SlideShare uma empresa Scribd logo
PEDOFILIA
Trabalho realizado por:
Abel Freire Nº6601
Rute Mendes Nº6615
Tatiana Marques Nº6618
Professor: António Gonçalves
Disciplina: TIC
Ano Letivo: 2015/2016
Escola Profissional da Serra da Estrela
Curso Profissional de Técnico de Termalismo
TÓPICOS A ABORDAR
 Pedofilia
 Alguns comportamentos dos pedófilos
 Consequências para as vítimas de pedofilia
 Meios de abordagem mais utilizados pelos pedófilos
 Cuidados a ter para evitar o assédio dos pedófilos
 Abuso verbal ou não físico
 Abuso sexual com contacto físico
 Formas de prevenir o abuso sexual
 Exploração sexual
 Como ter acesso à lista de pedófilos
 Investigação na Escola Profissional da Serra da Estrela
10/05/2016
2
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
PEDOFILIA
 O pedófilo pode ser cliente de prostituição de jovens e de
produtos de pornografia juvenil, e estes são pessoas adultas.
 Possuem poucos amigos na faixa etária deles. Se estes
forem casados, é fundada no companheirismo, sem relações
sexuais.
10/05/2016
3
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
PEDOFILIA
 Na maior parte dos casos:
 Os pedófilos sofreram de violência sexual quando eram
menores.
 Podem ter preferência em raparigas ou rapazes menores
pois esses poderão desconhecer qualquer tipo de
informação sexual.
10/05/2016
4
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
PEDOFILIA
 Os pedófilos gostam de usar a internet pois é mais fácil
comunicar com as jovens nas redes sociais, assim poderão
criar perfis falsos e conseguir toda a informação que
necessitam.
10/05/2016
5
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
COMPORTAMENTOS DOS PEDÓFILOS
 Agradam sempre as vítimas;
 Fazem carícias nas partes íntimas das crianças;
 Pedem sempre para guardarem segredo sobre os seus
comportamentos;
 Ameaçam as crianças com algo que gostem muito caso não
queiram ceder às suas vontades;
 Pedem para filmar ou tirarem fotos com pouca ou nenhuma
roupa e pedem para fazerem poses sensuais.
10/05/2016
6
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
CONSEQUÊNCIAS PARA AS VÍTIMAS DE
PEDOFILIA
 Comprometimento da saúde física e mental;
 Traumas físicos;
 Gravidez indesejada;
 Alto risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis;
 Prostituição;
 Sentimentos de culpa;
 Isolamento;
 Baixa auto-estima;
 Suicídio.
10/05/2016
7
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
MEIOS DE ABORDAGEM MAIS UTILIZADOS
PELOS PEDÓFILOS
 Mensageiro instantâneo;
 Chat;
 Blog e Fotoblog;
 Correio electrónico;
 Sites de encontros.
10/05/2016
8
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
CUIDADOS A TER PARA EVITAR O ASSÉDIO DE
PEDÓFILOS
 Estar junto da criança quando esta estiver a utilizar o
computador com acesso à internet e verificar as contas nas
redes sociais das crianças;
 Criar condições para que criança lhe mostre os sites por que
navega;
 Instalar o computador numa divisão de fácil acesso a todos.
10/05/2016
9
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
ABUSO VERBAL OU NÃO FÍSICO
 Exibicionismo – homens tímidos que expõem os seus órgãos
genitais em frente a uma câmara.
 Assédio sexual – é uma proposta de relações sexuais.
 Abuso sexual verbal – são conversas abertas sobre
atividades sexuais destinadas a despertar o interesse da
criança, no adolescente e na família.
10/05/2016
10
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
ABUSO VERBAL OU NÃO FÍSICO
 Telefonemas obscenos – telefonemas realizados por adultos
que podem gerar muita ansiedade à vítima.
 Voyeurismo – obter prazer sexual através da observação de
outras pessoas.
 Crianças em fotografia pornográficas – troca e difusão de
material pornográfico entre vítima e pedófilo.
10/05/2016
11
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
ABUSO SEXUAL COM CONTACTO FÍSICO
 Atentado violento ao pudor – esta forma consiste em
constringir alguém a praticar atos.
 Corrupção – ato de abuso sexual considerado crime quando
