PATRÍCIA BRITTO RIBEIRO DE JESUS    EUZELI DA SILVA BRANDÃO     ENÉAS RANGEL TEIXEIRA        IRACI DOS SANTOS IV CBED – Co...
   Os primeiros contatos com clientes com afecções cutâneas    hospitalizados tiveram início durante o 4º período do    c...
   Estudo descritivo    e   exploratório   com   abordagem    qualitativa;   Enfermarias clínicas de um Instituto de Saú...
   Das entrevistas realizadas,   emergiram   duas    categorias temáticas:   Sentimentos decorrentes da percepção da    ...
   Estigma Social na vida dos clientes com afecções    cutâneas         As alterações na autoimagem são alvo de estigmas ...
   Para facilitar a avaliação holística do cliente, sugere-se       o formulário de admissão do cliente com afecções     ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Apresentação Oral - Trabalho 42 (19/09/2012 - Tarde)

295 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
295
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação Oral - Trabalho 42 (19/09/2012 - Tarde)

  1. 1. PATRÍCIA BRITTO RIBEIRO DE JESUS EUZELI DA SILVA BRANDÃO ENÉAS RANGEL TEIXEIRA IRACI DOS SANTOS IV CBED – Congresso Brasileiro de Enfermagem em Dermatologia – Salvador 2012
  2. 2.  Os primeiros contatos com clientes com afecções cutâneas hospitalizados tiveram início durante o 4º período do curso de graduação em Enfermagem, que me levaram a refletir sobre as influências do acometimento cutâneo na vida dessas pessoas, principalmente no que tange à alteração da autoimagem. Objetivos: Discutir como os clientes acometidos por afecções cutâneas hospitalizados percebem sua autoimagem e Analisar as influências da autoimagem na vida dos mesmos.
  3. 3.  Estudo descritivo e exploratório com abordagem qualitativa; Enfermarias clínicas de um Instituto de Saúde no Município de Niterói, no Rio de Janeiro; Sujeitos: 09 clientes, adultos e idosos de ambos os sexos acometidos por afecções cutâneas; Coleta de dados: 23 de julho e 05 de novembro de 2009. Entrevista semiestruturada com uso de formulário próprio.
  4. 4.  Das entrevistas realizadas, emergiram duas categorias temáticas: Sentimentos decorrentes da percepção da afecção cutânea Os sentimentos expressados foram de medo, frustração e insegurança decorrentes do acometimento cutâneo. Essas consequências sofridas pelos clientes com afecções cutâneas referem-se ao fato de ser uma questão evidente, exposta na pele, que não pode ser escondida da sociedade (2).
  5. 5.  Estigma Social na vida dos clientes com afecções cutâneas As alterações na autoimagem são alvo de estigmas sociais. Seja pelo receio de ser transmissível ou por ter uma aparência que não é aceita pela sociedade, de modo a gerar estigmas sociais. As influências negativas da doença cutânea na vida desses clientes foram percebidas em todos os depoimentos, mesmo naqueles que negaram, confirmando que a pessoa que tem a sua imagem alterada fica vulnerável a repercussões emocionais e sociais.
  6. 6.  Para facilitar a avaliação holística do cliente, sugere-se o formulário de admissão do cliente com afecções cutâneas, além da realização de grupos de apoio (3).  Essas estratégias podem facilitar a aquisição de informações e promover a troca de conhecimentos/experiências entre os clientes e equipe de enfermagem e outros profissionais de saúde.1. Bardin L. Análise de conteúdo. Tradução Luís Antero Reto e Augusto Pinheiro. Lisboa: Edições 70; 1994.2. Brandão ES, Santos I. Promovendo o conforto e a auto-estima de pessoas com afecções cutâneas – Paradigma sociopoético. In:Santos I, Figueiredo NMA, Padilha MICS, Cupello AJ, Souza SROS, Machado WCA. Enfermagem Assistencial no AmbienteHospitalar: realidade, questões, soluções. São Paulo: Atheneu; 2004. p.395-405.3.Santos I, Brandão ES. O Cuidar/Pesquisar em Dermatologia. In: Brandão ES, Santos I. Enfermagem em Dermatologia: cuidadostécnico, dialógico e solidário. Rio de Janeiro: Cultura Médica; 2006. p.11-53.

×