SlideShare uma empresa Scribd logo
EEEFM Dr. HORTÊNSIO DE SOUSA RIBEIRO - PREMEN




            François-Auguste-René Rodin , “O beijo”.1889. Museu de Rodin, Paris.

                        A formação de um artista
        Um artista entra em sintonia com a arte, sempre que está em
treinamento e em desenvolvimento, seguindo os critérios de julgamento
artístico. Participar desse processo exige informação sobre as formas de
representação, da obra e do estilo utilizado. A exemplo dos dois amantes
absorvidos num intenso beijo representados na estátua "O Beijo", realizada por
Auguste Rodin, transmitem uma tal força emotiva e sensualidade que tornou
esta obra numa das mais famosas esculturas de todos os tempos.

       Todos nascemos dotados de sensibilidade, e com capacidade de fruição
estética, que são pontos fundamentais no julgamento de um artista. Além
disso, o artista deve ter um aprendizado adequado, de modo a aprimorar sua
sensibilidade, aumentando sua capacidade de ver e ouvir o que está ao seu
redor.

        O público precisa de informações sobre o artista para obter uma boa
possibilidade de contemplação sobre a obra representada pelo artista. O
aprimoramento de nossa sensibilidade depende de todo nosso aprendizado
artístico. E tudo isso só está sendo possível na aula do professor Gilson Nunes.

Aluna: Larissa de Queiroz Neves, 20.

Disciplina: Artes    1° Ano: J

Professor: Gilson Nunes                  Campina Grande, 01 de junho de 2010.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Trabalho de arte 9

Trabalho de arte 6
Trabalho   de arte  6Trabalho   de arte  6
Trabalho de arte 6
Professor Gilson Nunes
 
Trabalho de arte 1
Trabalho de arte 1Trabalho de arte 1
Trabalho de arte 1
Professor Gilson Nunes
 
Trabalho de arte 4
Trabalho de arte 4Trabalho de arte 4
Trabalho de arte 4
Professor Gilson Nunes
 
A Arte como Recurso Educacional de Reflexão
 A Arte como Recurso Educacional de Reflexão     A Arte como Recurso Educacional de Reflexão
A Arte como Recurso Educacional de Reflexão
Vis-UAB
 
Auto Estima Da Identidade Surda
Auto Estima Da Identidade SurdaAuto Estima Da Identidade Surda
Auto Estima Da Identidade Surda
asustecnologia
 
Trabalho de arte 2
Trabalho de arte 2Trabalho de arte 2
Trabalho de arte 2
Professor Gilson Nunes
 
Arteterapia 01
Arteterapia 01Arteterapia 01
Arteterapia 01
Zoraya Gonçalves Araujo
 
Trabalho de arte 8
Trabalho de arte 8Trabalho de arte 8
Trabalho de arte 8
Professor Gilson Nunes
 
A ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE AULA
A ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE  AULAA ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE  AULA
A ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE AULA
GuilhermeVillela4
 
A linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptx
A linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptxA linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptx
A linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptx
GleidsonJordan2
 
O belo e o feio
O belo e o feioO belo e o feio
O belo e o feio
Aline Corso
 
Vamos falar de arte(1)
Vamos falar de arte(1)Vamos falar de arte(1)
Vamos falar de arte(1)
Luis Silva
 
Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)
Fábia Michelle Pereira
 
Campos; júlia maria atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...
Campos; júlia maria   atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...Campos; júlia maria   atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...
Campos; júlia maria atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...
Acervo_DAC
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
Aline Corso
 
Trabalho de arte 10
Trabalho de arte 10Trabalho de arte 10
Trabalho de arte 10
Professor Gilson Nunes
 
ensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdfensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdf
EscolaEstadualCesec
 
Arte e Ensino.
 Arte e Ensino. Arte e Ensino.
Arte e Ensino.
Vis-UAB
 
Artes na EJA
Artes na EJAArtes na EJA
Artes na EJA
Claudio Bastos
 
Eja arte
Eja arteEja arte

Semelhante a Trabalho de arte 9 (20)

Trabalho de arte 6
Trabalho   de arte  6Trabalho   de arte  6
Trabalho de arte 6
 
Trabalho de arte 1
Trabalho de arte 1Trabalho de arte 1
Trabalho de arte 1
 
Trabalho de arte 4
Trabalho de arte 4Trabalho de arte 4
Trabalho de arte 4
 
A Arte como Recurso Educacional de Reflexão
 A Arte como Recurso Educacional de Reflexão     A Arte como Recurso Educacional de Reflexão
A Arte como Recurso Educacional de Reflexão
 
Auto Estima Da Identidade Surda
Auto Estima Da Identidade SurdaAuto Estima Da Identidade Surda
Auto Estima Da Identidade Surda
 
