Assembleia batista

2.629 visualizações

Publicada em

assuntos da relevancia do culto batista

Publicada em: Espiritual
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.629
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
115
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Assembleia batista

  1. 1. Classe de Doutrinas PIB Barro Vermelho Prof.: Uhuxiley Emmerich Eclesiologia Como funciona as Assembleias de uma Igreja Batista
  2. 2. COMO FUNCIONA AS ASSEMBLÉIAS DE UMA IGREJA BATISTA: ''Uma Igreja Batista é uma democracia. A democracia, segundo a definição de Wycliffe, usada por Lincon, ''é o governo do povo pelo povo e para o povo''. Numa democracia todos têm o direito de votar. As decisões são tomadas pela maioria...'' Numa Igreja Batista, o pastor não manda na igreja, ele exerce o seu ministério com autoridade que lhe é conferida, porém, tudo é discutido, e definido nas assembléias ou sessões, através das decisões tomadas pela maioria dos membros que compõem essa igreja.'' 1. Assembléia da Igreja: ''Chamam-se assembléias reuniões em que os crentes deliberam a respeito de seus trabalhos. As assembléias podem ser regulares (ordinárias) e extraordinárias. Regulares são aquelas que se realizam nos dias já estabelecidos com antecedência, e extraordinárias, aquelas que se realizam conforme necessidades circunstanciais, para tratar de algum assunto que, pela sua urgência, não pode esperar até a assembléia regular.'' ''O pastor, em virtude de seu ofício, é moderador [quem preside as assembléias] de todas as assembléias da Igreja. Mas, em sua ausência ou a seu pedido, um outro membro pode ser escolhido para preencher o seu lugar. 2. Ordem dos Trabalhos de uma Assembléia Regular: 2.1 - Introdução Devocional: ''... Nessa introdução, de uns vinte minutos no máximo, o cântico de hinos, a leitura bíblica, as orações deverão manter o ambiente elevado de tal maneira que esse nível espiritual seja mantido na sessão...'' 2.2 - Expedientes: ''Finda a parte devocional, o Pastor declarará aberta a sessão e dará início ao expediente. Expediente é a ocasião em que são lidos documentos. O primeiro desses documentos é a ata da sessão anterior que o secretário lê e que o pastor aprova se não houver alguma emenda. Lida a ata o Pastor deve dizer: ''Está em discussão a ata que acaba de ser lida. Há alguma emenda? ''. Não havendo emendas, o Pastor declarará a ata aprovada. Em seguida (...) vem a leitura pela secretária de quaisquer documentos enviados à Igreja e que devem merecer registro em ata ou discussão na sessão. Não estando entre esses documentos cartas de transferência enviadas por outras Igrejas. 2.3 - Ordem do dia: ''Numa sessão de Igreja Batista o fato mais importante é a profissão de fé dos novos convertidos. Será esse, então, o primeiro ponto da Ordem do Dia. Em segundo lugar vem o movimento de membros: cartas de transferência recebidas, cartas solicitadas. Em terceiro lugar providências de caráter disciplinar: nomeação de comissões de exortação, relatório de comissões anteriormente nomeadas. Em quarto lugar vem o Relatório da Tesouraria. O tesoureiro da Igreja o lerá e responderá a todas as perguntas que o plenário tenha para fazer (Sugerimos que o Relatório só seja aprovado mediante parecer de uma Comissão de Exame de Contas). Em quinto lugar outros relatórios como, por exemplo, o da Comissão de Exame de Contas e o de Comissões anteriormente nomeadas para tratar de assuntos diversos. Em último lugar quaisquer outros assuntos novos.'' Resumindo, temos: 1 - Introdução Devocional 2 - Expediente: 2.1 - Leitura da Ata Anterior 2.2 - Comunicação 3 - Ordem do Dia: 3.1 - Profissão de Fé 3.2 - Providências de Caráter Disciplinar 3.3 - Movimento de Membros 3.4 - Relatório Financeiro 3.5 - Outros Relatórios 3.6 - Outros Assuntos 3. Quem prepara a Ordem do Dia da Sessão? ''Ela pode ser preparada pelo Pastor ou pela Reunião de Obreiros, ou de Lideres. Quando há assuntos muito complexos na pauta é conveniente haver reunião prévia dos obreiros da Igreja para estudá-los e considerar a oportunidade ou não de colocá-los em debate. Na Sessão, logo depois de terminado o Expediente, o Pastor lerá a Ordem do Dia proposta e consultará a Igreja sobre se a aprova e tem alguma outra matéria urgente pra acrescentar. Uma sessão de Igreja não pode ficar ao sabor das improvisações de membros que desejam discutir assuntos variados. A democracia vive na ordem. Se um membro da Igreja tem algo que julga importante e necessário para a consideração dos irmãos deve procurar o Pastor ou os obreiros, dias antes da sessão, e pedir a inclusão do assunto na Ordem do Dia...'' A reunião de Obreiros é composta de todos que possuem cargos na Igreja, isso não impede, de um membro participar, mesmo que não tenha cargo. No nosso caso, as reuniões ocorrem na semana que antecede a cada Assembléia Regular. 4. Regras Parlamentares: Para que a sessão se desenvolva em ordem, é necessário que os membros tenham conhecimento
