SlideShare uma empresa Scribd logo
Reino Animalia Ciências Tassinari
Características gerais: Pluricelulares Heterótrofos Eucariontes
Dividem-se em dois grandes grupos: Invertebrados Inferiores, com os filos: Poríferos Cnidários Platelmintos Nematelmintos Moluscos  Anelídeos
Invertebrados Superiores, com os filos: Artrópodes  Equinodermos
Vertebrados Peixes Anfíbios Répteis Aves Mamíferos
FILO Porifera Poros , que vem do grego, significa passagem, orificio; Ferre , que vem do latim, significa levar, ser portador. Daí provém o nome, que quer dizer ‘portador de poros’.
FILO Porifera São necessariamente aquáticos, e a maioria está no mar; Popularmente chamados de esponjas; São sésseis (vivem fixos sobre rochas, conchas de animais ou pilares de pontes); Geralmente vivem em colônias; Possuem tamanho variado e coloração diversificada.
Organização das esponjas São os animais de organização mais simples; O corpo é poroso e o esqueleto é constituído por minúsculos filamentos parecidos com agulhas, denominados espículas; Não existem órgãos, e as esponjas possuem basicamente dois tipos de células: os coanócitos e os amebócitos;
Espículas As espículas são as responsáveis pela sustentação do corpo das esponjas; Podem ser de calcário, sílica ou de fibras de espongina.
Coanócitos As células que possuem flagelo e também uma espécie de colarinho em forma de funil são chamadas de coanócitos; Daí o nome, de origem grega: choane (funil) e kytos (célula)
Amebócitos As células que lembram amebas são denominadas amebócitos; Essas células se locomovem livremente, por meio de movimentos semelhantes aos de uma ameba.
Alimentação As esponjas são chamadas de animais filtradores, pois seu corpo parece com uma peneira ou filtro: à medida que a água passa por seus poros, as pequenas partículas de alimento são retidas; Se alimentam de minúsculos organismos que vivem na água (bactérias, algas, protozoários); Como não possuem órgãos, a digestão é intracelular.
Alimentação Os coanócitos movimentam os flagelos e fazem uma corrente de água penetrar pelos poros no corpo do animal; A água que atravessa os poros passa pela cavidade central do corpo do animal, o átrio, e sai por uma abertura situada na parte de cima, o ósculo; Durante esse processo, é feita a filtração da água e os amebócitos, que também ajudam na digestão das partículas de alimento, distribuem o alimento para outras células.
Reprodução Assexuada As esponjas se reproduzem assexuadamente por brotamento; Um grupo de células se multiplica e forma pequenos brotos, que podem permanecer presos, formando colônias, ou se soltar, dando origem a um indivíduo isolado.
Reprodução Sexuada
Regeneração As esponjas apresentam grande capacidade de regeneração; Basta que algumas células da esponja se separem das demais para que elas regenerem uma nova esponja.
FILO Cnidaria Knidós  em grego significa ‘urticante, que queima’ O nome do filo vem da irritação semelhante à de uma queimadura provocada pelos tentáculos desses animais.
FILO Cnidaria São animais aquáticos e a grande  maioria é marinha; São representantes deste filo: águas-vivas, caravelas, corais, anêmonas e hidras; Apresentam duas formas de vida:  pólipos e medusas; São também chamados celenterados.
Pólipos Têm o corpo cilíndrico, com uma abertura e tentáculos na parte superior; São geralmente fixos ou então se movimentam pouco.
Medusas São móveis; Têm o corpo em forma de guarda-chuva, com abertura e tentáculos na parte inferior;
Classificação dos Cnidários Hidrozoários Cnidários com tentáculos superiores, que podem ter a forma de medusa (liríope) ou pólipo (hidra) A hidra é um representante que vive em água ‘doce’.
Classificação dos Cnidários Cifozoários Cnidários com tentáculos inferiores, que apresentam a forma de medusa na maior parte de seu ciclo de vida.
Classificação dos Cnidários Antozoários Cnidários parecidos com flores, que se apresentam apenas na forma de pólipos.
Atividades vitais dos cnidários Possuem células que disparam a substância urticante, chamadas de cnidoblastos, que estão localizadas principalmente nos tentáculos; Dentro do cnidoblasto há uma cápsula, o nematocisto, que tem uma espécie de fio enrolado. Quando o cnidoblasto é tocado, a cápsula se abre e dispara o fio, que penetra na pele da presa e injeta uma toxina, capaz de paralisar e matar pequenos animais, como peixes, crustáceos e vermes, que servem de alimento aos cnidários.
Atividades vitais dos cnidários Possuem digestão intracelular e extracelular. A digestão extracelular ocorre quando o alimento vai para uma cavidade que recebe substâncias digestivas A digestão na cavidade digestiva não é bem feita, pois lá estão misturados alimentos que entraram pela boca com os restos que sairão também pela boca, pois os cnidários não tem ânus. Por isso, o alimento terá a digestão completada dentro das células, sendo esta a parte da digestão intracelular.
Atividades vitais dos cnidários Os cnidários são os primeiros animais a possuir células nervosas; A reprodução pode ser sexuada ou assexuada; A reprodução assexuada ocorre por brotamento; O mesmo ser que se reproduziu por brotamento pode produzir espermatozóides e óvulos e reproduzir-se sexuadamente. Em uma geração os indivíduos são pólipos, que se reproduzem assexuadamente e originam medusas. Essas, reproduzem-se sexuadamente e originam pólipos. É a chamada  alternância de gerações.
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Características Gerais dos Animais - Estudo Nerd
Características Gerais dos Animais - Estudo NerdCaracterísticas Gerais dos Animais - Estudo Nerd
Características Gerais dos Animais - Estudo Nerd
EstudoNerd
 
Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
Rita Galrito
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
Fabiano Reis
 
Reino Animalia (Metazoa)
Reino Animalia (Metazoa)Reino Animalia (Metazoa)
Reino Animalia (Metazoa)
Diego Yamazaki Bolano
 
Poríferos e Cnidários
Poríferos e CnidáriosPoríferos e Cnidários
Poríferos e Cnidários
Duda Gonçalves
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidárioswww.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários
Annalu Jannuzzi
 
Os Poríferos
Os PoríferosOs Poríferos
Os Poríferos
guestb87785
 
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãOA.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
Albano Novaes
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
Patricia Guimaraes
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados
ISJ
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
Isabella Ruas
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
Nayara Saldanha
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
Altair Hoepers
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
crisbassanimedeiros
 
Porifero Cnidaria
Porifero CnidariaPorifero Cnidaria
Porifero Cnidaria
ANA LUCIA FARIAS
 
Reino animal 1 poriferos
Reino animal 1 poriferosReino animal 1 poriferos
Reino animal 1 poriferos
Carolina Suisso
 
Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários
Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários
Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários
nielimaia
 
Reino animal i
Reino animal iReino animal i
Reino animal i
GabrielaMansur
 

Mais procurados (20)

Características Gerais dos Animais - Estudo Nerd
Características Gerais dos Animais - Estudo NerdCaracterísticas Gerais dos Animais - Estudo Nerd
Características Gerais dos Animais - Estudo Nerd
 
Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015Poríferos e cnidários 3C- 2015
Poríferos e cnidários 3C- 2015
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Reino Animalia (Metazoa)
Reino Animalia (Metazoa)Reino Animalia (Metazoa)
Reino Animalia (Metazoa)
 
Poríferos e Cnidários
Poríferos e CnidáriosPoríferos e Cnidários
Poríferos e Cnidários
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidárioswww.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia -  Poríferos e Cnidários
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Biologia - Poríferos e Cnidários
 
Os Poríferos
Os PoríferosOs Poríferos
Os Poríferos
 
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãOA.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
A.Apres.Pp.Animal.C.Nova.AlteraçãO
 
Reino animalia
Reino animaliaReino animalia
Reino animalia
 
7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados7º ano cap 14 porferos e celenterados
7º ano cap 14 porferos e celenterados
 
Poríferos
PoríferosPoríferos
Poríferos
 
Poríferos e cnidários
Poríferos e cnidáriosPoríferos e cnidários
Poríferos e cnidários
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
Poriferos
PoriferosPoriferos
Poriferos
 
7 ano invertebrados
7 ano invertebrados7 ano invertebrados
7 ano invertebrados
 
Porifero Cnidaria
Porifero CnidariaPorifero Cnidaria
Porifero Cnidaria
 
Reino animal 1 poriferos
Reino animal 1 poriferosReino animal 1 poriferos
Reino animal 1 poriferos
 
Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários
Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários
Aula completa reino animal filo poriferos e cnidários
 
Reino animal i
Reino animal iReino animal i
Reino animal i
 

Destaque

Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Cuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambienteCuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambiente
Acrópole - História & Educação
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Tratamento da água
Tratamento da águaTratamento da água
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino

Destaque (6)

Sistema digestório
Sistema digestórioSistema digestório
Sistema digestório
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Cuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambienteCuidar do meio ambiente
Cuidar do meio ambiente
 
