Informe Rural - 05/12/13

188 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
188
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informe Rural - 05/12/13

  1. 1. Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural Informativo do Sistema Público da Agricultura - Ano II - Edição n° 55 - Brasília, 05 de dezembro de 2013. Flores da agricultura familiar ganham espaço em shopping da cidade Nesta quinta-feira (5), a Cooperativa de Flores e Plantas Ornamentais do Distrito Federal (Multiflor) inaugurou uma loja no Pátio Brasil Shopping. O espaço foi cedido gratuitamente, por um ano, graças à articulação feita pela Emater-DF, Neo Eventos e Multiflor, após o sucesso da Feira Nacional de Flores e Plantas Ornamentais (Festflor Brasil), realizada em outubro. A extensionista rural da Emater-DF, Regina Lúcia da Cunha Lima, considera a iniciativa um presente para a extensão rural. “É uma vitória que não tem como mensurar. São quatro anos de fundação oficial da cooperativa e agora a população poderá adquirir produtos que têm como diferenciais: serem de Brasília, da agricultura familiar e produzidos, principalmente, por mulheres”. O objetivo dessa parceria é permitir que os produtos locais sejam mais acessíveis à população, pois a comercialização é um grande desafio para a agricultura familiar. A loja permitirá que o consumidor compre flores, plantas ornamentais e cachepôs diretamente do produtor, contribuindo para o desenvolvimento local. A produtora rural Mirian Camargo diz que, com um ponto de comercialização fixo, vai conseguir planejar melhor a produção. “Vendíamos nossas plantas eventualmente em algumas feiras organizadas pela Emater e acabávamos perdendo parte da produção quando não tínhamos onde vender. Agora o consumidor e nossos clientes poderão nos encontrar com mais facilidade”, conta. “A floricultura é uma atividade favorável para o desenvolvimento das famílias rurais, já que não é preciso ter grandes extensões de terra para a produção”, fala o diretor-executivo da Emater, Carlos Banci. Ele parabenizou, também, o trabalho dos técnicos envolvidos com a cooperativa. Para o secretário adjunto de Agricultura, Nilton Guimarães, a extensão rural se dedica a determinadas causas e adota como modelo de vida um comportamento favorável ao crescimento do produtor. Ele cita a Multiflor, a Cootaquara e a Copas apenas como alguns dos exemplos desse trabalho. O coordenador do programa de floricultura da Emater-DF, Cleison Duval, destacou a importância do trabalho conjunto e lembrou, também, dos diversos parceiros institucionais que contribuem, de alguma forma, para o desenvolvimento do setor da floricultura no DF como o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Distrito Federal (Sescoop/OCDF), a Sudeco, a Neo Eventos, a Fundação Banco do Brasil, o Ministério da Agricultura, o florista Batista Reis e o deputado Joe Valle. Cores e sabores Juntamente com a inauguração da loja, será aberta uma feira com as cores e os sabores do DF rural. Artesanato e produtos de agroindústrias locais serão comercializados até domingo (8) no shopping. A Multiflor A Multiflor existe há quatro anos e congrega 54 cooperados. Cerca de 80% são mulheres e mais de 70% são de base familiar. A cooperativa surgiu a partir do trabalho da Emater-DF, que mobilizou famílias do núcleo rural Rio Preto para a inclusão social, geração de renda e transformação da realidade local. Além da produção de flores, a Multiflor abriga o grupo Multifibras, que reúne quase 50 mulheres e seus filhos, que produzem cachepôs e caixinhas com fibra de bananeira. O artesanato, vendido em parceria, agrega valor ao produto e embeleza as flores, chamando a atenção do consumidor.
  2. 2. Cooperativa busca ampliar atividades De 12 mil litros de leite processados por dia para 30 mil daqui a um ano: essa é a meta da Cooperativa Agropecuária de São Sebastião (Copas). Para isso, a organização está ampliando as instalações e fortalecendo o diálogo com os cooperados. A entidade conta com o apoio da Emater-DF, que por meio de programas específicos, tem buscado qualificar os trabalhadores e pequenos produtores rurais para aumentar a base de filiados à cooperativa. Segundo o presidente da Copas, Luiz Torres, a reforma da sede deve ser concluída no final deste ano. “Estamos triplicando a área de processamento, de 100m² para 300m². Com isso, poderemos aumentar e diversificar a produção”, explica. Atualmente, a Copas produz leite, bebida láctea, iogurte, manteiga, queijo frescal e ricota. “Queremos fabricar outros tipos de queijo, como o Candango”, planeja Luiz. A Copas tem buscado promover vários benefícios para os cooperados. Recentemente, firmou parceria com empresas para compras coletivas de sementes de milho e ração para gado. “Estamos participando também do Programa de Alimento Seguro (PAS-Leite), o que vai resultar em aprimoramento técnico dos nossos produtores”, revela Luiz Torres. O PAS-Leite visa a melhoria da qualidade do leite, envolvendo toda a cadeia produtiva — produção, transporte, industrialização, armazenamento e distribuição. O programa é uma parceria do Ministério da Agricultura, Sebrae, Embrapa e Senar e conta com apoio da EmaterDF. Luiz Torres ressalta a importância do trabalho da Emater-DF. “Além de qualificar os produtores e trabalhadores do Distrito Federal, possibilitando a ampliação do número de cooperados, a empresa tem nos ajudado muito nas compras institucionais e projetos de crédito”, aponta o presidente da Copas. A cooperativa entrega leite e derivados para o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e o Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Assistência técnica — A coordenadora do Programa de Pecuária Leiteira da Emater-DF, Flávia Lage, reforça a importância do trabalho da empresa na capacitação da mão de obra e na assistência técnica aos produtores. “Por meio de projetos como o Brasília Leite Sustentável, que visa oferecer tecnologia adaptada a pequenas propriedades, temos alcançado bons resultados na atividade. Assim, contribuímos para o fortalecimento da cadeia produtiva no DF”, resume Flávia. Fiscais da Seagri fecham abatedouro clandestino Fiscais da Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri) fecharam abatedouro clandestino de suínos que funcionava no bairro Nossa Senhora de Fátima, em Planaltina-DF, no sábado (30). No momento da operação, dois suínos que haviam acabado de ser abatidos eram destrinchados. A abordagem foi feita após denúncia anônima e com trabalho de inteligência. Os ficais realizaram duas visitas à paisana, no local, antes de realizar a operação. Os abates eram realizados todos os finais de semana e sem nenhuma condição de higiene. O local não era esterilizado e a carne ficava exposta após o abate. “Carne que você não sabe de onde veio e como foi abatida é um risco à saúde. É mais barato, mas você corre o risco de se alimentar com uma carne totalmente insalubre”, alertou Fábio Azevedo, chefe do Núcleo de Fiscalização da Divisão de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal e Animal da Seagri. Os suínos pesavam 300kg e 200kg. O dono do local responderá a Processo Administrativo Disciplinar e poderá levar advertência e pagar multa que varia de R$ 2.240,00 até 50 vezes este valor. Após análise, a carne suína será doada ao zoológico.
  3. 3. Fashion Inclusivo desfila na Ceasa O Projeto Fashion Inclusivo realizou um desfile na Ceasa, na manhã de sábado, 30 de novembro, ocasião em que 25 modelos usaram a passarela montada na entrada do Mercado do Produtor, a Pedra, onde empolgaram o público presente. O evento foi organizado pela Ceasa com o objetivo de divulgar a campanha a favor do consumo de frutas, verduras e legumes no DF, que a Ceasa está desenvolvendo juntamente com os ministérios da Educação, Agricultura e Saúde, além de outros órgãos federais e do GDF, ligados ao setor de abastecimento. O projeto Fashion Inclusivo nasceu em Sobradinho, em 2010, e seu objetivo é proporcionar às pessoas com deficiência situações que as levem a aumentar a confiança e autoestima com a participação em desfiles de moda. “Nossas bandeiras são a luta contra o preconceito, a falta de estrutura física adequada e a divulgação dos direitos dos que têm alguma deficiência”, disse a idealizadora e coordenadora do projeto, Ângela Ferreira. O presidente da Ceasa-DF, Wilder Santos, prestigiou com sua equipe o evento e explicou que hoje a Ceasa trabalha com vários projetos sociais e que a presença do Fashion Inclusivo fortalece a atuação da Ceasa no campo social. “Espero que outras iniciativas desse tipo aconteçam aqui. Um dos objetivos da gestão da Ceasa é dar apoio às ações que fortaleçam as conquistas sociais que Brasília precisa”, disse Wilder Santos. Sobre a campanha para aumentar o consumo de frutas, verduras e legumes, o presidente da Ceasa afirmou que ela segue no âmbito interno, conscientizando os empresários, produtores rurais e outros setores da Ceasa, e que a partir de 2014 o foco da campanha será o público consumidor. “É um trabalho muito importante para a saúde alimentar da nossa população, principalmente das crianças e adolescentes nas escolas”, disse Wilder Santos. O deputado ruralista Joe Valle, cujo mandato apoia o Fashion Inclusivo desde o início, também prestigiou com sua equipe o desfile na Ceasa, que foi aplaudido por centenas de pessoas, entre milhares que, aos sábados, visitam a Pedra. “Além da importância que o Fashion Inclusivo possui para as famílias dos modelos, destacamos que o consumo de frutas, verduras e legumes, também é importante para a saúde”, disse o parlamentar. Informativo produzido pelas assessorias de comunicação social: Secretaria de Agricultura e Desenvolvimento Rural (Seagri-DF) - 3051-6347 Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater-DF) - 3340-3002 Centrais de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa-DF) - 3363-1024 Siga o Sistema Agricultura nas redes sociais: facebook.com/SeagriDF facebook.com/ematerdistritofederal facebook.com/ceasa-df twitter.com/ematerdf

×