  3. 3. das regras parlamentares em uso nas igrejas batistas, que adotam as mesmas usadas pela CBB (Convenção Batista Brasileira): Capitulo I - Dos Debates Art. 1 - Para ser discutido numa sessão, qualquer assunto deverá ser introduzido por uma proposta, devidamente apoiada, salvo pareceres de comissões. Art. 2 - Aquele que desejar falar para apresentar ou discutir uma proposta deverá levantar-se e dirigir-se ao Presidente dizendo: ''Peço a palavra, Sr. Presidente''. Art. 3 - Concedida a palavra, o orador falará, dirigindo-se ao presidente ou à assembléia, expondo o seu assunto e enunciando claramente a sua proposta que, quando for muito extensa ou envolver matéria grave deve ser redigida e encaminhada à mesa. Art. 4 - Feita uma proposta ela só será posta em discussão se receber apoio por parte de outro membro, o qual, dirigindo-se ao Presidente, dirá: ''Apoio a proposta feita'' ou simplesmente ''Apoiado''. Art. 5 - Posta a proposta em discussão, os membros que desejarem falar devem levantar-se e solicitar a palavra ao Presidente. Art. 6 - O Presidente concederá a palavra ao membro que primeiro a solicitar e quando dois ou mais solicitar a palavra ao mesmo tempo, concedê-la- á àquele que estiver mais distante da mesa. Art. 7 - Quando muitos oradores desejarem falar, o Presidente poderá ordenar a abertura de inscrições. Art. 8 - Pôr voto da assembléia pode ser limitado o tempo dos oradores. Art. 9 - Feita uma proposta, apoiada e posta em discussão, qualquer membro pode apresentar uma proposta substitutiva, isto é, uma proposta baseada na que originalmente foi feita mas modificando seus termos ou alcance. Art. 10- Uma proposta substitutiva não pode contrariar fundamentalmente a proposta original. Art. 11- Uma vez proposto é apoiado um substitutivo, a discussão passará a ser feita em torno dele. Art. 12- Encerrada a discussão e posta a votos a proposta substitutiva, se ela vencer, desaparecerá a proposta original; se não vencer, voltará à discussão a proposta original. Art. 13- Feita uma proposta e posta em discussão, qualquer membro pode propor emendas a ela para acrescentar palavras ou frases (emenda aditiva), para suprimir palavras ou frase (emenda supressiva), ou para suprimir palavras ou frases e acrescentar outras. Art. 14 - Apresentada e apoiada a emenda, a discussão passará a ser travada em torno dela. Art. 15- Encerrada a discussão sobre a emenda o Presidente pô-la-a a votos; se vencer, será acrescenta à proposta original, que depois será posta a votos com a emenda. Art. 16- Para facilitar a discussão ou a votação o Presidente poderá dividir uma proposta que conste de vários pontos, submetendo à votação cada ponto separadamente. Art. 17 - Uma proposta substitutiva poderá ser retirada da discussão por solicitação expressa do seu autor, com aquiescência do plenário. Capítulo II - Das Propostas Especiais: A - Para Encerramento da Discussão Art. 18 - A assembléia pode impedir a discussão de matéria já suficientemente esclarecida por meio da aprovação de uma proposta para encerramento imediato da discussão, mesmo havendo oradores inscritos. Parágrafo Único - A proposta para encerramento da discussão deve ser brevemente justificada. B - Para Adiamento Art. 19 - Qualquer membro poderá propor o adiamento por tempo definido ou não da discussão ou votação de assunto em debate, para que sejam oferecidos esclarecimentos, se necessário, ao plenário, ou seja dada preferência a meteria mais urgente. Parágrafo Único - Em qualquer assembléia posterior, qualquer membro poderá propor a volta a debate ou votação de assunto que esteja sobre a mesa. C - Reconsideração Art. 20 - Uma proposta para reconsideração só pode ser feita por um membro que tenha votado a favor quando foi decidido o assunto que desejava ver reconsiderado. Art. 21 - A