A Independência dos Estados Unidos

6.151 visualizações

Publicada em

Trabalho feito pela turma do 8ºA Marquesa da Alorna 2012/13

Publicada em: Educação
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
6.151
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
11
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
322
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A Independência dos Estados Unidos

  1. 1. A Independência dos Estados Unidos
  2. 2. Introdução • Neste trabalho pretendemos falar do primeiro ato de uma colónia contra a sua metrópole. • A independência dos Estados Unidos da América que livrou as treze colónias, Massachusetts, Rhode Island, Connecticut, New Hampshire, Nova Jersey, Nova York, Pensilvânia, Delaware, Virgínia, Maryland, Carolina do Norte, Carolina do Sul e Geórgia da submissão económica e política Inglesa.
  3. 3. A Colonização da América • Durante o século XVI e o século XVII, vários territórios situados na América foram colonizados por diversos países europeus. • Os britânicos colonizaram as regiões costeiras onde foram fundadas Treze Colónias que foram ocupadas por distintos grupos sociais e religiosos que se instalaram em diferentes pontos criando assim uma grande diferença política, cultural e
  4. 4. A Colonização da América • As colónias foram também colonizadas por foragidos que procuravam um refugio perante a intolerância, não só isso mas, para atrair habitantes, as metrópoles prometeram terras férteis a quem emigrasse para o país. • As colónias viviam da agricultura (de algodão, de tabaco, de arroz, de cereais, etc.) e do comércio entre colónias.
  5. 5. A Autonomia das Colónias • Inicialmente, os ingleses prestavam pouca atenção aos colonos e às suas necessidades, pois eles ofereceriam poucos lucros e tinham pouca influência própria. • Assim, as colónias dispunham de uma grande autonomia, tendo bastante contato com os outros países o que contribuiu para o seu rápido desenvolvimento. • Mais tarde, com o crescimento e evolução das colónias, a Inglaterra decidiu tentar aumentar a sua presença nessas colónias para assertar o seu domínio.
  6. 6. Guerra dos 7 Anos • Com a firmação do Tratado de Paris a 1763, deu-se o fim da Guerra dos 7 anos da qual Inglaterra saiu vitoriosa com a possibilidade de expandir o território das suas colónias da América. • A ideia da exploração de novas terras agradou os colonos americanos, mas para evitar provocar guerras com os indígenas, foi declarado que só se exploraria e colonizariam os territórios se fosse feito um tratado com os índios.
  7. 7. Guerra dos 7 Anos • Com a Guerra, Inglaterra sofreu consequências no seu equilíbrio financeiro e viu na exploração e no aumento de impostos nas colónias, uma solução ao seu problema. • A 1750, foi proibida a fundição de ferro nas colónias, a 1754 a fabricação de tecido e o contrabando, a 1765 foi aprovado um decreto sobre a estadia de tropas inglesas em solo americano. • Publicaram restrições mercantilistas –Pacto Colonial; Foram publicados os Atos de Townshend que metiam taxas no vidro, no papel, entre outros…, evitando o comércio dos americanos
  8. 8. Revolta de Boston • Foram publicadas a Lei do Selo, exigindo um imposto de selo nos jornais e documentos americanos; a Lei do Açúcar, que impunha um imposto afetando o comércio do açúcar; a Lei do Chá que tomou o controlo do monopólio de chá, concedendo-o á Companhia das índias Orientais. • Sentindo-se ameaçados, os colonos disfarçaram-se de índios e, na noite de 16 de Dezembro de 1773, atacaram três navios britânicos atirando o carregamento de chá ao mar. • Este evento foi chamado de Boston Tea
  9. 9. Revolta de Boston
  10. 10. Revolta de Boston • Perante esta reação dos Americanos, os Ingleses publicaram as Leis Intoleráveis que incluía o fechamento do porto de Boston, anulava a companhia prejudicada e julgava os envolvidos. • Perante estas leis, os colonos exigiram pacificamente o direito da eleição dos representantes do Parlamento para julgar as leis que os envolviam.
  11. 11. Declaração da Independência • Os americanos começaram a revoltar-se quando foram enviadas tropas para conter os protestos. • A 1774, os representantes das colónias reuniram-se em Filadélfia, num Congresso Continental que resolveu acabar com o comércio com Inglaterra enquanto não possuíssem os seus direitos, além de divulgar, por Samuel Adams, Benjamin Franklin e principalmente por Thomas Jefferson, a Declaração da Independência, na qual pediam a abolição das limitações
