SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 17
RRuuaa DDrr.. CCaammaarrggoo 44990000 
FFoonnee:: 3300555533551155
Tema: GANHAR O MMUUNNDDOO SSEEMM PPEERRDDEERR AA AALLMMAA 
“Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo 
inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem 
em troca da sua alma?” (Mt. 16.26)
1 VIDA PROFISSIONAL 
A INSERÇÃO NA VIDA PROFISSIONAL E OS DILEMAS NA VIDA 
PESSOAL 
“o mercado impõe ritmos e exigências quase desumanas; e, as pessoas 
assumem cada vez mais compromissos em nome do crescimento 
profissional, da realização das ambições particulares, ou até mesmo da 
cruel necessidade de sobrevivência, na vida e no mercado.” 
Importância de buscar o equilíbrio trabalho/vida pessoal 
Tomando como verdadeira a afirmação “quem se sente bem na esfera 
profissional tem duas vezes mais chances de estar bem nas outras áreas 
da vida” (Alberto Ogata), a reflexão a respeito do modelo de relação 
entre vida e trabalho é urgente.
1 VIDA PROFISSIONAL 
VIVER PARA A FAMÍLIA OU VIVER COM A FAMÍLIA 
“Você deve viver para a família, e não necessariamente com a família”. 
Um conselho diabólico, que transforma um homem destinado a amar em 
escravo e devoto corporativo, que recebe em troca a promessa de 
recompensas financeiras. 
A GRANDE CONFUSÃO 
O homem que confundiu o trabalho com a vida é o título de um curioso 
livro de Jonathon Lazear. Trata do difícil empreendimento de “recuperar 
o equilíbrio quando trabalhar se torna um vício”, isto é, deixar de ser um 
workaholic.
1 VIDA PROFISSIONAL 
POR QUE TRABALHAMOS DEMAIS? 
- necessidade ou exigência do empregador? 
- apego a um estilo de vida que custa caro? 
O DIA ESTÁ CURTO 
O fenômeno das novas tecnologias de informação e 
comunicação embaralharam as fronteiras entre vida pessoal e 
profissional. 
O MUNDO ON LINE EXIGE QUE FIQUEMOS ON TIME. 
Já existe uma expressão para definir o sentimento de que 
precisamos estar ligados o tempo todo: fomo – “um acrônomo 
de fear of missing out, traduzido: o medo de perder algo”. 
O TEMPO ESTÁ CADA VEZ MENOR. Não dá tempo para 
fazer o que precisamos, e menos ainda o que desejamos.
1 VIDA PROFISSIONAL 
FENÔMENO DE VIVER EM CONSTANTE ACELERAÇÃO, 
e de buscar fazer cada vez mais em menor tempo. 
E A NECESSIDADE DO LAZER? Lazer é aquilo a que uma 
pessoa “se entrega por livre e espontânea vontade, para 
repouso, diversão ou entretenimento, após cumprir tarefas 
profissionais, familiares e sociais”.
2. BUSCAR O EQUILÍBRIO 
QUANDO TUDO NÃO É O BASTANTE 
A felicidade é um desejo universal, mas não pode ser comprada. 
É verdade que o dinheiro compra uma vida mais confortável e 
menos preocupada. Mas é também verdade que existe muita 
gente rica e infeliz. 
Finalmente, acreditamos que a felicidade depende muito mais 
das pessoas do que das coisas. Isto é, entre uma casa de 
campo e a amizade de um filho, a amizade do filho vale mais.
2. BUSCAR O EQUILÍBRIO 
GANHAR O MUNDO SEM PERDER A ALMA 
Jesus ensinava com histórias, e uma delas trata de uma 
pessoa gananciosa e fascinada com o dinheiro e com as 
ilusões de uma vida confortável. Está em Lucas 12.15-21 – o 
homem rico. 
A expressão “ganhar o mundo e perder a alma” geralmente é 
interpretada como “ficar rico nessa vida e pobre na 
eternidade”, ou então “desfrutar de coisas boas nesse mundo 
e ir para o inferno depois da morte”. 
E perder a alma de fato mostra esse terrível destino (inferno).
2. BUSCAR O EQUILÍBRIO 
Mas parece que Jesus está dizendo outras coisas muito importantes. 
Porque antes do inferno, ainda nessa vida, perder a alma também 
representa perder a si mesmo como pessoa. Isso deveria gerar em 
nós algumas reflexões: 
Como me comporto no tribunal da minha consciência? O que eu 
tenho feito com os talentos que recebi de Deus? 
Desperdiçar a existência é também uma das representações de 
perder a alma nessa vida 
Correr atrás do vento – perder a vida e a existência com coisas 
efêmeras; não deixar legado; nada fazer para o coletivo; 
Não ter nada que justifique a sua existência no mundo – se nossa 
hora chegasse e Jesus nos pedisse um motivo para continuarmos aqui, 
o que diríamos?
3. ESPIRITUALIDADE 
Do que estamos falando? 
Não estamos falando de religião no mundo 
do trabalho, pois a espiritualidade é uma 
dimensão da pessoa humana, assim como a 
corporeidade e a racionalidade. 
A religião é como organizamos a vivência da nossa 
espiritualidade, nossas crenças, ritos, etc. Tem relação 
com a forma como desenvolvemos ou expressamos nossa 
espiritualidade. 
A influência da religião na sociedade 
Na idade média, a religião dizia respeito a toda ordem 
social: economia, política, ciência, etc.
3. ESPIRITUALIDADE 
Surgiram então pessoas como Copérnico, Galileu, entre 
