Os desafios da pesquisa no Brasil

506 visualizações

Publicada em

Artigo "Os desafios da pesquisa no Brasil", reproduzido da revista São Paulo em Perspectiva (vol.16), da SEADE (Fundação Sistêmica de Análise de Dados).

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
506
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Os desafios da pesquisa no Brasil

  1. 1. METODOLOGIA DA PESQUISA CIENTÍFICA Prof. Vilmar Vilaça Alexander Simões Ana Júlia Amaral Rayanna Alves Reginaldo Paulo Administração – 2ºPeríodo
  2. 2. OS DESAFIOS DA PESQUISA NO BRASIL Uma contribuição de docentes da Unicamp para o debate.
  3. 3. A pertinência de se investirem recursos públicos na pesquisa científica e tecnológica em qualquer pais, mas particularmente em países em desenvolvimento como o nosso, com notáveis carências sociais, deve ser constantemente redemonstrada com argumentos novos e eloquentes.
  4. 4. Tempos como esse em que, as publicações e citações perdem efeito, é necessário resgatar alguns argumentos tais como:  Argumentos humanistas: sustentam a nobreza da busca constante pelo conhecimento.  Argumentos pragmáticos: mostram que a pesquisa é a base para a inovação, essencial ao desenvolvimento econômico e à geração de riquezas.
  5. 5. Apesar do crescimento significativo da pesquisa cientifica no pais, deve-se resaltar a necessidade do Brasil em superar o subdesenvolvimento e se aproximar dos países avançados em prol da ciência. É parte da responsabilidade social das instituições de pesquisa do pais, particularmente aquelas mantidas com verbas publicas, entrar no debate para apontar falhas e limitações do sistema atual e propor melhorias.
  6. 6. A EVOLUÇÃO DO PARADIGMA
  7. 7. Para que se tenha ideia do avanço da Pesquisa, marcaremos essa evolução utilizando o tipo de pergunta feita nos diferentes momentos ate o dias atuais. DÉCADA DE 1960 “Você faz pesquisa?” O interlocutor ficaria feliz com uma simples resposta positiva ou negativa. Em caso positivo o ‘status’ era diferenciado.
  8. 8. DÉCADA DE 1970 “Você tem publicado ‘papers’?” O ‘status’ era diferenciado vinha da existência de publicações, principalmente aquelas em inglês, que seria ainda mais valorizado.
  9. 9. DÉCADA DE 1990 “Quantos trabalhos você já publicou?” “Quantos trabalhos você já publicou esse ano?” “Qual o fator de impacto das revista nas quais você publica?” “Objetivamente, sua pesquisa serve para que? Você tem alguma interação com o setor produtivo?”
  10. 10. Essa década foi marcada pela rapidez em que as perguntas se ampliavam, e bem ou mal deveriam ser respondidas dentro de um cenário marcado pela descontinuidade nos financiamentos para a pesquisa. Surpreendentemente, a produção cientifica aumentou, superando todas as expectativas.
  11. 11. Anos 2000 aos dias atuais Este cenário coloca-nos a frente de uma nova situação que traz novas perguntas. Admitindo esse novo cenário a organização da pesquisa cientifica deve sofrer mudanças. Havendo necessidade de uma nova percepção da pesquisa cientifica.
  12. 12. UM PAIS COM CIÊNCIA OU APENAS UM PAIS COM CIENTISTAS?
  13. 13. A ciência proporciona aos países que de fato participam do seu desenvolvimento uma melhor qualidade de vida. Ou seja, fazer ciência é viver na plenitude a aventura do homem sobre a terra. O mundo hoje é dividido em 2 partes: o mundo que pensa cientificamente e o terceiro mundo que não participa efetivamente na ciência.
  14. 14. Para conseguir um pais com ciência, a educação universal, obrigatória e de qualidade é peça fundamental para que a população acredite que o bem estar da sociedade esta vinculada a apropriação do saber. Portanto a existência da ciência no país e capaz de gerar conhecimento original o que é diferente do que ter alguns poucos cientistas. Com isso, o grande desafio da nossa sociedade é promover o crescimento econômico e a redução da desigualdade social.
  15. 15. CIÊNCIA E INOVAÇÃO
