BIOSSEGURANÇA
RISCOS QUÍMICOS
GASES, LÍQUIDOS E SÓLIDOS
Riscos muito importantes pois os acidentes de laboratórios com
substâncias químicas são os mais ...
EXPLOSIVO
Substâncias e preparações sólidas, líquidas, pastosas ou gelatinosas
que podem reagir exotermicamente e com uma ...
OXIDANTE
Substâncias e preparações que, em contato com outras substâncias,
especialmente com substâncias inflamáveis, apre...
INFLAMÁVEL
Substâncias e preparações no estado sólido, que se podem inflamar
facilmente por breve contato com uma fonte de...
TOXICIDADE AGUDA E CRÔNICA
Substâncias e preparações que, quando inaladas, ingeridas ou
absorvidas através da pele, mesmo ...
CORROSIVO E/OU IRRITANTE
Substâncias e preparações que, em contato com tecidos vivos, podem
exercer sobre estes uma ação d...
MUTAGENICIDADE
Substâncias e preparações que, por inalação, ingestão ou penetração
cutânea, podem produzir defeitos genéti...
CARCINOGENICIDADE
Substâncias e preparações que, por inalação, ingestão ou penetração
cutânea, podem provocar câncer ou au...
TOXICIDADE À REPRODUÇÃO
Substâncias e preparações que, por inalação, ingestão ou penetração
cutânea, podem causar ou aumen...
TOXICIDADE AO MEIO AMBIENTE
Substâncias e preparações que, se penetrarem no ambiente,
representam ou podem representar um ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aula 4 riscos químicos

1.464 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.464
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
52
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 4 riscos químicos

