O que é bit e byte

1.009 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

O que é bit e byte

  1. 1. O que é Bit e Byte
  2. 2. O que é Bit e Byte:  Bit é a sigla para Binary Digit, que em português significa dígito binário, ou seja, é a menor unidade de informação que pode ser armazenada ou transmitida. É geralmente usada na computação e teoria da informação. Um bit pode assumir somente 2 valores, como 0 ou 1.  Os computadores são idealizados para armazenar instruções em múltiplos de bits, que são denominados bytes. Inicialmente, byte tinha tamanho variável, mas atualmente tem oito bits, bytes de oito bits também são chamados de octetos. Existem também alguns termos para referir-se a múltiplos de bits, como kilobit, megabit (Mb) e gigabit (Gb).
  3. 3.  Fisicamente, o valor de um bit é armazenado como uma carga elétrica acima ou abaixo de um nível padrão em um único capacitor dentro de um dispositivo de memória. Mas, bits podem ser representados fisicamente por vários meios, como pela eletricidade, fibras ópticas, rede wireless etc.  Um byte é um dos tipos de dados integrais em computação, é usado para especificar o tamanho ou quantidade da memória ou da capacidade de armazenamento de um dispositivo, independentemente do tipo de dados armazenados. A codificação padronizada de byte foi definida como sendo de 8 bits. O byte de 8 bits é mais comumente chamado de octeto no contexto de redes de computadores e telecomunicações.  A importância de bits e bytes se deve ao fato de
  4. 4. 1 Byte = 8 bits 1 Kilobyte (ou KB) = 1024 bytes 1 Megabyte (ou MB) = 1024 kilobytes 1 Gigabyte (ou GB) = 1024 megabytes 1 Terabyte (ou TB) = 1024 gigabytes 1 Petabyte (ou PB) = 1024 terabytes 1 Exabyte (ou EB) = 1024 petabytes 1 Zettabyte (ou ZB) = 1024 exabytes 1 Yottabyte (ou YB) = 1024 zettabytes 8 bits - palavra de 1 byte 16 bits - palavra de 2 bytes 32 bits - palavra de 4 bytes 1 Kilobit (ou Kb) = 1024 bits 1 Megabit (ou Mb) = 1024 Kilobits 1 Gigabit ou (Gb) = 1024 Megabits
  5. 5. Tipos de Mídias Tipos de cd
  6. 6.  Face e Camada A face é o lado de cada mídia, que pode ser:  Simples Face (Single Sided): os dados são gravados somente em um lado da mídia.
  7. 7. Dupla Face (Dual Sided): os dados podem ser gravados dos dois lados da mídia, isto quer dizer que não existe aquela impressão na parte de cima da mídia, onde você pode escrever. O único porém da dupla face é que para você ver todo o conteúdo da mídia você tem que vira- la.
  8. 8. Tipos de mídias  A camada representa a área gravável do disco, que pode ser:  Simples Camada (Single Layer): quer dizer que só existe uma camada para gravação, que é a refletiva.  Dupla Camada (Dual Layer): existem duas camadas de gravação na mesma face, uma em cima da outra, uma semi-refletiva e a outra refletiva. Com isso é possível armazenar mais dados em uma única face.
