SlideShare uma empresa Scribd logo
Tecido Conjuntivo
Formado por células amorfas com
abundante matriz intercelular, sendo responsável
pelo preenchimento, sustentação e transporte de
substâncias pelo corpo.
Forma o arcabouço que sustenta as partes
moles do corpo, apoiando e ligando os demais
tecidos.
Grande quantidade de material intracelular e
distanciamento das células e fibras.
Alguns com importante função na
difusão e fluxo de metabolismo.
Participam ativamente nas funções de
defesa do organismo.
Morfologicamente apresenta grande
quantidade de material extracelular
→ MATRIZ: constituída por uma
parte não-estrutural, denominada de
substância fundamental amorfa
(SFA), e por outra porção fibrosa.
Origem embriológica
A partir do mesênquima
• Tecido Conjuntivo Propriamente dito
• Tecidos conjuntivos especiais
Tecido Conjuntivo
Em geral o tecido conjuntivo é constituído:
• Células
• Fibras
•Matriz de substância fundamental
Substância fundamental
• Circunda as células e as fibras do tecido
conjuntivo.Não têm estrutura histológica e é por isso
considerada amorfa, sendo constituída por:
• proteogliganas(PG)
• glicosaminoglicanas (GAG)
Tecido Conjuntivo
Classificação do tecido conjuntivo
Tecido
conjuntivo
Propriamente
dito
•Tecido Conjuntivo Frouxo
•Tecido Conjuntivo Denso
Tecido
Conjuntivo
Especializado
•Tecido Adiposo
•Tecido Sanguíneo e Linfático
• Tecido Ósseo
•Tecido Cartilaginoso
Tipos de Tecido Conjuntivo:
1- Propriamente Dito (TCPD): apresenta
células típicas: Fibroblastos, Macrófagos,
Mastócitos, Plasmócitos e Adipócitos, imersas em
uma matriz gelatinosa com fibras de Colágeno
(resistência) e Elastina (elasticidade).
Pode ser:
• Frouxo → Derme, Hipoderme
•Denso → Tendões
 Foto à Esquerda:Tecido Conjuntivo Frouxo.
 Foto à Direita:Tecido Conjuntivo Denso.
TECIDO CONJUNTIVO FROUXO
Preenche espaços não-ocupados por outros tecidos.
Apoia e nutre células epiteliais, envolve nervos,
músculos e vasos sanguíneos linfáticos.
Faz parte da estrutura de muitos órgãos e desempenha
importante papel em processos de cicatrização.
Maior distribuição no corpo humano.
Sua substância fundamental é viscosa e muito
hidratada. Essa viscosidade representa, de certa forma,
uma barreira contra a penetração de elementos
estranhos no tecido.
Constituído por três componentes principais:
•células de vários tipos,
•três tipos de fibras
•matriz.
FIBROBLASTO
FIBRA
COLÁGENA
FIBRA
ELÁSTICA
PLASMÓCITO
MACRÓFAGO
FIBRA
RETICULAR
CÉLULA
ADIPOSA
Os tecidos que
circundam os
elementos epiteliais
dos lóbulos inativos
das glândulas
mamárias exemplo de
tecido conjuntivo denso
e frouxo.
Um dos
lóbulos com
maior
ampliação
Células do tecido
conjuntivo
Células residentes ou
regularmente presentes
no Tecido conjuntivo
Frouxo
•Fibroblastos
•Macrófagos do tecido conjuntivo
(histiócitos)
•Mastócitos
• Plasmócitos
Células transitórias que migram do
sangue
•Neutrófilos
•Eosinófilos
•Monócitos
•linfócitos
•Adipócitos
•Células mesenquimais indiferenciadas
Além disso pode
conter
Tecido Conjuntivo
FIBROBLASTOS
Tecido Conjuntivo
MACRÓGAFOS
Desenho esquemático
da ultra-estrutura de
um macrófago,
mostrando algumas
etapas (1,2 e 3)da
ingestão de material e
da fusão do lisosomas
com vacúolo contendo
a partícula fagocitada.
A digestão incompleta
pode deixar um corpo
residual.
MASTÓCITO
Micrografia
eletrônica
Mastócito em
repouso, com
seus numerosos
grânulos
citoplasmáticos.
Tecido Conjuntivo