muitos outros, que passaram a questionar as afirma-ções 
da igreja, que eram feitas a partir de um paradigma 
religioso. 
E eles provam, pelo método científico, que a fala religiosa 
a respeito da realidade do universo (ex.: Terra é o centro do 
Universo, etc.) está errada. 
E, se a igreja estava errada nisso, à respeito de que mais ela estaria 
errada? Aqui surge a ruptura entre religioso e secular, e entre 
questões de fé e questões científicas. 
Surge a chamada modernidade, quando então o mundo começa a se 
organizar sem os paradigmas religiosos – quando Deus não mais faz 
parte da explicação da realidade. Com isso, muitos passam a julgar que 
Deus não é mais “necessário”, pois agora existe o conhecimento 
científico e tecnológico para atender as necessidades do homem.
3. ESPIRITUALIDADE 
PROJETO DA MODERNIDADE 
A proposta trazida com a modernidade apresenta 
04 pilares, que podem ser assim resumidos: 
 Não mais Deus, mas o homem; 
 Não mais a fé, mas a razão 
 Não mais a verdade religiosa, mas a verdade da ciência 
 O mito do progresso 
O FRACASSO DO PROJETO DA MODERNIDADE 
Imaginou-se que o avanço da ciência traria não somente 
melhorias nas condições objetivas de vida, mas atenderiam aos 
anseios de felicidade, bem-estar subjetivo e realização 
existencial dos homens. 
Basta olhar para a nossa realidade atual, para entendermos que 
a modernidade prometeu e não entregou.
3. ESPIRITUALIDADE 
Pois ainda temos pessoas morrendo de fome, sofrendo 
com doenças que poderiam ser evitadas com uma simples 
vacina. Isso sem falar no abismo social e na extrema 
pobreza. 
UMA CASA CAIU... E OUTRA SURGIU 
“Muitos profissionais já não se satisfazem apenas com a perspectiva 
de bater metas e receber um gordo bônus no final do ano. Não querem 
mais atuar numa empresa que têm valores tão diferente dos seus. Não 
estão mais dispostos a abrir mão da vida pessoal.” 
“Nesse cenário turbulento a espiritualidade desponta como um 
caminho para uma relação mais saudável entre os funcionários e as 
empresas em que atuam, considerando o trabalho como parte de algo 
que transcende os aspectos materiais e contempla, também, as 
dimensões psíquicas, sociais e espirituais”. [Daniela Lacerda, O líder 
espiritualizado. Revista VOCÊ S.A., abril de 2005]
3. ESPIRITUALIDADE 
O REDESCOBRIMENTO DA ESPIRITUALIDADE 
Washington Post: para a indústria e o mundo 
corporativo, os anos 80 foram “a década da alma”. 
Revista VOCÊ S.A. de janeiro de 1999: “A espiritualidade 
chega às empresas”. 
AS CAUSAS DO REDESCOBRIMENTO 
 A busca pelo sentido; 
 A pressão competitiva; 
 Diminuição da satisfação com o trabalho; 
 Aumento do estresse nos trabalhadores; 
 O ambiente de trabalho como fonte primária de 
relacionamento; 
 O ser humano precisa conectar-se e contribuir; 
 A necessidade de extrair criatividade de dentro das pessoas.
3. ESPIRITUALIDADE 
A Espiritualidade Cristã 
1.Sendo certo que os responsáveis pelos ambientes de trabalho já 
compreenderam que são necessários cuidados com a vida 
espiritual, o que nos diferencia das inúmeras práticas religiosas que 
vemos aqui e ali? 
2.Nossa crença está no Deus Triúno (Pai, Filho e Espírito), 
pessoal (razão, emoção, volição, consciência) e revelado 
(encarnado) em Jesus Cristo. 
3.A espiritualidade cristã é o resultado do relacionamento 
pessoal com Deus, que implica a manifestação do Seu poder, 
amor e justiça em todas as dimensões da vida. 
4.E, nessa peregrinação espiritual – que inclui nossa vida 
profissional –, a cada dia buscamos guardar todas as ordenanças 
que o Senhor Jesus nos deixou (Mt. 28.20).
3. ESPIRITUALIDADE 
POR FIM... AGIR ANTECIPADAMENTE 
Repensar a crença de que precisamos sempre concordar com 
as exigências da empresa, dos chefes imediatos ou até mesmo do 
mercado, sem questionar e argumentar de maneira racional. 
O medo de perder o trabalho não pode ser maior do que o 
medo de perder a alma. O medo de promover mudanças na 
carreira, emprego ou na atividade profissional, não pode ser maior 
do que o medo de desperdiçar a existência e chegar à velhice com 
um senso de frustração e fracasso. 
O desafio é grande, eventuais mudanças talvez assustem e podem 
até surgir sacrifícios e custos elevados. Mas tudo vale a pena. O 
que não vale a pena é ganhar o mundo e perder a alma. (Mt. 
16.26)
Tema: GANHAR O MMUUNNDDOO SSEEMM PPEERRDDEERR AA AALLMMAA 
“Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo 
inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem 
em troca da sua alma?” (Mt. 16.26)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...
Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...
Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...Robes Baima, PMI-PMP, PMI-RMP
 
