RADIAÇÃO EM MÚSCULO LISOProf. Diogo da Silva BorgesProf. MS.c. Marcello PojucanProf. Márcio RossiProf. Paulo Bispo
Músculo Liso   Músculo liso é todo músculo que possuicontração involuntária e lenta, composta comcélulas fusiformes mononu...
Importância do Músculo Liso O músculo liso, através de contrações peristálticascontroladas automaticamente pelo Sistema Ne...
Sistema Nervoso Autônomo Sistema nervoso autônomo é a parte do sistemanervoso que está relacionada ao controle da vidavege...
Sistema Nervoso Autônomo
Regeneração Regeneração é a capacidade das células se renovarem. Aregeneração tecidual depende do tipo de célula afetada p...
Regeneração•  O epitélio se regenera rápida e facilmente quando  destruído;• As células do músculo liso são capazes de reg...
Músculo Liso e Órgãos O músculo liso se encontra nas paredes de órgãosocos, tais como os vasos sanguíneos, na bexiga, noút...
Músculo Liso e Órgãos
RADIAÇÃO Radiações são ondas eletromagnéticas ou partículas quese propagam com uma determinada velocidade. Contêmenergia, ...
Tipos de Radiação Dependendo da quantidade de energia, uma radiação pode ser descritacomo não ionizante ou ionizante. Radi...
Radiação e Corpo Humano Quando exposto a radiação, o corpo humano éafetado, sofrendo alterações até mesmo no DNA dascélula...
Radiação e Corpo Humano Por causa do efeito fotoelétrico a certo nível deintensidade algumas células acabam sendo destruíd...
Artéria Artérias são vasos sanguíneos que carregam sangue apartir dos ventrículos do coração para todas as partes donosso ...
Artéria
Intestino O intestino é a parte final do tubo digestivosanimais, responsável pela absorção de nutrienteságua e pela excreç...
Intestino
Pulmão Os pulmões do ser humano são órgãos do sistemarespiratório, responsáveis pelas trocas gasosas entre oambiente e o s...
Pulmão
Próstata A próstata é uma glândula que faz parte dosistema reprodutor do homem, produzindo(secretando) um líquido que se j...
Próstata
Referências[1] Wikipédia, Músculo liso. Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Musculo_liso Acessado em  15/06/2011 23...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Histofísica: Radiação em Músculo Liso

514 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
514
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Histofísica: Radiação em Músculo Liso

  1. 1. RADIAÇÃO EM MÚSCULO LISOProf. Diogo da Silva BorgesProf. MS.c. Marcello PojucanProf. Márcio RossiProf. Paulo Bispo
  2. 2. Músculo Liso Músculo liso é todo músculo que possuicontração involuntária e lenta, composta comcélulas fusiformes mononucleadas (elipsoidecom um único centro).
  3. 3. Importância do Músculo Liso O músculo liso, através de contrações peristálticascontroladas automaticamente pelo Sistema NervosoAutónomo, tem o papel de impulsionar sangue, urina,esperma, bile... As células do músculo liso podem também reagir aestímulos vindos de células vizinhas ou a hormônios(vasodilatadores ou vasoconstritores). Nestas células,os canais de cálcio induzem contração. São geralmenteorganizadas em folha ou em fascículos e são mantidasunidas e em contato Inter citoplasmático.
  4. 4. Sistema Nervoso Autônomo Sistema nervoso autônomo é a parte do sistemanervoso que está relacionada ao controle da vidavegetativa, ou seja, controla funções que sãoessenciais para a vida e que não é controladadiretamente por um pensamento, tais como:• Sensações de calor ou frio;• Respiração;• Digestão;
  5. 5. Sistema Nervoso Autônomo
  6. 6. Regeneração Regeneração é a capacidade das células se renovarem. Aregeneração tecidual depende do tipo de célula afetada poralguma agressão. O fato dos tecidos se regenerarem depende exclusivamente dacapacidade de multiplicação das células que o compõe,considerando-se os tipos celulares vistos (lábeis, estáveis ouperenes).• Labeis: são células de curta duração, pouca diferenciação com grande poder de regeneração;• Estáveis: são células com durabilidade compatível com a do organismo durante seu desenvolvimento; regenerando-se em condições especiais;• Perenes, Permanentes ou Perpétuas: são células de longevidade igual ao do organismo, possuem alto grau de diferenciação e “nenhum” poder de regeneração.
