www.nitportalsocial.com.br
“COMO LIDAR COM
TRAUMAS E MEDOS?”
• COMO LIDAR COM TRAUMAS E MEDOS?
• Estamos em meses de festas, Juninas, Julinas e Agostinas, com fogos, rojões e muita da...
• Para o seu animalzinho, você é o lado forte, sua segurança. Portanto, antes de usar medições tranqüilizantes tente
lança...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

NIT PORTAL SOCIAL - COMO LIDAR COM TRAUMAS E MEDOS?

301 visualizações

Publicada em

Estamos em meses festivos com fogos, música e muita dança típica. Para muitos é motivo de alegria mas para outros...

Publicada em: Estilo de vida
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
301
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

NIT PORTAL SOCIAL - COMO LIDAR COM TRAUMAS E MEDOS?

  1. 1. www.nitportalsocial.com.br “COMO LIDAR COM TRAUMAS E MEDOS?”
  2. 2. • COMO LIDAR COM TRAUMAS E MEDOS? • Estamos em meses de festas, Juninas, Julinas e Agostinas, com fogos, rojões e muita dança típica e alegria. Mas, nem todos os seres sentem esta alegria! • É o caso dos cães, onde muitos entram em desespero, tremem, babam, tentam se esconder e alguns até chegam a extremos de tentar sair pela janela, colocando suas vidas em risco. Ficam submetidos a tanto estresse que podem ficar doentes ou se machucar. Mas o que causa isto? É o instinto de preservação do animal que entende o barulho estrondoso como forma de perigo e tenta de todas as formas fugir dele. • Alguns donos acham que o fato do animal ter medo está ligado à sua audição super sensível que é atingida pelo barulho causando dor, mas o real motivo é associação feita por eles deste som à situação de perigo eminente. Outro fator que também pode causar este problema é que o animal pode ter adquirido trauma ao ter sido em algum momento de sua vida, exposto a um barulho muito forte e a partir daí fica isto registrado e sempre que uma situação semelhante ocorrer, desencadeará em situação de grande estresse. • Não se trata de um problema de fácil solução, mas algumas atitudes podem amenizá-lo ou quem sabe até resolvê-lo. • Respeite o local para onde seu animal correu e se escondeu ao sentir medo e permita que ele permaneça lá. Procure ouvir sons altos para que seu bichinho se acostume ou até mesmo se tiver que usá-los para encobrir o barulho estrondoso. Outro artifício é procurar colocar sons da natureza como raios e trovões, inicialmente em volume baixo e ir aumentando gradativamente e procure não se abaixar para protegê-lo caso ele demonstre medo, pois isso denotará que você também pode estar se sentindo desta forma. Existem CDs a venda com estes barulhos nas lojas pet shops. •
  3. 3. • Para o seu animalzinho, você é o lado forte, sua segurança. Portanto, antes de usar medições tranqüilizantes tente lançar mãos das dicas acima e caso não sejam eficazes, faça uma visita a um veterinário para que, se for a conduta dele, seja usado um ansiolítico na dosagem correta para não prejudicar seu bichinho. • E como o assunto é animal de estimação venho aqui dar conhecimento a todos vocês de uma organização chamada Movimento pelo Bicho do Brasil que reúne um grupo de pessoas compromissadas com a “melhora do ser humano” através da conscientização das vantagens e da responsabilidade de ter a guarda de um animal e fornecendo informações sobre suas necessidades, dentre outros importantes aspectos. • Esta instituição é localizada em Piratininga, na mesma cidade do Nit Portal Social, portanto, Prata da Casa! Acesse http://www.movimentopelobicho.org/ para conhecer melhor o trabalho desenvolvido por eles. • • “Se todo animal inspira ternura, o que houve, então, com os homens?” Guimarães Rosa • • Ana Porto/Sergio Honorato • Gestores

×