A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!Leonardo Pereira
 
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da SolidãoLição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da SolidãoÉder Tomé
 
Coisas essenciais
Coisas essenciaisCoisas essenciais
Coisas essenciaisFer Nanda
 
Jb news informativo nr. 0303
Jb news   informativo nr. 0303Jb news   informativo nr. 0303
Jb news informativo nr. 0303JB News
 
090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...
090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...
090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...Carlos Alberto Freire De Souza
 
Beume jun 14
Beume jun 14Beume jun 14
Beume jun 14Ume Maria
 
Reformador 09 setembro_2006
Reformador 09 setembro_2006Reformador 09 setembro_2006
Reformador 09 setembro_2006grupofce
 
Jb news informativo nr. 1144
Jb news   informativo nr. 1144Jb news   informativo nr. 1144
Jb news informativo nr. 1144JBNews
 
Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)
Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)
Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)Miriam Ribeiro
 
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalhoSegundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalhoCeiClarencio
 
Resenha espirita on line 129
Resenha espirita on line 129Resenha espirita on line 129
Resenha espirita on line 129MRS
 
Celebracaoda disciplina richardj.foster
Celebracaoda disciplina richardj.fosterCelebracaoda disciplina richardj.foster
Celebracaoda disciplina richardj.fostericeanapolis
 
Jb news informativo nr. 0257
Jb news   informativo nr. 0257Jb news   informativo nr. 0257
Jb news informativo nr. 0257JB News
 

Mais procurados (18)

Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...
Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...
Filosofia como ferramenta do gestor - para ficar menos triste, irritado, enlo...
 