  9. 9. Já entendemos o que é face e camada, e agora vamos ver os tipos de mídia e suas características e aspectos: CD (Compact disk): esta mídia bastante popular, e usada para armazenamento de dados, música e etc. O CD possui 12cm de diâmetro (tamanho universal), e não exite uma versão de dupla camada para CD. Confira os tipos de CD existentes: 1.CD-ROM: Este tipo de CD só permite a leitura de dados. 2.CD-R: Já este é o famoso CD "virgem" , pois é possível gravar dados nele, no entanto somente uma única vez. 3.CD-RW: Támbém permite a gravação como o CD-R, mas este pode ser regravado inúmeras
  10. 10.  DVD (Digital video disk): O DVD o sucessor do CD, é usado comumente para gravação de vídeos e filmes, assim como gravação de dados também, o mesmo possui 12cm de diâmetro assim como o CD, mas tem uma capacidade de armazenamento maior, vejamos os tipos de DVD:  1.DVD-ROM: Este tipo só permite a leitura de dados.  2.DVD-R: Este é o comparsa CD "virgem", ou seja, O DVD "virgem" , é possível gravar dados nele, no entanto somente uma única vez. 3.DVD-RW: Támbém permite a gravação como o DVD-R, porém este pode ser regravado inúmeras vezes. 4.DVD+R e DVD+RW: são formatos desenvolvidos por um grupo de fabricantes para melhorar o desempenho e a velocidade de gravação dessas mídias, sendo reconhecidas como a evolução do DVD-R e DVD-RW.
  11. 11. Armazenamento  Blu-ray: É um formato de mídia novo, que promete deixar o DVD de lado já que este é o seu sucessor, embora sua capacidade de armazenamento seja muito maior do que o do DVD, este têm o mesmo diâmetro de 12cm do DVD e do CD. Vejamos os tipos de Blu-ray (abreviados em BD):  1.BD-ROM: Serve somente para a leitura.   2.BD-R: Com este formato é possível fazer uma gravação.   3.BD-RE: Este, assim como o BD-R permite a gravação, a diferença é qu este tipo pode ser regravado.
  12. 12.  Já conhecemos todos os tipos de mídia em disco, mas quanto será que cada tipo consegue armazenar? Vamos descobrir isso agora.  Tipos de Mídia  Simples face  Dupla face  CD  700MB  1.4GB  DVD Simples camada  4.7GB (DVD-5)  9.4GB (DVD-10)  DVD Dupla camada  8.5GB (DVD-9)  17GB (DVD-18)  Blu-ray Simples camada  25GB  50GB  Blu-ray Dupla camada  50GB
  13. 13. Leitura e Gravação  OBS: Os valores acima são os valores padrões, mas mesmo assim podem haver versões com tamanhos de armazenamento diferentes, dependendo do fabricante
  14. 14.  A leitura e a gravação só podem ser feitas por seus respectivos equipamentos, por exemplo: para ler um CD preciso de um leitor de CD, da mesma forma que para gravar um DVD eu preciso de um gravador de DVD. Tanto a leitura como a gravação é feita através de um laser, que fica na unidade óptica de leitura/gravação, que ao bater na superfície da mídia, a mesma reflete emitindo os dados, ou é marcada pelo laser gravando assim os dados. Veja a figura:
  15. 15.  Diagrama das camadas de um CD: [A] - camada de policarbonato onde os dados são codificados. [B] - camada refletora que reflete o laser. [C] - camada selada para evitar oxidação. [D] - as ilustrações são impressas nessa camada. [E] - o raio laser lê o disco de policarbonato, é refletido de volta e lido
  16. 16. Conclusão  As mídias em disco estão evoluindo cada vez mais e aumentando ainda mais a sua capacidade de armazenamento. O problema é que nem tudo é perfeito, uma das desvantagens desse tipo de mídia é o fato de arranhar, prejudicando assim a leitura dos dados. É por isso que o mercado de mídias removíveis como pen drives e HD's portáteis vem crescendo cada vez mais, já que os mesmos não arranham
  17. 17. Tipos de Dvd e o significado  A abreviação DVD significa Digital Versatile Disc (Disco Versátil Digital). O produto é utilizado para a distribuição de conteúdo de vídeo. Existem vários tipos de DVDs, como os discos que permitem fazer backup de dados, cópias e armazenamento de dados. Os dvds são mais utilizados para guardar vídeos, arquivos de áudio e fotos, que podem ser exibidos em computadores e aparelhos de dvds conectados à televisão. Os principais tipos de dvd são: DVD-RAM, DVD- ROM, DVD-R, DVD+R, DVD-RW, DVD+RW, DVD Dual Layer, DVD Double Layer, HD-DVD e Blu-ray.