PLASMÓCITO
Desenho semi-
esquemáticoda ultra-
estrutura do
plasmócito.Esta
célula possui retículo
endoplasmático muito
desenvolvido.As
cisternas deste]
reículo podem
aparecer dilatadas
pelo acúmulo das
gamaglobulinas
(anticorpos).
Tecido Conjuntivo
Tecido Conjuntivo
TECIDO CONJUNTIVO DENSO
Predomínio de fibroblastos e fibras colágenas.
Dependendo do modo de organização dessas fibras,
pode ser classificado em:
Não modelado: fibras colágenas entrelaçadas, dispostas
em feixes que não apresentam orientação fixa, confere
resistência e elasticidade.
Forma as cápsulas envoltórias de diversos órgãos
internos, e forma também a derme, tecido conjuntivo
da pele.
Modelado: formado por fibras colágenas dispostas em
feixes com orientação fixa, dando ao tecido
características de maior resistência à tensão do que a
dos tecidos não-modelados e frouxo; ocorre nos
tendões, que ligam os músculos aos ossos, e nos
ligamentos, que ligam os ossos entre si.
Fibras do tecido conjuntivo
• Fibras Colágenas
Fotomicrografia de uma
preparação por distensão de
mesentério corada pela
resorcina-fucsina.A delicada
trama de fibras que se
ramificam é composta de
firas elásticas (E). As fibras
colágenas ( C) são muito
mais espessas e podem ser
vistas cruzando o campo em
várias direções sem se
ramificarem.
• Fibras Reticulares: Encontrado em torno dos
adipócitos, dos pequenos vaso sanguíneos e dos nervos.
Fotomicrografia por uma
preparação por
impregnação pela prata,
de uma linfonodo,
mostrando a cápsula de
tecido conjuntivo, na
parte superior. As fibras
reticulares formam uma
rede irregular de
anastomoses
•Fibras Elásticas
TECIDO CONJUNTIVO DENSO NÃO MODELADO
Tecido Conjuntivo
TECIDO CONJUNTIVO DENSO MODELADO
TENDÃO CALCÂNEO
LESIONADO
Tecido Conjuntivo
2.Cartilaginoso: apresenta células especializadas →
Condrócitos, que secretam uma rede compacta de fibras
Colágenas em uma matriz gelatinosa consistente sem
vascularização.
Pode ser:
• Hialina: Articulações
•Elástica: Ouvido Externo e Epiglote
•Fibrosa: Discos Intervertebrais
Obs: Forma o esqueleto de alguns vertebrados
-Agnatos e Condríctes.
 Foto:Tecido Conjuntivo Adiposo.
 Fotos:Tecido Conjuntivo Cartilaginoso.
3. Ósseo: formado por células - Osteócitos, localizadas
em cavidades - Osteoplastos, existentes no interior
de uma matriz intercelular extremamente rígida de
natureza orgânica (Fibras Colágenas) e inorgânica
(Fosfato de Cálcio), que apresenta canais de ligação -
Havers e Volkmann, permitindo a nutrição destas
células. Forma o esqueleto encontrado na
maioria dos Vertebrados.
 Foto à Esquerda:Tecido Conjuntivo Ósseo.
 Esquema à Direita: Estrutura Interna de um Osso.
4. Hematopoiético: responsável pela formação dos
Elementos Figurados do Sangue - Hemácias,
Leucócitos e Plaquetas, através da Hematopoese ⇒
diferenciação em células sanguíneas a partir de
Células-Tronco pluripotentes.
Pode ser:
Mielóide - Medula Óssea Vermelha
Linfóide - Baço e Gânglios Linfáticos.
 Esquema:Tecido
Conjuntivo
Hematopoiético e a
diferenciação dos
elementos Figurados
do Sangue.
BIBLIOGRAFIA
JUNQUEIRA, L.C. , CARNEIRO, J. Histologia Básica. 11
edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. 524p.
ROSS, M. H., PAWLINA, W. Histologia - Texto e Atlas em
Correlação com Biologia Celular e Molecular. 5ª edição.
Guanabara Koogan. Rio de Janeiro. 2008. 908p.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
Carlos Priante
 
