O  ARQUÊNTERO   comunica-se com o meio externo da  GÁSTRULA   por uma abertura denominada  BLASTÓPORO . Quando o  blastópo...
 
TIPOS DE SISTEMA DIGESTÓRIO NOS ANIMAIS. Nos  animais acelomados : cavidade em que ocorre a digestão é uma  bolsa de fundo...
TIPOS DE SISTEMA DIGESTÓRIO NOS ANIMAIS. A maioria dos outros animais  (pseudocelomados e celomados)  apresentam  sistema ...
ANIMAIS ACELOMADOS, PSEUDOCELOMADOS E CELOMADOS Os animais  triblásticos   diferenciam-se também por apresentar ou não cav...
PLANO DE SIMETRIA DOS ANIMAIS Poucas espécies  são  assimétricas , ou seja,  não apresentam  nenhum tipo de  simetria. Uma...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Embriologia revisão

1.780 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.780
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Embriologia revisão

  1. 1. O ARQUÊNTERO comunica-se com o meio externo da GÁSTRULA por uma abertura denominada BLASTÓPORO . Quando o blastóporo origina primeiro o ânus , e posteriormente a boca no lado oposto, como nos cordados e equinodermas , esses animais são chamados de DEUTEROSTÔMIOS . Quando o blastóporo origina primeiro a boca , e posteriormente ao ânus no lado oposto, como nos platelmintes, nematóides, moluscos, anelídeos e artrópodes , esses animais são chamados de PROTOSTÔMIOS . A multicelularidade não é característica apenas de animais. Certas algas, a maioria dos fungos e as plantas são multicelulares . Porém, apenas organismos mais complexos, como animais e plantas, apresentam tecidos, ou seja, grupos de células semelhantes especializadas no desempenho de determinada função. PORÍFEROS são os únicos animais que não desenvolvem tecidos verdadeiros (vamos estudar melhor quando entrarmos na zoologia).
  2. 3. TIPOS DE SISTEMA DIGESTÓRIO NOS ANIMAIS. Nos animais acelomados : cavidade em que ocorre a digestão é uma bolsa de fundo cego , apenas com uma abertura com comunicação com o meio - -por isso diz-se que eles têm sistema digestório incompleto. Anêmona-do-mar (Celenterado) Planária (Platelminte)
  3. 4. TIPOS DE SISTEMA DIGESTÓRIO NOS ANIMAIS. A maioria dos outros animais (pseudocelomados e celomados) apresentam sistema digestório completo , constituído com um conduto - tubo digestório – com duas aberturas: boca e ânus . Nautílos (Molusco) Estrela-do-mar (Equinoderma) Ser humano (Cordado)
  4. 5. ANIMAIS ACELOMADOS, PSEUDOCELOMADOS E CELOMADOS Os animais triblásticos diferenciam-se também por apresentar ou não cavidade corporal, além da cavidade digestória . A) Os platelmintes (tênias ou solitárias) são organismos acelomados , pois não possuem cavidade corporal. Neles, todo espaço entre ectoderma e endoderma é preenchido por um tecido originado no mesoderma , o mesênquima . B) Os nematóides são animais pseudocelomados , pois apresentam uma cavidade corporal entre o mesoderma e o endoderma , a qual é denominada pseudoceloma . C) Os moluscos, anelídeos, artrópodes, equinodermas e cordados são animais celomados , pois apresentam celoma , que é uma cavidade totalmente revestida por mesoderma .
  5. 6. PLANO DE SIMETRIA DOS ANIMAIS Poucas espécies são assimétricas , ou seja, não apresentam nenhum tipo de simetria. Uma estrutura apresenta simetria se, cortada real ou imaginariamente por um plano que passe por seu centro (plano de simetria), origina duas metades equivalentes. Uma bola apresenta simetria esférica , pois qualquer plano que passe pelo centro a divide em partes simétricas. O mesmo não ocorre com uma maçã; se ela for cortada ao longo do seu eixo maior , de fato obtemos metades equivalentes , mas se a cortarmos transversalmente , obteremos duas partes não-simétricas (diferente de assimétrica). Nesse caso, fala-se em simetria radial , pois metades simétricas são obtidas apenas por planos de corte longitudinais , orientados como raios de uma circunferência.

×