  18. 18. Entenda as principais diferenças entre os tipos de dvds:  DVD-ROM - é o tipo mais comum, utilizado para armazenar filmes. Não permitem regravação de dados. DVD-RAM – é o tipo gravável e regravável. Suporta mais de 100 mil gravações. DVD-R – é o tipo com maior aceitação nos aparelhos. Só aceita gravação uma única vez e tem capacidade de armazenamento de 4,7 GB. DVD+R – é um tipo equivalente ao DVD-R. DVD-RW – é um tipo equivalente ao CD-RW, que permite gravação e regravação de dados. DVD+RW – é o tipo que possui maior velocidade de gravação. Dual Layer e Double Layer – são capazes de armazenar 8,5 GB de dados por padrão. Permitem gravação em ambos os lados do DVD. HD-DVD – tem capacidade padrão de armazenamento de dados de 15 GB. É apropriado para aplicações de vídeo com alta qualidade de imagem.
  19. 19. Tipos de arquivos  seus próprios efeitos ou ajustes, normalmente gerando fotos muito boas  EXIF (Exchangeable image file format) é um padrão de arquivo semelhante ao formato JFIF com extensões TIFF, que está incorporado no software de escrita JPEG, utilizada na maioria das câmeras.  Sua finalidade é gravar e padronizar as trocas de metadados entre as imagens das câmeras digitais e seus softwares de edição e visualização. Os metadados são gravados nas imagens individuais e incluem coisas como as configurações da câmera, data e hora, velocidade do obturador, a exposição, tamanho da imagem, compressão, nome da câmera e informações de cor.
  20. 20.  Quando as imagens são visualizadas ou editadas por software de edição de imagem, todas essas informações podem ser exibidas.  PPM, PGM, PBM e PNM é uma família de formatos. O formato de arquivo portable pixmap (PPM), o formato de arquivo portátil graymap (PGM) e o formato de arquivo portátil bitmap (PBM). Estes podem ser puros arquivos ASCII ou arquivos binários “crus” com um cabeçalho ASCII que oferecem funcionalidade muito básica e servem como um menor denominador comum para converter pixmap, graymap, ou arquivos de bitmap entre plataformas diferentes. Diversas aplicações se referem a eles coletivamente como formato PNM (Portable Any Map).
  21. 21. a diferença entre os formatos de MP3, WMV, MPG-4 e MIDI  Um formato MP3 é um sistema de compressão para música. Este formato ajuda a reduzir o número de bytes em uma música sem prejudicar a qualidade de som. O objetivo do formato MP3 é comprimir uma música com qualidade de CD a um fator entre 10 e 14, sem afetar a sua qualidade original de forma perceptível. Com o MP3, uma música de 32 megabytes (MB) de um CD é comprimida a aproximadamente 3 MB. Isto permite a transferência de uma música em minutos, ao invés de várias horas, e o armazenamento de centenas de músicas no disco rígido de seu computador sem tomar tanto espaço. Um arquivo WMV é um vídeo no formato proprietário Windows Media Video criado por Microsoft. Um arquivo no formato WMV possui dados áudio e vídeo, comprimidos, para poder ser difundidos em streaming, como o MPEG-2 ou MPEG-4. Existe diversas variantes do formato WMV HD ou ainda VC-1, reconhecidas como um standard de fato pela industria audiovisual
  22. 22.  O MP4 é um algoritmo de compressão de arquivos de vídeo que funciona de modo similar ao MP3 com relação aos arquivos de música, só que de maneira mais complexa. Os vídeos são comprimidos com a mínima redução de qualidade por meio de uma tecnologia denominada CODEC, que minimiza certos aspectos como redundância espacial e temporal. Sua origem está no desenvolvimento do algoritmo Eureka, em 1987, pelos pesquisadores do Instituto Fraunhofer na Alemanha. Esse código mais tarde seria a base para o nosso velho conhecido MP3. O formato MIDI é um dos mais antigos formatos de som para computadores, e ainda um dos mais utilizados. Tem a vantagem de poder ser facilmente editado - há diversos programas para isso, do mais simples ao mais complexo - mas a qualidade do que é ouvido varia conforme a placa