  1. 1. BIOSSEGURANÇA RISCOS QUÍMICOS
  2. 2. GASES, LÍQUIDOS E SÓLIDOS Riscos muito importantes pois os acidentes de laboratórios com substâncias químicas são os mais comuns e bastante perigosos. PRINCIPAIS CLASSES DE PERIGO (União Européia) • Explosividade • Oxidante • Inflamabilidade • Toxicidade aguda e crônica • Corrosividade e/ou irritabilidade • Mutagenicidade • Carcinogenicidade • Toxicidade à reprodução • Toxicidade ao meio ambiente (aquático e/ou terrestre) http://ecb.jrc.it
  3. 3. EXPLOSIVO Substâncias e preparações sólidas, líquidas, pastosas ou gelatinosas que podem reagir exotermicamente e com uma rápida libertação de gases mesmo sem a intervenção do oxigênio do ar e que, em determinadas condições de ensaio, detonam, deflagram rapidamente ou, sob o efeito do calor, explodem em caso de confinamento parcial. DETERMINAÇÃO: Ex.: Limite inferior/superior de explosividade PRECAUÇÕES:  Evitar choque, fricção, fogo ou outras fontes de ignição  Utilizar somente em locais bem ventilados  Não fechar o recipiente hermeticamente EXEMPLOS:  Nitroglicerinas; ácido perclórico; ácido nítrico,...
  4. 4. OXIDANTE Substâncias e preparações que, em contato com outras substâncias, especialmente com substâncias inflamáveis, apresentam uma reação fortemente exotérmica. DETERMINAÇÃO: Ex.: Concentração de peróxidos presentes PRECAUÇÕES:  Pode explodir quando misturado com materiais inflamáveis/combustíveis  Manter o recipiente bem fechado e conservar a temperaturas baixas EXEMPLOS:  Peróxidos
  5. 5. INFLAMÁVEL Substâncias e preparações no estado sólido, que se podem inflamar facilmente por breve contato com uma fonte de calor; ou no estado líquido, cujo ponto de fulgor é muito baixo; ou que em contato com a água ou ar úmido, libertam gases extremamente inflamáveis em quantidades perigosas. DETERMINAÇÃO: Ex.: Ponto de fulgor (líquidos) PRECAUÇÕES:  Manter o recipiente bem fechado  Manter o recipiente num local bem ventilado  Manter afastado de qualquer chama ou fonte de ignição. Não fumar EXEMPLOS:  Éter, álcoois, acetona, clorofórmio, pó de zinco,...
  6. 6. TOXICIDADE AGUDA E CRÔNICA Substâncias e preparações que, quando inaladas, ingeridas ou absorvidas através da pele, mesmo em pequena quantidade, podem causar a morte ou danos a saúde aguda ou cronicamente. DETERMINAÇÃO: Ex.: DL50, CL50, testes longo-prazo in vivo (ratos) PRECAUÇÕES:  Usar vestuário de proteção, luvas e equipamento de proteção respiratória  Após contato com a pele, lavar imediata e abundantemente com água e sabão  Em caso de acidente ou de indisposição, consultar imediatamente o médico EXEMPLOS:  cianeto de cálcio, cromato de sódio, urânio,...
  7. 7. CORROSIVO E/OU IRRITANTE Substâncias e preparações que, em contato com tecidos vivos, podem exercer sobre estes uma ação destrutiva. Ou, em contato prolongado ou repetido com a pele ou as mucosas, podem provocar uma reação inflamatória. DETERMINAÇÃO: Ex.: Testes de exposição dérmica/ocular in vivo PRECAUÇÕES:  Usar vestuário de proteção adequado  Não comer nem beber durante a utilização  Retirar imediatamente todo o vestuário contaminado EXEMPLOS:  Ácido acrílico, ácido tricloroacético, dióxido de enxofre, fenol...
  8. 8. MUTAGENICIDADE Substâncias e preparações que, por inalação, ingestão ou penetração cutânea, podem produzir defeitos genéticos hereditários ou aumentar a sua freqüência. DETERMINAÇÃO: Ex.: Teste de Ames (in vitro), teste do micronúcleo PRECAUÇÕES:  Usar vestuário de proteção adequado  Evitar a exposição - obter instruções específicas antes da utilização  Este produto e o seu recipiente devem ser eliminados como resíduos perigosos EXEMPLOS:  Talidomida,Butano, cromato de sódio, brometo de etídeo, acrilamida,...
  9. 9. CARCINOGENICIDADE Substâncias e preparações que, por inalação, ingestão ou penetração cutânea, podem provocar câncer ou aumentar a sua incidência. DETERMINAÇÃO: Ex.: Teste de carcinogenicidade in vivo (longo prazo) PRECAUÇÕES:  Usar vestuário de proteção adequado  Evitar a exposição - obter instruções específicas antes da utilização  Este produto e o seu recipiente devem ser eliminados como resíduos perigosos EXEMPLOS:  Butaldeído, tricloroetileno, benzeno, formaldeído,...
  10. 10. TOXICIDADE À REPRODUÇÃO Substâncias e preparações que, por inalação, ingestão ou penetração cutânea, podem causar ou aumentar a freqüência de efeitos prejudiciais não hereditários à descendência ou atentar às funções ou capacidades reprodutoras masculinas ou femininas. DETERMINAÇÃO: Ex.: Teste com várias gerações (in vivo) PRECAUÇÕES:  Usar vestuário de proteção adequado  Evitar a exposição - obter instruções específicas antes da utilização  Este produto e o seu recipiente devem ser eliminados como resíduos perigosos EXEMPLOS:  2-bromopropano, 2,3-epoxi-1-propanol, ácido metoxiacético,...
  11. 11. TOXICIDADE AO MEIO AMBIENTE Substâncias e preparações que, se penetrarem no ambiente, representam ou podem representar um risco imediato ou a longo prazo para um ou mais componentes do ambiente. DETERMINAÇÃO: Ex.: DL50, CL50, testes longo-prazo in vivo (peixes) PRECAUÇÕES:  Usar vestuário de proteção adequado  Utilizar um recipiente adequado para evitar a contaminação do ambiente  Não deitar os resíduos no esgoto EXEMPLOS:  Fosforeto de magnésio, óxido de cobalto, dicofol,...

×