  12. 12. Declaração da Independência • A 14 de Junho de 1775, num segundo Congresso Continental, na Filadélfia, onde foi criado um Exército Continental chefiado pelo fazendeiro, general e futuro presidente George Washington, foi solicitado o anulamento das Leis Intoleráveis • A 4 de Julho de 1776, foi aprovada a Declaração da Independência, espalhando o lema de liberdade, igualdade e fraternidade, lema da
  13. 13. Declaração da Independência
  14. 14. Batalhas pela Independência • Ao Norte, depois da captura de Nova York a 1776, as Batalhas de Saragota foram consideradas as mais importantes da Guerra da Revolução Americana, foram travadas a norte de Nova York, a 19 de setembro e 17 de outubro de 1777, onde o general John Burgoyne comandou as forças inglesas. • As forças Inglesas saíram vitoriosas em ambos os confrontos, derrotando desastrosamente os americanos no vale do rio Hudson. • Além disso, os ingleses capturaram a Filadélfia a 1777, depois da vitória de Brandywine.
  15. 15. Batalhas pela Independência • As atenções dos ingleses logo foram atraídas para Sul, o que causou o abandono da Filadélfia a 1778 e foi formado um acampamento em West Point para ameaçar os quarteis generais ingleses de Nova York. • Em 1780, Charleston foi tomada pelo general inglês Henry Clinton. • Charles Cornwallis perseguiu, em vão, o exército americano do sul, preparando-se para ajudar na Batalha de Yorktown, onde se rendeu face á exaustão a 1781
  16. 16. Batalha de Yorktown • A Batalha de Yorktown ocorreu em 1781 durante a Guerra de Independência dos Estados Unidos entre 26 de setembro e 19 de outubro de 1781. • Pela parte dos americanos, os principais comandantes foram George Washington e o Marquês de La Fayette, enquanto que Lord Cornwallis comandava o exército Inglês.
  17. 17. Batalha de Yorktown • Nessa batalha, forças rebeldes dos Estados Unidos foram apoiadas pelos franceses que procuravam vingança pela derrota sofrida na Guerra dos 7 anos. • Porém, é preciso considerar que o exército inglês se encontrava a 5500km de casa, com carências de provisões, exército dividido ao Norte e ao Sul da colónia, fraca comunicação e falta de experiência em técnicas de guerrilha.
  18. 18. Batalha de Yorktown
  19. 19. Tratado de Versalhes • Tratado firmado pela Inglaterra no dia 3 de setembro de 1783 em Paris, que pôs fim à guerra da independência dos Estados Unidos da América, sendo a Independência Americana Reconhecida após a Revolução Americana de 1776. • No tratado além da oficialização da Independência, constava a entrega aos americanos do território situado entre os Grandes Lagos, os rios Ohio e Mississippi e os Montes Apalaches e a recuperação de territórios perdidos na Guerra do 7 Anos por parte de
  20. 20. Maçonaria • Uma sociedade secreta que ajudou os americanos no decorrer da guerra. • Participou quanto á decisão de sentenças importantes e participou na organização do exército Norte-americano e do exército francês. • A Revolta em Boston foi organizada e projetada dentro de lojas maçónicas. • Alguns maçons como Benjamin Franklin, John Hancock, Joseph Hewes, William Hooper, entre outros, assinaram o famoso documento de independência
  21. 21. Consequências e Benefícios para os EUA • Os Estados Unidos da América enfrentaram grandes problemas quanto às relações internacionais, nos primeiros anos como país independente devido á hostilidade dos britânicos em relação aos americanos, que haviam bloqueado as relações comerciais e políticas com os Estados Unidos, após a assinatura do Tratado de Versalhes em 1783.
  22. 22. Consequências e Benefícios para os EUA • O País sofreu bastante economicamente, não só devido a essa ação por parte dos Ingleses como pelos gastos feitos durante a guerra pela independência. Além disso, o país possuía a falta de infraestruturas como estradas e pontes que não tinham como ser pagas e havia um desacordo entre os governantes quanto á decisão de aumentar os impostos. • A partir da independência dos Estados Unidos, em 1783, houve um processo de expansão de territórios que ao permitir a exploração das terras, permitiu uma estabilidade económica.
  23. 23. Consequências para a Inglaterra • Inglaterra já se encontrava prejudicada no aspeto económico graças à Guerra dos Sete Anos, quando a América ficou independente, Inglaterra sofreu uma grande crise económica devido a que a solução para os gastos feitos na Guerra dos 7 anos estava na exploração dos terrenos coloniais.
  24. 24. Conclusão • Realizámos este trabalho no âmbito da disciplina de História , dada pelo professor Norberto. Com isto pudemos explorar melhor o tema e apresentá-lo à nossa turma. • Esperemos ter atingido todos os objetivos que o professor queria.

×