  23. 23. O que é MIDI ?  MIDI é uma Sigla ( Musical Instrument Digital Interface ), que quer dizer INTERFACE DIGITAL PARA INSTRUMENTOS MUSICAIS é a maneira com a qual os computadores se comunicam com a maioria dos placas de som, teclados e outros instrumentos musicais eletrônicos. MIDI se refere ao tipo de cabos e plugues que são utilizados para conectar computadores e instrumentos musicais, bem como à linguagem que os computadores e os intrumentos utilizam para "conversar" um com o outro. O protocolo MIDI é aceito e utilizado de maneira convecional no mundo inteiro. Praticamente todos os instrumentos musicais eletrônicos da atualidade possuem conectores MIDI e podem ser utilizados com outros instrumentos e computadores que possuam interface MIDI. O formato MIDI File (.mid ) é o padrão universal para armazenamento de dados com informação músical para instrumentos eletrônicos ao qual praticamente todos os softwares musicais utilizam.
  24. 24. O que é o som ?  O som é uma vibração do ar, isto é, uma sequência de sobrepressões e depressões do ar em relação a uma média, que é a pressão atmosférica. Mas, para realmente se convencer disto, basta que coloque um objeto barulhento (despertador, por exemplo) debaixo duma cúpula vazia para perceber que o objeto inicialmente barulhento não emite nenhum som se não estiver rodeado de ar!  A maneira mais simples de reproduzir um som atualmente é fazer vibrar um objeto. Desta maneira, um violino emite um som quando o arco faz vibrar as suas cordas, um piano emite uma nota quando se bate uma tecla porque um martelo vai bater numa corda e fazê-la vibrar.
  25. 25.  Para reproduzir sons, utilizam-se geralmente alto-falantes. Trata-se, com efeito, de uma membrana ligada a um eletroímã que, de acordo com as solicitações de uma corrente eléctrica vai avançar e recuar muito rapidamente, o que provoca uma vibração do ar situado à frente dele, isto é, som!
  26. 26. Memória requerida para armazenar um som  É simples de calcular a dimensão de uma sequência sonora não comprimida. Com efeito, conhecendo o número de bits sobre o qual é codificada uma amostra, conhece-se a dimensão deste (a dimensão de uma amostra é o número de bits...).  Para conhecer a dimensão de uma via, basta conhecer a taxa de amostragem, que vai permitir-nos saber o número de amostras por segundo, e por conseguinte a dimensão que ocupa um segundo de música. Este vale : Taxa de amostragem x Número de bits
  27. 27.  Assim, para saber o espaço memória que consome um extracto sonoro de vários segundos, basta multiplicar o valor precedente pelo número de segundos: Taxa de amostragem x Número de bits x Número de segundos
  28. 28. Fontes de Pesquisas http://www.significados.com.br/bit-e-byte/ http://www.significados.com.br/byte/ http://www.significados.com.br/bits/ http://girodainformatica.blogspot.com.br/2010/07/afinal-o- que-sao-bit-byte-kilobytes.html http://verteck.blogspot.com.br/2011/02/tipos-de-midias- em-disco.html http://www.sitedecuriosidades.com/curiosidade/quais-os- tipos-de-dvds-que-existem.html http://www.tecmundo.com.br/tira-duvidas/35903 http://www.techtudo.com.br/artigos/noticia/2012/07/entend a-os-formatos-dos-arquivos-de-imagem.html http://www.studiomel.com/89.html http://pt.kioskea.net/contents/50-o-som-digital
  29. 29. Credítos Apresentação criada por Alison Pinheiro Oliveira Turma: 215A Professora: Elisângela

×