SlideShare uma empresa Scribd logo
PICASSO E O CUBISMO
“O Cubismo é a arte de pintar composições
novas com elementos tomados de
empréstimo não à realidade da visão, mas à
realidade da consciência.”
Guillaume Apullinaire, pintor cubista 1913
O Cubismo, um dos movimentos mais
influentes e revolucionários da história
artística. Com o espanhol Pablo Ruiz Picasso, o
mundo visual ficou não arbitrário, mas sensual
e belo,onde os aspectos de um tema são
vistos simultaneamente numa única
dimensão.
Plablo Picasso, Família de saltimbancos, 1905, 213 x 230 cm
Família de saltimbancos
• Esta obra fora concebida para ser um manifesto. É uma obra
muito avultada e enigmática do período rosa, revelando a
magnífica perícia gráfica do autor e a aguda sensação de
pobreza e tristeza que marcou aqueles primeiros anos. Os cincos
acróbatas itinerantes estão constrangidos e sós nessa paisagem
árida e desprovida de marcos; a moça solitária parece não
pertencer ao mundo deles, embora também esteja melancólica
e se enquadre em tal mundo pela disposição de espírito.
Pablo Picasso, Les demoiselles d’ Avignon, 1907
Les demoiselles de Avignon
• Faz referência à Calle Avignon, um conhecido ponto de
prostituição em Barcelona.Essas moças(demoiselles) são
mesmo prostitutas, e os primeiros observadores recuaram
horrorizados em face das propostas que elas lhes faziam.Esta
foi a primeira pintura cubista.
As fases de Picasso e o Cubismo
• Picasso passou por diversas fases artísticas distintas, o período
azul e o rosa.Suas pinturas azuis tiveram início em 1901,
expressando a tristeza pela morte de um amigo; azul para Picasso
era a cor da solidão e da melancolia, o que por certo refletia a
precaridade de sua situação à època.Em 1905, ele passou para o
período rosa, alguns acreditam que os tons quentes desse
período foram influenciados pelo consumo do ópio. Umas das
fases mais criativas de Picasso ocorreu entre 1908 e 1912 e é
conhecida como cubismo analítico.Nesse estilo, que desenvolveu
com Braque, Picasso usou formas desintegradas e então
reconstituídas em tons de preto e marrom.A fase seguinte, o
cubismo sintético,usava mais formas decorativas, mediante
estêncil,colagem e cor mais brilhante.Foi então que os artistas
começaram a usar recortes de jornal em suas pinturas.
Pablo Picasso, Mulher nua numa cadeira
vermelha, 1932
Mulher nua numa cadeira vermelha, 1932
• A amante que lhe inspirou a arte mais encantadora foi Marie-
Thérèse,uma moça corpulenta e plácida com cujas formas
arredondadas ele adorava brincar na tela. Todas as pinturas
com Marie-Thérèse são vivas, graciosas, e muitíssimo
provocantes.
Plablo Picasso, Mulher que chora, 1937
Mulher que chora, 1937
• Mulher que chora, é o retrato de Dora Maar; as lágrimas de
Dora foram quase certamente causadas pelo artista e revelam
uma angustiada necessidade de respeito; Picasso retribui
com uma selvageria rancorosa.
Por: Alessandra Aparecida dos Santos Macedo
Curso: Mídias na Educação
• Fontes Pesquisadas
• Livro- História da Pintura
• Autor- Wendy Beckett
• Imagens ilustradas - Google

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pablo picasso
Pablo picassoPablo picasso
Pablo picasso
Vania Moreno
 
Trabalho de Artes 8ª Serie sobre Picasso
Trabalho de Artes 8ª Serie sobre PicassoTrabalho de Artes 8ª Serie sobre Picasso
Trabalho de Artes 8ª Serie sobre Picasso
al3ssandra
 
Pablo Picasso e o Cubismo.
Pablo Picasso e o Cubismo.Pablo Picasso e o Cubismo.
Pablo Picasso e o Cubismo.
Roger Pimentel
 
A arte de pablo picasso
A arte de pablo picassoA arte de pablo picasso
A arte de pablo picasso
Marcos Luis Christo
 