Histofisiologia tecido epitelial
Histofisiologia tecido epitelialHistofisiologia tecido epitelial
Histofisiologia tecido epitelial
Marília Gomes
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
César Milani
 
Tecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposoTecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposo
Caio Maximino
 
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologiaAula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Cintia Colotoni
 
Introducao histologia
Introducao histologia Introducao histologia
Introducao histologia
Thais Benicio
 
Tecido ósseo
Tecido ósseoTecido ósseo
Tecido ósseo
Caio Maximino
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
Caio Maximino
 
Tecidos conjuntivos
Tecidos conjuntivosTecidos conjuntivos
Tecidos conjuntivos
Elisa Margarita Orlandi
 
Tecido adiposo atual
Tecido adiposo  atualTecido adiposo  atual
Tecido adiposo atual
Solange Leite
 
Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
Natalianeto
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
Lilia Nascimento
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
Sheila Cassenotte
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
Andreza Campos
 
Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
profatatiana
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
César Milani
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Bio
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
Caio Maximino
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
letyap
 
Tecido Cartilaginoso
Tecido CartilaginosoTecido Cartilaginoso
Tecido Cartilaginoso
Natalianeto
 

Mais procurados (20)

Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
 
Histofisiologia tecido epitelial
Histofisiologia tecido epitelialHistofisiologia tecido epitelial
Histofisiologia tecido epitelial
 
Histologia humana epitelial e conjuntivo
Histologia humana   epitelial e conjuntivoHistologia humana   epitelial e conjuntivo
Histologia humana epitelial e conjuntivo
 
Tecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposoTecido conjuntivo e adiposo
Tecido conjuntivo e adiposo
 
Aula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologiaAula 1.1 noções básicas de histologia
Aula 1.1 noções básicas de histologia
 
Introducao histologia
Introducao histologia Introducao histologia
Introducao histologia
 
Tecido ósseo
Tecido ósseoTecido ósseo
Tecido ósseo
 
Tecido epitelial
Tecido epitelialTecido epitelial
Tecido epitelial
 
Tecidos conjuntivos
Tecidos conjuntivosTecidos conjuntivos
Tecidos conjuntivos
 
Tecido adiposo atual
Tecido adiposo  atualTecido adiposo  atual
Tecido adiposo atual
 
Tecido Muscular
Tecido MuscularTecido Muscular
Tecido Muscular
 
Tecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humanoTecidos do corpo humano
Tecidos do corpo humano
 
Membrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETOMembrana plasmática slides COMPLETO
Membrana plasmática slides COMPLETO
 
Tecido nervoso
Tecido nervosoTecido nervoso
Tecido nervoso
 
Citoplasma e organelas
Citoplasma e organelasCitoplasma e organelas
Citoplasma e organelas
 
Histologia humana
Histologia humanaHistologia humana
Histologia humana
 
Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)Aula de Histologia Animal (Power Point)
Aula de Histologia Animal (Power Point)
 
Tecido muscular
Tecido muscularTecido muscular
Tecido muscular
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Tecido Cartilaginoso
Tecido CartilaginosoTecido Cartilaginoso
Tecido Cartilaginoso
 