o indivíduo facilita a corrupção de um adolescente maior de
14 anos e menor de 18 anos.
10/05/2016
12
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
ABUSO SEXUAL COM CONTACTO FÍSICO
 Estupro ou violação – este é o ato físico de atacar outra
pessoa e forçá-la a praticar sexo sem consentimento.
 Prostituição infantil – ato a submeter a criança ou adolescente
à prostituição ou à exploração sexual.
10/05/2016
13
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
FORMAS DE PREVENIR O ABUSO SEXUAL
 Preparar a criança para dizer “não” quando alguém quiser
tocar no seu corpo;
 Recusar sempre propostas indecentes da parte de um adulto
mesmo que este seja um familiar;
 Ter capacidade para distinguir o abuso de um contacto
normal.
10/05/2016
14
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
TIPOS DE EXPLORAÇÃO SEXUAL
 Pornografia – exposição de pessoas com as partes sexuais
visíveis entre adultos e crianças, com animais, etc…
 Troca sexual – é a oferta de sexo para a obtenção de outros
favores.
10/05/2016
15
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
COMO TER ACESSO À LISTA DE PEDÓFILOS
 Deslocar-se a uma esquadra da polícia local;
 Perguntar se a pessoa em questão consta dessa lista;
 O pedido de informação tem que ser feito na área de
residência do(a) menor;
 A guardar segredo sobre a informação adquirida, não
podendo torna-las públicas.
10/05/2016
16
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
INVESTIGAÇÃO NA ESCOLA
PROFISSIONAL DA SERRA DA ESTRELA
 Realização de um questionário às turmas do 1º
ano;
 Alunos com idades entre os 14 e os 20 anos.
10/05/2016
17
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
10/05/2016
18
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
A maioria dos participantes sabe o que é a pedofilia.
94%
6%
Conhecimento da pedofilia
Sim
Não
Questionário
A maioria dos participantes acha importante as informações
para prevenir a pedofilia.
10/05/2016
19
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
Questionário
96%
4%
Relevância da importância da informação da
pedofilia
Sim
Não
A maioria dos participantes nunca falou com um
desconhecido na internet.
10/05/2016
20
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
Questionário
40%
60%
Participantes que já falaram com um
desconhecido na internet
Sim
Não
A maioria dos participantes não conhece vítimas de
pedofilia.
10/05/2016
21
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
Questionário
Sim
17%
Não
83%
Conhecimento de vítimas de pedofilia
A maioria dos participantes é a favor que a vítima
de pedofilia aborte.
10/05/2016
22
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
67%
33%
Participantes que são a favor de a vítima de
pedofilia poder abortar
Sim
Não
Questionário
A maioria dos participantes acha que a pedofilia
deve ser vista como um transtornos mental.
10/05/2016
23
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
Questionário
92%
8%
Participantes que vêem a pedofilia como um
transtornos mental
Sim
Não
CONCLUSÃO
 Com este trabalho concluímos que devemos ter muito
cuidado com quem falamos e em quem confiamos.
 Se alguma criança estiver diferente, devemos sempre falar
com ela para perceber o que se passa e apoiá-la em tudo o
que for necessário.
 A pedofilia pode ter várias causas desde o psicológico ao
desejo de possuir a menor, entre muitas outras coisas.
10/05/2016
24
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
10/05/2016
25
EscolaProfissionaldaSerradaEstrela-
Pedofilia
 O trabalho Pedofilia de Abel Freire, Rute Mendes e
Tatiana Marques está licenciado com uma
LicençaCreative Commons - Atribuição-
NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pedofilia - Temas Contemporâneos
Pedofilia - Temas ContemporâneosPedofilia - Temas Contemporâneos
Pedofilia - Temas Contemporâneos
Alexandra Alves
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
Fábio Simões
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
Emanuel Oliveira
 
ABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUALABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUAL
socioeducador
 
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente. Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
Aline Kelly
 
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual InfantilCombate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
AntiSaint
 
Slide projeto violencia e abuso sexual renata
Slide projeto violencia e abuso sexual   renataSlide projeto violencia e abuso sexual   renata
Slide projeto violencia e abuso sexual renata
Fabiana Subrinho
 
Abuso sexual.01
Abuso sexual.01Abuso sexual.01
Abuso sexual.01
Artemosfera Cia de Artes
 
Cartazes sobre a violencia infantil
Cartazes sobre a violencia infantilCartazes sobre a violencia infantil
Cartazes sobre a violencia infantil
SimoneHelenDrumond
 
Abusos sexuais
Abusos sexuaisAbusos sexuais
Abusos sexuais
Diogo Ferreira
 
Maus tratos
Maus tratosMaus tratos
Maus tratos
Strindade
 
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuMariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Paulo Sérgio
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Michelle Moraes Santos
 
Abuso sexual
Abuso sexualAbuso sexual
Abuso sexual
Ricardo Goulart
 
Igualdade de gênero
Igualdade de gêneroIgualdade de gênero
Igualdade de gênero
Beatriz Roedel
 
Gravidez Na AdoslescêNcia E Violencia Sexual
Gravidez Na AdoslescêNcia E Violencia SexualGravidez Na AdoslescêNcia E Violencia Sexual
Gravidez Na AdoslescêNcia E Violencia Sexual
Érik Silva Oliveira
 
Prevenção de maus tratos na infância
Prevenção de maus tratos na infânciaPrevenção de maus tratos na infância
Prevenção de maus tratos na infância
beaescd
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
Ivanílson Santos
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
Patrícia Brasil
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Luisa Sena
 

Mais procurados (20)

Pedofilia - Temas Contemporâneos
Pedofilia - Temas ContemporâneosPedofilia - Temas Contemporâneos
Pedofilia - Temas Contemporâneos
 
Abuso Sexual
Abuso SexualAbuso Sexual
Abuso Sexual
 
Violência sexual infantil
Violência sexual infantilViolência sexual infantil
Violência sexual infantil
 
ABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUALABUSO SEXUAL
ABUSO SEXUAL
 
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente. Cartilha informativa sobre abuso  sexual contra a criança e o adolescente.
Cartilha informativa sobre abuso sexual contra a criança e o adolescente.
 
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual InfantilCombate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
Combate ao Abuso e à Exploração Sexual Infantil
 
Slide projeto violencia e abuso sexual renata
Slide projeto violencia e abuso sexual   renataSlide projeto violencia e abuso sexual   renata
Slide projeto violencia e abuso sexual renata
 
Abuso sexual.01
Abuso sexual.01Abuso sexual.01
Abuso sexual.01
 
Cartazes sobre a violencia infantil
Cartazes sobre a violencia infantilCartazes sobre a violencia infantil
Cartazes sobre a violencia infantil
 
Abusos sexuais
Abusos sexuaisAbusos sexuais
Abusos sexuais
 
Maus tratos
Maus tratosMaus tratos
Maus tratos
 
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuMariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Mariana Oliveira - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
 
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentesPalestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
Palestra Violência Sexual contra crianças e adolescentes
 
Abuso sexual
Abuso sexualAbuso sexual
Abuso sexual
 
Igualdade de gênero
Igualdade de gêneroIgualdade de gênero
Igualdade de gênero
 
Gravidez Na AdoslescêNcia E Violencia Sexual
Gravidez Na AdoslescêNcia E Violencia SexualGravidez Na AdoslescêNcia E Violencia Sexual
Gravidez Na AdoslescêNcia E Violencia Sexual
 
Prevenção de maus tratos na infância
Prevenção de maus tratos na infânciaPrevenção de maus tratos na infância
Prevenção de maus tratos na infância
 
18 de maio
18 de maio18 de maio
18 de maio
 
18 de Maio
18 de Maio 18 de Maio
18 de Maio
 
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescenteAbuso e exploração sexual de criança e adolescente
Abuso e exploração sexual de criança e adolescente
 