  16. 16. A ciência não é produto do invento ou da inovação tecnológica. Propagando-se a ideia de que se deve inventar e inovar mais. Em outras palavras, a desigualdade social e o abandono das classes menos favorecidas no Brasil não são consequência direta da falta de investimentos em laboratórios ou do atraso na formação de pesquisadores.
  17. 17. No entanto, o Brasil não pode deixar de fazer pesquisa, assim como não pode deixar de incrementar sua capacidade de pesquisa, dados os desafios do mundo contemporânea. Ou seja, os problemas que enfrentamos requerem não só a vontade publica de mudanças econômicas, mas também a compreensão da circunstancias e dos fatores do atraso. Olhar a realidade de maneira objetiva e cientifica e a condição necessária, mas não suficiente.
  18. 18. QUALIDADE E RELEVÂNCIA DA PESQUISA
  19. 19. Objetivos da pesquisa cientifica: qualidade e relevância. Os cientistas costumam estar voltados a qualidade, embora apelem para a relevância quando buscam ser contemplados com algumas especificidades de financiamento. Tanto a relevância quanto a qualidade são marcados de forma imperfeita, aproximada.
  20. 20. Em vista da impotência para julgar de maneira equânime (outra palavra), as receitas para errar menos possível devem manter o equilíbrio entre qualidade e relevância e utilizar de julgamentos imparciais e democráticos. Tratando-se de errar, é melhor errar com boas intenções.
  21. 21. PUBLICAR OU NÃO PUBLICAR
  22. 22. Tem sido recorrente na comunidade universitária brasileira o debate sobre a importância – ou não – das publicações científicas strictu sensu. Ao invés de enumerar argumentos contra e a favor de uma das duas teses, cabe refletir sobre o mérito de tal debate.
  23. 23. As publicações são particularmente importantes no inicio da carreira de um pesquisador para que ele se exponha e exponha seu trabalho à comunidade científica de sua área. Essa interação traz possibilidades de intercâmbio absolutamente essenciais à atividade de pesquisa.
  24. 24. RECRUTANDO DOCENTES
  25. 25. A Universidade Brasileira não tem sabido, via de regra, contratar docentes com um número significativo de anos de experiência em temas que sejam de interesse para a universidade e para a sociedade. Em outras palavras, não sabemos atrair potenciais líderes acadêmicos para iniciar novos grupos de pesquisa.
  26. 26. Para ter uma instituição dinâmica capaz de acompanhar a par e passo o desenvolvimento tecnológico e artístico internacional e servir melhor a sociedade que a sustenta, é essencial aperfeiçoar o processo de atração e fixação de novos pesquisadores na Universidade.
  27. 27. CONSIDERAÇÕES FINAIS
  28. 28. Nesta contribuição, analisamos a natureza da ciência e da apropriação e uso do conhecimento numa sociedade moderna com especial enfoque na situação de países periféricos. Não basta injetar recursos em programas que visam equipar alguns laboratórios considerados de excelência.
  29. 29. É preciso uma grande mobilização de toda a sociedade, pois a transformação exigida é essencial para que os recursos investidos na pesquisa possam, de fato, frutificar, tanto em relação à contribuição que da ciência para o avanço do conhecimento quanto em relação à meloria na qualidade de vida de nossa população.
  30. 30. REFERÊNCIA S Imagens: 1.Artigo: “Os desafios da pesquisa no Brasil”, reproduzido da revista de São Paulo em Perspectiva (vol 16) 2.http://csridi.ru/sites/default/files/field/image/training_82.jpg 3.http://exploramercadotecnia.com/wp-content/uploads/2014/04/Lupa.jpg 4.http://www.fiscalizandobetoricha.com/wp-content/uploads/2013/09/white-paper.jpg 5.http://images.slideplayer.com.br/4/1574435/slides/slide_14.jpg 6.http://www.culturafnac.pt/wp-content/ uploads/2013/02/acc89e8856225b3ba2488c72e8a9b343-original.jpg 7.http://www.fapeam.am.gov.br/wp-content/uploads/2014/01/unicamp-realiza-feira-ciencia- tecnologia-inovacao-noticias1.jpg 8.http://www.gizmodo.fr/wp-content/ uploads/2011/10/Fotolia_5933944_Subscription_XL.jpg 9.http://jubibjovi.files.wordpress.com/2014/03/snoopy.jpg?w=480 10.http://www.content.4ty.gr/merchants/bg-images/7270-SCHOOL%5d.jpg 11.http://1.bp.blogspot.com/- vaN0JgEsSVU/U8xbweqtnII/AAAAAAAAAPw/qHvMAnOBBpg/s1600/Objetivos.png

×