SlideShare uma empresa Scribd logo
Segurança na operação de serra
circular
NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da
construção
Carpintaria
As operações em máquinas e equipamentos necessários à realização da
atividade de carpintaria somente podem ser realizadas por trabalhador
qualificado nos termos desta NR.
A serra circular deve atender às disposições a seguir:
a) ser dotada de mesa estável, com fechamento de suas faces inferiores,
anterior e posterior, construída em madeira resistente e de primeira
qualidade, material metálico ou similar de resistência equivalente, sem
irregularidades, com dimensionamento suficiente para a execução das
tarefas;
b) ter a carcaça do motor aterrada eletricamente;
c) o disco deve ser mantido afiado e travado, devendo ser substituído
quando apresentar trincas, dentes quebrados ou empenamentos;
NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da
construção
d) as transmissões de força mecânica devem estar protegidas
obrigatoriamente por anteparos fixos e resistentes, não podendo ser
removidos, em hipótese alguma, durante a execução dos trabalhos;
e) ser provida de coifa protetora do disco e cutelo divisor, com
identificação do fabricante e ainda coletor de serragem.
Nas operações de corte de madeira, devem ser utilizados dispositivo
empurrador e guia de alinhamento.
• NR12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos
12.2. Normas de segurança para dispositivos de acionamento, partida e parada de máquinas e equipamentos.
12.2.1. As máquinas e os equipamentos devem ter dispositivos de acionamento e parada localizados de modo
que:
• a) seja acionado ou desligado pelo operador na sua posição de trabalho; (112.009-3 / I2)
• b) não se localize na zona perigosa de máquina ou do equipamento; (112.010-7 / I2)
• c) possa ser acionado ou desligado em caso de emergência, por outra pessoa que não seja o operador;
(112.011-5 / I2)
• d) não possa ser acionado ou desligado, involuntariamente, pelo operador, ou de qualquer outra forma
acidental; (112.012-3 / I2)
• e) não acarrete riscos adicionais. (112.013-1 / I2)
12.2.2. As máquinas e os equipamentos com acionamento repetitivo, que não tenham proteção adequada,
oferecendo risco ao operador, devem ter dispositivos apropriados de segurança para o seu acionamento.
NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da
construção
Serra Circular De Bancada
Máquina de uso comum em qualquer indústria da construção. Consiste de
uma mesa fixa com uma abertura de formato linear sobre a bancada por
onde passa o disco da serra acionado pelo motor que se encontra
localizado na parte inferior da máquina.
NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da
construção
Serras circular de bancada
Os acidentes ocorrem devido a seguintes causas:
a) Contato direto com os dentes no disco;
b) Retrocesso da peça a cortar;
c) Projeção do disco ou parte dele.
Serra Circular de Bancada
A) Contato com o disco de corte:
• Os acidentes podem ocorrer por contato tanto na parte superior
quanto na parte inferior do disco.
• Contato inferior: geralmente é produzido quando se procede a
eliminação de aparas ou serragem que se acumulam na parte inferior
da máquina durante o uso.
• Protege-se a parte inferior do disco que estará dentro do sistema de
aspiração.
• Não permite a acumulação de materiais - altamente combustíveis.
Serra Circular de Bancada
• Contato superior: a parte superior do disco deve ser protegida por capas
de proteção.
• Com a instalação das capas de proteção se consegue dois efeitos:
• A proteção antes de um contato com o disco;
• A proteção ocular do trabalhador, é minimizada a projeção de
partículas.
• A capa de proteção deve ser forte e facilmente ajustável.
Serra Circular de Bancada
B) Retrocesso ou projeção da peça:
• Na prevenção deste risco é recomendada a utilização de divisor dianteiro.