Semelhante a Tecido Conjuntivo

Histo copy
Histo copyHisto copy
Histo copy
Jhonny Marllon
 
Lista de Histologia Animal
Lista de Histologia AnimalLista de Histologia Animal
Lista de Histologia Animal
emanuel
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
Hamilton F Nobrega
 
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVOHISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
César Milani
 
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdfAtividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
ManoelaLorentzen
 
Noções de Histologia
Noções de HistologiaNoções de Histologia
Noções de Histologia
emanuel
 
Histologiaanimal 131019202849-phpapp01
Histologiaanimal 131019202849-phpapp01Histologiaanimal 131019202849-phpapp01
Histologiaanimal 131019202849-phpapp01
MARISTA , UVA, FIC, FAINTER, GÊNESIS
 
Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
gracielabtonin
 
Tecido conjuntivo, uma aula completa e detalhada
Tecido conjuntivo, uma aula completa e detalhadaTecido conjuntivo, uma aula completa e detalhada
Tecido conjuntivo, uma aula completa e detalhada
jferro192
 
Tecido conjuntivo(tcpd)-2012
Tecido conjuntivo(tcpd)-2012Tecido conjuntivo(tcpd)-2012
Tecido conjuntivo(tcpd)-2012
edu.biologia
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
Roberta Lemos
 
Histologiahumana completa
Histologiahumana completaHistologiahumana completa
Histologiahumana completa
Roberta Lemos
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
Marcos Albuquerque
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
Marcos Albuquerque
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
flaviolimaenfermeiro
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
flaviolimaenfermeiro
 
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdfAula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
LeandroMoscardi2
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
Nathalia Fuga
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
Paulo Sergio
 
Tecido adiposo e cartilaginoso
Tecido adiposo e cartilaginosoTecido adiposo e cartilaginoso
Tecido adiposo e cartilaginoso
022010
 

Semelhante a Tecido Conjuntivo (20)

Histo copy
Histo copyHisto copy
Histo copy
 
Lista de Histologia Animal
Lista de Histologia AnimalLista de Histologia Animal
Lista de Histologia Animal
 
Aula 08 histologia
Aula 08   histologiaAula 08   histologia
Aula 08 histologia
 
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVOHISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
HISTOLOGIA - TEC. EPITELIAL E CONJUNTIVO
 
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdfAtividade de Biologia Tecidual .pdf
Atividade de Biologia Tecidual .pdf
 
Noções de Histologia
Noções de HistologiaNoções de Histologia
Noções de Histologia
 
Histologiaanimal 131019202849-phpapp01
Histologiaanimal 131019202849-phpapp01Histologiaanimal 131019202849-phpapp01
Histologiaanimal 131019202849-phpapp01
 
Tecidos animais
Tecidos animais Tecidos animais
Tecidos animais
 
Tecido conjuntivo, uma aula completa e detalhada
Tecido conjuntivo, uma aula completa e detalhadaTecido conjuntivo, uma aula completa e detalhada
Tecido conjuntivo, uma aula completa e detalhada
 
Tecido conjuntivo(tcpd)-2012
Tecido conjuntivo(tcpd)-2012Tecido conjuntivo(tcpd)-2012
Tecido conjuntivo(tcpd)-2012
 
Histologia animal
Histologia animalHistologia animal
Histologia animal
 
Histologiahumana completa
Histologiahumana completaHistologiahumana completa
Histologiahumana completa
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
 
Resumo histologia 2
Resumo   histologia 2Resumo   histologia 2
Resumo histologia 2
 
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdfAula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
Aula 4 Tecido conjuntivo, tecido adiposo e pele.pdf
 
Tecido conjuntivo
Tecido conjuntivoTecido conjuntivo
Tecido conjuntivo
 
Histologia
HistologiaHistologia
Histologia
 
Tecido adiposo e cartilaginoso
Tecido adiposo e cartilaginosoTecido adiposo e cartilaginoso
Tecido adiposo e cartilaginoso
 

