Informáticas

140 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
140
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informáticas

  1. 1. Bit é a sigla para Binary Digit, que em português significa dígito binário, ou seja, é a menor unidade de informação que pode ser armazenada ou transmitida. É geralmente usada na computação e teoria da informação. Um bit pode assumir somente 2 valores, como 0 ou 1. Os computadores são idealizados para armazenar instruções em múltiplos de bits, que são denominados bytes.
  2. 2. Um byte é um dos tipos de dados integrais em computação, é usado para especificar o tamanho ou quantidade da memória ou da capacidade de armazenamento de um dispositivo, independentemente do tipo de dados armazenados. Byte (lê-se baite) é uma unidade de informação digital equivalente a oito bits. O símbolo do byte é um (B) maiúsculo, para diferenciar de bit (b). O termo "byte" é frequentemente usado para especificar quantidade, por exemplo, a quantidade de memória de um determinado dispositivo ou a capacidade de armazenamento.
  3. 3. Para exprimir quantidades de dados, são usadas as seguintes medidas: 1 Byte = 8 bits 1 kilobyte (KB ou Kbytes) = 1024 bytes 1 megabyte (MB ou Mbytes) = 1024 kilobytes 1 gigabyte (GB ou Gbytes) = 1024 megabytes 1 terabyte (TB ou Tbytes) = 1024 gigabytes 1 petabyte (PB ou Pbytes) = 1024 terabytes 1 exabyte (EB ou Ebytes) = 1024 petabytes 1 zettabyte (ZB ou Zbytes) = 1024 exabytes 1 yottabyte (YB ou Ybytes) = 1024 zettabytes A importância de bits e bytes se deve ao fato de tudo na informática ser medido através de bits e bytes. FONTE : http://www.significados.com.br/byte/ e http://www.significados.com.br/bit-e-byte/
  4. 4. CD-ROM (Sigla para: Compact Disc Read-Only Memory. Pt: Disco Compacto - Memória Somente de Leitura), foi desenvolvido em 1985. O termo compacto deve-se ao seu pequeno tamanho para os padrões vigentes, quando do seu lançamento, e memória apenas para leitura deve-se ao fato do seu conteúdo poder apenas ser lido e nunca alterado, o termo foi herdado da memória ROM, que contrasta com tipos de memória RW como memória flash. Alguns anos antes de 2005, os CD-ROM com capacidade para 650 megabytes, foram substituídos pelos de 700 megabytes, passando então estes a ser os mais comuns, existindo no entanto, outros formatos superiores. Mas, atualmente existem CDs de até 2GB. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/CD-ROM
  5. 5. CD (abreviatura de Compact Disc, "disco compacto" em inglês) é um dos mais populares meios de armazenamento de dados digitais, principalmente de música comercializada e softwares de computador, caso em que o CD recebe o nome de CD-ROM. A tecnologia utilizada nos CD é semelhante à dos DVD. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Compact_Disc CD-R = CD que pode ser gravado UMA vez apenas CD-RW = Pode ser gravado e apagado quantas vezes quiser . . isso enquanto ele estiver em bom estado DVD-R = DVD que pode ser gravado UMA vez apenas DVD-RW = Pode ser gravado e apagado quantas vezes quiser . . . isso enquanto ele estiver em bom estado Fonte: https://br.answers.yahoo.com/question/index?qid=20080515113217AArL8FI
  6. 6. Todos nós já encontramos alguma vez um arquivo cuja extensão desconhecíamos e sequer sabíamos que programa usar para abri-lo. Abaixo alguns tipos de arquivos: .gif - arquivo de imagem comprimido. Editável com qualquer software de edição de imagem. .html - Hiper Text Markup Language. Formato no qual se programam as páginas Web. É capaz de dar formato a texto, acrescentar vínculos a outras páginas, chamar imagens, sons e outros complementos. Editável com um editor de textos ou software específico. .jpg - arquivo de imagem comprimido, pode ser editado em qualquer editor de imagens. .mp3 - formato de áudio que aceita compressão em vários níveis. O reprodutor mais famoso para estes arquivos é o Winamp, ainda que também se possa utilizar o Windows Media Player. Fonte: http://inforgbi.blogspot.com.br/2012/11/tipos-de-arquivos-e- extensoes.html
  7. 7. MIDI (abreviatura de Musical Instrument Digital Interface -Interface Digital para Instrumentos Musicais) é uma tecnologia padronizada de comunicação entre instrumentos musicais e equipamentos eletrônicos (teclados, guitarras, sintetizadores, sequenciadores, computadores, samplers, etc), possibilitando que uma composição musical seja executada, transmitida ou manipulada por qualquer dispositivo que reconheça esse padrão. Tecnicamente, MIDI é um protocolo; entretanto, o termo geralmente é utilizado também para se referir aos diversos componentes do sistema, como adaptadores, conectores, arquivos, cabos, etc. Fonte: http://forum.cifraclub.com.br/forum/3/138870/
  8. 8. Em áudio profissional, mixer, misturador ou mesa de som é um aparelho eletrônico de formato analógico ou digital, usado para combinar (ou "mixar") várias fontes de som, de forma a somá-las em um único sinal de saída. Mesas mais complexas podem "rotear" o sinal, formando várias mixagens simultâneas e independentes, além de alterar parâmetros do som como seu volume, timbre e faixa dinâmica. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Mixer
  9. 9. O som digital, ou áudio digital, consiste na representação digital de uma onda sonora por meio de código binário. O processo que envolve, na captação ou gravação, a conversão do som analógico para digital (ADC, Analog to digital converter) e, na reprodução, a conversão do som digital para analógico (DAC, Digital to analog converter) permite que o som seja armazenado e reproduzido por meio de um CD, MiniDisc ou DAT, de bandas sonoras de filmes digitais, de arquivos de áudio em diversos formatos, como WAV, AIFF, MP3,OGG, e de outros meios.
  10. 10. ALUNA: Brenda Siqueira Fonte das imagens: google.com.br

×