• A função deste elemento é impedir que o entalhe, aberto na madeira
por ação do disco, se feche propiciando o rechaço da madeira pelo
disco, projetando-a contra o operário.
• O cutelo divisor atua como uma cunha, impedindo que as partes da
peça que está sendo serrada se feche sobre o disco.
Serra Circular de Bancada
• Com o retrocesso das peças é bastante freqüente que se apresentem
dois tipos de lesões:
• A produzida pelo impacto da peça contra o operário,
• O possível contato das mãos com o disco de corte.
• O cutelo divisor consiste em um elemento metálico que pode adotar
diversas formas.
Serra Circular de Bancada
• O retrocesso ou projeção da madeira pode ser facilitado, também, por:
• Pressão insuficiente das mãos do operário sobre a peça que está sendo
serrada;
• Variação da resistência de penetração da madeira pela existência de nós
e irregularidades;
• Serra defeituosa por perda do fio ou denteado;
• Depósito de resina sobre o disco
que tende a prender a madeira;
• Manobra fortuita que leve
a peça diretamente a
parte superior do disco.
Serra Circular de Bancada
• Retrocesso da peça:
• Geralmente ocorre quando a peça engasga devido a nervuras, nós ou
outras irregularidades na madeira, ferramentas mal afiadas, etc., dando
lugar a um brusco retrocesso da peça que é atirada contra o
operário. Pode-se evitar estes retrocessos com um perfeito afiamento
das ferramentas, controlando o estado das madeiras e evitando
passadas de grande profundidade, dando sempre passadas sucessivas e
progressivas.
Serra Circular de Bancada
• Dispositivos empurradores:
• São medidas complementares às proteções existentes.
• Sua utilização básica é para peças pequenas, assim como instrumento
de ajuda para o fim de passadas para peças grandes. São de formas
variados e utilizados tanto para trabalho com guias ou sem eles.
Serra Circular de Bancada
C) Projeção do disco ou parte dele:
• São fatores predisponentes:
• - Utilização de disco em velocidade superior a recomendada pelo
fabricante;
• - Fixação incorreta do disco no eixo;
• - Disco desequilibrado;
• - Emprego de madeira com incrustações duras;
• - Abandono de ferramenta junto ao disco;
• - Utilização de discos desgastados.
• É conveniente um sistema de frenagem que faça parar a serra em no
máximo 02 segundos após ser desligada.
Serra Circular de Bancada
• Medidas gerais de proteção para o trabalho com serras:
• 1 - Ao introduzir o material em uma serra de bancada as mãos devem ser
mantidas fora da linha de corte.
• Deverá ser utilizado uma ferramenta ou dispositivo para empurrar a
peça trabalhada até a serra.
• 2 - A lâmina da serra deve situar-se de modo que sobressaia o mínimo
possível acima do material.
• 3 - É sempre perigoso serrar sem apoio.
Serra Circular de Bancada
• 4 - A serra deve ser adequada ao trabalho.
• 5 - É perigosa a prática de retirar a capa de proteção devido a pouca
distância entre a serra e a guia de alinhamento.
• 6 - Deve-se evitar o corte transversal de peças longas em uma serra de
mesa.
• 7 - O trabalho que deva ser realizado em máquinas especiais de
alimentação automática.
Serra Circular de Bancada
• 8 - Deve-se parar totalmente a máquina antes de ajustar a lâmina ou a
guia, e desconectá-la da rede elétrica antes de trocar a lâmina.
• 9 - A capa de proteção, bem como o cutelo divisor, deve inclinar-se
com a serra, impedindo que a proteção toque a serra.
• 10 - Deve-se utilizar uma escova ou outro instrumento para limpar a
serragem e os pedaços que sobraram das madeiras serradas.
• 11 - A serra deve dispor de vários tipos de mecanismos de proteção.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalhos em altura e montagem de andaimes1
Trabalhos em altura e montagem de andaimes1Trabalhos em altura e montagem de andaimes1
Trabalhos em altura e montagem de andaimes1
maraizeseguranca
 
