Arquitetura de Informação em  Projetos Web Training Program – 19 e 20 de setembro de 2008 Estratégias, Melhores Práticas e...
Luciana Ribeiro - arquiteturadeinformacao@gmail.com   Arquitetura de Informação em  Projetos Web Case de Arquitetura de In...
Agenda <ul><li>Apresentação </li></ul><ul><li>O processo da AI </li></ul><ul><li>Case </li></ul><ul><li>Considerações fina...
Apresentação <ul><li>APRESENTAÇÃO </li></ul>
Apresentação <ul><li>Blog </li></ul><ul><li>http://paperframe.blogspot.com/ </li></ul><ul><li>Linked in </li></ul><ul><li>...
Apresentação
Apresentação <ul><li>INTERNET </li></ul>Conteúdo Webwriting Arquitetura  de informação
O processo da AI <ul><li>O PROCESSO DA AI </li></ul>
O processo da AI <ul><li>A arquitetura de informação é responsável pela definição da estrutura do site: menus, navegação, ...
O processo da AI <ul><li>Um site pode ser construído com diferentes intenções, dentre as quais: </li></ul><ul><li>Marcar p...
O processo da AI <ul><li>Para cada intenção, uma solução diferente de AI.  </li></ul>
O processo da AI <ul><li>O DESAFIO DA INDÚSTRIA AUTOMOBOLÍSTICA E DOS ARQUITETOS DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>Designers...
O processo da AI <ul><li>O DESAFIO DA INDÚSTRIA AUTOMOBOLÍSTICA E DOS ARQUITETOS DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>A grande ...
O processo da AI <ul><li>Foco no usuário x foco no cliente </li></ul><ul><li>No dia-a-dia muitas vezes somos levados a ate...
O processo da AI <ul><li>METODOLOGIA </li></ul>Info-estrutura Fluxo de  navegação Wireframes
O processo da AI <ul><li>SITUAÇÕES POSSÍVEIS </li></ul><ul><li>Site sem qualquer tipo de teste </li></ul><ul><li>Site test...
Case <ul><li>CASE </li></ul>
Case <ul><li>NOVO SITE VISA VALE </li></ul><ul><li>Desafio: </li></ul><ul><li>Criar um site que atenda os 3 públicos do cl...
Case <ul><li>PROCESSO </li></ul><ul><li>Benchmark e análise da concorrência </li></ul><ul><li>Elaboração da info-estrutura...
Case <ul><li>PROCESSO </li></ul><ul><li>Teste de usabilidade </li></ul><ul><li>Site </li></ul>
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case  <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Quem somos </li></ul><ul><li>Área institucional do site. Pretende apresenta...
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>PAT </li></ul><ul><li>Área de informações sobre a legislação do setor. Tem c...
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Produtos </li></ul><ul><li>Área de exposição dos produtos Visa Vale no site....
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Seja nosso cliente </li></ul><ul><li>Área de persuasão e atração de prospect...
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Estabelecimentos </li></ul><ul><li>Canal de relacionamento com os estabeleci...
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Usuários </li></ul><ul><li>Canal de relacionamento com os usuários dos cartõ...
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Empresas </li></ul><ul><li>Canal de relacionamento com as empresas-clientes,...
Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
Case <ul><li>WIREFRAMES – CONSIDERAÇÕES GERAIS </li></ul><ul><li>Humanização da comunicação </li></ul><ul><ul><li>Todas as...
Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 1 </li></ul><ul><li>Concentra os menus e login no cabeçalho do site, mantendo-os perenes. ...
Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 1 </li></ul>
Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 2 </li></ul><ul><li>Distribui de maneira mais espaçada os menus. </li></ul><ul><li>Mantém ...
Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 2 </li></ul>
Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 3 </li></ul><ul><li>Distribui os menus e os elementos de interação em duas áreas: topo e e...
Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 3 </li></ul>
Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 4 </li></ul>
Case <ul><li>WIREFRAME – CENTRAL DE PEDIDOS </li></ul>
Case  <ul><li>TESTE DE USABILIDADE </li></ul><ul><li>Maior destaque para menu de públicos </li></ul><ul><li>Maior destaque...
Case
Considerações finais <ul><li>Considerações finais </li></ul>
Considerações finais <ul><li>LIMITAÇÕES DO DIA-A-DIA </li></ul><ul><li>Regras de negócio </li></ul><ul><li>Restrições tecn...
Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Foco no sistema – sem usabilidade </li></ul>
Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Preocupação com o usuário – ótima usabilidade </li></ul>
Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Boa arquitetura x péssima usabilidade </li></ul>
Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Boa arquitetura x péssima usabilidade </li></ul>
Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>É sempre bom lembrar de: </li></ul><ul><li>Consistências e padr...
Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Pessoas diferentes navegam e usam sistemas de maneiras diferent...
Considerações finais <ul><li>ALGUMAS BOAS PRÁTICAS </li></ul><ul><li>Um site corporativo e uma intranet não devem seguir a...
Considerações finais <ul><li>REFERÊNCIAS </li></ul><ul><li>Navegação larga e profunda </li></ul><ul><li>Yahoo! Foods -  ht...
Considerações finais <ul><li>REFERÊNCIAS </li></ul><ul><li>Navegação orgânica </li></ul><ul><li>liveplasma -  http://www.l...
Considerações finais <ul><li>REFERÊNCIAS </li></ul><ul><li>Linha do tempo </li></ul><ul><li>Classic Motown -  http://class...
Dúvidas? Luciana Ribeiro - arquiteturadeinformacao@gmail.com
Obrigada! Luciana Ribeiro - arquiteturadeinformacao@gmail.com
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Palestra Jump

1.217 visualizações

Publicada em

Esta palestra fez parte do Training Program sobre Arquitetura de Informação em Projetos Web ministrado por Guilhermo Reis na Jump Education.

Publicada em: Tecnologia
0 comentários
7 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.217
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
70
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
7
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Palestra Jump

  1. 1. Arquitetura de Informação em Projetos Web Training Program – 19 e 20 de setembro de 2008 Estratégias, Melhores Práticas e Processos em AI
  2. 2. Luciana Ribeiro - arquiteturadeinformacao@gmail.com Arquitetura de Informação em Projetos Web Case de Arquitetura de Informação
  3. 3. Agenda <ul><li>Apresentação </li></ul><ul><li>O processo da AI </li></ul><ul><li>Case </li></ul><ul><li>Considerações finais </li></ul>© 2008 JumpEducation
  4. 4. Apresentação <ul><li>APRESENTAÇÃO </li></ul>
  5. 5. Apresentação <ul><li>Blog </li></ul><ul><li>http://paperframe.blogspot.com/ </li></ul><ul><li>Linked in </li></ul><ul><li>http://www.linkedin.com/in/luribeiro </li></ul><ul><li>E-mail </li></ul><ul><li>[email_address] </li></ul>
  6. 6. Apresentação
  7. 7. Apresentação <ul><li>INTERNET </li></ul>Conteúdo Webwriting Arquitetura de informação
  8. 8. O processo da AI <ul><li>O PROCESSO DA AI </li></ul>
  9. 9. O processo da AI <ul><li>A arquitetura de informação é responsável pela definição da estrutura do site: menus, navegação, usabilidade, conteúdos prioritários, “peso” de cada elemento (a posição e o espaço ocupado pelo elemento na tela), padrões e comportamentos dos objetos. </li></ul>
  10. 10. O processo da AI <ul><li>Um site pode ser construído com diferentes intenções, dentre as quais: </li></ul><ul><li>Marcar presença na web; </li></ul><ul><li>Difundir informação; </li></ul><ul><li>Vender produtos e serviços; </li></ul><ul><li>Melhorar a imagem corporativa; </li></ul><ul><li>Otimizar o atendimento ao cliente; </li></ul><ul><li>Captar, conhecer e fidelizar novos clientes; </li></ul><ul><li>Ampliar a visibilidade da marca; </li></ul><ul><li>Realizar transações comerciais; </li></ul><ul><li>Expandir mercados; </li></ul><ul><li>Reduzir custos; </li></ul><ul><li>Agilizar a operação. </li></ul>
  11. 11. O processo da AI <ul><li>Para cada intenção, uma solução diferente de AI. </li></ul>
  12. 12. O processo da AI <ul><li>O DESAFIO DA INDÚSTRIA AUTOMOBOLÍSTICA E DOS ARQUITETOS DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>Designers da indústria automobilística </li></ul><ul><li>Desafio: criar carros inovadores, bonitos, exclusivos dentro das limitações impostas pelo modelo consagrado das quatro rodas, da direção do lado esquerdo, da posição do câmbio, dos pedais e dos instrumentos do painel, etc. </li></ul><ul><li>Arquitetos de informação </li></ul><ul><li>Desafio: desenhar sites inovadores, bonitos, exclusivos dentro das limitações impostas pela resolução de tela, usabilidade, acessibilidade, tecnologias utilizadas, etc. </li></ul>
