Revolução
Industrial
O que foi a revolução industrial?
A Revolução industrial foi um conjunto de mudanças que aconteceram na Europa nos
séculos...
Pioneirismo Inglês
A Inglaterra foi a precursora na Revolução Industrial, devido as suas grandes reservas
de recursos
natu...
A fábrica
As fábricas do início da Revolução Industrial não apresentavam o melhor dos ambientes
de
trabalho. As condições ...
Reação dos trabalhadores
Em muitas regiões da Europa, os trabalhadores se organizaram para lutar por melhores
condições de...
Revolução Industrial
Revolução Industrial
Revolução Industrial
Revolução Industrial
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Revolução Industrial

93 visualizações

Publicada em

Feito por: Arlene Alves

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
93
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Revolução Industrial

  1. 1. Revolução Industrial
  2. 2. O que foi a revolução industrial? A Revolução industrial foi um conjunto de mudanças que aconteceram na Europa nos séculos XVIII e XIX. Qual a principal mudança dessa revolução? A principal mudança dessa revolução foi a substituição do trabalho artesanal pelo assalariado (onde ainda no século XVI era possível encontrar manufaturas na Inglaterra, grandes oficinas onde diversos artesãos realizavam tarefas manualmente, subordinados pelo proprietário mas que eram pagos) o uso das máquinas, crescimento populacional, que trouxe maior demanda de produtos e mercadorias. Divisão do trabalho A divisão do trabalho melhorou a produção e a tornou mais ágil, pois um produto que era feito por apenas uma pessoa agora era confeccionado em várias etapas e por várias pessoas até chegar no produto final, ganhando o prestígio do economista e iluminista Adam Smith.
  3. 3. Pioneirismo Inglês A Inglaterra foi a precursora na Revolução Industrial, devido as suas grandes reservas de recursos naturais (principal fonte de energia para movimentar as máquinas e as locomotivas à vapor), ferro, êxodo rural (expulsão dos camponeses de terras usadas de forma coletiva que acabaram migrando para as cidades e se tornando principal fonte de mão de obra das indústrias), líder do comércio internacional, burguesia rica, localização privilegiada junto ao mar. Da manufatura à maquinofatura Com o crescimento do comércio, os burgueses começaram utilizar tecnologias em suas manufaturas para a aumentar a produtividade. Foi quando James Waitt inventou a máquina a vapor, que contribuiu para o surgimento de trens a vapor, esse conjunto de mudanças ficou conhecido como Revolução Industrial.
  4. 4. A fábrica As fábricas do início da Revolução Industrial não apresentavam o melhor dos ambientes de trabalho. As condições das fábricas eram precárias. Eram ambientes com péssima iluminação, quentes, abafados e sujos. A alimentação era insuficiente e de péssima qualidade, que ocasionou a baixa expectativa de vida, doenças e acidentes.Os salários recebidos pelos trabalhadores eram muito baixos e chegava-se a empregar o trabalho infantil e feminino. Os empregados chegavam a trabalhar até 18 horas por dia e estavam sujeitos a castigos físicos dos patrões. Não havia direitos trabalhistas como, por exemplo, férias, décimo terceiro salário, auxílio doença, descanso semanal remunerado ou qualquer outro benefício. Quando desempregados, ficavam sem nenhum tipo de auxílio e passavam por situações de precariedade.
  5. 5. Reação dos trabalhadores Em muitas regiões da Europa, os trabalhadores se organizaram para lutar por melhores condições de trabalho. Houve vários movimentos com o objetivo de melhorar essas condições e uma delas foi o ludismo (quebradores de máquinas), que invadiam fábricas e destruíam seus equipamentos numa forma de protesto e revolta com relação a vida dos empregados. Conclusão A Revolução tornou os métodos de produção mais eficientes. Os produtos passaram a ser produzidos mais rapidamente, barateando o preço e estimulando o consumo. Por outro lado, aumentou também o número de desempregados. As máquinas foram substituindo, aos poucos, a mão-de-obra humana. A poluição ambiental, o aumento da poluição sonora, o êxodo rural e o crescimento desordenado das cidades também foram conseqüências nocivas para a sociedade.

×