Último

A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
helenawaya9
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
Maria das Graças Machado Rodrigues
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
luggio9854
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 

Último (20)

A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptxAdministração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
Administração Em Enfermagem.pptx caala - Cópia-1.pptx
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdfgestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
gestão_de_conflitos_no_ambiente_escolar.pdf
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LEDPlano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
Plano_Aula_01_Introdução_com_Circuito_Piscar_LED
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 

Tecido Conjuntivo

  • 2. Formado por células amorfas com abundante matriz intercelular, sendo responsável pelo preenchimento, sustentação e transporte de substâncias pelo corpo. Forma o arcabouço que sustenta as partes moles do corpo, apoiando e ligando os demais tecidos. Grande quantidade de material intracelular e distanciamento das células e fibras.
  • 3. Alguns com importante função na difusão e fluxo de metabolismo. Participam ativamente nas funções de defesa do organismo.
  • 4. Morfologicamente apresenta grande quantidade de material extracelular → MATRIZ: constituída por uma parte não-estrutural, denominada de substância fundamental amorfa (SFA), e por outra porção fibrosa.
  • 6. • Tecido Conjuntivo Propriamente dito • Tecidos conjuntivos especiais Tecido Conjuntivo Em geral o tecido conjuntivo é constituído: • Células • Fibras •Matriz de substância fundamental
  • 7. Substância fundamental • Circunda as células e as fibras do tecido conjuntivo.Não têm estrutura histológica e é por isso considerada amorfa, sendo constituída por: • proteogliganas(PG) • glicosaminoglicanas (GAG)
  • 9. Classificação do tecido conjuntivo Tecido conjuntivo Propriamente dito •Tecido Conjuntivo Frouxo •Tecido Conjuntivo Denso Tecido Conjuntivo Especializado •Tecido Adiposo •Tecido Sanguíneo e Linfático • Tecido Ósseo •Tecido Cartilaginoso
  • 10. Tipos de Tecido Conjuntivo: 1- Propriamente Dito (TCPD): apresenta células típicas: Fibroblastos, Macrófagos, Mastócitos, Plasmócitos e Adipócitos, imersas em uma matriz gelatinosa com fibras de Colágeno (resistência) e Elastina (elasticidade). Pode ser: • Frouxo → Derme, Hipoderme •Denso → Tendões
  • 11.  Foto à Esquerda:Tecido Conjuntivo Frouxo.  Foto à Direita:Tecido Conjuntivo Denso.
  • 12. TECIDO CONJUNTIVO FROUXO Preenche espaços não-ocupados por outros tecidos. Apoia e nutre células epiteliais, envolve nervos, músculos e vasos sanguíneos linfáticos. Faz parte da estrutura de muitos órgãos e desempenha importante papel em processos de cicatrização.
  • 13. Maior distribuição no corpo humano. Sua substância fundamental é viscosa e muito hidratada. Essa viscosidade representa, de certa forma, uma barreira contra a penetração de elementos estranhos no tecido. Constituído por três componentes principais: •células de vários tipos, •três tipos de fibras •matriz.
  • 15. Os tecidos que circundam os elementos epiteliais dos lóbulos inativos das glândulas mamárias exemplo de tecido conjuntivo denso e frouxo.
  • 17. Células do tecido conjuntivo Células residentes ou regularmente presentes no Tecido conjuntivo Frouxo •Fibroblastos •Macrófagos do tecido conjuntivo (histiócitos) •Mastócitos • Plasmócitos Células transitórias que migram do sangue •Neutrófilos •Eosinófilos •Monócitos •linfócitos •Adipócitos •Células mesenquimais indiferenciadas Além disso pode conter