proposta para reconsideração não pode ser feita na mesma assembléia em que a questão a reconsiderar foi votada. Art. 22 - Vencedora a proposta de reconsideração o assunto anteriormente aprovado volta à discussão, podendo ser confirmada, alterada ou anulada a decisão anterior. D - Que Não Admitem Discussão Art. 23 - São propostas que não admitem discussão, devendo ser imediatamente postas a votos, uma vez apoiadas: a) para adiamento de discussão ou da votação por tempo definido ou indefinido. b) para encerramento das discussões e imediata votação; c) para dirimir dúvidas sobre questões de ordem; d) para responder a consulta da mesa sobre questões de ordem não previstas neste regimento; e) para que o assunto seja entregue ou devolvido a uma Comissão para representação posterior;
  4. 4. f) para a volta aos debates, de assunto que tenha sido adiado; g) para limitar o tempo dos oradores ou da discussão sobre qualquer matéria; h) para prorrogação ou encerramento de sessão; i) para encaminhar o modo de discussão de um parecer ou relatório; j) para a concessão do privilégio da palavra a não membros da igreja; l) para a concessão de honras especiais, manifestações de pesar, de reconhecimento ou de regozijo. Capitulo III - Da Votação Art. 24 - Concluída a discussão, o Presidente anunciará com clareza a proposta que vai ser votada, podendo determinar a sua leitura, se julgar necessário, e então colocará a proposta em votação, utilizando a expressão ''Está em votação'', ou equivalente. Art. 25 - Após a declaração pelo Presidente que a proposta está em votação, a nenhum membro poderá ser concedida a palavra sob nenhuma pretexto, antes que os votos sejam apurados. Art. 26 - Uma vez anunciado que a proposta está em votação, o Presidente deverá pedir os votos a favor. Art. 27 - A seguir o Presidente pedirá que se manifestem aqueles que são contra a proposta e anunciará o resultado da votação. Art. 28 - Quando houver necessidade, a critério da mesa, e nas eleições, os votos devem ser contados. Art. 29 - Podem ser usadas as seguintes formas de votação: a) levantarem uma das mãos os que votam em certo sentido; b) colocarem-se em pé os que votam na direção anunciada; c) permanecerem sentados os que favorecem e levantarem-se os que contrariam a proposta; e) dizerem ''sim'' os que favorecem e ''não'' os que contrariam. Art. 30 - As resoluções da Assembléia serão tomadas por maioria de votos. Art. 31 - Em certas votações é conveniente o uso do escrutínio secreto (voto secreto). Art. 32 - Qualquer membro que julgar que houve erro ou omissão na contagem ou soma dos votos poderá requerer à mesa a recontagem, que será feita imediatamente, sem discussão, a critério da mesa. Art. 33 - Qualquer membro que o desejar, tendo sido vencido na votação, poderá solicitar a inserção em ata da justificação de seu voto, que apresentará sucintamente. Capítulo IV - Das Questões de Ordem Art. 34 - Qualquer membro poderá solicitar a palavra ''pela ordem'', que será imediatamente concedida, nas seguintes circunstâncias: a) quando não estiver sendo observado a ordem dos debates; b) quando algum orador tratar de matéria alheia ao debate em questão ou estranha à assembléia; c) quando desejar propor o encerramento da discussão; d) quando desejar propor a votação imediata da proposta original independente de suas emendas ou substitutivos. Art. 35 - Obtendo a palavra, o membro exporá brevemente a questão de ordem devendo a matéria ser resolvida pelo Presidente, cabendo ao membro apelar para o plenário caso não concorde com a decisão do Presidente. Capítulo V - Dos Apartes (palavra em que se interrompe a um orador) Art. 36 - O membro que desejar apartear um orador ou deverá primeiro solicitar-lhe o consentimento e não falará se este não for concedido. Art. 37 - Os apartes devem ser feitos para esclarecer o orador ou para fazer-lhe perguntas que esclareçam o plenário sobre o ponto que está em consideração. Art. 38 - Os apartes não devem ser discursos paralelos ao do orador aparteado. Art. 39 - O tempo concedido ao aparteante não será descontado do tempo concedido ao orador que o conceder. Art. 4O - O Presidente não pode ser aparteado, nem o proponente ou relator que estiver falando para encaminhar a votação. * Mesa - Neste contexto, o termo refere-se ao grupo de pessoas eleitas, para a direção dos trabalhos da igreja, em assembléia. * ''A proposta