Dessalinização da água

Purificar água do mar: solução para a sede mundial

Dessalinização é um processo físico-químico de...
O lugar tem o nome de Cachoeira Grande, mas a água que chega vem da terra. Na zona
rural de Aroeiras, agreste da Paraíba, ...
Aqui tentamos demostrar que os dessalinizadores estão ao seu alcance, com custo
compatível com seus ativos. Seus vizinhos ...
Se você consome 1500 litros por dia, em seis anos seu equipamento está pago com a
economia efetuada. Para capacidades maio...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Trabalho dessalinização

3.934 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.934
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
80
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Trabalho dessalinização

  1. 1. Dessalinização da água Purificar água do mar: solução para a sede mundial Dessalinização é um processo físico-químico de retirada de sais da água, tornando-a doce e própria para o consumo. Como se sabe, a notícia de que pode faltar água potável no planeta é tenebrosa ao homem, já existem regiões ameaçadas, as Ilhas são exemplos: Ilha de Chipre, Ilha de Páscoa, Ilha Fernando de Noronha, onde os lençóis freáticos diminuíram em razão da exploração. Em alguns países, como a Arábia Saudita e Israel, este já é um problema. Para piorar a situação, o aumento demográfico e a poluição comprometem ainda mais o uso dessa água, que pode acabar se não forem tomadas medidas severas que promova o seu uso sustentado, garantindo assim sua renovação. Uma das alternativas para as regiões que sofrem com a escassez de água doce é tratar a água salobra* e a água do mar. Para torná-las potáveis, ou seja, apropriada ao consumo humano, é necessário fazer a dessalinização. A água salobra apresenta alta concentração de sais e é muito comum nos aqüíferos subterrâneos do Nordeste Brasileiro. No Oriente Médio há grandes exemplos de águas salobras, como o Mar Morto e o Mar Cáspio. É viável dessalinizar água? É viável para países que não possuem muitas reservas de água, como a Arábia Saudita, Israel e Kuwait, ou locais como a Ilha de Chipre, onde os lençóis freáticos foram reduzidos por conta da exploração exagerada. Em Chipre, a água do mar abastece a população e também serve para recuperar os lençóis. É também uma alternativa para a tripulação de navios que ficam meses no mar ou para exploradores e cientistas que promovem pesquisas em regiões desprovidas de água doce. Diversos governos e instituições investem em pesquisas para o desenvolvimento de processos de dessalinização que sejam eficientes, adequados às características regionais e que tenham um custo reduzido. Esse tipo de tratamento é muito mais caro que o convencional.
  2. 2. O lugar tem o nome de Cachoeira Grande, mas a água que chega vem da terra. Na zona rural de Aroeiras, agreste da Paraíba, a 140 quilômetros de João Pessoa, foi implantado o programa Água Doce, do Governo Federal, onde um sistema de dessalinização é alimentado por um poço artesiano. Cada litro de água processada rende meio litro de água potável. O agricultor Olivaldo da Silva é quem comanda o sistema e conta que é o suficiente para abastecer a comunidade. Terezinha Bezerra, de 72 anos, agora tem água de qualidade a todo momento e perto de casa, situação bem diferente da enfrentada durante décadas nos períodos de seca. Da água que sobra do processo de dessalinização, nenhuma gota se perde. Ela vai para tanques, onde os agricultores desenvolvem um projeto de piscicultura. Eles passaram por um treinamento e, além de alimentar os peixes, também controlam a qualidade da água. Cada tanque produz uma tonelada de tilápias. A venda é rápida e parte do dinheiro vira benefício para as 94 famílias da comunidade. O programa Água Doce é implantado em áreas do semiárido brasileiro. Até agora, cerca de 150 mil pessoas já foram beneficiadas. CUSTO DA ÁGUA TRATADA Quanto custa a instalação de um sistema de dessalinização? Quanto custa a água obtida por osmose reversa? examinemos antes algumas condições: O local de instalação dispõe de alguma fonte de água? Se for num barco que fique ao largo por longos períodos ou numa ilha sem água, a resposta obviamente é não; A água existente é de boa qualidade e disponível na quantidade desejada? Se for numa casa ou condomínio, com ou sem poço, nas regiões praianas em todo o Brasil, sabemos também que a resposta frequentemente é negativa. Neste ponto uma decisão tem que ser tomada: quanto estou disposto a pagar por uma água de boa qualidade, que poderá proporcionar conforto para minha família, meus hóspedes e meus negócios? Veja: você fez um investimento de US$ 200.000 numa casa de praia ou numa lancha, ou ainda numa pousada, numa fazenda ou num outro negócio qualquer. E sua água apresenta-se salobra e/ou contaminada? Será que um investimento adicional de 5% deste total (US$ 10.000) - ou menos - não irá valorizar e aumentar seu conforto e rentabilidade? Ou prefere pagar R$ 80,00 por 8.000 litros de água, tendo que investir ainda numa grande cisterna?