  13. 13. O processo da AI <ul><li>O DESAFIO DA INDÚSTRIA AUTOMOBOLÍSTICA E DOS ARQUITETOS DE INFORMAÇÃO </li></ul><ul><li>A grande diferença está na visão dos clientes. </li></ul><ul><li>Enquanto o pessoal da indústria automobilística lida muito bem com as limitações e convenções estabelecidas em seu negócio, o pessoal do marketing não encara os sites dessa maneira. </li></ul>
  14. 14. O processo da AI <ul><li>Foco no usuário x foco no cliente </li></ul><ul><li>No dia-a-dia muitas vezes somos levados a atender as necessidades do cliente e não as do usuário. </li></ul><ul><li>Nosso desafio: catequizar os clientes sobre a importância do foco no usuário. </li></ul><ul><li>A responsabilidade da AI sobre o branding </li></ul><ul><li>Todas as escolhas de AI de um projeto têm estreita relação com o branding: </li></ul><ul><li>• hierarquia das informações; </li></ul><ul><li>• rotulação; </li></ul><ul><li>• escolha de uma navegação por temas, por público ou por qualquer outro critério. </li></ul>
  15. 15. O processo da AI <ul><li>METODOLOGIA </li></ul>Info-estrutura Fluxo de navegação Wireframes
  16. 16. O processo da AI <ul><li>SITUAÇÕES POSSÍVEIS </li></ul><ul><li>Site sem qualquer tipo de teste </li></ul><ul><li>Site testado informalmente </li></ul><ul><li>Site testado ao final do projeto </li></ul><ul><li>Teste no site atual antes do projeto do novo site </li></ul><ul><li>Teste no protótipo do projeto </li></ul>
  17. 17. Case <ul><li>CASE </li></ul>
  18. 18. Case <ul><li>NOVO SITE VISA VALE </li></ul><ul><li>Desafio: </li></ul><ul><li>Criar um site que atenda os 3 públicos do cliente: usuários, empresas e estabelecimentos. </li></ul>
  19. 19. Case <ul><li>PROCESSO </li></ul><ul><li>Benchmark e análise da concorrência </li></ul><ul><li>Elaboração da info-estrutura </li></ul><ul><ul><li>Definição dos conteúdos para cada público </li></ul></ul><ul><ul><li>Conteúdos comuns </li></ul></ul><ul><ul><li>Hierarquia das informações </li></ul></ul><ul><ul><li>Menus </li></ul></ul><ul><li>Criação dos wireframes </li></ul><ul><li>Protótipo </li></ul>
  20. 20. Case <ul><li>PROCESSO </li></ul><ul><li>Teste de usabilidade </li></ul><ul><li>Site </li></ul>
  21. 21. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  22. 22. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Quem somos </li></ul><ul><li>Área institucional do site. Pretende apresentar a empresa ao público. Por meio dos atributos principais da Visa Vale deve ajudar as empresas a vencer os medos de uma mudança. Ressaltar que a Visa Vale está entre as líderes do setor e que não importa o tamanho da empresa, ela oferece soluções para 1 ou 1 milhão de funcionários. </li></ul><ul><li>Incluir relação de clientes. </li></ul><ul><li>Incluir testemunhais – “Quem prova recomenda”: o cliente Visa Vale tem orgulho de trabalhar com esse produto de vanguarda. </li></ul><ul><li>Incluir área de “Responsabilidade Social”. </li></ul><ul><li>O item “trabalhe conosco” sai desta área e vai para o menu principal. </li></ul><ul><li>Os itens “Visão geral do negócio” e “Visão, missão e valores” saem. </li></ul><ul><li>Incluir área de “Parceiros”. </li></ul><ul><li>Apresentar o macro-fluxo com cadeia de valor que no site atual está em “Produtos”. </li></ul>
  23. 23. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  24. 24. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>PAT </li></ul><ul><li>Área de informações sobre a legislação do setor. Tem como público-alvo o empresário. </li></ul><ul><li>Incluir simulação. </li></ul><ul><li>Incluir área de Novidades. </li></ul><ul><li>Incluir FAQ (Referência: site do Ministério do Trabalho). </li></ul><ul><li>Diferenciar as informações por públicos: pequenas e micro empresas, empresas médias e grandes empresas. </li></ul><ul><li>Incluir um “alt” ou outro recurso no item “PAT” do menu para dar o significado da sigla. </li></ul><ul><li>Deixar o link para o Ministério do Trabalho mais explícito. </li></ul>