Picasso cubismo
Picasso   cubismoPicasso   cubismo
Picasso cubismo
Thereza Valente
 
Cubismo2
Cubismo2Cubismo2
Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
Agostinho.Gouveia
 
Pablo Picasso- Vida e Obra
Pablo Picasso- Vida e ObraPablo Picasso- Vida e Obra
Pablo Picasso- Vida e Obra
Maicon Lima
 
Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
hcaslides
 
Pablo picasso e o cubismo
Pablo picasso e o cubismoPablo picasso e o cubismo
Pablo picasso e o cubismo
Meire Falco
 
O cubismo
O cubismoO cubismo
O cubismo
Cardosia
 
Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
Agostinho NSilva
 
Picasso..
Picasso..Picasso..
Picasso..
Claudia Machado
 
Cubismo 1907-1914
Cubismo   1907-1914Cubismo   1907-1914
Cubismo 1907-1914
Professor Gilson Nunes
 
4 cubismo
4 cubismo4 cubismo
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
CubismoCubismo
Pablo picasso
Pablo picassoPablo picasso
Pablo picasso
Iasmin Silva
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
silviavasques
 
Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!
Lu Rebordosa
 

Mais procurados (20)

Pablo picasso
Pablo picassoPablo picasso
Pablo picasso
 
Trabalho de Artes 8ª Serie sobre Picasso
Trabalho de Artes 8ª Serie sobre PicassoTrabalho de Artes 8ª Serie sobre Picasso
Trabalho de Artes 8ª Serie sobre Picasso
 
Pablo Picasso e o Cubismo.
Pablo Picasso e o Cubismo.Pablo Picasso e o Cubismo.
Pablo Picasso e o Cubismo.
 
A arte de pablo picasso
A arte de pablo picassoA arte de pablo picasso
A arte de pablo picasso
 
Picasso cubismo
Picasso   cubismoPicasso   cubismo
Picasso cubismo
 
Cubismo2
Cubismo2Cubismo2
Cubismo2
 
Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
 
Pablo Picasso- Vida e Obra
Pablo Picasso- Vida e ObraPablo Picasso- Vida e Obra
Pablo Picasso- Vida e Obra
 
Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
 
Pablo picasso e o cubismo
Pablo picasso e o cubismoPablo picasso e o cubismo
Pablo picasso e o cubismo
 
O cubismo
O cubismoO cubismo
O cubismo
 
Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
 
Picasso..
Picasso..Picasso..
Picasso..
 
Cubismo 1907-1914
Cubismo   1907-1914Cubismo   1907-1914
Cubismo 1907-1914
 
4 cubismo
4 cubismo4 cubismo
4 cubismo
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Pablo picasso
Pablo picassoPablo picasso
Pablo picasso
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!Cubismo - 7º ano!
Cubismo - 7º ano!
 

Destaque

Holocausto
HolocaustoHolocausto
Holocausto
Helena
 
Biblioteca valter
Biblioteca   valterBiblioteca   valter
Biblioteca valterHelena
 
Dora, De Picasso
Dora, De PicassoDora, De Picasso
Dora, De Picasso
Helena
 
OraçãO De Ghandi
OraçãO De GhandiOraçãO De Ghandi
OraçãO De Ghandi
Helena
 
OBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃEOBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃE
Helena
 
Bom ano lectivo
Bom ano lectivoBom ano lectivo
Bom ano lectivo
dinaflopes
 
Mapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra MundialMapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra Mundial
Helena
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
Helena
 
Poetas
PoetasPoetas
Poetas
Helena
 
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-iVinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
jcmucuge
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
Carlos Vieira
 
How to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your NicheHow to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your Niche
Leslie Samuel
 

Destaque (12)

Holocausto
HolocaustoHolocausto
Holocausto
 
Biblioteca valter
Biblioteca   valterBiblioteca   valter
Biblioteca valter
 
Dora, De Picasso
Dora, De PicassoDora, De Picasso
Dora, De Picasso
 
OraçãO De Ghandi
OraçãO De GhandiOraçãO De Ghandi
OraçãO De Ghandi
 
OBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃEOBRIGADA MÃE
OBRIGADA MÃE
 