  7. 7. Regeneração• O epitélio se regenera rápida e facilmente quando destruído;• As células do músculo liso são capazes de regenerar em resposta a fatores quimiotáticos (que atraem outras células) e mitogênico (que promovem mitose).• Todas as variedades de tecido conjuntivo são capazes de se regenerar, mas em diferentes níveis de capacidade;• O tecido nervoso periférico tem baixo poder de regeneração, mas pode se recompor diante de algumas agressões, já no tecido nervoso central os neurônios não podem ser regenerados.
  8. 8. Músculo Liso e Órgãos O músculo liso se encontra nas paredes de órgãosocos, tais como os vasos sanguíneos, na bexiga, noútero, próstata e no trato gastrointestinal. O músculo liso, por contrações peristálticascontroladas automaticamente pelo Sistema NervosoAutônomo, tem o papel preponderante de impulsionarsangue, urina, esperma, bile...
  9. 9. Músculo Liso e Órgãos
  10. 10. RADIAÇÃO Radiações são ondas eletromagnéticas ou partículas quese propagam com uma determinada velocidade. Contêmenergia, carga eléctrica e magnética. Podem ser geradaspor fontes naturais ou por dispositivos construídos pelohomem. Possuem energia variável desde valorespequenos até muito elevados. As radiações eletromagnéticas mais conhecidas são: luz,micro-ondas, ondas de rádio, radar, laser, raios X eradiação gama. As radiações sob a forma de partículas,com massa, carga eléctrica, carga magnética mais comunssão os feixes de elétrons, os feixes de prótons, radiaçãobeta, radiação alfa.
  11. 11. Tipos de Radiação Dependendo da quantidade de energia, uma radiação pode ser descritacomo não ionizante ou ionizante. Radiações não ionizante possuem relativamente baixa energia. De fato,radiações não ionizantes estão sempre a nossa volta. Ondaseletromagnéticas como a luz, calor e ondas de rádio são formas comunsde radiações não ionizantes. Altos níveis de energia, radiações ionizantes, são originadas do núcleode átomos, podem alterar o estado físico de um átomo e causar a perdade elétrons, tornando-os eletricamente carregados. Este processo chama-se "ionização". Um átomo pode se tornar ionizado quando a radiação colide com um deseus elétrons. Se essa colisão ocorrer com muita violência, o elétron podeser arrancado do átomo. Após a perda do elétron, o átomo deixa de serneutro, pois com um elétron a menos, o número de prótons é maior. Oátomo torna-se um "íon positivo".
  12. 12. Radiação e Corpo Humano Quando exposto a radiação, o corpo humano éafetado, sofrendo alterações até mesmo no DNA dascélulas (radiação a longo prazo). A radiação tem acapacidade de alterar a característica físico-químicadas células; Através do efeito fotoelétrico. As maisafetadas são as células com alta taxa de proliferação,como as reprodutivas e as da medula, que são maisradio sensíveis. Cada parte do corpo humano semanifesta de forma diferente no corpo por possuíremnúmero atômico e densidades diferentes.
  13. 13. Radiação e Corpo Humano Por causa do efeito fotoelétrico a certo nível deintensidade algumas células acabam sendo destruídas,especialmente as que possuem alto poder deproliferação. Através do estudo dessa interação radiação-corpo humano o homem acabou por utiliza-la emdiagnósticos e tratamentos de câncer e tumores. A nível de tratamento a radiação age de forma agressivaquando impactada contra o corpo humano. Quando umacélula cancerígena é detectada e tratada através decontato direto com radiação, células saudáveis acabamsendo afetadas e destruídas, assim, tornando a radiaçãoum instrumento altamente controlado e estudado a finsde trazer benefícios e proteger áreas adjacentes.
