Segurança laboratório

1.515 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.515
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
49
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Segurança laboratório

  1. 1. Segurança em Laboratório Professora Luciana Rocha
  2. 2. Por que devemos nos preocupar com a segurança nos Laboratórios? Segundo a Declaração dos Direitos Humanos todo homem tem direito à vida precisamos nos preocupar empreservá-la. Uma forma de preservá-la é preocupar-se com a sua segurança no ambiente de trabalho e, se você trabalha em um laboratório, precisaconhecer os riscos a que está exposto e como melhorar suas condições de segurança.
  3. 3. Os acidentes que advém dessas causas geralmente são:1. Intoxicações, queimaduras térmicas,Químicas2. Choques elétricos,3. Incêndios,4. Explosões, contaminações por agentes biológicos5. Interações com radiações.
  4. 4. Por que os acidentes acontecem? A variedade de riscos nos laboratórios é muito ampla, devido à presença de substâncias letais, tóxicas, corrosivas, irritantes, inflamáveis, além da utilização de equipamentos que fornecem determinados riscos, como alteração de temperatura, radiações e ainda trabalhos que utilizam agentes biológicos e patogênicos. As causas para ocorrência de acidentes noslaboratórios são muitas, mas resumidamente são instruções não adequadas, supervisões insuficientes do executor e ou inapta, uso incorreto de equipamentos ou materiais de características desconhecidas, alterações emocionais e exibicionismo.
  5. 5. Segurança nos Laboratórios Os equipamentos de segurança listados abaixo devem estar no alcance de todos os que trabalhem nos laboratórios e o funcionário deve certificar-se de que sabe usá-los: extintores de incêndios; chuveiro de emergência; lavador de olhos; aventais e luvas contra produtos corrosivos (de PVC); protetores faciais: máscaras e óculos de segurança; Jaleco máscara contra gases.
  6. 6. Segurança de Ordem Pessoal Trabalhar com seriedade evitando brincadeiras. Trabalhe com atenção e calma. Planejar sua experiência, procurando conhecer os riscos envolvidos precauções a serem tomadas e como descartar corretamente os resíduos. Usar roupas adequadas como calças compridas, sapatos fechado avental e EPI’s O guarda-pó deve ser de manga comprida e abotoada. Conservar os cabelos presos. Nunca abrir frascos reagentes antes de ler o rótulo e não testar substâncias químicas pelo odor ou sabor. Não dirigir a abertura de tubos de ensaio ou frascos contra si próprio e as outras pessoas.
  7. 7. Segurança de Ordem Pessoal Não colocar alimentos nas bancadas, armários, estufas e geladeiras dos laboratórios. Não são permitidos ou mesmo se alimentar dentro do laboratório. As lentes de contato sob vapores corrosivos podem causar lesões aos olhos. Ao pipetar utilize sempre uma pêra ou pipetado. Não se alimentar, beber ou fumar no laboratório. Comunicar todos os acidentes ao superior.
  8. 8. Segurança Referente ao Laboratório O laboratório deve estar sempre organizado, não deixe sobre os bancados materiais estranhos ao trabalho, como bolsa, livro, blusa, etc. Rotular imediatamente qualquer reagente ou solução preparada e as amostras coletadas com nome do reagente, nome da pessoa que preparou e data. Usar pinças e materiais de tamanho adequado e em perfeito estado de conservação. Antes de executar uma reação desconhecida fazer uma, em menor escala, na capela. Limpar imediatamente qualquer derramamento de reagentes (no caso de ácidos e bases fortes, o produto deve ser neutralizado antes de proceder a sua limpeza). Em caso de dúvida sobre a toxidez ou derramado, consultar seu superior antes de efetuar a remoção. Ao realizar uma experiência informar a todos do laboratório.
  9. 9. Uso de Materiais de Vidro Colocar todo o material de vidro no local que deverá ser previamente indicado na área do laboratório. Não jogar caco de vidro em recipiente de lixo, mas sim em um recipiente preparado para isto. Usar luvas antitérmicas sempre que manusear peças de vidro que estejam quentes. Não utilizar materiais de vidro quando trincados.