Capacitação nr 12
Capacitação nr 12Capacitação nr 12
Capacitação nr 12
Anderson Fluflu
 
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Ana Paula Santos de Jesus Souza
 
Motosserrasppt
MotosserraspptMotosserrasppt
Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.
JOCÁSSIA SOARES
 
NR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptx
NR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptxNR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptx
NR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptx
WellingtonNabarro1
 
Operador de motosserra
Operador de motosserraOperador de motosserra
Operador de motosserra
Chico Lobato
 
Ferramentas Manuais
Ferramentas ManuaisFerramentas Manuais
Ferramentas Manuais
Paula Barroca
 
232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte
ssuser3dd51f
 
Treinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guinchoTreinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guincho
Andressa Macedo
 
Treinamento lixadeira
Treinamento lixadeiraTreinamento lixadeira
Treinamento lixadeira
VagnoAlvesmonteiro
 
Treinamento nr 12
Treinamento nr 12Treinamento nr 12
Treinamento nr 12
RogrioTorresTorres
 
232107594 treinamento-serra bancada
232107594 treinamento-serra bancada232107594 treinamento-serra bancada
232107594 treinamento-serra bancada
ssuser3dd51f
 
APR Solda e Corte (1).doc
APR Solda e Corte (1).docAPR Solda e Corte (1).doc
APR Solda e Corte (1).doc
Eliane Damião Alves
 
Motoserras
MotoserrasMotoserras
Motoserras
allisontstcg
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
Mateus Borges
 
Nr 12 canteiro de obras
Nr 12   canteiro de obrasNr 12   canteiro de obras
Nr 12 canteiro de obras
jhonatantst
 
Treinamento lixadeira
Treinamento lixadeiraTreinamento lixadeira
Treinamento lixadeira
Andre Cruz
 
NR 18 - carpintaria - serra circula.pdf
NR 18 - carpintaria - serra circula.pdfNR 18 - carpintaria - serra circula.pdf
NR 18 - carpintaria - serra circula.pdf
LeandroSantos439837
 
Máquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentosMáquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentos
Mauricio Cesar Soares
 

Mais procurados (20)

Trabalhos em altura e montagem de andaimes1
Trabalhos em altura e montagem de andaimes1Trabalhos em altura e montagem de andaimes1
Trabalhos em altura e montagem de andaimes1
 
Capacitação nr 12
Capacitação nr 12Capacitação nr 12
Capacitação nr 12
 
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção Nr 18 Segurança na Industria da Construção
Nr 18 Segurança na Industria da Construção
 
Motosserrasppt
MotosserraspptMotosserrasppt
Motosserrasppt
 
Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.Treinamento para operador de motosserra.
Treinamento para operador de motosserra.
 
NR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptx
NR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptxNR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptx
NR18 - Treinamento - Serra Marmore - P21 NR18 - Nov 20.pptx
 
Operador de motosserra
Operador de motosserraOperador de motosserra
Operador de motosserra
 
Ferramentas Manuais
Ferramentas ManuaisFerramentas Manuais
Ferramentas Manuais
 
232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte232107594 treinamento-serra-policorte
232107594 treinamento-serra-policorte
 
Treinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guinchoTreinamento para operação de guincho
Treinamento para operação de guincho
 
Treinamento lixadeira
Treinamento lixadeiraTreinamento lixadeira
Treinamento lixadeira
 
Treinamento nr 12
Treinamento nr 12Treinamento nr 12
Treinamento nr 12
 
232107594 treinamento-serra bancada
232107594 treinamento-serra bancada232107594 treinamento-serra bancada
232107594 treinamento-serra bancada
 
APR Solda e Corte (1).doc
APR Solda e Corte (1).docAPR Solda e Corte (1).doc
APR Solda e Corte (1).doc
 
Motoserras
MotoserrasMotoserras
Motoserras
 
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRASMODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
MODELO DE TREINAMENTO NR12 VOLTADO A FRENTES DE SERVIÇO EM OBRAS
 
Nr 12 canteiro de obras
Nr 12   canteiro de obrasNr 12   canteiro de obras
Nr 12 canteiro de obras
 
Treinamento lixadeira
Treinamento lixadeiraTreinamento lixadeira
Treinamento lixadeira
 
NR 18 - carpintaria - serra circula.pdf
NR 18 - carpintaria - serra circula.pdfNR 18 - carpintaria - serra circula.pdf
NR 18 - carpintaria - serra circula.pdf
 
Máquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentosMáquinas e equipamentos
Máquinas e equipamentos
 

Semelhante a Segurança Oper Serra Circular

0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx
0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx
0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx
CARLOSFIGUEIREDO102
 
151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt
151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt
151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt
Ezinho Moreno
 
TREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADA
TREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADATREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADA
TREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADA
rafael987369
 
T 20-operacoes-com-serra-circular
T 20-operacoes-com-serra-circularT 20-operacoes-com-serra-circular
T 20-operacoes-com-serra-circular
Mauro Sergio Vales de Souza
 
