A população em movimento

2.205 visualizações

Publicada em

Aula do curso "Aprimoramento para o Enem" sobre as atuais mudanças populacionais no Brasil.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.205
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.840
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
56
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A população em movimento

  1. 1. Prof. Léo Miranda
  2. 2. A população brasileira está aumentando? Projeções de população IBGE
  3. 3. Mais e menos populosos
  4. 4. O que está mudando? Jovens (0 – 19 anos) Adultos (20 – 59 anos) Idosos (60 anos ou +)
  5. 5. Sugestao de questão As mudanças na configuração da população brasileira podem ser observadas nas pirâmides etárias de 2013, 2040 e 2060. Sobre as mudanças anunciadas, fica evidente A) o crescimento da população adulta entre 2040 e 2060. B) a reposição dos adultos pelo número crescente de jovens. C) a redução do número de jovens e idosos nos três momentos. D) a diminuição da população em idade ativa entre 2040 e 2060. E) o aumento dos gastos com a redução da mortalidade infantil.
  6. 6. Transição Demográfica 1940 1960 EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA (1940-1960) 2016
  7. 7. Redução da Mortalidade INDUSTRIALIZAÇÃO (1930) URBANIZAÇÃO MELHORIAS MÉDICO-SANITÁRIAS AUMENTO ESPERANÇA DE VIDA AO NASCER
  8. 8. O aumento da expectativa de vida
  9. 9. Consequências Aumento dos gastos previdenciários
  10. 10. Fator Previdenciário Desestímulo a aposentadoria precoce (tempo de contribuição) CÁLCULO f = Tc x a / ES x [ 1+ (Id + Tc x a) / 100 ] (Tc) Tempo de Contribuição no momento da aposentadoria (em anos) (Id) Idade momento aposentadoria (em anos) (Es) Expectativa de Sobrevida no momento da aposentadoria (em anos) (a) Alíquota de Contribuição – dado fixo na fórmula = 0,31
  11. 11. Exemplo: Homem  35 anos de contribuição e 50 anos de idade 35 x 0,31/ 75 x [1+ (50 x 0,31)/100] = 0,23 OU 23% SALÁRIO PISO: R$870,99 – 23% = R$670, 66 (-R$200,36) OBS: Não há como receber menos que o piso! Somente uma simulação! TETO : R$5147,38 – 23% = R$3963,48 (-R$1.1183.90)
  12. 12. PROBLEMAS! 1º ) A maior parte dos brasileiros se aposenta por tempo de contribuição (50 a 54 anos de idade)! 2º) Com o aumento da expectativa de vida, os gastos públicos crescem rapidamente!
  13. 13. Mudanças a vista
  14. 14. Como é em outros países?
  15. 15. Fecundidade
  16. 16. Fecundidade Por que a fecundidade permanece acima da taxa de reposição no Norte e Nordeste?
  17. 17. Menos crianças Causas •Intensificação do processo de urbanização •Acesso aos métodos contraceptivos •Inserção da mulher no mercado de trabalho •Maior escolaridade e renda •Mudanças culturais Consequências •Retração do crescimento vegetativo/natural; •Redução da razão de dependência.
  18. 18. O “Bônus Demográfico” ou “Janela de Oportunidades” no de pessoas com até 14 anos (crianças) + no de pessoas com 65 ou mais (idosos) x 100 no de pessoas entre 15 e 64 anos (PIA) Causas •Aumento da expectativa de vida •Redução da fecundidade
  19. 19. O “Bônus Demográfico” ou “Janela de Oportunidades”
  20. 20. O “Bônus Demográfico” ou “Janela de Oportunidades”
  21. 21. Como aproveitar o “bônus” ou “oportunidade”? • Maior investimento em educação • • Aumento da geração de empregos formais (com carteira)
  22. 22. Fecundidade
  23. 23. Por que as mulheres são maioria no setor de comércio e serviço? Causas • Maior escolaridade • Diminuição da participação do setor industrial (manufaturas) na economia do país
  24. 24. PROBLEMAS! 1º ) As mulheres ainda recebem em média 70% do salário dos homens no Brasil! 2º) Empregadores tendem a dar preferência para a contratação de homens em virtude da licença maternidade! 3º) As mulheres são mais afetadas por contratos trabalhistas precários!
  25. 25. O Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) • Criado em 2012  PNUD Brasil, Ipea e Fundação João Pinheiro • Fonte de dados  Censos 1991, 2000, 2010. (5.565 municípios brasileiros) • Importância: A) Contraponto ao PIB A) Comparação entre municípios C) Estímulo a melhoria
  26. 26. Como é calculado?
  27. 27. Qual a diferença entre o IDHM e o IDH Global? Metodologias DIFERENTES!!
  28. 28. Distribuição da Renda R$ 880,00 (2016) ATÉ R$ 1760,00 ATÉ R$ 2640,00 ATÉ R$4400,00

×