A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!A lei do trabalho e do progresso!
A lei do trabalho e do progresso!
 
Doenças do coração – ansiedade
Doenças do coração – ansiedadeDoenças do coração – ansiedade
Doenças do coração – ansiedade
 
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da SolidãoLição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
Lição 12 - A Rotina em Excesso é a Porta da Solidão
 
Coisas essenciais
Coisas essenciaisCoisas essenciais
Coisas essenciais
 
Jb news informativo nr. 0303
Jb news   informativo nr. 0303Jb news   informativo nr. 0303
Jb news informativo nr. 0303
 
090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...
090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...
090225 necessidade da vida social-insulamento-voto de silêncio – livro iii, c...
 
Beume jun 14
Beume jun 14Beume jun 14
Beume jun 14
 
Reformador 09 setembro_2006
Reformador 09 setembro_2006Reformador 09 setembro_2006
Reformador 09 setembro_2006
 
Jb news informativo nr. 1144
Jb news   informativo nr. 1144Jb news   informativo nr. 1144
Jb news informativo nr. 1144
 
Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)
Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)
Pwp- "O que Jesus Espera de seus Seguidores" (John Piper)
 
Fluzz pilulas 77
Fluzz pilulas 77Fluzz pilulas 77
Fluzz pilulas 77
 
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalhoSegundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
Segundo Módulo - Aula 03 - Lei do trabalho
 
Lei do trabalho
Lei do trabalhoLei do trabalho
Lei do trabalho
 
A BençãO Do Trabalho
A BençãO Do TrabalhoA BençãO Do Trabalho
A BençãO Do Trabalho
 
Resenha espirita on line 129
Resenha espirita on line 129Resenha espirita on line 129
Resenha espirita on line 129
 
Celebracaoda disciplina richardj.foster
Celebracaoda disciplina richardj.fosterCelebracaoda disciplina richardj.foster
Celebracaoda disciplina richardj.foster
 
Jb news informativo nr. 0257
Jb news   informativo nr. 0257Jb news   informativo nr. 0257
Jb news informativo nr. 0257
 

Destaque

Destaque (8)

Reversion dinero joinder
Reversion dinero joinderReversion dinero joinder
Reversion dinero joinder
 
Tsai_225492_fig8
Tsai_225492_fig8Tsai_225492_fig8
Tsai_225492_fig8
 
Signos y codigos victoria torres 285480
Signos y codigos victoria torres 285480Signos y codigos victoria torres 285480
Signos y codigos victoria torres 285480
 
4
44
4
 
Judith A. Hahn Resume (1)
Judith A. Hahn Resume (1)Judith A. Hahn Resume (1)
Judith A. Hahn Resume (1)
 
Mubariz loler
Mubariz lolerMubariz loler
Mubariz loler
 
Evidencia nivelacion
Evidencia nivelacionEvidencia nivelacion
Evidencia nivelacion
 
Curso de escatologia
Curso de escatologiaCurso de escatologia
Curso de escatologia
 

Semelhante a Seminario de vida prof 01 ganhar o mundo2003

Minicurso educação cristã
Minicurso educação cristãMinicurso educação cristã
Minicurso educação cristãMonika Picanço
 
Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...
Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...
Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...Monika Picanço
 
Sermonario 10 dias de oração 2021
Sermonario 10 dias de oração 2021Sermonario 10 dias de oração 2021
Sermonario 10 dias de oração 2021Rogerio Sena
 
Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri      Nouwen.pdfEspaço para Deus - Henri      Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdfdautoviana79
 