  3. 3. Aqui tentamos demostrar que os dessalinizadores estão ao seu alcance, com custo compatível com seus ativos. Seus vizinhos podem participar de um sistema em condomínio, baixando assim o custo final por residência. O custo da água obtida por osmose reversa pode ser dividido em duas partes: Custo de depreciação ou amortização da unidade: é o custo total, incluindo importação, equipamentos auxiliares e instalação, dividido por 120 meses e pelo volume total de metros cúbicos produzidos (depende da capacidade da unidade) em 120 meses ou dez anos - tempo de vida útil da unidade; R$ ou US$/m3.mês; Custo de operação: é o custo anual ou mensal decorrente da operação da unidade, incluindo energia elétrica, peças de reposição e mão de obra de manutenção. Pode ser apresentado em custo mensal ou por metro cúbico de água produzida, mais conveniente. Somando-se estas duas parcelas temos o custo total mensal, ou por volume de água produzida, da unidade de dessalinização. Resta comparar com o custo da água que chega à sua casa e optar. Neste ponto temos que ressaltar que: os dessalinizadores para lanchas e barcos são mais sofisticados que os para unidades fixas, porque têm que trabalhar consumindo o mínimo de energia elétrica possível, e serem fabricados numa forma que permita sua instalação nos lugares normalmente apertados e pouco acessíveis de um barco (exceto navios e grandes iate).Por isso são normalmente mais caros. Apenas como ilustração, apresentamos abaixo um custo comparativo de algumas unidades, baseados em preço de lista de fabricantes, e um custo de importação e instalação da ordem de 60% do valor FOB. (fev/99, 1 US$ = R$ 1,90) Capacidade litros/dia 1500 1500 2500 2500 5000 10000 em Tipo Instalação barco casa barco casa casa casa de Custo Total (em US Custo de 1.000 l (em dólares) R$) 10.000 97 5.000 3,40 15.000 76 7.500 2,66 12.000 2,00 18.000 1,40 Um dessalinizador opera 500 h/ano num barco e 7.200 h/ano numa casa. Os custos de água num barco evidentemente não podem ser comparados com os custos numa casa. Numa casa, compare os custos com um caminhão de pipa d'água: para 10.000 l, capacidade de um caminhão, você teria: R$ 34,00 a R$ 14,00. O custo de um caminhão hoje oscila em torno de R$ 60,00. A economia portanto varia de R$ 46,00 a R$ 26,00 por pipa.
  4. 4. Se você consome 1500 litros por dia, em seis anos seu equipamento está pago com a economia efetuada. Para capacidades maiores, a economia por litro é ainda maior. Então por que não transformar água salgada presente em abundância nestes locais em água doce? Esta é a ideia que pode solucionar este problema ambiental. Em todo o mundo são adotados quatro métodos diferentes para promover a conversão da água salgada em doce: a Osmose Inversa, a Destilação Multiestágios, a Dessalinização Térmica e o método por Congelamento. Osmose inversa: Também conhecida como Osmose Reversa, ocorre quando se exerce forte pressão em uma solução salina. A água atravessa uma membrana semipermeável, dotada de poros microscópicos, responsáveis por reter os sais, os microorganismos e outras impurezas. Desta forma, o líquido puro se “descola” da solução salgada, ficando separado em outro local. As estações de dessalinização atuais utilizam tecnologia de ponta, com membranas osmóticas sintéticas. Destilação Multiestágios: Neste processo, utiliza-se vapor em alta temperatura para fazer com que a água do mar entre em ebulição. A nomenclatura “multiestágios” se justifica por conta da passagem da água por diversas células de ebulição-condensação, garantindo um elevado grau de pureza. Neste processo, a própria água do mar é usada como condensador da água que é evaporada. Dessalinização Térmica: É um dos processos mais antigos, imitando a circulação natural da água. O modo mais simples, a "destilação solar", é utilizada em lugares quentes, com a construção de grandes tanques cobertos com vidro ou outro material transparente. A luz solar atravessa o vidro, a água do líquido bruto evapora, os vapores se condensam na parte interna do vidro, transformando-se novamente em água, que escorre para um sistema de recolhimento. Dessa forma, separa-se a água de todos os sais e impurezas. Em lugares frios ou com carência de espaço, esse processo pode ser feito gerando-se calor através de energia. A melhor solução, neste caso, é a utilização de energia solar, que é mais barata, não consome recursos como petróleo e carvão e não agride o meio ambiente. Congelamento: É um processo que ainda exige estudos de viabilidade e novas tecnologias. Nele, a água do mar ou salobra é congelada. Quando a congelamos, produzimos gelo puro, sem sal. Então através do congelamento/descongelamento obtêm-se água doce. Esse método não foi testado em larga escala, porém, existem propostas para a exploração das calotas polares (onde está boa parte da água doce do planeta) para obtenção de água pura. Mas isso é demasiadamente caro e só seria utilizado como última opção.

×