  10. 10. Usar luvas e óculos de segurança sempre que: Atravessar e remover tubos de vidro ou termômetros em rolhas de borracha ou cortiça; Remover tampas de vidros emperradas; Remover cacos de vidro (usar também pá de lixo e escova); Colocar frascos quentes sobre placas antitérmicas; Não usar frascos para amostras sem certificar-se de que são adequados ao serviço executado; Não inspecionar o estado das bordas dos frascos de vidro com as mãos sem antes fazer uma inspeção visual; Tomar cuidado ao aquecer recipiente de vidro com chama direta.
  11. 11. Uso de Chamas Ao acender o bico de bunsen verificar eliminar os seguintes problemas: Vazamentos; Dobra no tubo de gás; Ajuste inadequado entre o tubo de gás e suas conexões; Existência de inflamáveis ao redor; Não acender maçaricos, bico de bunsen, etc., com válvula de gás combustível muito aberta; Apagar a chama imediatamente após o término do serviço.
  12. 12. Uso de CapelasNunca iniciar um serviço, sem que o sistema de exaustão esteja operando.
  13. 13. Uso de Equipamentos Elétricos Nunca ligar equipamentos elétricos sem antes verificar a voltagem correta; Só opere equipamentos quando: Fios, tomadas e plugues estiverem em perfeitas condi ções; O fio terra estiver ligado; Não operar equipamentos elétricos sobre superfícies úmidas Verificar periodicamente a temperatura do conjunto de plugue-tomada, caso esteja fora do normal, desligar o equipamento e comunicar ao responsável do laboratório; Não usar equipamentos elétricos que não tiver identificação de voltagem;
  14. 14. Uso de Equipamentos Elétricos Não confiar completamente no controle autom ático de equipamentos elétricos, inspecioná-los quando em operação; Não deixar equipamentos elétricos ligados no laboratório, fora do expediente, sem anotar no livro de avisos; Remover frascos de inflamáveis das proximidades do local onde serão usados equipamentos elétricos; Combater o fogo em equipamentos el étricos somente com extintores de CO2; Enxugar qualquer líquido derramado no chão antes de operar com equipamentos elétricos.
  15. 15. Uso de Estufas Antes de colocar algum material na estufa, consulte a literatura para ver se o material pode se decompor, e seu ponto de fusão. A temperatura da estufa só pode ser alterada depois de consultas a todos os usuários e o que nela for colocado deve ser retirado no mesmo dia. Não deixar a estufa aquecida ou em opera ção sem o aviso “estufa quente”. Desligar a estufa e não colocar em opera ção se: O termômetro deixar de indicar a temperatura; A temperatura ultrapassar a voltagem ajustada. Não abra a porta da estufa de modo brusco quando a mesma estiver aquecida.
  16. 16. Uso de Estufas Não tentar remover ou introduzir cadinhos na estufa sem utilizar: Pinças adequadas; Protetor facial, se necessário; Luvas apropriadas; Aventais e protetores de braços, se necessário. Não evaporar líquidos, nem queimar óleos em estufas; Empregar para calcinação somente cadinhos ou cápsulas de materiais resistentes a altas temperaturas.
  17. 17. Termômetro Sempre que fora de uso deve ficar na caixa. Não deve ser usado para agitar. Para isto existe o bastão de vidro. Não deve ser colocado em ambiente já muito quente, nem esfriado rapidamente (sob a água, por exemplo).
  18. 18. Balança Conserve perfeitamente limpas as balanças e o balcão em que estão colocadas. Se, por descuido, deixar cair algum sólido nos pratos ou no interior da balança, limpe com o pincel apropriado. Não se encoste nos balcões das balanças.