Bom ano lectivo
Bom ano lectivoBom ano lectivo
Bom ano lectivo
 
Mapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra MundialMapa 2ªGuerra Mundial
Mapa 2ªGuerra Mundial
 
Maiakovski
MaiakovskiMaiakovski
Maiakovski
 
Poetas
PoetasPoetas
Poetas
 
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-iVinicius de-moraes-novos-poemas-i
Vinicius de-moraes-novos-poemas-i
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
How to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your NicheHow to Become a Thought Leader in Your Niche
How to Become a Thought Leader in Your Niche
 

Semelhante a Picasso e o cubismo

Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
eloisecris
 
pablopicasso-1227895378915390-8.pdf
pablopicasso-1227895378915390-8.pdfpablopicasso-1227895378915390-8.pdf
pablopicasso-1227895378915390-8.pdf
MateusRoberto15
 
PICASSO _ um artista único.docx
PICASSO _ um artista único.docxPICASSO _ um artista único.docx
PICASSO _ um artista único.docx
JoanaMarques823140
 
CUBISMO
CUBISMOCUBISMO
A arte de Picasso
A arte de Picasso A arte de Picasso
Arte Sec Xx
Arte Sec XxArte Sec Xx
Arte Sec Xx
jassis
 
Pablo Pícasso
Pablo PícassoPablo Pícasso
Pablo Pícasso
Danielle Alexia
 
Cubismo
CubismoCubismo
[HA2012] 06 - Cubismo
[HA2012] 06 - Cubismo[HA2012] 06 - Cubismo
[HA2012] 06 - Cubismo
Eduardo Novais
 
1257511425 cubismo
1257511425 cubismo1257511425 cubismo
1257511425 cubismo
Pelo Siro
 
Movimento Cubismo
Movimento CubismoMovimento Cubismo
Movimento Cubismo
Andrea Dressler
 
Introdução ao Cubismo.
Introdução ao Cubismo.Introdução ao Cubismo.
Introdução ao Cubismo.
Ipsun
 
Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3
taniagfacanhamila
 
Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3
taniagfacanhamila
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
Jubiz
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
Jubiz
 
Hd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismo
Hd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismoHd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismo
Hd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismo
Ticianne Darin
 
Aartedepablopicasso
AartedepablopicassoAartedepablopicasso
Aartedepablopicasso
sabinachourico
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
Jonny Peter
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
ggmota93
 

Semelhante a Picasso e o cubismo (20)

Pablo Picasso
Pablo PicassoPablo Picasso
Pablo Picasso
 
pablopicasso-1227895378915390-8.pdf
pablopicasso-1227895378915390-8.pdfpablopicasso-1227895378915390-8.pdf
pablopicasso-1227895378915390-8.pdf
 
PICASSO _ um artista único.docx
PICASSO _ um artista único.docxPICASSO _ um artista único.docx
PICASSO _ um artista único.docx
 
CUBISMO
CUBISMOCUBISMO
CUBISMO
 
A arte de Picasso
A arte de Picasso A arte de Picasso
A arte de Picasso
 
Arte Sec Xx
Arte Sec XxArte Sec Xx
Arte Sec Xx
 
Pablo Pícasso
Pablo PícassoPablo Pícasso
Pablo Pícasso
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
[HA2012] 06 - Cubismo
[HA2012] 06 - Cubismo[HA2012] 06 - Cubismo
[HA2012] 06 - Cubismo
 
1257511425 cubismo
1257511425 cubismo1257511425 cubismo
1257511425 cubismo
 
Movimento Cubismo
Movimento CubismoMovimento Cubismo
Movimento Cubismo
 
Introdução ao Cubismo.
Introdução ao Cubismo.Introdução ao Cubismo.
Introdução ao Cubismo.
 
Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3
 
Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3Arte sec-xx-1200262515312708-3
Arte sec-xx-1200262515312708-3
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Hd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismo
Hd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismoHd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismo
Hd 2016.1 aula 6_influências das vanguardas europeias - cubismo
 
Aartedepablopicasso
AartedepablopicassoAartedepablopicasso
Aartedepablopicasso
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 
Cubismo
CubismoCubismo
Cubismo
 

Último

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
AmiltonAparecido1
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Zenir Carmen Bez Trombeta
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Pedro Luis Moraes
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
JoeteCarvalho
 

Último (20)

-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdfOS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
OS elementos de uma boa Redação para o ENEM.pdf
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptxCartinhas de solidariedade e esperança.pptx
Cartinhas de solidariedade e esperança.pptx
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdfAula Contrato Individual de Trabalho .pdf
Aula Contrato Individual de Trabalho .pdf
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
slides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentarslides de Didática 2.pdf para apresentar
slides de Didática 2.pdf para apresentar
 

Picasso e o cubismo

  • 1. PICASSO E O CUBISMO “O Cubismo é a arte de pintar composições novas com elementos tomados de empréstimo não à realidade da visão, mas à realidade da consciência.” Guillaume Apullinaire, pintor cubista 1913
  • 2. O Cubismo, um dos movimentos mais influentes e revolucionários da história artística. Com o espanhol Pablo Ruiz Picasso, o mundo visual ficou não arbitrário, mas sensual e belo,onde os aspectos de um tema são vistos simultaneamente numa única dimensão.
  • 3. Plablo Picasso, Família de saltimbancos, 1905, 213 x 230 cm
  • 4. Família de saltimbancos • Esta obra fora concebida para ser um manifesto. É uma obra muito avultada e enigmática do período rosa, revelando a magnífica perícia gráfica do autor e a aguda sensação de pobreza e tristeza que marcou aqueles primeiros anos. Os cincos acróbatas itinerantes estão constrangidos e sós nessa paisagem árida e desprovida de marcos; a moça solitária parece não pertencer ao mundo deles, embora também esteja melancólica e se enquadre em tal mundo pela disposição de espírito.
  • 5. Pablo Picasso, Les demoiselles d’ Avignon, 1907
  • 6. Les demoiselles de Avignon • Faz referência à Calle Avignon, um conhecido ponto de prostituição em Barcelona.Essas moças(demoiselles) são mesmo prostitutas, e os primeiros observadores recuaram horrorizados em face das propostas que elas lhes faziam.Esta foi a primeira pintura cubista.
  • 7. As fases de Picasso e o Cubismo • Picasso passou por diversas fases artísticas distintas, o período azul e o rosa.Suas pinturas azuis tiveram início em 1901, expressando a tristeza pela morte de um amigo; azul para Picasso era a cor da solidão e da melancolia, o que por certo refletia a precaridade de sua situação à època.Em 1905, ele passou para o período rosa, alguns acreditam que os tons quentes desse período foram influenciados pelo consumo do ópio. Umas das fases mais criativas de Picasso ocorreu entre 1908 e 1912 e é conhecida como cubismo analítico.Nesse estilo, que desenvolveu com Braque, Picasso usou formas desintegradas e então reconstituídas em tons de preto e marrom.A fase seguinte, o cubismo sintético,usava mais formas decorativas, mediante estêncil,colagem e cor mais brilhante.Foi então que os artistas começaram a usar recortes de jornal em suas pinturas.
  • 8. Pablo Picasso, Mulher nua numa cadeira vermelha, 1932
  • 9. Mulher nua numa cadeira vermelha, 1932 • A amante que lhe inspirou a arte mais encantadora foi Marie- Thérèse,uma moça corpulenta e plácida com cujas formas arredondadas ele adorava brincar na tela. Todas as pinturas com Marie-Thérèse são vivas, graciosas, e muitíssimo provocantes.
  • 10. Plablo Picasso, Mulher que chora, 1937
  • 11. Mulher que chora, 1937 • Mulher que chora, é o retrato de Dora Maar; as lágrimas de Dora foram quase certamente causadas pelo artista e revelam uma angustiada necessidade de respeito; Picasso retribui com uma selvageria rancorosa.
  • 12. Por: Alessandra Aparecida dos Santos Macedo Curso: Mídias na Educação • Fontes Pesquisadas • Livro- História da Pintura • Autor- Wendy Beckett • Imagens ilustradas - Google