  14. 14. Artéria Artérias são vasos sanguíneos que carregam sangue apartir dos ventrículos do coração para todas as partes donosso corpo. Elas se contrastam com as veias, quecarregam sangue em direção aos átrios do coração. A principal função de uma artéria se da ao fato de queela, através de contrações, bombeia um fluxo ideal desangue por todo organismo. As paredes das artérias possuem alta resistência devidoa pressão exercida pelo sangue em seu interior e sãocompostas por uma externa fibrosa, uma muscular, umade tecido elástico resistente e uma última, lisa emembranosa, onde, a lisa é responsável pela contraçãoinvoluntária da artéria.
  15. 15. Artéria
  16. 16. Intestino O intestino é a parte final do tubo digestivosanimais, responsável pela absorção de nutrienteságua e pela excreção dos resíduos. No interior do Intestino, a flora intestinal éresponsável por auxiliar na digestão e produção dealgumas vitaminas, além de dar aspecto pastoso asfezes.
  17. 17. Intestino
  18. 18. Pulmão Os pulmões do ser humano são órgãos do sistemarespiratório, responsáveis pelas trocas gasosas entre oambiente e o sangue. São dois órgãos de formapiramidal, de consistência esponjosa medindo mais oumenos 25 cm de comprimento. Os pulmões sãocompostos de brônquios que se dividem em bronquíolose alvéolos pulmonares. O bronquíolo, nos seres humanos e nos animaissuperiores, é a sub ramificação de menor calibre daárvore brônquica, que penetra nos alvéolos pulmonares,que por sua vez realizam as trocas gasosas. Nas paredesdos bronquíolo só existem fibras musculares lisas.
  19. 19. Pulmão
  20. 20. Próstata A próstata é uma glândula que faz parte dosistema reprodutor do homem, produzindo(secretando) um líquido que se junta à secreção davesícula seminal para formar o sêmen (esperma) eauxiliando no transporte dos espermatozoidesproduzidos nos testículos até a sua ejaculaçãodurante o orgasmo. É também dentro dela queocorre a transformação do principal hormôniomasculino (testosterona) em dihidrotestosterona,que, por sua vez, é responsável pelo controle docrescimento dessa glândula.
  21. 21. Próstata
  22. 22. Referências[1] Wikipédia, Músculo liso. Disponível em http://pt.wikipedia.org/wiki/Musculo_liso Acessado em 15/06/2011 23:34[2] Infoescola. Disponível em: http://www.infoescola.com/sistema-muscular/musculo-liso/ Acesso em 15/06/2011 23:40[3] Craig C. Freudenrich, HowStuffWorks. Disponível em: http://saude.hsw.uol.com.br/musculos.htm Acessado em 15/06/2011 23:50[4] Ideal dicas. Disponível em: http://www.idealdicas.com/musculo-liso/ Acessado em 16/06/2011 00:14[5] Te liga.net. Disponivel em: http://www.teliga.net/2010/03/musculo-liso.html. Acesso em 16/06/2011 00:20[6] Estadão. Disponível em: http://www.estadao.com.br/noticias/internacional,saiba-mais-sobre-os-efeitos- da-radiacao-no-corpo-humano,705132,0.htm Acesso em 16/06/2011 00:35[7] Scrib, Histologia 6. Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/6703955/21-Histologia-6-Tecido-Muscular Acesso em 16/06/2011 00:42[8] Fortunecity, Coração. Disponível em: http://campus.fortunecity.com/yale/757/coracao.htm . Acesso em: 16/06/2011 00:57[9] Wikipedia, Artéria. Disponível em: http://pt.wikipedia.org/wiki/Arteria Acesso em: 16/06/2011 1:20[10] Scrib, A célula. Disponível em: http://pt.scribd.com/doc/3819359/A-CELULA Acesso em: 16/06/2011 1:32[11] Uro. Disponível em: http://www.uro.com.br/prostexto.htm . Acesso em 16/06/2011 1:55

×