Reino animal
Reino animalReino animal
Reino animal
 
Tratamento da água
Tratamento da águaTratamento da água
Tratamento da água
 
Sistema endócrino
Sistema endócrinoSistema endócrino
Sistema endócrino
 

Semelhante a Poriferos E Cndarios

Invertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o bInvertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o b
SESI 422 - Americana
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012
ISJ
 
Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011
ISJ
 
Poliferos e Cnidários
Poliferos e CnidáriosPoliferos e Cnidários
Poliferos e Cnidários
Sirleide Silva
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
SESI 422 - Americana
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
Roberta Almeida
 
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivosTrabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Alessandra Miranda
 
Características gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivosCaracterísticas gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivos
Alessandra Miranda
 
Poliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptxPoliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptx
RonaldoAlves313237
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
cholomatheus
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
cholomatheus
 
poriferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
poriferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhporiferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
poriferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
fmilhoranca1
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Leonardo Kaplan
 
Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)
Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)
Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)
Ronaldo Junior
 
Porif cnida plat
Porif cnida platPorif cnida plat
Porif cnida plat
Joseane Pasini CB
 
Reino animália
Reino animáliaReino animália
O Reino dos Animais
O Reino dos AnimaisO Reino dos Animais
O Reino dos Animais
Renata1993Freire
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
Keilha Barroca
 
Animais Invertebrados
Animais InvertebradosAnimais Invertebrados
Animais Invertebrados
M. Cristina Torres Felippin
 
Artópodes e Equinodermos
Artópodes e EquinodermosArtópodes e Equinodermos
Artópodes e Equinodermos
Naira Silva
 

Semelhante a Poriferos E Cndarios (20)

Invertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o bInvertebrados marinhos 1o b
Invertebrados marinhos 1o b
 
7º ano cap 14 cnidários 2012
7º ano  cap 14 cnidários 20127º ano  cap 14 cnidários 2012
7º ano cap 14 cnidários 2012
 
Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011Porferos e celenterados_-_2011
Porferos e celenterados_-_2011
 
Poliferos e Cnidários
Poliferos e CnidáriosPoliferos e Cnidários
Poliferos e Cnidários
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
 
Cnidários
CnidáriosCnidários
Cnidários
 
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivosTrabalho de biologia características gerais dos seres vivos
Trabalho de biologia características gerais dos seres vivos
 
Características gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivosCaracterísticas gerais dos seres vivos
Características gerais dos seres vivos
 
Poliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptxPoliferos e Cnidários.pptx
Poliferos e Cnidários.pptx
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
poriferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
poriferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhporiferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
poriferos e cnidarios hhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh
 
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
Aula 7º ano - Reino Animalia (invertebrados)
 
Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)
Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)
Seminário biologia reino animal( poríferos, cnidarios e platelmintos)
 
Porif cnida plat
Porif cnida platPorif cnida plat
Porif cnida plat
 
Reino animália
Reino animáliaReino animália
Reino animália
 
O Reino dos Animais
O Reino dos AnimaisO Reino dos Animais
O Reino dos Animais
 
Invertebrados
InvertebradosInvertebrados
Invertebrados
 
Animais Invertebrados
Animais InvertebradosAnimais Invertebrados
Animais Invertebrados
 
Artópodes e Equinodermos
Artópodes e EquinodermosArtópodes e Equinodermos
Artópodes e Equinodermos
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
marcos oliveira
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
LeideLauraCenturionL
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
jetroescola
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2019 CENSIPAM.pdf
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptxA perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
A perspectiva colaborativa e as novas práticas de inclusão. (1).pptx
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdfHistória das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
História das ideias pedagógicas no Brasil - Demerval Saviani.pdf
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptxLicao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
Licao de adultos Topico 1 CPAD edit.pptx
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 