  19. 19. Produtos QuímicosAntes de usar qualquer reagente, leia cuidadosamente orótulo do frasco para ter certeza de que é aquele o doreagente desejado.* Antes de abrir um frasco novo de uma substância,verifique se há algum outro já aberto. Consulte osfuncionários e o professor.* Abra frascos o mais longe possível do rosto e evite aspirarar naquele exato momento.* Nunca torne a colocar no frasco um reagente retirado emexcesso . Ele pode ter sido contaminado.* Não coloque objeto algum nos frascos de reagentes,exceto o conta-gotas próprio de que alguns são providos.* Imediatamente após o uso, feche perfeitamente o frascocom a sua rolha ou tampa própria.
  20. 20. Produtos Químicos Tome cuidado para não trocar as rolhas quando estiver usando vários reagentes. O melhor é abrir um frasco e colocar a rolha sobre um papel de filtro limpo ou segur á-la na mão, retirar a quantidade necessária de reagente, fechar o frasco e a seguir realizar estas mesmas opera ções com os demais reagentes, um de cada vez. Lave os resíduos que tenham ficado nas paredes externas do frasco antes de colocá-lo sobre a mesa. Ao esvaziar-se um frasco, limpe-o imediatamente e guarde- o num local adequado. Ao usar um frasco observe se: a) a tampa usada é conveniente ao conteúdo; b) o rótulo e o número de classificação estão bem legíveis. Se preciso, lembre ao funcionário do laboratório as correções.
  21. 21. Substâncias tóxicas Grande número de substâncias empregadas no laboratório são tóxicas em maior ou menor escala.Notoriamente tóxicos são os cianetos,arsênio, gás sulfídrico, fósforo branco,compostos de mercúrio, entre outros, mas de um modo geral evite o contacto de qualquer droga com a pele (H2SO4 concentrado, HNO3, etc.).
  22. 22. Substâncias tóxicas Tome especial cuidado com os olhos Não leve à boca nenhuma substância desconhecida. Não aspire profundamente nenhuma substância desconhecida. Para sentir o odor de uma substância não coloque diretamente o nariz sobre o recipiente, mas com a mão traga, um pouco do vapor até ele. Produtos voláteis, tóxicos ou corrosivos devem ser abertos e usados na capela. Ex.: ácido nítrico, ácido clorídrico, hidróxido de amônio, entre outros.
  23. 23. Armazenagem Evite armazenar reagentes em lugares altos e de difícil acesso Não estoque líquidos voláteis em locais que recebem luz. Ao utilizar cilindros de gases, transporte-os em carrinhos apropriados. Durante o seu uso ou estocagem mantenha-os presos à bancada ou parede. Cilindros com as válvulas emperradas ou defeituosas devem ser devolvidos  ao fornecedor. Consulte a bibliografia indicada para obter informações sobre a estocagem de produtos químicos, assegurando que reagentes incompat íveis sejam estocados separadamente.
  24. 24. Materiais de Vidro e conexões Ao usar material de vidro, verifique sua condi ção. Lembre- se que o vidro quente pode ter a mesma aparência que a do vidro frio. Qualquer material de vidro trincado deve ser rejeitado. Vidros quebrados devem ser descartados em recipiente apropriado. Use sempre um pedaço de pano protegendo a mão quando estiver cortando vidro ou introduzindo-o em orif ícios. Antes de inserir tubos de vidro (termômetros, etc.) em tubos de borracha ou rolhas, lubrifique-os. Nunca use mangueiras de látex velhas. Faça as conexões necessárias utilizando mangueiras novas e braçadeiras. Antes de iniciar o experimento verifique se todas as conexões e ligações estão seguras.
  25. 25. A Realização de  Experimentos Nunca adicione água sobre ácidos e sim ácidos sobre água.(Ele sobre ela). Ao testar o odor de produtos químicos, nunca coloque o produto ou o frasco diretamente sob o nariz. Quando estiver manipulando frascos ou tubos de ensaio, nunca dirija a sua abertura na sua direçãoou na de outras pessoas. Fique atento às operações onde for necessário realizar aquecimento.
  26. 26. A Realização de  Experimentos A destilação de solventes, a manipulação de ácidos e compostos tóxicos e as reações que exalem gases tóxicos são operações que devem ser realizadas em capelas, com boa exaustão. As válvulas dos cilindros devem ser abertas lentamente com as mãos ou usando chaves apropriadas. Nunca force as válvulas, com martelos ou outras ferramentas, nem as deixe sobre pressão quando o cilindro não estiver sendo usado. Sempre que possível, antes de realizar reações onde não conheça totalmente os resultados, faça uma em pequena escala, na capela.