Trabalho de arte 2
Trabalho de arte 2Trabalho de arte 2
Trabalho de arte 2
 
Arteterapia 01
Arteterapia 01Arteterapia 01
Arteterapia 01
 
Trabalho de arte 8
Trabalho de arte 8Trabalho de arte 8
Trabalho de arte 8
 
A ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE AULA
A ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE  AULAA ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE  AULA
A ARTETERAPIA COMO INSTRUMENTO NA SALA DE AULA
 
A linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptx
A linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptxA linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptx
A linguagem da arte - Arte e artistas - O belo e a formação do gosto.pptx
 
O belo e o feio
O belo e o feioO belo e o feio
O belo e o feio
 
Vamos falar de arte(1)
Vamos falar de arte(1)Vamos falar de arte(1)
Vamos falar de arte(1)
 
Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)Apostila de-artes-visuais (1)
Apostila de-artes-visuais (1)
 
Campos; júlia maria atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...
Campos; júlia maria   atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...Campos; júlia maria   atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...
Campos; júlia maria atitudes expressivas da dança moderna na pintura – a da...
 
O que é arte?
O que é arte?O que é arte?
O que é arte?
 
Trabalho de arte 10
Trabalho de arte 10Trabalho de arte 10
Trabalho de arte 10
 
ensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdfensino_arte_ciclo1.pdf
ensino_arte_ciclo1.pdf
 
Arte e Ensino.
 Arte e Ensino. Arte e Ensino.
Arte e Ensino.
 
Artes na EJA
Artes na EJAArtes na EJA
Artes na EJA
 
Eja arte
Eja arteEja arte
Eja arte
 

Mais de Professor Gilson Nunes

A reforma política que queremos
A reforma política que queremosA reforma política que queremos
A reforma política que queremos
Professor Gilson Nunes
 
Carta de um professor aos paraibanos
Carta de um professor aos paraibanosCarta de um professor aos paraibanos
Carta de um professor aos paraibanos
Professor Gilson Nunes
 
PNE - 2011-2020: construindo um presente tardio
PNE - 2011-2020: construindo um presente tardioPNE - 2011-2020: construindo um presente tardio
PNE - 2011-2020: construindo um presente tardio
Professor Gilson Nunes
 
O planeta movido a internet é escravo...
O planeta movido a internet é escravo...O planeta movido a internet é escravo...
O planeta movido a internet é escravo...
Professor Gilson Nunes
 
Segredos da arte brasileira 1
Segredos da arte brasileira 1Segredos da arte brasileira 1
Segredos da arte brasileira 1
Professor Gilson Nunes
 
Cubismo 1907-1914
Cubismo   1907-1914Cubismo   1907-1914
Cubismo 1907-1914
Professor Gilson Nunes
 
Arte abstrata 1910 1950
Arte abstrata        1910 1950Arte abstrata        1910 1950
Arte abstrata 1910 1950
Professor Gilson Nunes
 
Trabalho de arte 5
Trabalho de arte 5Trabalho de arte 5
Trabalho de arte 5
Professor Gilson Nunes
 
Neo-impressionismo 4
Neo-impressionismo 4Neo-impressionismo 4
Neo-impressionismo 4
Professor Gilson Nunes
 
Neo-impressionismo - 3
Neo-impressionismo - 3Neo-impressionismo - 3
Neo-impressionismo - 3
Professor Gilson Nunes
 
Neo-impressionismo parte 2
Neo-impressionismo parte 2Neo-impressionismo parte 2
Neo-impressionismo parte 2
Professor Gilson Nunes
 
Neo-impressionismo parte 1
Neo-impressionismo parte 1Neo-impressionismo parte 1
Neo-impressionismo parte 1
Professor Gilson Nunes
 
Reflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educação
Reflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educaçãoReflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educação
Reflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educação
Professor Gilson Nunes
 
Ricardo coutinho e a classe artística campinense
Ricardo coutinho e a classe artística campinenseRicardo coutinho e a classe artística campinense
Ricardo coutinho e a classe artística campinense
Professor Gilson Nunes
 
Porfessor da Paraíba luta por um piso salarial nacional de r$ 3.800 reais.
Porfessor da Paraíba  luta por um piso salarial nacional  de r$ 3.800 reais.Porfessor da Paraíba  luta por um piso salarial nacional  de r$ 3.800 reais.
Porfessor da Paraíba luta por um piso salarial nacional de r$ 3.800 reais.
Professor Gilson Nunes
 
Pós impressionismo
Pós impressionismoPós impressionismo
Pós impressionismo
Professor Gilson Nunes
 
Questionário arte egípcia.
Questionário arte egípcia.Questionário arte egípcia.
Questionário arte egípcia.
Professor Gilson Nunes
 
Arte grega: história da escultura
Arte grega: história da esculturaArte grega: história da escultura
Arte grega: história da escultura
Professor Gilson Nunes
 
Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.
Professor Gilson Nunes
 
Arte Grega: princípio, a pintura em cerâmica
Arte Grega: princípio, a pintura em cerâmicaArte Grega: princípio, a pintura em cerâmica
Arte Grega: princípio, a pintura em cerâmica
Professor Gilson Nunes
 

Mais de Professor Gilson Nunes (20)

A reforma política que queremos
A reforma política que queremosA reforma política que queremos
A reforma política que queremos
 
Carta de um professor aos paraibanos
Carta de um professor aos paraibanosCarta de um professor aos paraibanos
Carta de um professor aos paraibanos
 
PNE - 2011-2020: construindo um presente tardio
PNE - 2011-2020: construindo um presente tardioPNE - 2011-2020: construindo um presente tardio
PNE - 2011-2020: construindo um presente tardio
 
O planeta movido a internet é escravo...
O planeta movido a internet é escravo...O planeta movido a internet é escravo...
O planeta movido a internet é escravo...
 
Segredos da arte brasileira 1
Segredos da arte brasileira 1Segredos da arte brasileira 1
Segredos da arte brasileira 1
 
Cubismo 1907-1914
Cubismo   1907-1914Cubismo   1907-1914
Cubismo 1907-1914
 
Arte abstrata 1910 1950
Arte abstrata        1910 1950Arte abstrata        1910 1950
Arte abstrata 1910 1950
 
Trabalho de arte 5
Trabalho de arte 5Trabalho de arte 5
Trabalho de arte 5
 
Neo-impressionismo 4
Neo-impressionismo 4Neo-impressionismo 4
Neo-impressionismo 4
 
Neo-impressionismo - 3
Neo-impressionismo - 3Neo-impressionismo - 3
Neo-impressionismo - 3
 
Neo-impressionismo parte 2
Neo-impressionismo parte 2Neo-impressionismo parte 2
Neo-impressionismo parte 2
 
Neo-impressionismo parte 1
Neo-impressionismo parte 1Neo-impressionismo parte 1
Neo-impressionismo parte 1
 
Reflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educação
Reflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educaçãoReflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educação
Reflexão epistemológica dos estudos culturais numa perspectiva da educação
 
Ricardo coutinho e a classe artística campinense
Ricardo coutinho e a classe artística campinenseRicardo coutinho e a classe artística campinense
Ricardo coutinho e a classe artística campinense
 
Porfessor da Paraíba luta por um piso salarial nacional de r$ 3.800 reais.
Porfessor da Paraíba  luta por um piso salarial nacional  de r$ 3.800 reais.Porfessor da Paraíba  luta por um piso salarial nacional  de r$ 3.800 reais.
Porfessor da Paraíba luta por um piso salarial nacional de r$ 3.800 reais.
 
Pós impressionismo
Pós impressionismoPós impressionismo
Pós impressionismo
 
Questionário arte egípcia.
Questionário arte egípcia.Questionário arte egípcia.
Questionário arte egípcia.
 
Arte grega: história da escultura
Arte grega: história da esculturaArte grega: história da escultura
Arte grega: história da escultura
 
Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.Arte grega: história da pintura.
Arte grega: história da pintura.
 
Arte Grega: princípio, a pintura em cerâmica
Arte Grega: princípio, a pintura em cerâmicaArte Grega: princípio, a pintura em cerâmica
Arte Grega: princípio, a pintura em cerâmica
 

Trabalho de arte 9

  • 1. EEEFM Dr. HORTÊNSIO DE SOUSA RIBEIRO - PREMEN François-Auguste-René Rodin , “O beijo”.1889. Museu de Rodin, Paris. A formação de um artista Um artista entra em sintonia com a arte, sempre que está em treinamento e em desenvolvimento, seguindo os critérios de julgamento artístico. Participar desse processo exige informação sobre as formas de representação, da obra e do estilo utilizado. A exemplo dos dois amantes absorvidos num intenso beijo representados na estátua "O Beijo", realizada por Auguste Rodin, transmitem uma tal força emotiva e sensualidade que tornou esta obra numa das mais famosas esculturas de todos os tempos. Todos nascemos dotados de sensibilidade, e com capacidade de fruição estética, que são pontos fundamentais no julgamento de um artista. Além disso, o artista deve ter um aprendizado adequado, de modo a aprimorar sua sensibilidade, aumentando sua capacidade de ver e ouvir o que está ao seu redor. O público precisa de informações sobre o artista para obter uma boa possibilidade de contemplação sobre a obra representada pelo artista. O aprimoramento de nossa sensibilidade depende de todo nosso aprendizado artístico. E tudo isso só está sendo possível na aula do professor Gilson Nunes. Aluna: Larissa de Queiroz Neves, 20. Disciplina: Artes 1° Ano: J Professor: Gilson Nunes Campina Grande, 01 de junho de 2010.