Sbe noticias 260

289 visualizações

Publicada em

Boletim informativo da Sociedade Brasileira de Espeleologia (SBE). http://www.sbe.com.br

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
289
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
37
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Sbe noticias 260

  1. 1. SBESBESBERSBESBESBE Boletim Eletrônico daSociedade Brasileira de EspeleologiaAno 8 - Nº 260 - 21/04/2013SBESBESBEPor Marcos Silvério (SBE 1016)A reunião deabertura do ProjetoGuia de Boas Práticasde Mineração em Áreas Cársticas daCooperação Técnica entre a SociedadeBrasileira de Espeleologia, a VotorantimCimentos e a Reserva da Biosfera da MataAtlântica foi realizada no dia 12 de abrilem São Paulo.Com o objetivo de apresentar asequipes de coordenação e técnica e definira metodologia e a abrangência do projeto areunião contou também com a participa-ção dos coordenadores da CooperaçãoTécnica e de seus colaboradores.Durante a abertura da reunião,Patrícia Montenegro, Gerente de MeioAmbiente da Votorantim Cimentos eMarcelo Rasteiro, Presidente da SBE,destacaram a importância da iniciativa deCooperação Técnica entre a VotorantimCimentos, a SBE e a RBMA e o seu compro-misso de propor soluções inovadoras parao desenvolvimento econômico comresponsabilidade social e ambiental.Heros Lobo, professor da UFSCar-Sorocaba e um dos coordenadores executi-vos do Projeto falou sobre as propostas daCooperação Técnica e o seu compromissode fazer a diferença. Neste projeto, emespecial, destacou a união de profissionaise pesquisadores com larga experiência naconstrução de um novo paradigma e oineditismo do processo com a participaçãoativa de setores diversos da sociedade.Luis Enrique Sánchez, Professor daPoli-USP e coordenador técnico do Guia,lembrou da importância do compromissode todos para o sucesso do projeto edestacou que o manejo adequado e satis-fatório do carste e de seus recursos deveser baseado no conhecimento prático e emestudos científicos.Segundo Clayton Lino, presidente doConselho Nacional da Reserva da Bioferario e Estado Atual de Proteção de sítios,Patrimônio Cultural, identificação dosGeossítios, formações relevantes, políti-cas de desenvolvimento do patrimôniogeológico e outros pontos.COOPERAÇÃO TÉCNICA REALIZA 1ª OFICINA DOGUIA DE BOAS PRÁTICAS DA MINERAÇÃO EM ÁREAS CÁRSTICASPor Natália MartinsA Companhia de Pesquisa de Recur-sos Minerais (CPRM), publicou recente-mente o primeiro volume sobre os Geopar-ques do Brasil, com foco em propostaspara cada localidade.Entre os casos estudados, encontra-se o Geoparque Bodoquena-Pantanal, queinclui registros de alto valor científico,entre eles, os das mudanças globais dofinal do Neoproterozoico, quando teriaocorrido fragmentação do Supercontinen-te Rodínia, ou seja, abertura e fechamentode um oceano e posterior formação doSupercontinente Gondwana.Os estudos contemplam as especifi-cidades relacionadas a Proteção do Territó-ISSN 1809-3213Termina no dia 01 de maio o prazopara o envio de trabalhos científicos para o32º Congresso Brasileiro de Espeleologia.Vale lembrar que pelo menos um dosautores deverá estar inscrito no Congressoantes da submissão do trabalho.www.cavernas.org.br/32CBE-trabalhos.asp1da Mata Atlântica, as iniciativas do setorminerário em nível mundial até então nãocontemplam a questão da biodiversidadedos ambientes cársticos, destacando ocaráter inovador e pioneiro deste projeto.Frisou a importância de se envolver toda acadeia de produção, dos fornecedores aosclientes, para que todos estejam alinhadosà política de meio ambiente e apliquem asboas práticas.Os participantes foram unânimes aoafirmar que o Guia deve ir além do quedetermina a legislação, possibilitando queas melhores alternativas sejam aplicadasno campo da mineração em áreas cársti-cas, podendo, inclusive, influenciarmudanças das normas.Finalizando com o desejo de todos deque estas boas práticas sejam divulgadas eatinjam um grande número leitores,contribuindo na formação de novos profis-sionais e na construção de um novomodelo de desenvolvimento sustentável.Clique aqui para acessar o siteda Cooperação TécnicaCHAMADA DEARTIGOS PARA O32º CBEPUBLICAÇÃO ABORDAPROPOSTAS DE GEOPARQUESEspecialistas convidados para o projetoMarcosSilvérioClique na imagem para acessar apublicação