  25. 25. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  26. 26. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Produtos </li></ul><ul><li>Área de exposição dos produtos Visa Vale no site. </li></ul><ul><li>Apresentar as mesmas informações de uma maneira mais dinâmica, mais vendedora. </li></ul><ul><li>Incluir usuário no foco, que atualmente é exclusivo para empresa. Municiar o usuário de informações para falar com o RH. </li></ul><ul><li>Incluir funcionalidade “indique para o seu RH”. </li></ul><ul><li>Incluir situação de uso em imagens ilustrativas. </li></ul><ul><li>O fluxo operacional sai desta área e vai para “Quem somos”. </li></ul>
  27. 27. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  28. 28. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Seja nosso cliente </li></ul><ul><li>Área de persuasão e atração de prospects. </li></ul><ul><li>Incluir informações e cadastro sobre licitações, voltadas para administração pública. </li></ul><ul><li>Incluir uma apresentação com argumentos de vendas </li></ul><ul><li>A Visa Vale ficou de definir como vai gerir com os bancos o encaminhamento do cadastro do prospect, se continua como está, se direciona o prospect diretamente para o site do banco, se devolve a ele uma </li></ul><ul><li>relação com banco/agência/gerente mais próximos para entrar em contato. </li></ul><ul><li>Se acertada negociação com os bancos, incluir “Experimente Visa Vale” (“teste-drive” dos produtos). </li></ul>
  29. 29. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  30. 30. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Estabelecimentos </li></ul><ul><li>Canal de relacionamento com os estabelecimentos, clientes e prospects. </li></ul><ul><li>Criar uma resposta automática para o envio de cadastro. </li></ul><ul><li>Criar um canal de recebimento de críticas e sugestões. </li></ul><ul><li>Incluir o número da maquineta no formulário do cadastro caso o estabelecimento já seja cliente Visanet. </li></ul><ul><li>Criar área “vendedora” e destacar “reembolso imediato” e número de usuários. </li></ul><ul><li>Incluir notícias e promoções. </li></ul>
  31. 31. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  32. 32. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Usuários </li></ul><ul><li>Canal de relacionamento com os usuários dos cartões Visa Vale. </li></ul><ul><li>Criar um guia do usuário em Flash (referência: livreto produzido pela Visa Vale) </li></ul><ul><li>Incluir um cadastro para envio de e-mail marketing com opt-in/opt-out (dados do formulário: número do cartão refeição, número do cartão alimentação, nome, e-mail, empresa, telefone, cidade, estado) </li></ul>
  33. 33. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  34. 34. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul><ul><li>Empresas </li></ul><ul><li>Canal de relacionamento com as empresas-clientes, onde são feitas as transações do site. </li></ul><ul><li>Criar uma página única de entrada na área logada, uma home da empresa, com todas as suas informações e acesso para todas as funcionalidades da área logada. </li></ul><ul><li>Criar em um ambiente específico para a área logada um ambiente transacional, sem os menus do site institucional. </li></ul><ul><li>Incluir botão “sair”, para sair do ambiente transacional e voltar para o site institucional. </li></ul><ul><li>Incluir Demo e Ajuda para as transações. </li></ul><ul><li>Se a empresa tiver um só contrato, eliminar o dropdown de escolha de contrato. </li></ul><ul><li>Separar os cadastros do interlocutor e do funcionário. </li></ul><ul><li>Rever tipo de interlocutor. Visa Vale precisa rever os campos do cadastro de interlocutores. </li></ul><ul><li>Considerar a possibilidade de incluir um botão “excluir funcionário” nos dados do funcionário dentro da área de novo pedido e acabar com a área de usuário. </li></ul><ul><li>No pedido, incluir um calendário com negrito nas datas possíveis de disponibilização e cinza rebaixado nas datas anteriores. </li></ul>
  35. 35. Case <ul><li>INFO-ESTRUTURA </li></ul>
  36. 36. Case <ul><li>WIREFRAMES – CONSIDERAÇÕES GERAIS </li></ul><ul><li>Humanização da comunicação </li></ul><ul><ul><li>Todas as versões apresentam um grande destaque conceitual para mostrar os benefícios Visa Vale. </li></ul></ul><ul><li>Segmentação </li></ul><ul><ul><li>Todas as versões apresentam destaques por públicos. </li></ul></ul><ul><li>Dinamismo </li></ul><ul><ul><li>Em todas as propostas foi prevista uma área de destaque principal com chamadas atualizadas de notícias ou conteúdos diversos do site. </li></ul></ul>