caiu'': Uma proposta sem apoio não tem nenhum valor e não deve ser levada ao plenário. Quando isto ocorre, diz-se ''cai a proposta'' * Aparte: É a ocorrência em que qualquer membro solicita a palavra ao orador, que pode concedê-la ou não. O objetivo do aparte é pedir esclarecimentos, sobre a matéria em debate. O aparte deve ser apenas uma breve interrupção. Cabe ao presidente advertir o aparteante, caso ele fuja do assunto e se alongue em considerações paralelas. * Escrutínio secreto: É a modalidade de votação que não permite a identificação do voto. No processo de votação usam-se cédulas. Neste caso nomeia-se uma ''comissão escrutinadora''. * Ata : Livro especialmente preparado para registrar todo o conteúdo das assembléias. EXERCÍCIO: 01 - O que é uma Assembléia? _______________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________
  5. 5. 02 - Como podem ser as Assembléias ? e 03 - Como se divide a Ordem dos Trabalhos de uma Assembléia Regular? u 04 - Qual o primeiro documento a ser lido em ''Expedientes'' ? A 05 - Qual o fato mais importante da ''Ordem do dia'' de uma Assembléia Regular? A dos Novos Convertidos. 06 - Como a ordem do dia de uma assembléia é preparada? ________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 07 - O Conselho de Obreiros é composto por quem?_______________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 08 - Quem tomo as decisões numa igreja batista? __________________________________________ 09 - Para que a sessão se desenvolva em ordem, é necessário que os membros tenham conhecimento das em uso nas igrejas batistas, que adotam as mesmas usadas pela 10 - Para que qualquer assunto seja discutido numa sessão como que ele deverá ser introduzido? _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 11 - Aquele que desejar falar numa sessão para apresentar ou discutir uma proposta deverá agir como? _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 12 - Toda proposta feita precisa de que para ser colocada em discussão? _____________________________ _________________________________________________________________________________________ 13 - O que é uma proposta substitutiva? ________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 14 - O que é uma emenda aditiva e uma emenda supressiva? ______________________________________ _________________________________________________________________________________________ 15 - Após concluir a discussão de uma proposta que foi apoiada o que deve fazer o presidente? _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________
  6. 6. 02 - Como podem ser as Assembléias ? e 03 - Como se divide a Ordem dos Trabalhos de uma Assembléia Regular? u 04 - Qual o primeiro documento a ser lido em ''Expedientes'' ? A 05 - Qual o fato mais importante da ''Ordem do dia'' de uma Assembléia Regular? A dos Novos Convertidos. 06 - Como a ordem do dia de uma assembléia é preparada? ________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 07 - O Conselho de Obreiros é composto por quem?_______________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 08 - Quem tomo as decisões numa igreja batista? __________________________________________ 09 - Para que a sessão se desenvolva em ordem, é necessário que os membros tenham conhecimento das em uso nas igrejas batistas, que adotam as mesmas usadas pela 10 - Para que qualquer assunto seja discutido numa sessão como que ele deverá ser introduzido? _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 11 - Aquele que desejar falar numa sessão para apresentar ou discutir uma proposta deverá agir como? _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 12 - Toda proposta feita precisa de que para ser colocada em discussão? _____________________________ _________________________________________________________________________________________ 13 - O que é uma proposta substitutiva? ________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ 14 - O que é uma emenda aditiva e uma emenda supressiva? ______________________________________ _________________________________________________________________________________________ 15 - Após concluir a discussão de uma proposta que foi apoiada o que deve fazer o presidente? _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________ _________________________________________________________________________________________

×