Quitéria Paravidino
Setor B: aula12
Vermes segmentados
 São triblásticos, protostômios e apresentam
simetria bilateral.
 Primeiros animais dotados de um celoma
verdadeiro.
 P...
 Aumento de tamanho e complexidade do
corpo.
 Maior flexibilidade do corpo e variação de
movimentos.
 Critério: presença e quantidade de cerdas.
 Cerdas são projeções laterais, curtas, rígidas
e filamentosas constituídas ...
 Poucas cerdas.
 Encontrados em solo
úmido onde escavam
galerias sob a terra.
 Também podem ser
encontrados em água
doc...
Glossescolex giganteus
 São os anelídeos
marinhos, móveis ou
que vivem em tubos
construídos na areia.
 Apresentam os
parápodes ou
parapódios, o...
Eunice aphroditois
Bispira sp.
Spirobranchus giganteus
 Não apresentam
cerdas ou
parápodes.
 Vivme em água doce
ou ambientes muito
úmidos.
 São monóicos.
 Ex. Hirudo
medicin...
 Existem espécies de vida livre e ectoparasitas.
 Podem ser marinhos, de água doce ou
terrestres de umidade.
 Epiderme simples, que secreta uma cutícula
fina, transparente e permeável.
 Minhocas: músculos circulares e
longitudinais que contraem em relaxam em
ondas coordenadas (peristaltismo). As
cerdas se...
 São pouco desenvolvidas, resumindo-se a
células especializadas na captação de
estímulos químicos, mecânicos, térmicos e
...
Animais de corpo mole
 Triblásticos.
 Protostômios.
 Celomados.
 Não segmentados.
 Adaptados ao
ambiente terrestre,
água doce e
marinho.
Classificação
GASTROPODA
 Estômago localizado sobre o pé
musculoso.
 Espécies terrestres e aquáticas, com ou
sem concha....
BIVALVIA ou PELECYPODA
 Apresentam 2 conchas articuladas.
 São exclusivamente aquáticos.
 Pé em forma de lâmina de mach...
CEPHALOPODA
 Espécies exclusivamente marinhas, com
o pé dividido em vários tentáculos,
dotados de ventosas.
Sem concha e com 8 tentáculos:
polvos
Com concha externa:
Náutilus
Argonautas
Com concha interna: lulas e
sépias
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Filo annelida
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Filo annelida

1.009 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.009
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
656
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
7
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Filo annelida

  1. 1. Quitéria Paravidino Setor B: aula12
  2. 2. Vermes segmentados
  3. 3.  São triblásticos, protostômios e apresentam simetria bilateral.  Primeiros animais dotados de um celoma verdadeiro.  Possuem corpo segmentado (metâmeros).  Os metâmeros são compartimentos do celoma, separados uns dos outros por septos.  Cada metâmero tem um par de estruturas excretoras e nervosas, além de músculos independentes.
  4. 4.  Aumento de tamanho e complexidade do corpo.  Maior flexibilidade do corpo e variação de movimentos.
  5. 5.  Critério: presença e quantidade de cerdas.  Cerdas são projeções laterais, curtas, rígidas e filamentosas constituídas de quitina.  Função: auxiliar na locomoção e trocas gasosas.
  6. 6.  Poucas cerdas.  Encontrados em solo úmido onde escavam galerias sob a terra.  Também podem ser encontrados em água doce.  São monóicos.  Ex. Lumbricus terrestris, Pheretima hawaina, Glossescolex giganteus,... Lumbricus terrestris
  7. 7. Glossescolex giganteus
  8. 8.  São os anelídeos marinhos, móveis ou que vivem em tubos construídos na areia.  Apresentam os parápodes ou parapódios, onde estão implantadas muitas cerdas.  São dióicos.  Ex. Nereis virens, Eunice viridis,...
  9. 9. Eunice aphroditois Bispira sp. Spirobranchus giganteus
  10. 10.  Não apresentam cerdas ou parápodes.  Vivme em água doce ou ambientes muito úmidos.  São monóicos.  Ex. Hirudo medicinalis (sanguessuga)
  11. 11.  Existem espécies de vida livre e ectoparasitas.  Podem ser marinhos, de água doce ou terrestres de umidade.
  12. 12.  Epiderme simples, que secreta uma cutícula fina, transparente e permeável.
  13. 13.  Minhocas: músculos circulares e longitudinais que contraem em relaxam em ondas coordenadas (peristaltismo). As cerdas se distendem aumentando o atrito.  Poliquetos: usam os parápodes para dar mais atrito e também nadam ativamente.  Alguns poliquetos vivem em tubos (tubícolas) e são sedentários.  Sanguessugas: peristaltismo e “andar mede-palmo”.
  14. 14.  São pouco desenvolvidas, resumindo-se a células especializadas na captação de estímulos químicos, mecânicos, térmicos e luminosos.  Poliquetos errantes: olhos localizados na cabeça e tentáculos sensoriais (carnívoros).
  15. 15. Animais de corpo mole
  16. 16.  Triblásticos.  Protostômios.  Celomados.  Não segmentados.  Adaptados ao ambiente terrestre, água doce e marinho.
  17. 17. Classificação GASTROPODA  Estômago localizado sobre o pé musculoso.  Espécies terrestres e aquáticas, com ou sem concha.  O pé é bastante desenvolvido e possibilita a locomoção por deslizamento.  Possuem 4 tentáculos.
  18. 18. BIVALVIA ou PELECYPODA  Apresentam 2 conchas articuladas.  São exclusivamente aquáticos.  Pé em forma de lâmina de machado.  Filtradores.
  19. 19. CEPHALOPODA  Espécies exclusivamente marinhas, com o pé dividido em vários tentáculos, dotados de ventosas.
  20. 20. Sem concha e com 8 tentáculos: polvos
  21. 21. Com concha externa: Náutilus
  22. 22. Argonautas
  23. 23. Com concha interna: lulas e sépias

×