Poriferos E Cndarios

  • 2. Características gerais: Pluricelulares Heterótrofos Eucariontes
  • 3. Dividem-se em dois grandes grupos: Invertebrados Inferiores, com os filos: Poríferos Cnidários Platelmintos Nematelmintos Moluscos Anelídeos
  • 4. Invertebrados Superiores, com os filos: Artrópodes Equinodermos
  • 5. Vertebrados Peixes Anfíbios Répteis Aves Mamíferos
  • 6. FILO Porifera Poros , que vem do grego, significa passagem, orificio; Ferre , que vem do latim, significa levar, ser portador. Daí provém o nome, que quer dizer ‘portador de poros’.
  • 7. FILO Porifera São necessariamente aquáticos, e a maioria está no mar; Popularmente chamados de esponjas; São sésseis (vivem fixos sobre rochas, conchas de animais ou pilares de pontes); Geralmente vivem em colônias; Possuem tamanho variado e coloração diversificada.
  • 8. Organização das esponjas São os animais de organização mais simples; O corpo é poroso e o esqueleto é constituído por minúsculos filamentos parecidos com agulhas, denominados espículas; Não existem órgãos, e as esponjas possuem basicamente dois tipos de células: os coanócitos e os amebócitos;
  • 9. Espículas As espículas são as responsáveis pela sustentação do corpo das esponjas; Podem ser de calcário, sílica ou de fibras de espongina.
  • 10. Coanócitos As células que possuem flagelo e também uma espécie de colarinho em forma de funil são chamadas de coanócitos; Daí o nome, de origem grega: choane (funil) e kytos (célula)
  • 11. Amebócitos As células que lembram amebas são denominadas amebócitos; Essas células se locomovem livremente, por meio de movimentos semelhantes aos de uma ameba.
  • 12. Alimentação As esponjas são chamadas de animais filtradores, pois seu corpo parece com uma peneira ou filtro: à medida que a água passa por seus poros, as pequenas partículas de alimento são retidas; Se alimentam de minúsculos organismos que vivem na água (bactérias, algas, protozoários); Como não possuem órgãos, a digestão é intracelular.
  • 13. Alimentação Os coanócitos movimentam os flagelos e fazem uma corrente de água penetrar pelos poros no corpo do animal; A água que atravessa os poros passa pela cavidade central do corpo do animal, o átrio, e sai por uma abertura situada na parte de cima, o ósculo; Durante esse processo, é feita a filtração da água e os amebócitos, que também ajudam na digestão das partículas de alimento, distribuem o alimento para outras células.
  • 14. Reprodução Assexuada As esponjas se reproduzem assexuadamente por brotamento; Um grupo de células se multiplica e forma pequenos brotos, que podem permanecer presos, formando colônias, ou se soltar, dando origem a um indivíduo isolado.
  • 16. Regeneração As esponjas apresentam grande capacidade de regeneração; Basta que algumas células da esponja se separem das demais para que elas regenerem uma nova esponja.
  • 17. FILO Cnidaria Knidós em grego significa ‘urticante, que queima’ O nome do filo vem da irritação semelhante à de uma queimadura provocada pelos tentáculos desses animais.
  • 18. FILO Cnidaria São animais aquáticos e a grande maioria é marinha; São representantes deste filo: águas-vivas, caravelas, corais, anêmonas e hidras; Apresentam duas formas de vida: pólipos e medusas; São também chamados celenterados.
  • 19. Pólipos Têm o corpo cilíndrico, com uma abertura e tentáculos na parte superior; São geralmente fixos ou então se movimentam pouco.
  • 20. Medusas São móveis; Têm o corpo em forma de guarda-chuva, com abertura e tentáculos na parte inferior;
  • 21. Classificação dos Cnidários Hidrozoários Cnidários com tentáculos superiores, que podem ter a forma de medusa (liríope) ou pólipo (hidra) A hidra é um representante que vive em água ‘doce’.
  • 22. Classificação dos Cnidários Cifozoários Cnidários com tentáculos inferiores, que apresentam a forma de medusa na maior parte de seu ciclo de vida.
  • 23. Classificação dos Cnidários Antozoários Cnidários parecidos com flores, que se apresentam apenas na forma de pólipos.
  • 24. Atividades vitais dos cnidários Possuem células que disparam a substância urticante, chamadas de cnidoblastos, que estão localizadas principalmente nos tentáculos; Dentro do cnidoblasto há uma cápsula, o nematocisto, que tem uma espécie de fio enrolado. Quando o cnidoblasto é tocado, a cápsula se abre e dispara o fio, que penetra na pele da presa e injeta uma toxina, capaz de paralisar e matar pequenos animais, como peixes, crustáceos e vermes, que servem de alimento aos cnidários.
  • 25. Atividades vitais dos cnidários Possuem digestão intracelular e extracelular. A digestão extracelular ocorre quando o alimento vai para uma cavidade que recebe substâncias digestivas A digestão na cavidade digestiva não é bem feita, pois lá estão misturados alimentos que entraram pela boca com os restos que sairão também pela boca, pois os cnidários não tem ânus. Por isso, o alimento terá a digestão completada dentro das células, sendo esta a parte da digestão intracelular.
  • 26. Atividades vitais dos cnidários Os cnidários são os primeiros animais a possuir células nervosas; A reprodução pode ser sexuada ou assexuada; A reprodução assexuada ocorre por brotamento; O mesmo ser que se reproduziu por brotamento pode produzir espermatozóides e óvulos e reproduzir-se sexuadamente. Em uma geração os indivíduos são pólipos, que se reproduzem assexuadamente e originam medusas. Essas, reproduzem-se sexuadamente e originam pólipos. É a chamada alternância de gerações.
  • 27.