9 8,7% Receita Líquida de 2011 atingiu R$ 402,6 milhões, 10,9% superior a 2010; O EBITDA atingido em 2011 foi de R$ 62,5 milhões, 33,7% maior que os R$ 46,7 milhões de 2010; A Margem EBITDA avançou 2,6 p.p, passando de 12,9% em 2010 para 15,5% em 2011; O volume teve um acréscimo de 8,7% em relação a 2010, passando de 171,0 milhões para 185,9 milhões; A migração de tarjas magnéticas para os vários tipos de tecnologia com chip é um dos grandes vetores de crescimento de receita e EBITDA neste ano e continuará sendo nos próximos anos pois, apenas 45% da base bancária de cartões migrou para cartões com chip. 4
  5. 5. SISTEMAS DE IDENTIFICAÇÃO – RESULTADOS (R$ MILHÕES) 4T10 4T11 Var % 2010 2011 Var % RECEITA LÍQUIDA 60,2 69,6 15,6% 230,0 258,7 12,5% EBITDA 24,0 31,4 30,8% 87,1 97,3 11,7% MARGEM EBITDA 39,9% 45,1% 5,2 p.p. 37,9% 37,6% -0,3 p.p. VOLUME 4,0 3,7 -7,5% 15,4 14,3 -7,2% A Receita Líquida da divisão em 2011 foi de R$ 258,7 milhões, resultado 12,5% superior ao reportado em 2010; O EBITDA no 4T11 foi 30,8% maior do que no mesmo período de 2010, em função de novos serviços agregados aos contratos existentes com alguns Estados; O preço médio teve um incremento de 21,5% no acumulado do ano, apesar da queda de volumes em 7,2%; Certificação Digital – toda a infraestrutura necessária já foi construída e o pessoal técnico está contratado. Neste momento estamos em fase de homologação no ITI, o que deverá ocorrer no final de abril. 5
  6. 6. TELECOMUNICAÇÕES - RESULTADO (R$ MILHÕES) 4T10 4T11 Var % 2010 2011 Var % RECEITA LÍQUIDA 38,2 58,7 53,7% 163,9 212,6 29,7% EBITDA 11,3 9,6 -15,4% 41,5 40,6 -2,2% MARGEM EBITDA 27,5% 12,9% -14,6 p.p. 25,3% 19,1% -6,2 p.p. VOLUME 9,5 28,4 198,9% 42,4 80,5 90,0% Aumento de 53,7% da Receita Líquida entre os trimestres. Comparando ano a ano, vemos um aumento 29,7% em relação a 2010; No consolidado do ano, vemos um decréscimo no EBITDA em 2,2%, devido ao mix de produtos vendidos com preços menores , acompanhados de despesas adicionais visando ajustes de processos; Para acompanhar a evolução do mercado, a Valid estabeleceu parcerias que possibilitarão o fornecimento de maior variedade de soluções e serviços aos nossos clientes no segmento NFC; A nossa subsidiária Espanhola já desenvolveu produtos NFC e M2M para atender aos nossos clientes e a tendência do mercado. 6
  7. 7. POSIÇÃO DO CAIXA Posição em 2011 R$ Milhões Caixa Inicial 139,7 Geração de Caixa Operacional 124,1 CAPEX -41,1 Dividendos Recebidos 2,7 Dividendos / JCP -40,7 Recompra de ações -23,1 Pagamento Debêntures (Principal + Juros) -92,6 2ª Emissão Debêntures 100,0 Outros 2,8 Caixa Final 171,8 7
  8. 8. DIVIDENDOS PAGOS – EXERCÍCIO DE 2011 Posição Valor bruto Evento Data Exercício Data Pgto Nº Ações Valor Bruto Acionária por ação JCP 21/07/2011 2011 21/07/2011 29/07/2011 0,21177 56.027.310 11.864.617,85 JCP 21/10/2011 2011 21/10/2011 07/11/2011 0,15190 55.299.310 8.399.965,19 Dividendos 21/10/2011 2011 21/10/2011 07/11/2011 0,05530 55.299.310 3.058.051,84 Dividendos 13/12/2011 2011 13/12/2011 09/01/2012 0,05528 55.332.310 3.058.825,43 JCP 13/12/2011 2011 13/12/2011 09/01/2012 0,15190 55.332.310 8.405.033,22 Total JCP - 2011 - - 0,51557 - 28.669.610,09 Total - 2011 - - 0,11058 - 6.116.877,27 Dividendos Proposta de distribuição de 80% do Lucro Líquido Ajustado, referente ao exercício de 2011, sob a forma de dividendos, totalizando R$ 65,9 milhões a serem pagos; Atualmente possuímos 55.750.000 ações, devido ao cancelamento de 900.000 ações, aprovado em Reunião do Conselho de Administração no dia 13/12/2011. 8
  9. 9. DÍVIDA 1° Emissão de 2° Emissão de R$ Milhões Debêntures Debêntures Dívida Bruta 213,0  R$ 180 milhões  R$ 100 milhões Caixa 171,8  Emissão: Abr/2008  Emissão: Out /2011  Parcela Única Dívida Líquida 41,2  1ª parcela: Abr/2011 (pagamento principal): Out /2013  Remuneração: CDI +  Remuneração: CDI + Dívida Líquida / EBITDA* 0,2 1,5% a.a 0,93% a.a (pagamentos semestrais)  Prazo: 5 anos EBITDA* / Despesa Financeira* 7,8  Prazo: 2 anos  Período de Carência: 3 anos * Acumulado nos 12 últimos meses 9
  10. 10. RESSALVA SOBRE DECLARAÇÕES FUTURAS Esta apresentação contém considerações futuras referentes às perspectivas do negócio, estimativas de resultados operacionais e financeiros, e às perspectivas de crescimento da Valid. Estas são apenas projeções e, como tal, baseiam-se exclusivamente nas expectativas da administração da Valid em relação ao futuro do negócio e seu contínuo acesso a capitais para financiar o plano de negócios da Companhia. Tais considerações futuras dependem, substancialmente, de mudanças nas condições de mercado, regras governamentais, pressões da concorrência, do desempenho do setor e da economia brasileira, entre outros fatores, além dos riscos apresentados nos documentos de divulgação arquivados pela Valid e estão, portanto, sujeitas a mudanças sem aviso prévio. 10

×