SlideShare uma empresa Scribd logo
O Milho, a Pipoca e o Piruá
Imagine o milho de pipoca dentro da panela, que vai ficando
cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou. Dentro de sua
casca dura, fechado em si mesmo, não imagina destino
diferente. Não imagina a transformação que está porvir. Aí,
sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação
acontece:
PUM! – e aparece uma outra coisa completamente diferente que
ele mesmo nunca havia sonhado, vira Pipoca.
– A transformação do milho duro em pipoca macia é o símbolo da
grande transformação pela qual devemos passar para que
venhamos a ser o que devemos ser.
O milho de pipoca não é o que deve ser. Ele é o que acontece
depois do estouro. O milho de pipoca somos nós: duros, quebra-
dentes, impróprios para comer.
As grandes transformações só acontecem quando passamos pelo
fogo. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito a vida
inteira, uma mesmice e uma dureza assombrosa, achado que o seu
jeito de ser é o melhor.
De repente, vem o fogo. A vida nos lança numa situação que
nunca imaginamos: Pode ser fogo de fora: perder um amor, ficar
doente, perder o emprego ,… Pode ser fogo de dentro: pânico,
medo, ansiedade, depressão, …
– Há sempre um remédio, apagar o fogo, sem fogo o sofrimento
diminui. Transformado-nos em um Piruá.
Piruá é o milho de pipoca que se recusa estourar. São os que,
por mais que o fogo esquente se recusam a mudar. Acham que não
pode existir coisa melhor que seu jeito de ser. A sua
presunção e o medo é a dura casca que não estoura. Seu destino
é ficar duro à vida inteira, sem se transformar na flor
branca, macia e dar alegria para alguém.
– Terminado o estouro alegre das pipocas, no fundo da panela
ficam os Piruás que não servem para nada. Seu destino é o
lixo.
Texto de Rubem Alves – Do livro “O Amor que acende a lua” –
Adaptado
NG Canela – 16 de julho 2009

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Produção textual
Produção textual Produção textual
Produção textual
Mary Alvarenga
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
Roseanne Funchal Olivieira
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos errosAtividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Mary Alvarenga
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
Mara Sueli
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
GERALDOGOMESDEBARROS
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
Mary Alvarenga
 
As fases da Lua
As fases da LuaAs fases da Lua
As fases da Lua
Mary Alvarenga
 
Teatro para o dia das mães 3
Teatro para o dia das mães 3Teatro para o dia das mães 3
Teatro para o dia das mães 3
Vania Mendes
 
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino FundamentalGênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Paulo Alves de Araujo
 
Projeto reforço escolar
Projeto reforço escolarProjeto reforço escolar
Projeto reforço escolar
CLEAN LOURENÇO
 
Poesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia MeirelesPoesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia Meireles
Romy23
 
Ii simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunos
Ii   simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunosIi   simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunos
Ii simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunos
Hilton Cézar Rezende
 
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
Mary Alvarenga
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textual
Maria Cecilia Silva
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos
Mary Alvarenga
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Prefeitura de Cianorte
 
Projeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º anoProjeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º ano
jose ebner
 
Trem bala de Ana Vilela - Análise e entendimento da música
Trem bala de Ana Vilela  - Análise e entendimento da músicaTrem bala de Ana Vilela  - Análise e entendimento da música
Trem bala de Ana Vilela - Análise e entendimento da música
Mary Alvarenga
 

Mais procurados (20)

Produção textual
Produção textual Produção textual
Produção textual
 
Apostila gêneros textuais 4º ano
Apostila gêneros textuais  4º anoApostila gêneros textuais  4º ano
Apostila gêneros textuais 4º ano
 
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTREAVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
AVALIAÇÃO DE LÍNGUA PORTUGUESA - 5º ANO - 3º BIMESTRE
 
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos errosAtividade ortográfica - Caçada aos erros
Atividade ortográfica - Caçada aos erros
 
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANOCOLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
COLETÂNEA DE ATIVIDADES DO 5º ANO
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
 
Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos Gênero textual: Fabulas e contos
Gênero textual: Fabulas e contos
 
As fases da Lua
As fases da LuaAs fases da Lua
As fases da Lua
 
Teatro para o dia das mães 3
Teatro para o dia das mães 3Teatro para o dia das mães 3
Teatro para o dia das mães 3
 
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino FundamentalGênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
Gênero textual: O Poema 3º Ano do Ensino Fundamental
 
Projeto reforço escolar
Projeto reforço escolarProjeto reforço escolar
Projeto reforço escolar
 
Poesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia MeirelesPoesias De CecíLia Meireles
Poesias De CecíLia Meireles
 
Ii simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunos
Ii   simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunosIi   simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunos
Ii simulado da prova saego-saeb-9ºano - alunos
 
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências Alimentação saudável -  Texto  e atividade de Ciências
Alimentação saudável - Texto e atividade de Ciências
 
Autobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textualAutobiografia: proposta de produção textual
Autobiografia: proposta de produção textual
 
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃOAVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
AVALIAÇÃO DE CIÊNCIAS - 6º OU 7º ANO - ÁGUA, LIXO, SANEAMENTO BÁSICO E POLUIÇÃO
 
Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos Interpretação de tabelas e gráficos
Interpretação de tabelas e gráficos
 
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016Sequencia didática sistema monetario  3 ano a   2016
Sequencia didática sistema monetario 3 ano a 2016
 
Projeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º anoProjeto de leitura. 1º ao 9º ano
Projeto de leitura. 1º ao 9º ano
 
Trem bala de Ana Vilela - Análise e entendimento da música
Trem bala de Ana Vilela  - Análise e entendimento da músicaTrem bala de Ana Vilela  - Análise e entendimento da música
Trem bala de Ana Vilela - Análise e entendimento da música
 

Semelhante a Texto milho,pipoca e o piruá

Pipocasdavida
PipocasdavidaPipocasdavida
Pipocasdavida
frsalviano
 
Pipoca
PipocaPipoca
A pipoca-auto-estima
A pipoca-auto-estimaA pipoca-auto-estima
A pipoca-auto-estima
Jackson Douglas
 
Pipocas da vida
Pipocas da vidaPipocas da vida
Pipocas da vida
Doni Cia
 
Pipocas da Vida
Pipocas da VidaPipocas da Vida
Pipocas da Vida
bilibiowebsite
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
PipocaPipoca
Transformar
TransformarTransformar
Transformar
QSEJAETERNO
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
UniaoEP
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
bembrasil
 
Pipocas da vida_pow
Pipocas da vida_powPipocas da vida_pow
Pipocas da vida_pow
adricamara
 
Pipocas da vida_pow
Pipocas da vida_powPipocas da vida_pow
Pipocas da vida_pow
Ana Agostini
 
Pipocas da vida ok
Pipocas da vida     okPipocas da vida     ok
Pipocas da vida ok
helena takahashi
 
Pipocas da Vida...
Pipocas da Vida...Pipocas da Vida...
Pipocas da Vida...
EDEMAR RUEDIGER
 
Pipoca
PipocaPipoca
A pipoca
A pipocaA pipoca
A pipoca
Claudia FN
 
A Pipoca
  A Pipoca  A Pipoca
A Pipoca
Estevao gestevao
 
Pipocasdavida
PipocasdavidaPipocasdavida
Pipocasdavida
QSEJAETERNO
 
A pipoca
A pipocaA pipoca
A Pipoca
A PipocaA Pipoca

Semelhante a Texto milho,pipoca e o piruá (20)

Pipocasdavida
PipocasdavidaPipocasdavida
Pipocasdavida
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
 
A pipoca-auto-estima
A pipoca-auto-estimaA pipoca-auto-estima
A pipoca-auto-estima
 
Pipocas da vida
Pipocas da vidaPipocas da vida
Pipocas da vida
 
Pipocas da Vida
Pipocas da VidaPipocas da Vida
Pipocas da Vida
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
 
Transformar
TransformarTransformar
Transformar
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
 
Pipocas da vida_pow
Pipocas da vida_powPipocas da vida_pow
Pipocas da vida_pow
 
Pipocas da vida_pow
Pipocas da vida_powPipocas da vida_pow
Pipocas da vida_pow
 
Pipocas da vida ok
Pipocas da vida     okPipocas da vida     ok
Pipocas da vida ok
 
Pipocas da Vida...
Pipocas da Vida...Pipocas da Vida...
Pipocas da Vida...
 
Pipoca
PipocaPipoca
Pipoca
 
A pipoca
A pipocaA pipoca
A pipoca
 
A Pipoca
  A Pipoca  A Pipoca
A Pipoca
 
Pipocasdavida
PipocasdavidaPipocasdavida
Pipocasdavida
 
A pipoca
A pipocaA pipoca
A pipoca
 
A Pipoca
A PipocaA Pipoca
A Pipoca
 

Texto milho,pipoca e o piruá

  • 1. O Milho, a Pipoca e o Piruá Imagine o milho de pipoca dentro da panela, que vai ficando cada vez mais quente, pensa que sua hora chegou. Dentro de sua casca dura, fechado em si mesmo, não imagina destino diferente. Não imagina a transformação que está porvir. Aí, sem aviso prévio, pelo poder do fogo a grande transformação acontece: PUM! – e aparece uma outra coisa completamente diferente que ele mesmo nunca havia sonhado, vira Pipoca. – A transformação do milho duro em pipoca macia é o símbolo da grande transformação pela qual devemos passar para que venhamos a ser o que devemos ser. O milho de pipoca não é o que deve ser. Ele é o que acontece depois do estouro. O milho de pipoca somos nós: duros, quebra- dentes, impróprios para comer. As grandes transformações só acontecem quando passamos pelo fogo. Quem não passa pelo fogo fica do mesmo jeito a vida inteira, uma mesmice e uma dureza assombrosa, achado que o seu jeito de ser é o melhor. De repente, vem o fogo. A vida nos lança numa situação que nunca imaginamos: Pode ser fogo de fora: perder um amor, ficar doente, perder o emprego ,… Pode ser fogo de dentro: pânico, medo, ansiedade, depressão, …
  • 2. – Há sempre um remédio, apagar o fogo, sem fogo o sofrimento diminui. Transformado-nos em um Piruá. Piruá é o milho de pipoca que se recusa estourar. São os que, por mais que o fogo esquente se recusam a mudar. Acham que não pode existir coisa melhor que seu jeito de ser. A sua presunção e o medo é a dura casca que não estoura. Seu destino é ficar duro à vida inteira, sem se transformar na flor branca, macia e dar alegria para alguém. – Terminado o estouro alegre das pipocas, no fundo da panela ficam os Piruás que não servem para nada. Seu destino é o lixo. Texto de Rubem Alves – Do livro “O Amor que acende a lua” – Adaptado NG Canela – 16 de julho 2009