Projeto resíduos sólidos parte 1

192 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
192
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
12
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Projeto resíduos sólidos parte 1

  1. 1. Projetos sobre ResíduosSólidos
  2. 2. EE “Profª Letícia de Godoy Bueno deCarvalho Lopes”Público-alvo: Alunos da 1ª série BDisciplina: BiologiaProfª Patricia Bihari
  3. 3. Grande problema ambientalque aflige as cidades
  4. 4. Significados da palavralixono dicionário:“1. Aquilo que se varre da casa, do jardim, darua, e se joga fora; entulho. 2. Tudo o que nãopresta e se joga fora. 3. Sujidade, sujeira,imundície. 4. Coisa ou coisas inúteis, velhas, semvalor. 5. Ralé” (Ferreira, 1986).
  5. 5. Resíduo sólidoO “resíduo sólido” é encontrado nosestados sólido e semi-sólido, resultado deatividades de diversas origens (industrial,doméstica, hospitalar, comercial, agrícola, deserviços e de varrição). Pode ser utilizado comomatéria prima, gerando, entre outros aspectos,proteção à saúde pública e economia derecursos naturais.
  6. 6. Devemos dizer, então,LixoouResíduo sólido?
  7. 7. Todo lixo é um resíduo sólido,mas nem todo resíduo sólido é lixo.
  8. 8. “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudose transforma.”Antoine LavoisierNa natureza nada se perde, tudo se transforma.Decomposição ciclo natural
  9. 9. Início do século XX – resíduos se transformavamem adubo.Mas...Industrialização e aumento da população - “lixotornou-se um grande problema”.Não retornando ao ciclo natural, o rejeito podeser uma perigosa fonte de contaminação para omeio ambiente ou de doenças.
  10. 10. CONSEQUÊNCIAS DO AUMENTONA GERAÇÃO DE RESÍDUOSSÓLIDOS
  11. 11. Aumento na geração de resíduos:• Custos altos para coleta e tratamento;• Áreas insuficientes para a disposição;• Grande desperdício de matérias-primas;• Contaminação do solo, ar e água;• Entupimento de redes de drenagem urbana;• Enchentes;• Doenças e proliferação de vetorestransmissores de doenças;• Degradação do ambiente e depreciaçãoimobiliária.
  12. 12. •Custos altos para coleta e tratamento;
  13. 13. •Áreas insuficientes para a disposição;
  14. 14. •Grande desperdício de matérias-primas;
  15. 15. •Contaminação do solo;
  16. 16. •Contaminação do ar;
  17. 17. •Contaminação da água;
  18. 18. • Entupimento de redes de drenagem urbana;
  19. 19. • Enchentes;
  20. 20. • Doenças e proliferação de vetorestransmissores de doenças;
  21. 21. • Degradação do ambiente e depreciaçãoimobiliária.
  22. 22. O lixo e as doenças
  23. 23. O lixo e as doençasVetores DoençasRatos e pulgasLeptospirosePeste bubônicaTifo murino
  24. 24. O lixo e as doençasVetores DoençasMoscas Febre tifóideAmebíaseCóleraAscaridíaseGiardíase
  25. 25. ParasitasGiardia lambliaAscaris lumbricoidesEntamoeba histolyticaVibrio cholerae
  26. 26. O lixo e as doençasVetores DoençasMosquitosDengueFebre amarelaMaláriaAedes AegyptiAnopheles darlingi
  27. 27. O lixo e as doençasVetores DoençasBaratas Febre tifóideCóleraGiardíase
  28. 28. O lixo e as doençasVetores DoençasGado e porco TeníaseCisticercose
  29. 29. ParasitasTaenia saginataTaenia solium
  30. 30. O lixo e as doençasVetores DoençasCão e gato ToxoplasmoseParasita Toxoplasma gondii
  31. 31. Consumo e descarte dosresíduos sólidos
  32. 32. 1 brasileiro produz 1,1 quilograma de lixo/dia em média188,8 toneladas de resíduos sólidos são coletadas50,8% dos municípios, os resíduos ainda têm destinoinadequado 2.906 lixões que o Brasil possui27,7% das cidades o lixo vai para os aterros sanitários e22,5% delas, para os aterros controlados(IBGE)Fonte:http://www.brasil.gov.br/sobre/meio-ambiente/gestao-do-lixo
  33. 33. Embalagens
  34. 34. A sociedade moderna incentiva o desenfreado consumo.

×