  27. 27. A Realização de  Experimentos Ao trabalhar com reações perigosas (perigo de explosão, geração de material tóxico, etc) ou cuja periculosidade você desconheça, proceda da seguinte forma: a. avise seus colegas de laboratório; b. trabalhe em capela com boa exaustão, retirando todo tipo de material inflamável. Trabalhe com a área limpa. c. use protetor acrílico; d. tenha um extintor por perto.
  28. 28. A Realização de  Experimentos Ao se ausentar de sua bancada ou deixar reações em andamento à noite ou durante o fim de semana, preencha a ficha de identificação adequada. Caso esta não esteja disponível, improvise uma e coloque-a em local visível e próximo ao experimento. Nela devem constar informações sobre a reação em andamento, nome do responsável e de seu superior imediato, com endereço e telefone para contato, além de informações de como proceder em caso de acidente ou de falta de água e/ou eletricidade. O último usuário, ao sair do laboratório, deve desligar tudo e desconectar os aparelhos da rede elétrica.
  29. 29. Os ResíduosOs resíduos de solventes de reações devem sercolocados em frascos apropriados para descarte,devidamente rotulados. Evite misturar ossolventes. Sugere-se a seguinte separação:Solventes clorados, Hidrocarbonetos, Álcoois eCetonas, Éteres e Ésteres, Acetatos e Aldeídos.Sempre que possível indique também oscomponentes percentuais aproximados, poiseste tipo de resíduo costuma ser incinerado porempresas especializadas que exigem umadescrição minuciosa do material que recebem.Verifique se é viável recuperar estes resíduos noseu laboratório.
  30. 30. Os ResíduosOs resíduos aquosos ácidos oubásicos devem ser neutralizados napia antes do descarte, e só entãodescartados. Para o descarte demetais pesados, metais alcalinos ede outros resíduos, consulteantecipadamente a bibliografiaadequada.
  31. 31. Acessórios de SegurançaQuando estiver trabalhando em um laboratório, você deve:1. Localizar os extintores de incêndio e verificar a que tipopertencem e que tipo de fogo podem apagar.2. Localizar as saídas de emergência.3. Localizar a caixa de primeiros socorros e verificar os tipos demedicamentos existentes e sua utilização.4. Localizar a caixa de máscaras contra gases. Se precisar usá-las, lembre-se de verificar a existência e qualidade dos filtrosadequados à sua utilização.5. Localizar a chave geral de eletricidade do laboratório eaprender a desligá-la.
  32. 32. Acessórios de Segurança6. Localizar o lava-olhos mais próximo e verificar se estáfuncionando adequadamente.7. Localizar o chuveiro e verificar se este está funcionandoadequadamente.8. Informar-se quanto aos telefones a serem utilizadosem caso de emergência (hospitais, ambulância,bombeiros, etc.).IMPORTANTE: Além de localizar estes equipamentos, vocêdeve saber utiliza-los adequadamente. Assim, parareferência rápida, consulte a pessoa responsável pelasegurança do laboratório ou os manuais especializados noassunto.
  33. 33. Limpeza Conserve limpos seu equipamento e seu balcão de trabalho. Evite derramar líquidos mas, se o fizer, lave imediatamente o local. Jogue todos os sólidos e pedaços de papel usados numa cesta de lixo. Nunca jogue nas pias fósforos, papel de filtro ou qualquer sólido, ainda que ligeiramente solúvel. Ao terminar o trabalho num local (capela, mesa, balança, furador de rolhas, mesa de reagentes, etc.), deixe-o perfeitamente limpo. O material usado principalmente vidraria, deve ser lavado logo após o uso. Ao término do período de laboratório, guarde seu próprio equipamento no lugar apropriado e leve qualquer aparelho especial para local designado.
  34. 34. Fotos

×