Simonesinara tarefa3 ebook

150 visualizações

Publicada em

Livro digital sobre resistência bacteriana a antibióticos.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
150
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Simonesinara tarefa3 ebook

  1. 1. 3 4 5 6 7 8 9 Índice Remissivo Sobre o livro Direitos Autorais Prefácio Sobre o Autor Capítulo 1 - bactérias capítulo 2 - Antibióticos capítulo 3 - uso indiscriminado de antibióticos 2
  2. 2. Sobre o livro Este livro apresenta informações referentes ao micro-organismo Bactérias e sua relação com os antibióticos. Foi desenvolvido como tarefa da disciplina "Recursos gratuitos e aplicativos integradores na Educação", do curso Plano Inovador de Capacitação, ofertado pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), no ano de 2015. 3
  3. 3. Copirraite Autor simone sinara de souza Editor plano inovador de capacitação/uepg Copirraite © 2013 simonesinara Primeira publicação usando Papyrus, 2015 ISBN : Este livro pode ser adquirido por educação, negócios, vendas ou uso promocional. Edição on-line também está disponível para este título. Para mais informações, contacte o nosso departamento de vendas corporativas / institucionais: simonesinara@gmail.com Embora toda precaução tenha sido tomada na preparação deste livro, a editora e os autores não assumem nenhuma responsabilidade por erros ou omissões, ou por danos resultantes da utilização das informações aqui contidas. 4
  4. 4. Prefácio As bactérias são micro-organismos presentes em diversos ambientes. Muitas são utilizadas pela espécie humana para fabricação de produtos nas indústrias alimentícias, químicas e farmacêuticas, além do uso na Biotecnologia. Entretanto, há algumas espécies de bactérias que provocam doenças na espécie humana, ditas patógenas. Essas bactérias são controladas com o uso de antibióticos, substâncias químicas capazes de inibir o crescimento bacteriano. Porém, o uso indiscriminado dos antibióticos, seja pela população humana ou por profissionais da saúde, tem acarretado no aumento significativo de bactérias resistentes a estas substâncias. Este livro apresenta algumas informações sobre a resistência bacteriana aos antibióticos disponíveis no mercado mundial e, alerta sobre as medidas profiláticas necessárias para evitar infecções hospitalares, além de indicar reportagens sobre a temática através do Saiba mais. Boa leitura! A autora. 5
  5. 5. Sobre o Autor Simone Sinara de Souza é formada em Ciências Biológicas pela PUC/PR e Pós-graduada em Microbiologia Clínica; Ensino de Ciências através de Oficinas Naturais; Tecnologias em Educação; Formação de Docentes e Orientadores Acadêmicos em EAD e em Mídias Integradas na Educação. Professora da Rede Estadual de Ensino do Paraná, onde leciona as disciplinas de Ciências e Biologia. Este é seu primeiro exemplar, motivado pelos professores do curso Plano Inovador de Capacitação/UEPG. 6
  6. 6. Capítulo 1 - bactérias As bactérias são micro-organismos encontrados em diversos ambientes, seja no ar, na terra, na água, ou revestindo mucosas, pele e o trato intestinal da espécie humana e de animais. Há bactérias benéficas que são utilizadas nas indústrias: alimentícia, química, farmacêutica; além das responsáveis pela decomposição da matéria orgânica morta, e, pela fixação de nitrogênio atmosférico, quando associadas a raízes de leguminosas. Entretanto, há bactérias patógenas causadoras de inúmeras doenças à espécie humana, como: tuberculose, cólera, pneumonia, tétano, leptospirose, hanseníase, coqueluche, difteria, sífilis, gonorréia, entre outras. As doenças causadas por bactérias recebem o nome de bacterioses. As bacterioses são tratadas com antibióticos. 7
  7. 7. capítulo 2 - Antibióticos Os antibióticos são substâncias químicas, naturais ou sintéticas capazes de inibir o crescimento bacteriano. Os principais grupos de antibióticos são: penicilinas, cefalosporinas, cloranfenicol e tetraciclinas, sulfonamidas e suas associações, aminoglicosídeos, entre outros. Algumas bactérias apresentam em sua estrutura morfológica uma molécula de DNA extracromossômico – o plasmídeo, através do qual desenvolvem a capacidade de adaptação a um meio contendo antibiótico e tornando-se assim, resistentes ao mesmo. De acordo com Santos, 2004, "o uso intenso de antibióticos na medicina, na produção de alimentos para animais e na agricultura tem causado um aumento na resistência àquelas drogas em todo mundo". Por muito tempo foi comum observar cenas de profissionais da saúde receitando o antibiótico penicilina para tratar sintomas relacionados a viroses (os vírus são indiferentes a ação dos antibióticos); as farmácias vendendo antibióticos sem receita médica; pessoas ingerindo antibióticos sem um tratamento adequado, ou seja, não respeitando os intervalos necessários entre uma dose e outra para garantir a inibição das bactérias patógenas presentes no organismo. Estes e outros fatores têm permitido o crescimento no número de bactérias que tornam-se resistentes a diversos antibióticos. 8
  8. 8. capítulo 3 - uso indiscriminado de antibióticos O uso indiscriminado de antibióticos, inclusive no meio hospitalar, e o crescente aumento de bactérias resistentes tem preocupado a Organização Mundial da Saúde e o meio científico, que vem realizando estudos com profissionais da saúde buscando a conscientização destes, quanto ao adequado uso de antibióticos e higiene correta das mãos, visando minimizar o risco de infecções hospitalares. 9
  9. 9. 10

×