Destaque

Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
Elizabeth Torres
 
PEDOFILIA
PEDOFILIAPEDOFILIA
PEDOFILIA
estreladocevi
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
lettynunez
 
Pedofilia 123
Pedofilia 123Pedofilia 123
Pedofilia 123
guestfd5537
 
Presentacion pedofilia
Presentacion pedofiliaPresentacion pedofilia
Presentacion pedofilia
sisbeck28
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
guest2bc110
 
Palestra seminário 2012 - O que é pedofilia
Palestra seminário 2012 - O que é pedofiliaPalestra seminário 2012 - O que é pedofilia
Palestra seminário 2012 - O que é pedofilia
Eugenio Rocha
 
ApresentaçãO Palestra
ApresentaçãO PalestraApresentaçãO Palestra
ApresentaçãO Palestra
Bruno Alegria
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedopile powerpoint
Pedopile powerpointPedopile powerpoint
Pedopile powerpoint
xoshayvsyou
 
la pedofilia
la pedofiliala pedofilia
la pedofilia
Amor Infiel
 
Pedofilia
Pedofilia Pedofilia
Pedofilia
Erlina Wati
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
Pipe Mendoza
 
Pedophilia
PedophiliaPedophilia
Pedophilia
miss psycholojist
 
4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...
4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...
4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...
Michael Bernstein
 
New World Order Symbolism
New World Order SymbolismNew World Order Symbolism
New World Order Symbolism
Kevin Farringdon
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
guest545f5e80
 
Pedofilia resumo
Pedofilia resumoPedofilia resumo
Pedofilia resumo
Pritty Manhães
 
Abuso da sexualidade pais 97 2003
Abuso da sexualidade pais 97 2003Abuso da sexualidade pais 97 2003
Abuso da sexualidade pais 97 2003
Rodrigo Adilio Franco
 
Cidades-Fantasma
Cidades-FantasmaCidades-Fantasma
Cidades-Fantasma
Sylvio Bazote
 

Destaque (20)

Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
 
PEDOFILIA
PEDOFILIAPEDOFILIA
PEDOFILIA
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
 
Pedofilia 123
Pedofilia 123Pedofilia 123
Pedofilia 123
 
Presentacion pedofilia
Presentacion pedofiliaPresentacion pedofilia
Presentacion pedofilia
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
 
Palestra seminário 2012 - O que é pedofilia
Palestra seminário 2012 - O que é pedofiliaPalestra seminário 2012 - O que é pedofilia
Palestra seminário 2012 - O que é pedofilia
 
ApresentaçãO Palestra
ApresentaçãO PalestraApresentaçãO Palestra
ApresentaçãO Palestra
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
 
Pedopile powerpoint
Pedopile powerpointPedopile powerpoint
Pedopile powerpoint
 
la pedofilia
la pedofiliala pedofilia
la pedofilia
 
Pedofilia
Pedofilia Pedofilia
Pedofilia
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
 
Pedophilia
PedophiliaPedophilia
Pedophilia
 
4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...
4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...
4chan and /b/: An Analysis of Anonymity and Ephemerality in a Large Online Co...
 
New World Order Symbolism
New World Order SymbolismNew World Order Symbolism
New World Order Symbolism
 
Pedofilia
PedofiliaPedofilia
Pedofilia
 
Pedofilia resumo
Pedofilia resumoPedofilia resumo
Pedofilia resumo
 
Abuso da sexualidade pais 97 2003
Abuso da sexualidade pais 97 2003Abuso da sexualidade pais 97 2003
Abuso da sexualidade pais 97 2003
 
Cidades-Fantasma
Cidades-FantasmaCidades-Fantasma
Cidades-Fantasma
 

Semelhante a Pedofilia

Trabalho de informática 2 (1)
Trabalho de informática 2 (1)Trabalho de informática 2 (1)
Trabalho de informática 2 (1)
Andriéli Brunetto
 
Trabalho de informática
Trabalho de informática Trabalho de informática
Trabalho de informática
Andriéli Brunetto
 
Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013
Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013
Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013
Eugenio Rocha
 
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuEloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Paulo Sérgio
 
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
WilnaMargelaOliveira1
 
Cartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdfCartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdf
GabrieleMachado16
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
crasPREFNOVARESENDE
 
Cartilha 2
Cartilha 2Cartilha 2
Cartilha 2
LLidiana
 
Area De Projecto
Area De ProjectoArea De Projecto
Area De Projecto
grupoadopico
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
LuisMagina
 
Abuso sexual contra crianças e adolescentes
Abuso sexual contra crianças e adolescentesAbuso sexual contra crianças e adolescentes
Abuso sexual contra crianças e adolescentes
paulocesarlopes05
 
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_paisCartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Wanderson Vieira
 
Cartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos pais
Cartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos paisCartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos pais
Cartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos pais
Servix Prestadora de Serviços
 
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_paisCartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
André Oliveira Souza
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescencia
Filipa Sousa
 
Necessidades e desafios da sexualidade vale sonhar 2013
Necessidades e desafios da sexualidade   vale sonhar 2013Necessidades e desafios da sexualidade   vale sonhar 2013
Necessidades e desafios da sexualidade vale sonhar 2013
Fernanda Rezende Pedroza
 
Protecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_pais
Protecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_paisProtecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_pais
Protecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_pais
Cláudia Dantas
 
Pedofilia combata este mal
Pedofilia   combata este malPedofilia   combata este mal
Pedofilia combata este mal
PrLinaldo Junior
 
Pedofilia combata este mal
Pedofilia   combata este malPedofilia   combata este mal
Pedofilia combata este mal
PrLinaldo Junior
 
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infânciaCartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Ana Filadelfi
 

Semelhante a Pedofilia (20)

Trabalho de informática 2 (1)
Trabalho de informática 2 (1)Trabalho de informática 2 (1)
Trabalho de informática 2 (1)
 
Trabalho de informática
Trabalho de informática Trabalho de informática
Trabalho de informática
 
Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013
Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013
Seminário de enfrentamento a Pedofilia 2013
 
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - BartolomeuEloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
Eloá Prado - Maio Laranja - 8º Ano - Bartolomeu
 
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
-Apresentação_Abuso-Infantil.pptx
 
Cartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdfCartilha-abuso.pdf
Cartilha-abuso.pdf
 
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkabuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
abuso sexual -kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
 
Cartilha 2
Cartilha 2Cartilha 2
Cartilha 2
 
Area De Projecto
Area De ProjectoArea De Projecto
Area De Projecto
 
Gravidez na Adolescência
Gravidez na AdolescênciaGravidez na Adolescência
Gravidez na Adolescência
 
Abuso sexual contra crianças e adolescentes
Abuso sexual contra crianças e adolescentesAbuso sexual contra crianças e adolescentes
Abuso sexual contra crianças e adolescentes
 
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_paisCartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
 
Cartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos pais
Cartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos paisCartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos pais
Cartilha de seguranca sobre pedofilia orientacoes aos pais
 
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_paisCartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
Cartilha de seguranca_sobre_pedofilia_orientacoes_aos_pais
 
Sexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescenciaSexualidade na adolescencia
Sexualidade na adolescencia
 
Necessidades e desafios da sexualidade vale sonhar 2013
Necessidades e desafios da sexualidade   vale sonhar 2013Necessidades e desafios da sexualidade   vale sonhar 2013
Necessidades e desafios da sexualidade vale sonhar 2013
 
Protecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_pais
Protecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_paisProtecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_pais
Protecao da crianca_e_do_adolecente_manual_para_pais
 
Pedofilia combata este mal
Pedofilia   combata este malPedofilia   combata este mal
Pedofilia combata este mal
 
Pedofilia combata este mal
Pedofilia   combata este malPedofilia   combata este mal
Pedofilia combata este mal
 
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infânciaCartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
Cartilha aprendendo a reconhecer abuso sexual na infância
 

Último

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
katbrochier1
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Marília Pacheco
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
FernandaOliveira758273
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 