Boletim 699 - 20/09/20
Boletim 699 - 20/09/20Boletim 699 - 20/09/20
Boletim 699 - 20/09/20stanaami
 
Texto 12 a ética na formação pastoral
Texto 12   a ética na formação pastoralTexto 12   a ética na formação pastoral
Texto 12 a ética na formação pastoralPaulo Dias Nogueira
 
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.comEspetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.comCheferson Luciana Kiyota
 
Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)
Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)
Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)Michel Plattiny
 
Os desafios do jovem cristão na sociedade atual
Os desafios do jovem cristão na sociedade atualOs desafios do jovem cristão na sociedade atual
Os desafios do jovem cristão na sociedade atualJorge A. Ferreira
 
Carta propositos
Carta propositosCarta propositos
Carta propositosJoao Rumpel
 

Semelhante a Seminario de vida prof 01 ganhar o mundo2003 (20)

Minicurso educação cristã
Minicurso educação cristãMinicurso educação cristã
Minicurso educação cristã
 
Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...
Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...
Minicurso educação cristã - Apresentado pela Profª Esp. Monika Picanço, na II...
 
Sermonario 10 dias de oração 2021
Sermonario 10 dias de oração 2021Sermonario 10 dias de oração 2021
Sermonario 10 dias de oração 2021
 
Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri      Nouwen.pdfEspaço para Deus - Henri      Nouwen.pdf
Espaço para Deus - Henri Nouwen.pdf
 
Boletim 699 - 20/09/20
Boletim 699 - 20/09/20Boletim 699 - 20/09/20
Boletim 699 - 20/09/20
 
Espirit
EspiritEspirit
Espirit
 
Maná da segunda 12/11/2012
Maná da segunda 12/11/2012 Maná da segunda 12/11/2012
Maná da segunda 12/11/2012
 
O que é iniciação Científica
O que é iniciação CientíficaO que é iniciação Científica
O que é iniciação Científica
 
Texto 12 a ética na formação pastoral
Texto 12   a ética na formação pastoralTexto 12   a ética na formação pastoral
Texto 12 a ética na formação pastoral
 
Niver_SEB_ Extinção.pptx
Niver_SEB_ Extinção.pptxNiver_SEB_ Extinção.pptx
Niver_SEB_ Extinção.pptx
 
A diferença entre religião e religiosidade
A diferença entre religião e religiosidadeA diferença entre religião e religiosidade
A diferença entre religião e religiosidade
 
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.comEspetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
Espetacular curso motivacional_so_tem_riqueza.com
 
Secularização
SecularizaçãoSecularização
Secularização
 
Espiritualidade 1
Espiritualidade  1Espiritualidade  1
Espiritualidade 1
 
Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)
Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)
Metamorfose, 1ª fase: inconformidade (Romanos 12)
 
Estrutura de-um-paper
Estrutura de-um-paperEstrutura de-um-paper
Estrutura de-um-paper
 
Os desafios do jovem cristão na sociedade atual
Os desafios do jovem cristão na sociedade atualOs desafios do jovem cristão na sociedade atual
Os desafios do jovem cristão na sociedade atual
 
Edicao junho 2021 via web digital
Edicao junho 2021  via web digitalEdicao junho 2021  via web digital
Edicao junho 2021 via web digital
 
Maná da segunda 05/11/2012
Maná da segunda 05/11/2012 Maná da segunda 05/11/2012
Maná da segunda 05/11/2012
 
Carta propositos
Carta propositosCarta propositos
Carta propositos
 

Mais de Giovani Luiz Zimmermann Jr.

