Combate e prevenção de incendio nr23

736 visualizações

Publicada em

combate e prevenção de incendio nr23

Publicada em: Direito
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
736
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
105
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Combate e prevenção de incendio nr23

  1. 1. COMBATE E PREVENÇÃO AO INCÊNDIO NR - 23
  2. 2. EXTINTORES DE PÓ QUÍMICO SECO
  3. 3. INTRODUÇÃO Extintor de incêndio é um equipamento de  segurança que possui a finalidade de extinguir ou  controlar incêndios em casos de emergências. Em  geral é um cilindro que pode ser carregado até o  local do incêndio, contendo um agente extintor sob  pressão.
  4. 4. História O médico alemão M. Fuchs inventou em 1734 bolas de vidro  cheias de um solução salina  destinadas a ser atiradas no  fogo.  O  moderno  extintor  de  incêndio  automático  foi  inventado  por  um militar inglês,  o  Capitão George  William  Manby,  depois  de  ter  presenciado  um  incêndio  em 1813 em Edimburgo que  começou  no  quinto  andar  de  um edifício no qual as mangueiras não alcançavam devido a  altura da edificação. Nada pode fazer para evitar que o fogo  se espalhasse e tomasse o quarteirão. Vendo tal fato o Capitão George, declarou que convicto que  a  aplicação  de água num  momento  crítico,  mesmo  em  pequena  quantidade,  exerce  efeito.  Porém  utilizando  uma  quantidade  muito  superior  num  momento  posterior  não  surtiria  efeito  pois  na  velocidade  em  que  as  chamas  se  propagam a destruição é certa.
  5. 5. História Em 1816 ele  inventou  um  aparelho  cilíndrico  de cobre, com sessenta centímetros de altura e  capacidade de quinze litros. Era envasado com  até  três  quartos  de  um  líquido  que  Manby  descrevia  como  fluido  anti-chamas  como  uma  solução  de  potassa  cáustica.  O  espaço  restante era cheio de ar comprimido.
  6. 6.   Os  extintores  precisam  ter  sua  carga  renovada  regularmente,  em  intervalos  estabelecidos  pelo  fabricante.  Em  geral  estes  variam de um a cinco anos. Em  intervalos  maiores  o  cilindro  do  extintor  precisa  passar  por  um  teste  hidrostático  para  determinar se ele possui vazamentos ou algum  outro  dano  estrutural  que  prejudique  o  seu  funcionamento.  Há  novos  extintores  que  tanto  o cilindro quanto sua carga valem cinco anos, e  após o uso não tem mais utilização do cilindro  como os antigos. Manutenção
  7. 7. Ir p/ primeira página Classe dos Incêndios CLASSE  ACLASSE  A – Fogo  em  materiais  sólidos  .  Caracteriza-se  por  queimar  em  superfície  e  profundidade  .  Após  a  queima  deixam  resíduos. EX. tecido, madeira, papel, capim, etc. CLASSE  B – Fogo  em  líquidos  inflamáveis.  Caracteriza  por  queimar-se  na  superfície,  não  deixando  resíduos.  Ex.  graxas,  vernizes, tintas, gasolina, álcool, éter, etc. CLASSE  C – Fogo  em  equipamentos  elétricos  energizados.  EX.  motores,  quadros  de  distribuição,  fios  sob  tensão,  computadores,  etc. CLASSE  D – Fogo  em  elemento  pirofóricos.    EX.  Magnésio,  zircônio, titânio, etc. CLASSE  E - São  as  substâncias  radioativas,  tais  como  urânio,  cobalto, césio, rádio, etc. Para ser feita a extinção deste fogo deve- se  ser  aplicado  pó químico  especial.  A  proteção  do  combatente  deste  incêndio  deve  ser  feita  com  EPIs especiais  para  radioatividade.
  8. 8. CLASSES DE INCÊNDIO COMBUSTÍVELENVOLVI DO MÉTODO PRINCIPAL DE EXTINÇÃO AGENTE EXTINTOR A papel, madeira, tecidos, fibras, etc resfriamento água B líquidos inflamáveis e combustíveis (graxa, tinta, verniz, petróleo, derivados, etc). estáticos- abafamento ou quebra de reação química dinâmicos- reação do combustível espuma – pó químico seco – água sob a forma de neblina ou vapor – CO2 C equipamentos elétricos energizados abafamento CO2 – pó químico seco D metais combustíveis (magnésio, alumínio, antimônio, titânio, etc) quebra de reação química pós especiais E Substâncias radioativas: urânio, césio, cobalto, etc... quebra de reação química pós especiais Classe dos Incêndios
  9. 9. TIPOS DE EXTINTORES Extintor de Pó Químico Seco: 1º) Pó Químico Pressurizado: pode haver perda de carga devido a petrificação do pó. 2º) Pó Químico Especial: usado para incêndios em classe D. Os extintores de pó químico seco podem ser usados em todas as classes de incêndios, não devem ser usados em centrais telefônicas ou computadores porque deixam resíduos
  10. 10. Agentes extintores Os extintores são carregados com agentes extintores que ajudam a combater um princípio de incêndio. Diferentes agentes combatem princípios de incêndios usando suas diferentes propriedades, podendo ser mais ou menos eficazes dependendo do material que está em combustão. Bicarbonato de sódio, também chamado de Pó Químico BC, é usado para apagar incêndios de líquidos e gases inflamáveis e equipamentos elétricos. Fosfato monoamônico, também chamado de Pó ABC, extingue incêndios de sólidos, líquidos, gases e eletricidade.
  11. 11. EXTINTOR DE PÓ QUÍMICO SECO O agente extintor pode ser o BICARBONATO DE SÓDIO ou de POTÁSSIO que recebem um tratamento para torná-los em absorvente de umidade.O agente propulsor pode ser o GÁS CARBÔNICO ou NITROGÊNIO. O agente extintor forma uma nuvem de pó sobre a chama que visa a exclusão do OXIGÊNIO; posteriormente são acrescidos à nuvem, GÁS CARBÔNICO e o VAPOR DE ÁGUA devido a queima do PÓ.
  12. 12.                     USO DE EXTINTORES  PORTÁTEIS  O extintor tipo "Químico Seco" usar-se-á nos fogos das Classes B e C. As unidades de tipo maior de 60 a 150 kg deverão ser montadas sobre rodas. Nos incêndios Classe D, será usado o extintor tipo "Químico Seco", porém o pó químico será especial para cada material.
  13. 13. USO DE EXTINTORES PORTÁTEIS SOB RODAS 
  14. 14. Equipamentos mais leves e versáteis, indicado para as classes de fogo A, B e C. Reagem quimicamente com o fogo interrompendo a reação em cadeia da combustão. O Agente extintor funde-se em temperaturas elevadas, formando uma película sobre os materiais (classe A) reduzindo a concentração de oxigênio. Mais eficientes no combate ao fogo. Maior facilidade de operação - podem ser operados por qualquer pessoa, independentemente da classe de fogo (A, B ou C). Os extintores de Pó ABC, são mundialmente os mais utilizados para proteção pessoal e patrimonial. Portáteis e Sobre-Rodas; Em diversas capacidades (4, 6, 8 e 12 Kg). Fabricados em aço-carbono de acordo com a Norma Brasileira NBR 10721.
  15. 15. Alunos: Marisa, Danilo, Luiz Henrique, Alex

×