  2. 2. SBESBESBE 2DESCOBERTA NOVA ESPÉCIE DEMORCEGO NO SUDÃOCAVERNA MULTICOLORIDA NA VENEZUELASURPREENDE PESQUISADORESPesquisadores da Universidade Buck-nell e da Fauna & Flora International (FFI)descobriram recentemente um novo gênerode morcego no Sudão do Sul, país docontinente Africano. O gênero, chamadode Niumbaha (quer dizer "raro" em zande,língua do povo do Sudão), foi descrito apósa captura de um espécime na região, quetem manchas e listras parecidas com as deum panda. O novo gênero foi publicado naúltima semana pelo periódico científicoZookeys."Eu me senti imediatamente atraídapelos padrões de listras e manchas nomorcego", disse a pesquisadora DeeAnnReeder, uma das autoras do estudo, ementrevista ao site da Universidade Bucknell.Após retornar aos Estados Unidoscom um exemplar do morcego, elapercebeu que o animal era similar aoutro capturado na República Demo-crática do Congo em 1939, masbatizado há anos como Glauconycterissuperba. DeeAnn e seus colegas avalia-ram que o animal novo não se encaixa-va ao gênero ao qual estava "alocado", oGlauconycteris."Depois de uma análise cuidadosa,é claro que se conclui que ele nãopertence ao gênero. Suas formas crania-nas, das asas e seu tamanho, tudo quevocê olhar, não se encaixa. É tão diferenteque é preciso criar um novo gênero",argumentou a pesquisadora DeeAnnReeder . A palavraNiumbaha signifi-ca raro ou anormalem Zande, a línguado povo Azande,onde o morcegofoi capturado."Para mim,essa descoberta éi m p o r t a n t eporque destaca ai m p o r t â n c i abiológica do Sudãodo Sul e sugere queesta nova naçãotem muitas belezas a serem descobertas",disse Matt Arroz, diretor da FFI no Sudão.A FFI está usando sua vastaexperiência de trabalho em países emconflito e pós-conflito para ajudar ogoverno do Sudão do Sul, uma vez querestabelece o setor de conservação da vidaselvagem do país. Além disso, a Universida-de também está ajudando a reabilitar áreasprotegidas por meio de treinamento edesenvolvimento de pessoas, fornecimentode equipamentos e apoio ao trabalho deinvestigação.A pesquisa da equipe no Sudão do Sulfoi possível graças a uma doação deaproximadamente 100.000 dólares que apesquisadora DeeAnn Reeder recebeu doFundo Woodtiger.Fonte: Terra 14/04/2013A caverna de Imawarí Yeutá, localiza-da na colina de Auyantepuy, no sudeste daVenezuela, descoberta no dia 13 de marçotêm surpreendido espeleólogos e cientistasdevido a sua beleza e cores vivas, que sãoprovenientes da formação por quartzito.Descoberta por uma equipe multidis-ciplinar formada por venezuelanos dogrupo Theraphosa e italianos do La Venta, acaverna pode ser a maior de seu tipo nomundo (embora mais análises precisem serfeitas para que isso seja confirmado).Até algumas décadas atrás, acomunidade científica acreditava que osurgimento de cavernas em rochas dequartzito não era possível pelo fato deessas estruturas serem muito compac-tas e firmes, semelhantes a cristais (oque dificulta a erosão por fatores comoágua ou vento).Segundo o espeleólogo, FreddyVergara, enquanto a erosão de cemmetros de carbonato de cálcio leva cemanos, no mesmo período obtêm-se aerosão de apenas um metro de quartzo,o que corrobora a idéia da dificuldade deencontrar este tipo específico de caverna.Por isso, acredita-se que a Imawarí Yeutáseja uma caverna de origem "bacteriológi-ca"."Esse tipo