Mais de Giovani Luiz Zimmermann Jr. (20)

Vida prof saude emocional
Vida prof saude emocionalVida prof saude emocional
Vida prof saude emocional
 
Vida com vigilância
Vida com vigilânciaVida com vigilância
Vida com vigilância
 
Um encontro em família
Um encontro em famíliaUm encontro em família
Um encontro em família
 
Superação e triunfo em cristo 1
Superação e triunfo em cristo 1Superação e triunfo em cristo 1
Superação e triunfo em cristo 1
 
Saúde emocional
Saúde emocionalSaúde emocional
Saúde emocional
 
sete qualidades de um vencedor
sete qualidades de um vencedorsete qualidades de um vencedor
sete qualidades de um vencedor
 
Resistindo ao diabo
Resistindo ao diaboResistindo ao diabo
Resistindo ao diabo
 
Privilegio de servir
Privilegio de servirPrivilegio de servir
Privilegio de servir
 
Por que o céu é melhor
Por que o céu é melhorPor que o céu é melhor
Por que o céu é melhor
 
Para que serve a igreja
Para que serve a igrejaPara que serve a igreja
Para que serve a igreja
 
O sentido da vida
O sentido da vidaO sentido da vida
O sentido da vida
 
O selo sobre o coração
O selo sobre o coraçãoO selo sobre o coração
O selo sobre o coração
 
O ressentimento e seus males
O ressentimento e seus malesO ressentimento e seus males
O ressentimento e seus males
 
O amargo em doce
O amargo em doceO amargo em doce
O amargo em doce
 
O princípio da restituição
O princípio da restituiçãoO princípio da restituição
O princípio da restituição
 
Nova era a operação do erro (novo)
Nova era   a operação do erro (novo)Nova era   a operação do erro (novo)
Nova era a operação do erro (novo)
 
Motivos para não pecar
Motivos para não pecarMotivos para não pecar
Motivos para não pecar
 
Mantenha burrinho desativado
Mantenha burrinho desativadoMantenha burrinho desativado
Mantenha burrinho desativado
 
Em busca da felicidade – sl 16
Em busca da felicidade – sl 16Em busca da felicidade – sl 16
Em busca da felicidade – sl 16
 
Dez marcas de um homem carnal
Dez marcas de um homem carnalDez marcas de um homem carnal
Dez marcas de um homem carnal
 