586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt
586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt
586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt
zimmerambiental
 
Manual Clipper CM41
Manual Clipper CM41Manual Clipper CM41
Manual Clipper CM41
Chimas Indústria e Comércio
 
Manual Clipper TT 200 EM
Manual Clipper TT 200 EMManual Clipper TT 200 EM
Manual Clipper TT 200 EM
Chimas Indústria e Comércio
 
Manual Clipper C13 E
Manual Clipper C13 EManual Clipper C13 E
Manual Clipper C13 E
Chimas Indústria e Comércio
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
Vanessa F. Rezende
 
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptxTREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
EversonLima23
 
359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt
359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt
359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt
cristiano docarmo
 
48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf
48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf
48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf
tjoana
 
Serra circular
Serra circularSerra circular
Serra circular
Vivian Piwowarczyk
 
Serra mármore 1200w Ingco - Chimas
Serra mármore 1200w Ingco  - ChimasSerra mármore 1200w Ingco  - Chimas
Serra mármore 1200w Ingco - Chimas
Chimas Indústria e Comércio
 
Maquinas rotativas
Maquinas rotativasMaquinas rotativas
Maquinas rotativas
WagnerReisdePaula1
 
NR18 - Treinamento Serra Marmore.pptx
NR18 - Treinamento Serra Marmore.pptxNR18 - Treinamento Serra Marmore.pptx
NR18 - Treinamento Serra Marmore.pptx
CezarTST1
 
Acidente do trabalho com disco de corte cenas fortes
Acidente do trabalho com disco de corte   cenas fortesAcidente do trabalho com disco de corte   cenas fortes
Acidente do trabalho com disco de corte cenas fortes
Universidade Federal Fluminense
 
lixadeira manuseio seguro Norma regulamentadora 34
lixadeira manuseio seguro   Norma regulamentadora 34lixadeira manuseio seguro   Norma regulamentadora 34
lixadeira manuseio seguro Norma regulamentadora 34
Fábio Ranuci
 
Apost. Trabalho em Alturas.pdf
Apost. Trabalho em Alturas.pdfApost. Trabalho em Alturas.pdf
Apost. Trabalho em Alturas.pdf
Tiago Morais
 
Apostila trabalho em altura
Apostila trabalho em alturaApostila trabalho em altura

Semelhante a Segurança Oper Serra Circular (20)

0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx
0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx
0.1 - Treinamento NR-12 Serra Circular Rev.00.pptx
 
151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt
151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt
151894711 curso-de-operador-de-serra-circular-ppt
 
TREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADA
TREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADATREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADA
TREINAMENTO OPERACIONAL PARA OPERADOR DE SERRA DE BANCADA
 
T 20-operacoes-com-serra-circular
T 20-operacoes-com-serra-circularT 20-operacoes-com-serra-circular
T 20-operacoes-com-serra-circular
 
586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt
586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt
586460438-Nr-12-Treinamento-Esmerilhadeira-3.ppt
 
Manual Clipper CM41
Manual Clipper CM41Manual Clipper CM41
Manual Clipper CM41
 
Manual Clipper TT 200 EM
Manual Clipper TT 200 EMManual Clipper TT 200 EM
Manual Clipper TT 200 EM
 
Manual Clipper C13 E
Manual Clipper C13 EManual Clipper C13 E
Manual Clipper C13 E
 
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.pptNR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
NR-12-Treinamento-Maquinas-Rotativas.ppt
 
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptxTREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
TREINAMENTO_LIXADEIRA_POLICORTE_APT.pptx
 
359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt
359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt
359557187-trabalho-com-roadeira-costal-140428181920-phpapp02-ppt.ppt
 
48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf
48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf
48062868-Ficha-seguranca-rebarbadora.pdf
 
Serra circular
Serra circularSerra circular
Serra circular
 
Serra mármore 1200w Ingco - Chimas
Serra mármore 1200w Ingco  - ChimasSerra mármore 1200w Ingco  - Chimas
Serra mármore 1200w Ingco - Chimas
 