de formação é produzidopela ação de bactérias que vivem em condi-ções extremas e, de alguma forma,conseguem enfraquecer o núcleo doquartzito e torná-lo arenoso, fazendo quefiquem mais sujeitos à erosão e formemessas estruturas maravilhosas, vivas", dizVergara.Segundo os espeleólogos, a cavernapode ter até 25 quilômetros no total, comsalões que chegam a medir 130 metros delargura por 200 metros de comprimento.Os trabalhos de exploração duraram cercade 15 dias e envolveram mais de14 especia-listas.Fonte: G1 12/04/2013O gênero, chamado de Niumbaha, foi descrito após a captura deum espécime na região, que tem manchas e listras parecidascom as de um pandaClique na imagem para acessar o artigoAcredita-se que a caverna Imawarí Yeutá sejade origem bacteriológicaDeeAnnReederDeeAnnReederDivulgação/LaVenta,Theraphosa
  3. 3. SBESBESBE 3AS CAVERNASMAIS PROFUNDASDO MUNDOO programa Rota do Sol, da TV Tribunaque pertence à emissora Rede Globo,reexibiu no dia 13 de Abril as belezas daCaverna do Diabo, localizada no municípiode Eldorado-SP. Além desta, também forammostradas, algumas cavernas do ParqueEstadual Turístico do Alto Ribeira (PETAR),como as cavernas de Santana e MorroPreto.A apresentadora Rosana Valle desta-cou a importância da boa infraestruturapara recepção de visitantes em locais comoo PETAR.Os guias e monitores que acompa-nharam as visitas (Carlos e Eduardo),contaram à repórter um pouco sobre ahistória da Gruta da Tapagem, que ficouconhecida como Caverna do Diabo, eoutras curiosidades sobre a região.Fonte: Rede Globo 13/04/2013SBESBESBE 3O espeleólogo Bill Stone, famoso porexplorar as cavernas-abismos mais profun-das da Terra, apresentou no vídeo abaixo,algumas curiosidades sobre suas expedi-ções.Os limites físicos e psicológicos emaltas profundidades são testados continua-mente, e por isso é importante a corretapreparação para expedições como estas.Stone reforça idéias sobre a tecnologiana exploração subterrânea, demonstrandoque algumas técnicas já se encontramultrapassadas.Muito além da aventura, Stone é umgrande inventor de novas tecnologias quediscute esforços para extrair gelo da lua,para servir de combustível espacial e,também, construir um robô autônomo paraestudar Europa, uma das luas de Júpiter.Fonte: TED 30/06/2007GRUTA DA CURVA FRIA EM SCRECEBE MELHORIASMONJA BUDISTA QUEVIVEU UM ANO EMCAVERNA ESTÁ EMMACEIÓA Secretaria Municipal de Desenvolvi-mento Urbano de São Lourenço do Oeste(SC), está realizando trabalhos de melhori-as na Gruta da Curva Fria, localizada há 5km do centro do município (sentido Chape-có).O local quefica na comunida-de de São Pauli-nho, e que nopassado, mobili-zava os católicosfervorosos emNossa Senhora deLourdes estavac o m a l g u n sproblemas porfalta de manuten-ção, fazendo com que as pessoas deixas-sem de visitar esse verdadeiro santuário,não apenas espiritual, mas um santuárionatural que presenteia os visitantes comuma bela queda d’água e uma naturezaexuberante com espécies nativas da épocada fundação do município.A prefeitura está efetuando o casca-l h a m e n t o d oacesso à Gruta,bem como detodo o espaço deestacionamento elimpeza do local.A Gruta foiinaugurada emd e z e m b ro d e1 9 7 2 e n opassado, já foic e n á r i o d egrandes peregrina-ções e local onde as famílias se reuniampara prestar culto à santos.Fonte: São Lourenço 28/03/2013A Monja Budista Ani Zamba (naturalde Londres), que viveu durante um ano emretiro espiritual dentro de uma caverna emMucugê, na Chapada Diamantina. estaráministrando uma série de ensinamentosentre os dias 18 e 23 de abril, em Maceió,dentro de um sítio localizado à beira-marem Ipioca.Atualmente, Ani dá continuidade aoProjetos Monte Azul Retiros e Visão deDipamkara, ambos com sede em Mucugê,na Chapada Diamantina, estado da Bahia.Fonte:Alagoas Tempo 15/04/2012ESPELEÓLOGO