Seminario de vida prof 01 ganhar o mundo2003

  • 1. RRuuaa DDrr.. CCaammaarrggoo 44990000 FFoonnee:: 3300555533551155
  • 2. Tema: GANHAR O MMUUNNDDOO SSEEMM PPEERRDDEERR AA AALLMMAA “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?” (Mt. 16.26)
  • 3. 1 VIDA PROFISSIONAL A INSERÇÃO NA VIDA PROFISSIONAL E OS DILEMAS NA VIDA PESSOAL “o mercado impõe ritmos e exigências quase desumanas; e, as pessoas assumem cada vez mais compromissos em nome do crescimento profissional, da realização das ambições particulares, ou até mesmo da cruel necessidade de sobrevivência, na vida e no mercado.” Importância de buscar o equilíbrio trabalho/vida pessoal Tomando como verdadeira a afirmação “quem se sente bem na esfera profissional tem duas vezes mais chances de estar bem nas outras áreas da vida” (Alberto Ogata), a reflexão a respeito do modelo de relação entre vida e trabalho é urgente.
  • 4. 1 VIDA PROFISSIONAL VIVER PARA A FAMÍLIA OU VIVER COM A FAMÍLIA “Você deve viver para a família, e não necessariamente com a família”. Um conselho diabólico, que transforma um homem destinado a amar em escravo e devoto corporativo, que recebe em troca a promessa de recompensas financeiras. A GRANDE CONFUSÃO O homem que confundiu o trabalho com a vida é o título de um curioso livro de Jonathon Lazear. Trata do difícil empreendimento de “recuperar o equilíbrio quando trabalhar se torna um vício”, isto é, deixar de ser um workaholic.
  • 5. 1 VIDA PROFISSIONAL POR QUE TRABALHAMOS DEMAIS? - necessidade ou exigência do empregador? - apego a um estilo de vida que custa caro? O DIA ESTÁ CURTO O fenômeno das novas tecnologias de informação e comunicação embaralharam as fronteiras entre vida pessoal e profissional. O MUNDO ON LINE EXIGE QUE FIQUEMOS ON TIME. Já existe uma expressão para definir o sentimento de que precisamos estar ligados o tempo todo: fomo – “um acrônomo de fear of missing out, traduzido: o medo de perder algo”. O TEMPO ESTÁ CADA VEZ MENOR. Não dá tempo para fazer o que precisamos, e menos ainda o que desejamos.
  • 6. 1 VIDA PROFISSIONAL FENÔMENO DE VIVER EM CONSTANTE ACELERAÇÃO, e de buscar fazer cada vez mais em menor tempo. E A NECESSIDADE DO LAZER? Lazer é aquilo a que uma pessoa “se entrega por livre e espontânea vontade, para repouso, diversão ou entretenimento, após cumprir tarefas profissionais, familiares e sociais”.
  • 7. 2. BUSCAR O EQUILÍBRIO QUANDO TUDO NÃO É O BASTANTE A felicidade é um desejo universal, mas não pode ser comprada. É verdade que o dinheiro compra uma vida mais confortável e menos preocupada. Mas é também verdade que existe muita gente rica e infeliz. Finalmente, acreditamos que a felicidade depende muito mais das pessoas do que das coisas. Isto é, entre uma casa de campo e a amizade de um filho, a amizade do filho vale mais.
  • 8. 2. BUSCAR O EQUILÍBRIO GANHAR O MUNDO SEM PERDER A ALMA Jesus ensinava com histórias, e uma delas trata de uma pessoa gananciosa e fascinada com o dinheiro e com as ilusões de uma vida confortável. Está em Lucas 12.15-21 – o homem rico. A expressão “ganhar o mundo e perder a alma” geralmente é interpretada como “ficar rico nessa vida e pobre na eternidade”, ou então “desfrutar de coisas boas nesse mundo e ir para o inferno depois da morte”. E perder a alma de fato mostra esse terrível destino (inferno).
  • 9. 2. BUSCAR O EQUILÍBRIO Mas parece que Jesus está dizendo outras coisas muito importantes. Porque antes do inferno, ainda nessa vida, perder a alma também representa perder a si mesmo como pessoa. Isso deveria gerar em nós algumas reflexões: Como me comporto no tribunal da minha consciência? O que eu tenho feito com os talentos que recebi de Deus? Desperdiçar a existência é também uma das representações de perder a alma nessa vida Correr atrás do vento – perder a vida e a existência com coisas efêmeras; não deixar legado; nada fazer para o coletivo; Não ter nada que justifique a sua existência no mundo – se nossa hora chegasse e Jesus nos pedisse um motivo para continuarmos aqui, o que diríamos?
  • 10. 3. ESPIRITUALIDADE Do que estamos falando? Não estamos falando de religião no mundo do trabalho, pois a espiritualidade é uma dimensão da pessoa humana, assim como a corporeidade e a racionalidade. A religião é como organizamos a vivência da nossa espiritualidade, nossas crenças, ritos, etc. Tem relação com a forma como desenvolvemos ou expressamos nossa espiritualidade. A influência da religião na sociedade Na idade média, a religião dizia respeito a toda ordem social: economia, política, ciência, etc.