Último (20)

Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTALPlanejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
Planejamento BNCC - 4 ANO -TRIMESTRAL - ENSINO FUNDAMENTAL
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdfAula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
Aula Aberta_Avaliação Digital no ensino basico e secundário.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃOAUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
AUTISMO LEGAL - DIREITOS DOS AUTISTAS- LEGISLAÇÃO
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 

Pedofilia

  • 1. PEDOFILIA Trabalho realizado por: Abel Freire Nº6601 Rute Mendes Nº6615 Tatiana Marques Nº6618 Professor: António Gonçalves Disciplina: TIC Ano Letivo: 2015/2016 Escola Profissional da Serra da Estrela Curso Profissional de Técnico de Termalismo
  • 2. TÓPICOS A ABORDAR  Pedofilia  Alguns comportamentos dos pedófilos  Consequências para as vítimas de pedofilia  Meios de abordagem mais utilizados pelos pedófilos  Cuidados a ter para evitar o assédio dos pedófilos  Abuso verbal ou não físico  Abuso sexual com contacto físico  Formas de prevenir o abuso sexual  Exploração sexual  Como ter acesso à lista de pedófilos  Investigação na Escola Profissional da Serra da Estrela 10/05/2016 2 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 3. PEDOFILIA  O pedófilo pode ser cliente de prostituição de jovens e de produtos de pornografia juvenil, e estes são pessoas adultas.  Possuem poucos amigos na faixa etária deles. Se estes forem casados, é fundada no companheirismo, sem relações sexuais. 10/05/2016 3 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 4. PEDOFILIA  Na maior parte dos casos:  Os pedófilos sofreram de violência sexual quando eram menores.  Podem ter preferência em raparigas ou rapazes menores pois esses poderão desconhecer qualquer tipo de informação sexual. 10/05/2016 4 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 5. PEDOFILIA  Os pedófilos gostam de usar a internet pois é mais fácil comunicar com as jovens nas redes sociais, assim poderão criar perfis falsos e conseguir toda a informação que necessitam. 10/05/2016 5 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 6. COMPORTAMENTOS DOS PEDÓFILOS  Agradam sempre as vítimas;  Fazem carícias nas partes íntimas das crianças;  Pedem sempre para guardarem segredo sobre os seus comportamentos;  Ameaçam as crianças com algo que gostem muito caso não queiram ceder às suas vontades;  Pedem para filmar ou tirarem fotos com pouca ou nenhuma roupa e pedem para fazerem poses sensuais. 10/05/2016 6 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 7. CONSEQUÊNCIAS PARA AS VÍTIMAS DE PEDOFILIA  Comprometimento da saúde física e mental;  Traumas físicos;  Gravidez indesejada;  Alto risco de contrair doenças sexualmente transmissíveis;  Prostituição;  Sentimentos de culpa;  Isolamento;  Baixa auto-estima;  Suicídio. 10/05/2016 7 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 8. MEIOS DE ABORDAGEM MAIS UTILIZADOS PELOS PEDÓFILOS  Mensageiro instantâneo;  Chat;  Blog e Fotoblog;  Correio electrónico;  Sites de encontros. 10/05/2016 8 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 9. CUIDADOS A TER PARA EVITAR O ASSÉDIO DE PEDÓFILOS  Estar junto da criança quando esta estiver a utilizar o computador com acesso à internet e verificar as contas nas redes sociais das crianças;  Criar condições para que criança lhe mostre os sites por que navega;  Instalar o computador numa divisão de fácil acesso a todos. 10/05/2016 9 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 10. ABUSO VERBAL OU NÃO FÍSICO  Exibicionismo – homens tímidos que expõem os seus órgãos genitais em frente a uma câmara.  Assédio sexual – é uma proposta de relações sexuais.  Abuso sexual verbal – são conversas abertas sobre atividades sexuais destinadas a despertar o interesse da criança, no adolescente e na família. 10/05/2016 10 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 11. ABUSO VERBAL OU NÃO FÍSICO  Telefonemas obscenos – telefonemas realizados por adultos que podem gerar muita ansiedade à vítima.  