Maquinas rotativas
Maquinas rotativasMaquinas rotativas
Maquinas rotativas
 
NR18 - Treinamento Serra Marmore.pptx
NR18 - Treinamento Serra Marmore.pptxNR18 - Treinamento Serra Marmore.pptx
NR18 - Treinamento Serra Marmore.pptx
 
Acidente do trabalho com disco de corte cenas fortes
Acidente do trabalho com disco de corte   cenas fortesAcidente do trabalho com disco de corte   cenas fortes
Acidente do trabalho com disco de corte cenas fortes
 
lixadeira manuseio seguro Norma regulamentadora 34
lixadeira manuseio seguro   Norma regulamentadora 34lixadeira manuseio seguro   Norma regulamentadora 34
lixadeira manuseio seguro Norma regulamentadora 34
 
Apost. Trabalho em Alturas.pdf
Apost. Trabalho em Alturas.pdfApost. Trabalho em Alturas.pdf
Apost. Trabalho em Alturas.pdf
 
Apostila trabalho em altura
Apostila trabalho em alturaApostila trabalho em altura
Apostila trabalho em altura
 

Segurança Oper Serra Circular

  • 1. Segurança na operação de serra circular
  • 2. NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção Carpintaria As operações em máquinas e equipamentos necessários à realização da atividade de carpintaria somente podem ser realizadas por trabalhador qualificado nos termos desta NR. A serra circular deve atender às disposições a seguir: a) ser dotada de mesa estável, com fechamento de suas faces inferiores, anterior e posterior, construída em madeira resistente e de primeira qualidade, material metálico ou similar de resistência equivalente, sem irregularidades, com dimensionamento suficiente para a execução das tarefas; b) ter a carcaça do motor aterrada eletricamente; c) o disco deve ser mantido afiado e travado, devendo ser substituído quando apresentar trincas, dentes quebrados ou empenamentos;
  • 3. NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção d) as transmissões de força mecânica devem estar protegidas obrigatoriamente por anteparos fixos e resistentes, não podendo ser removidos, em hipótese alguma, durante a execução dos trabalhos; e) ser provida de coifa protetora do disco e cutelo divisor, com identificação do fabricante e ainda coletor de serragem. Nas operações de corte de madeira, devem ser utilizados dispositivo empurrador e guia de alinhamento.
  • 4. • NR12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos 12.2. Normas de segurança para dispositivos de acionamento, partida e parada de máquinas e equipamentos. 12.2.1. As máquinas e os equipamentos devem ter dispositivos de acionamento e parada localizados de modo que: • a) seja acionado ou desligado pelo operador na sua posição de trabalho; (112.009-3 / I2) • b) não se localize na zona perigosa de máquina ou do equipamento; (112.010-7 / I2) • c) possa ser acionado ou desligado em caso de emergência, por outra pessoa que não seja o operador; (112.011-5 / I2) • d) não possa ser acionado ou desligado, involuntariamente, pelo operador, ou de qualquer outra forma acidental; (112.012-3 / I2) • e) não acarrete riscos adicionais. (112.013-1 / I2) 12.2.2. As máquinas e os equipamentos com acionamento repetitivo, que não tenham proteção adequada, oferecendo risco ao operador, devem ter dispositivos apropriados de segurança para o seu acionamento.
  • 5. NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção Serra Circular De Bancada Máquina de uso comum em qualquer indústria da construção. Consiste de uma mesa fixa com uma abertura de formato linear sobre a bancada por onde passa o disco da serra acionado pelo motor que se encontra localizado na parte inferior da máquina.
  • 6. NR-18 Condições e meio ambiente de trabalho na indústria da construção Serras circular de bancada Os acidentes ocorrem devido a seguintes causas: a) Contato direto com os dentes no disco; b) Retrocesso da peça a cortar; c) Projeção do disco ou parte dele.
  • 7. Serra Circular de Bancada A) Contato com o disco de corte: • Os acidentes podem ocorrer por contato tanto na parte superior quanto na parte inferior do disco. • Contato inferior: geralmente é produzido quando se procede a eliminação de aparas ou serragem que se acumulam na parte inferior da máquina durante o uso. • Protege-se a parte inferior do disco que estará dentro do sistema de aspiração. • Não permite a acumulação de materiais - altamente combustíveis.