PRESOEM CAVERNA NASUIÇAUm espeleólogo foi encurralado nointerior de uma gruta em Neuchâtel, naSuiça, no dia 10 de abril devido a uma súbitaelevação no nível das águas, que impossibi-litou a sua extração em condições desegurança.O homem de cerca de 50 anos estavaexplorando a caverna sozinho e teve de serefugiar em uma plataforma de 200 metrosacima da entrada do local.Uma equipe de socorro envolvendotrês mergulhadores foi acionada no dia 11de abril e, os mesmos conseguiram chegaraté o local onde se encontra o espeleólogo.Os mergulhadores, um dos quais permane-ce com o espeleólogo, levaram-lhe algunsalimentos, agasalhos e roupa seca. Segundoo corpo de bombeiros, a extração do indiví-duo não foi possível devido ao fato domesmo não ter preparação em mergulho, eas condições existentes são consideradasde alta dificuldade para alguém sem treina-mento adequado, pois a visibilidade éreduzida e existem fortes correntes.Até o momento não foram divulgadasnovas informações sobre o caso.Fonte: DN Globo 12/04/2013Clique na imagem para ver aprogramaçãoDivulgaçãoAlagoasTempoAinda não foi divulgada a data de conclusãodas obrasDivulgaçãoSãoLourençodoOesteCAVERNAS NOPROGRAMAROTA DO SOLClique na imagem para assistir o vídeo Clique na imagem para assistir o vídeo
  4. 4. A dupla de música Sertaneja, Chitão-zinho e Xororó, com mais de 40 anos decarreira gravaram recentemente, com adupla Fernando e Sorocaba, uma cançãosobre vários locais turísticos do Brasil, entreeles a Gruta do Lago Azul, uma das belezasdo pantanal Sul Matogrossense.Esta canção faz parte do mais recenteálbum da dupla, denominado “Do tamanhodo nosso amor” . Acredita-se que o lança-mento e comercialização do CD seja até ofinal do mês de Abril.Fonte: Portal Bonito 09/04/2013SBESBESBE 3CHITÃOZINHO ECHORORÓ GRAVAMMUSICA QUE FALADA GRUTA DO LAGOAZULSBESBESBE 4Em 2003, pesquisadores encontraramem uma caverna na Ilha de Flores, naIndonésia, fósseis de nove hominídeosdiferentes de ancestral humano. Com cercade um metro de altura, 25quilos e uma cabeçapequena, contendo umcérebro de tamanho similarao dos chimpanzés, osHomo floresiensis se torna-ram um mistério evolutivo.Tendo vivido há cerca de12.000 anos, os pesquisa-dores tinham dificuldadesem estimar sua localizaçãoexata na escala de desenvol-vimento dos hominídeos,não sabiam de que espécieeles teriam surgido e comoteriam chegado até a ilha.Uma pesquisa publicada nodia 17 de abril, na revista Proceedings of theRoyal Society B, no entanto, ajuda a expli-car sua origem.Segundo o estudo, os Homo floresien-sis podem ter diminuído de tamanhodepois de terem chegado à ilha de Flores,onde não foram muito bem sucedidos etiveram de reduzir seu gasto de energia parasobreviver em um ambiente de recursoslimitados. Após escanear um dos crâniosencontrados no local, os pesquisadoresconcluíram que a espécie seria um descen-dente perdido do Homo erectus (hominídeoancestral dos humanos que viveu há até300.000 anos), que teria progressivamenteNANISMO EXPLICA EVOLUÇÃO DOS HOBBITS NAILHA DE FLORESGENES DE PEIXE CELACANTOEVOLUEM MAIS LENTAMENTEA equipe de pesquisadores que partiuna para umaprimeira semana de Abrilexpedição na África do Sul à procura dopeixe denominado «fóssil vivo», celacanto,conseguiu decodificar o genoma destescuriosos seres que estão no planeta hámilhões de anos.Cientistas de 40 institutos de pesqui-sa de 12 países diferentes participaram dosestudos sobre o sequenciamento do geno-ma do celacanto africano, aproximadamen-te 3 bilhões de "letras" do DNA, segundoreportou no dia 17 de abril a revista científi-ca britânica "Nature".A análise confirmou que os genesdeste peixe evoluem mais lentamente doque os de outros peixes e vertebradosterrestres. Os pesquisadores trabalhamcom a hipótese de que os celacantos nãoprecisaram evoluir porque viviam