Movimentos da terra

3.429 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.429
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
285
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Movimentos da terra

  1. 1. 1.1 Estações do Ano A Terra, como todos os outros planetas do nosso sistema solar, gira em torno do sol – Movimento de translação- descrevendo uma órbita elíptica no sentido contrário aos ponteiros do relógio (Sentido direto). O Período de translação, ou seja, tempo necessário para a Terra completar uma volta ao sol é de 365 dias.
  2. 2. Assim, durante o movimento de translação da Terra, cada região vai receber diferentes quantidades de luz e calor ao longo do ano, levando à existência das diferentes estações do ano.
  3. 3. RS-> Raios Solares HN-> Hemisfério Norte C B D A A RS atingem HN com inclinação máxima ,aquecendo pouco a superfície, tornando dias mais curtos do que as noites. Inicia-se o INVERNO. B RS atingem HN com inclinação cada vez menor, aquecendo mais a superfície, tornando dias mais longos. Inicia-se a PRIMAVERA. C RS incidem quase perpendicularmente no HN ,aquecendo o máximo a superfície, tornando dias mais longos do que as noites. Inicia-se o VERÃO. D A partir desta posição, aumenta a inclinação dos RS que atingem HN ,aquecendo cada vez menos a superfície, tornando dias mais curtos. Inicia-se o OUTUNO.
  4. 4. O inverno inicia-se por volta do dia 22 de Dezembro(no Hemisfério Norte)- solstício de dezembro. Este caracteriza-se por dias mais curtos que as noites e temperaturas mais baixas. Neste dia de solstício ocorre a noite mais longa do ano.
  5. 5. Outono Este inicia-se por volta do dia 22 de setembro(hemisfério norte)equinócio de setembro. Caracteriza-se pelo diminuição da duração dos dias e das temperaturas. Neste equinócio o dia e a noite têm igual duração.
  6. 6. Quando os raios solares incidem perpendicularmente num hemisfério, incidem obliquamente no outro. Razão pela qual as estações do ano são sempre opostas nos dois hemisférios (norte e sul).
  7. 7. Sabias que no solstício de dezembro os raios solares não chegam ao Pólo norte??? É por isso que lá a noite dura 24 horas.
  8. 8. Para além da terra se movimentar á volta do sol, esta também gira sobre si mesma, em torno do seu eixo imaginário no sentido direto: movimento de rotação. O tempo que a terra leva a completar uma volta sobre si mesma é de 24H. Graças a este movimento, as regiões da terra iluminadas pelo sol alternam ciclicamente: quando uma face está iluminada, a outra está na escuridão.
  9. 9. No dia a dia, temos a impressão que o sol é que se move em torno da terra, aparecendo de manha a este, percorrendo o céu ao longo do dia e desaparece ao fim da tarde a oeste. Mas isto, acontece apenas porque ao longo do dia a Terra gira no sentido oposto de oeste para este, criando a ilusão do movimento aparente do sol.
  10. 10. • De noite, acontece exatamente o mesmo: se observarmos as estrelas, parece-nos que estas se movem de este para oeste em torno da Estrela Polar. Na verdade, estas estão imóveis no céu, sendo que este movimento aparente das estrelas trata-se de uma ilusão provocada pelo movimento de rotação da Terra, tal como o que acontece com o sol durante o dia.
  11. 11. A Estrela Polar, não apresenta movimento aparente pois encontra-se no prolongamento do eixo imaginário da Terra, em torno do qual se dá o movimento de rotação.
  12. 12. • Quando o sol nasce a este (nascente) significa que no movimento de rotação, o local onde te encontras começa a estar virado para o sol: e o nascer do sol. • Às 12:00H, o sol atinge a sua altura máxima, sendo que neste momento, o local onde tu te encontras está diretamente virado para o sol. Nesta altura, se te colocas de frente para o sol, á tua frente encontras o ponto cardeal sul, e atrás de ti o ponto cardeal norte, a tua esquerda este e a tua direita o oeste.
  13. 13. • Ao fim do dia, o sol desaparece a oeste (poente), o que significa que o local onde te encontras começa a deixar de estar virado para o sol: é o pôr-do-sol. • Foi o movimento aparente do sol que levou os antigos astrólogos a pensar que era este astro que se movia em torno da terra e não o contrário, levando a elaboração do modelo geocêntrico.
  14. 14. • Os satélites naturais apresentam movimento de translação em torno de um planeta principal. No caso da Terra o seu satélite é a lua, que demora 27 dias e 8 horas a completar uma volta no sentido direto, ao nosso planeta. • Para além do movimento de translação em torno da Terra, a lua apresenta também movimento de rotação, no sentido direto em torno de si própria.
  15. 15. Como estes dois movimentos têm aproximadamente a mesma duração, a fase da lua visível da Terra é sempre a mesma. Apesar da face visível da lua ser sempre a mesma, ao longo do mês observamos a lua de diferentes formas: são as fases da lua.
  16. 16. • Na realidade a lua, sendo um planeta secundário, não tem luz própria e, por isso apenas vemos a zona da sua superfície que reflete a luz do sol. • Como, ao longo do movimento de translação, a lua passa por diferentes posições em relação á Terra e ao Sol, a face voltada para nós é iluminada de diferentes modos, parecendo-nos que a sua forma se vai alterando, quando na realidade não acontece.
  17. 17. Caso o alinhamento aconteça, quando a lua se encontra entre a terra e o sol, na fase de lua nova, ocorre um eclipse do sol. Se o alinhamento acontece quando a lua se encontra atrás da terra, na fase de lua cheia, ocorre o eclipse da lua.

×