  • 8. Serra Circular de Bancada • Contato superior: a parte superior do disco deve ser protegida por capas de proteção. • Com a instalação das capas de proteção se consegue dois efeitos: • A proteção antes de um contato com o disco; • A proteção ocular do trabalhador, é minimizada a projeção de partículas. • A capa de proteção deve ser forte e facilmente ajustável.
  • 9. Serra Circular de Bancada B) Retrocesso ou projeção da peça: • Na prevenção deste risco é recomendada a utilização de divisor dianteiro. • A função deste elemento é impedir que o entalhe, aberto na madeira por ação do disco, se feche propiciando o rechaço da madeira pelo disco, projetando-a contra o operário. • O cutelo divisor atua como uma cunha, impedindo que as partes da peça que está sendo serrada se feche sobre o disco.
  • 10. Serra Circular de Bancada • Com o retrocesso das peças é bastante freqüente que se apresentem dois tipos de lesões: • A produzida pelo impacto da peça contra o operário, • O possível contato das mãos com o disco de corte. • O cutelo divisor consiste em um elemento metálico que pode adotar diversas formas.
  • 11. Serra Circular de Bancada • O retrocesso ou projeção da madeira pode ser facilitado, também, por: • Pressão insuficiente das mãos do operário sobre a peça que está sendo serrada; • Variação da resistência de penetração da madeira pela existência de nós e irregularidades; • Serra defeituosa por perda do fio ou denteado; • Depósito de resina sobre o disco que tende a prender a madeira; • Manobra fortuita que leve a peça diretamente a parte superior do disco.
  • 12. Serra Circular de Bancada • Retrocesso da peça: • Geralmente ocorre quando a peça engasga devido a nervuras, nós ou outras irregularidades na madeira, ferramentas mal afiadas, etc., dando lugar a um brusco retrocesso da peça que é atirada contra o operário. Pode-se evitar estes retrocessos com um perfeito afiamento das ferramentas, controlando o estado das madeiras e evitando passadas de grande profundidade, dando sempre passadas sucessivas e progressivas.
  • 13. Serra Circular de Bancada • Dispositivos empurradores: • São medidas complementares às proteções existentes. • Sua utilização básica é para peças pequenas, assim como instrumento de ajuda para o fim de passadas para peças grandes. São de formas variados e utilizados tanto para trabalho com guias ou sem eles.
  • 14. Serra Circular de Bancada C) Projeção do disco ou parte dele: • São fatores predisponentes: • - Utilização de disco em velocidade superior a recomendada pelo fabricante; • - Fixação incorreta do disco no eixo; • - Disco desequilibrado; • - Emprego de madeira com incrustações duras; • - Abandono de ferramenta junto ao disco; • - Utilização de discos desgastados. • É conveniente um sistema de frenagem que faça parar a serra em no máximo 02 segundos após ser desligada.
  • 15. Serra Circular de Bancada • Medidas gerais de proteção para o trabalho com serras: • 1 - Ao introduzir o material em uma serra de bancada as mãos devem ser mantidas fora da linha de corte. • Deverá ser utilizado uma ferramenta ou dispositivo para empurrar a peça trabalhada até a serra. • 2 - A lâmina da serra deve situar-se de modo que sobressaia o mínimo possível acima do material. • 3 - É sempre perigoso serrar sem apoio.
  • 16. Serra Circular de Bancada • 4 - A serra deve ser adequada ao trabalho. • 5 - É perigosa a prática de retirar a capa de proteção devido a pouca distância entre a serra e a guia de alinhamento. • 6 - Deve-se evitar o corte transversal de peças longas em uma serra de mesa. • 7 - O trabalho que deva ser realizado em máquinas especiais de alimentação automática.
  • 17. Serra Circular de Bancada • 8 - Deve-se parar totalmente a máquina antes de ajustar a lâmina ou a guia, e desconectá-la da rede elétrica antes de trocar a lâmina. • 9 - A capa de proteção, bem como o cutelo divisor, deve inclinar-se com a serra, impedindo que a proteção toque a serra. • 10 - Deve-se utilizar uma escova ou outro instrumento para limpar a serragem e os pedaços que sobraram das madeiras serradas. • 11 - A serra deve dispor de vários tipos de mecanismos de proteção.