nasprofundezas, onde poucas coisas mudaramem milênios.O genoma do celacanto permitiutambém aos cientistas abordar a questãoda evolução dos primeiros vertebradosterrestres de quatro patas, os tretrápodes.O animal apresenta vestígios da passagemdo peixe para as criaturas terrestres:espaços para membros em quatro de suasnadadeiras e uma bolsa de ar que seria umpulmão primitivo.Também constataram um importantenúmero de modificações ligadas ao sistemaimunológico. Estas mudanças poderiamconstituir uma resposta aos novos agentespatogênicos encontrados em terra.Uma equipe franco-sul-africanadesenvolve atualmente pesquisas emprofundidades marinhas no Oceano Índico,na costa leste da África do Sul.Fonte: G1 17/04/2013Clique na imagem para assistir ao clipeencolhido através das gerações para adap-tar suas necessidades aos recursos poucoabundantes.Segundo a modelagem realizada peloscientistas, o volume docérebro da espécie era deapenas 426 centímetroscúbicos, contra 860 centíme-tros cúbicos do Homo Erectuse cerca de 1.300 do homemmoderno.Os cientistas deram,ainda, outra possívelexplicação para seu tamanho.A teoria diz que estes hobbitsdescenderiam de um hominí-deo mais primitivo que oHomo erectus, o Homohabilis, que possuía umcérebro ainda mais reduzido.Com essa explicação, a reduçãocerebral pela qual a espécie teria de passarao chegar à ilha seria menor. No entanto,não existem evidências de que o Homohabilis tenha habitado na Ásia.Fonte: Veja - Ciência 17/04/2013Os Homo floresiensis ganharam o apelido de "Hobbits", em alusão aospersonagens da saga O Senhor dos AnéisAgusSuparto/AFPMuseu do Quênia - Celacantoencontrado em 2011SimonMaina/AFP
  5. 5. SBESBESBE 5SBE Notícias é uma publicação eletrônicada SBE-Sociedade Brasileira de EspeleologiaTelefone (19) 3296-5421 - Contato: sbenoticias@cavernas.org.brComissão Editorial: Natália Martins e Delci IshidaTodas as edições estão disponíveis em www.cavernas.org.brA reprodução deste é permitida, desde que citada a fonte.Antes de imprimir,pense na suaresponsabilidadecom o meioambienteApoio:Visite Campinas e conheça aBiblioteca Guy-Christian ColletSede da SBE.Filie-se à SBESociedadeBrasileiradeEspeleologiaClique aqui parasaber como se tornarsócio da SBETel. (19) 3296-5421Filiada àRUnião Internacionalde EspeleologiaFEALC-Federação Espeleológicada América Latina e CaribeVENHA PARAO MUNDO DASCAVERNASVENHA PARAO MUNDO DASCAVERNASAs edições impressas estãodisponíveis para consulta naBiblioteca da SBE.Os arquivos eletrônicos podem serSozinha na Caverna...Datas: Autores: Luiz Felipe B. Ribeiro1994 -Abrigo do Glória (SP-093) - Projeção Horizontal: 60 m.Itirapina SPImagem tirada durante a expedição de Espeleo Grupo de Rio Claro - EGRIC (G013) junto aoprof. Dr. Zaine. em 1994.PREFEITURA MUNICIPAL DECAMPINAS11 a 14/07/201332º Congresso Brasileirode EspeleologiaBarreiras BAwww.cavernas.org.br/32cbe.asp21 à 28/07/201316° ICS - CongressoInternacional de EspeleologiaRepública Checawww.speleo2013.comMande sua foto com nome data e local para sbenoticias@cavernas.org.br21/04/2013Palestra de Espeleoinclusãoem feira da ReatechSão Paulo-SPwww.reatech.tmp.brA Acta Geologica Slovaca (AGEOS)disponibilizou na internet a monografia«Venezuelan Tepuis: their caves and biota»de Roman Aubrecht e outros autores.O trabalho apresenta os resultadoscientíficos de expedições aos Tepuis deRoraima e Churi, com destaque paragrandes cavernas e fauna da região.Fonte:AGEOS s/dTEPUIS DAVENEZUELACAVERNAS E BIOTAClique na imagem para baixar o arquivoSCHOBBENHAUS, C.;SILVA, C.R.(Orgs).Geoparques do Brasil: Pro-postas. Rio de Janeiro: CPRM,2012.AUBRECHT, R.; et.al. VenezuelanTepuis. República Eslovaca: ActaGeologica Slovaca – Monograph,Comenius University, Bratislava,2012.Revista Caves & Caving, Nº06, Bri-tish Cave Research AssociationNov/1979.LuizFelipeRibeiro

×