  37. 37. Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 1 </li></ul><ul><li>Concentra os menus e login no cabeçalho do site, mantendo-os perenes. Essa estrutura não é apresenta por nenhum site concorrente. </li></ul><ul><li>Na área logada transacional esse cabeçalho muda de comportamento para abrigar os menus pertinentes a ela. </li></ul><ul><li>Área de logos dos bancos com bastante respiro para suportar a entrada de novos parceiros. </li></ul>
  38. 38. Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 1 </li></ul>
  39. 39. Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 2 </li></ul><ul><li>Distribui de maneira mais espaçada os menus. </li></ul><ul><li>Mantém os elementos de interação à direita e conteúdo à esquerda. </li></ul><ul><li>A área logada do site não seguirá essa estrutura. </li></ul><ul><li>Área de logos dos bancos com bastante respiro para suportar a entrada de novos parceiros. </li></ul>
  40. 40. Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 2 </li></ul>
  41. 41. Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 3 </li></ul><ul><li>Distribui os menus e os elementos de interação em duas áreas: topo e esquerda da página. </li></ul><ul><li>Inclui elementos gráficos para trazer mais leveza à página. </li></ul><ul><li>A área logada do site não seguirá essa estrutura. </li></ul>
  42. 42. Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 3 </li></ul>
  43. 43. Case <ul><li>WIREFRAME – VERSÃO 4 </li></ul>
  44. 44. Case <ul><li>WIREFRAME – CENTRAL DE PEDIDOS </li></ul>
  45. 45. Case <ul><li>TESTE DE USABILIDADE </li></ul><ul><li>Maior destaque para menu de públicos </li></ul><ul><li>Maior destaque para área de login </li></ul>
  46. 46. Case
  47. 47. Considerações finais <ul><li>Considerações finais </li></ul>
  48. 48. Considerações finais <ul><li>LIMITAÇÕES DO DIA-A-DIA </li></ul><ul><li>Regras de negócio </li></ul><ul><li>Restrições tecnológicas </li></ul><ul><li>Idiossincrasias do cliente </li></ul>
  49. 49. Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Foco no sistema – sem usabilidade </li></ul>
  50. 50. Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Preocupação com o usuário – ótima usabilidade </li></ul>
  51. 51. Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Boa arquitetura x péssima usabilidade </li></ul>
  52. 52. Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Boa arquitetura x péssima usabilidade </li></ul>
  53. 53. Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>É sempre bom lembrar de: </li></ul><ul><li>Consistências e padrões </li></ul><ul><li>Comportamento de menus/Complexidade da navegação </li></ul><ul><li>Carga de memorização/Facilidade de aprendizado </li></ul><ul><li>Resposta a ações </li></ul><ul><li>Uso criterioso do Flash e de outras tecnologias </li></ul>
  54. 54. Considerações finais <ul><li>USABILIDADE </li></ul><ul><li>Pessoas diferentes navegam e usam sistemas de maneiras diferentes. </li></ul><ul><li>Por isso... </li></ul><ul><li>É importante oferecer vários caminhos e recursos. </li></ul>Menus Busca Alt Tecla TAB em forms Atalhos ...
  55. 55. Considerações finais <ul><li>ALGUMAS BOAS PRÁTICAS </li></ul><ul><li>Um site corporativo e uma intranet não devem seguir a estrutura da empresa, mas uma estrutura lógica e hierarquizada da oferta da informação. </li></ul><ul><li>A navegação da home page pode ser diferente da navegação do restante do site. Mas não totalmente diferente. </li></ul><ul><li>Labels os mais óbvios possível. </li></ul><ul><li>Caminho de rato (brand crumb) em todas as páginas de sites com mais de 3 níveis. </li></ul><ul><li>Caixa de busca em todas as páginas. </li></ul>
  56. 56. Considerações finais <ul><li>REFERÊNCIAS </li></ul><ul><li>Navegação larga e profunda </li></ul><ul><li>Yahoo! Foods - http://food.yahoo.com/ </li></ul>
  57. 57. Considerações finais <ul><li>REFERÊNCIAS </li></ul><ul><li>Navegação orgânica </li></ul><ul><li>liveplasma - http://www.liveplasma.com/ </li></ul>
  58. 58. Considerações finais <ul><li>REFERÊNCIAS </li></ul><ul><li>Linha do tempo </li></ul><ul><li>Classic Motown - http://classic.motown.com/timeline/ </li></ul>
  59. 59. Dúvidas? Luciana Ribeiro - arquiteturadeinformacao@gmail.com
  60. 60. Obrigada! Luciana Ribeiro - arquiteturadeinformacao@gmail.com

×