  • 11. 3. ESPIRITUALIDADE Surgiram então pessoas como Copérnico, Galileu, entre muitos outros, que passaram a questionar as afirma-ções da igreja, que eram feitas a partir de um paradigma religioso. E eles provam, pelo método científico, que a fala religiosa a respeito da realidade do universo (ex.: Terra é o centro do Universo, etc.) está errada. E, se a igreja estava errada nisso, à respeito de que mais ela estaria errada? Aqui surge a ruptura entre religioso e secular, e entre questões de fé e questões científicas. Surge a chamada modernidade, quando então o mundo começa a se organizar sem os paradigmas religiosos – quando Deus não mais faz parte da explicação da realidade. Com isso, muitos passam a julgar que Deus não é mais “necessário”, pois agora existe o conhecimento científico e tecnológico para atender as necessidades do homem.
  • 12. 3. ESPIRITUALIDADE PROJETO DA MODERNIDADE A proposta trazida com a modernidade apresenta 04 pilares, que podem ser assim resumidos:  Não mais Deus, mas o homem;  Não mais a fé, mas a razão  Não mais a verdade religiosa, mas a verdade da ciência  O mito do progresso O FRACASSO DO PROJETO DA MODERNIDADE Imaginou-se que o avanço da ciência traria não somente melhorias nas condições objetivas de vida, mas atenderiam aos anseios de felicidade, bem-estar subjetivo e realização existencial dos homens. Basta olhar para a nossa realidade atual, para entendermos que a modernidade prometeu e não entregou.
  • 13. 3. ESPIRITUALIDADE Pois ainda temos pessoas morrendo de fome, sofrendo com doenças que poderiam ser evitadas com uma simples vacina. Isso sem falar no abismo social e na extrema pobreza. UMA CASA CAIU... E OUTRA SURGIU “Muitos profissionais já não se satisfazem apenas com a perspectiva de bater metas e receber um gordo bônus no final do ano. Não querem mais atuar numa empresa que têm valores tão diferente dos seus. Não estão mais dispostos a abrir mão da vida pessoal.” “Nesse cenário turbulento a espiritualidade desponta como um caminho para uma relação mais saudável entre os funcionários e as empresas em que atuam, considerando o trabalho como parte de algo que transcende os aspectos materiais e contempla, também, as dimensões psíquicas, sociais e espirituais”. [Daniela Lacerda, O líder espiritualizado. Revista VOCÊ S.A., abril de 2005]
  • 14. 3. ESPIRITUALIDADE O REDESCOBRIMENTO DA ESPIRITUALIDADE Washington Post: para a indústria e o mundo corporativo, os anos 80 foram “a década da alma”. Revista VOCÊ S.A. de janeiro de 1999: “A espiritualidade chega às empresas”. AS CAUSAS DO REDESCOBRIMENTO  A busca pelo sentido;  A pressão competitiva;  Diminuição da satisfação com o trabalho;  Aumento do estresse nos trabalhadores;  O ambiente de trabalho como fonte primária de relacionamento;  O ser humano precisa conectar-se e contribuir;  A necessidade de extrair criatividade de dentro das pessoas.
  • 15. 3. ESPIRITUALIDADE A Espiritualidade Cristã 1.Sendo certo que os responsáveis pelos ambientes de trabalho já compreenderam que são necessários cuidados com a vida espiritual, o que nos diferencia das inúmeras práticas religiosas que vemos aqui e ali? 2.Nossa crença está no Deus Triúno (Pai, Filho e Espírito), pessoal (razão, emoção, volição, consciência) e revelado (encarnado) em Jesus Cristo. 3.A espiritualidade cristã é o resultado do relacionamento pessoal com Deus, que implica a manifestação do Seu poder, amor e justiça em todas as dimensões da vida. 4.E, nessa peregrinação espiritual – que inclui nossa vida profissional –, a cada dia buscamos guardar todas as ordenanças que o Senhor Jesus nos deixou (Mt. 28.20).
  • 16. 3. ESPIRITUALIDADE POR FIM... AGIR ANTECIPADAMENTE Repensar a crença de que precisamos sempre concordar com as exigências da empresa, dos chefes imediatos ou até mesmo do mercado, sem questionar e argumentar de maneira racional. O medo de perder o trabalho não pode ser maior do que o medo de perder a alma. O medo de promover mudanças na carreira, emprego ou na atividade profissional, não pode ser maior do que o medo de desperdiçar a existência e chegar à velhice com um senso de frustração e fracasso. O desafio é grande, eventuais mudanças talvez assustem e podem até surgir sacrifícios e custos elevados. Mas tudo vale a pena. O que não vale a pena é ganhar o mundo e perder a alma. (Mt. 16.26)
  • 17. Tema: GANHAR O MMUUNNDDOO SSEEMM PPEERRDDEERR AA AALLMMAA “Pois que aproveitará o homem se ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou que dará o homem em troca da sua alma?” (Mt. 16.26)