  • 21. MACRÓGAFOS Desenho esquemático da ultra-estrutura de um macrófago, mostrando algumas etapas (1,2 e 3)da ingestão de material e da fusão do lisosomas com vacúolo contendo a partícula fagocitada. A digestão incompleta pode deixar um corpo residual.
  • 24. PLASMÓCITO Desenho semi- esquemáticoda ultra- estrutura do plasmócito.Esta célula possui retículo endoplasmático muito desenvolvido.As cisternas deste] reículo podem aparecer dilatadas pelo acúmulo das gamaglobulinas (anticorpos).
  • 27. TECIDO CONJUNTIVO DENSO Predomínio de fibroblastos e fibras colágenas. Dependendo do modo de organização dessas fibras, pode ser classificado em:
  • 28. Não modelado: fibras colágenas entrelaçadas, dispostas em feixes que não apresentam orientação fixa, confere resistência e elasticidade. Forma as cápsulas envoltórias de diversos órgãos internos, e forma também a derme, tecido conjuntivo da pele.
  • 29. Modelado: formado por fibras colágenas dispostas em feixes com orientação fixa, dando ao tecido características de maior resistência à tensão do que a dos tecidos não-modelados e frouxo; ocorre nos tendões, que ligam os músculos aos ossos, e nos ligamentos, que ligam os ossos entre si.
  • 30. Fibras do tecido conjuntivo • Fibras Colágenas Fotomicrografia de uma preparação por distensão de mesentério corada pela resorcina-fucsina.A delicada trama de fibras que se ramificam é composta de firas elásticas (E). As fibras colágenas ( C) são muito mais espessas e podem ser vistas cruzando o campo em várias direções sem se ramificarem.
  • 31. • Fibras Reticulares: Encontrado em torno dos adipócitos, dos pequenos vaso sanguíneos e dos nervos. Fotomicrografia por uma preparação por impregnação pela prata, de uma linfonodo, mostrando a cápsula de tecido conjuntivo, na parte superior. As fibras reticulares formam uma rede irregular de anastomoses •Fibras Elásticas
  • 32. TECIDO CONJUNTIVO DENSO NÃO MODELADO
  • 37. 2.Cartilaginoso: apresenta células especializadas → Condrócitos, que secretam uma rede compacta de fibras Colágenas em uma matriz gelatinosa consistente sem vascularização. Pode ser: • Hialina: Articulações •Elástica: Ouvido Externo e Epiglote •Fibrosa: Discos Intervertebrais Obs: Forma o esqueleto de alguns vertebrados -Agnatos e Condríctes.
  • 39.  Fotos:Tecido Conjuntivo Cartilaginoso.
  • 40. 3. Ósseo: formado por células - Osteócitos, localizadas em cavidades - Osteoplastos, existentes no interior de uma matriz intercelular extremamente rígida de natureza orgânica (Fibras Colágenas) e inorgânica (Fosfato de Cálcio), que apresenta canais de ligação - Havers e Volkmann, permitindo a nutrição destas células. Forma o esqueleto encontrado na maioria dos Vertebrados.
  • 41.  Foto à Esquerda:Tecido Conjuntivo Ósseo.  Esquema à Direita: Estrutura Interna de um Osso.
  • 42. 4. Hematopoiético: responsável pela formação dos Elementos Figurados do Sangue - Hemácias, Leucócitos e Plaquetas, através da Hematopoese ⇒ diferenciação em células sanguíneas a partir de Células-Tronco pluripotentes. Pode ser: Mielóide - Medula Óssea Vermelha Linfóide - Baço e Gânglios Linfáticos.
  • 43.  Esquema:Tecido Conjuntivo Hematopoiético e a diferenciação dos elementos Figurados do Sangue.
  • 44. BIBLIOGRAFIA JUNQUEIRA, L.C. , CARNEIRO, J. Histologia Básica. 11 edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011. 524p. ROSS, M. H., PAWLINA, W. Histologia - Texto e Atlas em Correlação com Biologia Celular e Molecular. 5ª edição. Guanabara Koogan. Rio de Janeiro. 2008. 908p.