Voyeurismo – obter prazer sexual através da observação de outras pessoas.  Crianças em fotografia pornográficas – troca e difusão de material pornográfico entre vítima e pedófilo. 10/05/2016 11 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 12. ABUSO SEXUAL COM CONTACTO FÍSICO  Atentado violento ao pudor – esta forma consiste em constringir alguém a praticar atos.  Corrupção – ato de abuso sexual considerado crime quando o indivíduo facilita a corrupção de um adolescente maior de 14 anos e menor de 18 anos. 10/05/2016 12 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 13. ABUSO SEXUAL COM CONTACTO FÍSICO  Estupro ou violação – este é o ato físico de atacar outra pessoa e forçá-la a praticar sexo sem consentimento.  Prostituição infantil – ato a submeter a criança ou adolescente à prostituição ou à exploração sexual. 10/05/2016 13 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 14. FORMAS DE PREVENIR O ABUSO SEXUAL  Preparar a criança para dizer “não” quando alguém quiser tocar no seu corpo;  Recusar sempre propostas indecentes da parte de um adulto mesmo que este seja um familiar;  Ter capacidade para distinguir o abuso de um contacto normal. 10/05/2016 14 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 15. TIPOS DE EXPLORAÇÃO SEXUAL  Pornografia – exposição de pessoas com as partes sexuais visíveis entre adultos e crianças, com animais, etc…  Troca sexual – é a oferta de sexo para a obtenção de outros favores. 10/05/2016 15 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 16. COMO TER ACESSO À LISTA DE PEDÓFILOS  Deslocar-se a uma esquadra da polícia local;  Perguntar se a pessoa em questão consta dessa lista;  O pedido de informação tem que ser feito na área de residência do(a) menor;  A guardar segredo sobre a informação adquirida, não podendo torna-las públicas. 10/05/2016 16 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 17. INVESTIGAÇÃO NA ESCOLA PROFISSIONAL DA SERRA DA ESTRELA  Realização de um questionário às turmas do 1º ano;  Alunos com idades entre os 14 e os 20 anos. 10/05/2016 17 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 18. 10/05/2016 18 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia A maioria dos participantes sabe o que é a pedofilia. 94% 6% Conhecimento da pedofilia Sim Não Questionário
  • 19. A maioria dos participantes acha importante as informações para prevenir a pedofilia. 10/05/2016 19 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia Questionário 96% 4% Relevância da importância da informação da pedofilia Sim Não
  • 20. A maioria dos participantes nunca falou com um desconhecido na internet. 10/05/2016 20 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia Questionário 40% 60% Participantes que já falaram com um desconhecido na internet Sim Não
  • 21. A maioria dos participantes não conhece vítimas de pedofilia. 10/05/2016 21 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia Questionário Sim 17% Não 83% Conhecimento de vítimas de pedofilia
  • 22. A maioria dos participantes é a favor que a vítima de pedofilia aborte. 10/05/2016 22 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia 67% 33% Participantes que são a favor de a vítima de pedofilia poder abortar Sim Não Questionário
  • 23. A maioria dos participantes acha que a pedofilia deve ser vista como um transtornos mental. 10/05/2016 23 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia Questionário 92% 8% Participantes que vêem a pedofilia como um transtornos mental Sim Não
  • 24. CONCLUSÃO  Com este trabalho concluímos que devemos ter muito cuidado com quem falamos e em quem confiamos.  Se alguma criança estiver diferente, devemos sempre falar com ela para perceber o que se passa e apoiá-la em tudo o que for necessário.  A pedofilia pode ter várias causas desde o psicológico ao desejo de possuir a menor, entre muitas outras coisas. 10/05/2016 24 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia
  • 25. 10/05/2016 25 EscolaProfissionaldaSerradaEstrela- Pedofilia  O trabalho Pedofilia de Abel Freire, Rute Mendes e Tatiana Marques está licenciado com uma LicençaCreative Commons - Atribuição- NãoComercial-CompartilhaIgual 4.0 Internacional.