SlideShare uma empresa Scribd logo
Reabilitando para o Social.
Derrubar delimitações, ampliar horizontes e unir
valores entre profissionais em toda a América
Latina são assuntos que devem ser discutidos em
congresso brasileiro.
Divididos por uma fronteira e
unidos por convicções e lutas sociais. Esta
poderia ser uma definição rápida sobre a
proximidade ideológica de Brasil e Chile.
Países que viveram nos últimos meses
verdadeiras revoluções classicistas, onde a
população foi as ruas em busca de uma
modernidade econômica voltada para o
coletivo, para a humanização da
sociedade, onde cada individuo tem seu
espaço e palavras garantidas.
Uma visão vista por muitos
terapeutas ocupacionais de ambos os
países, “eu acredito, em uma visão
profissional que a aproximação entre
terapeutas ocupacionais brasileiros e
chilenos deve ser a transformação social,
retomando o legado deixado por Paulo
Freire, de favorecer o acesso à palavra, ao
mundo, ao poder de nomear e
transformar. A partir da intervenção
podemos favorecer processos, buscando
uma tomada de consciência do lugar
ocupado na estrutura de poder, favorecer
a participação, e assim gerar processos de
transformação”, diz Paola Mendez
Monteghirfo, terapeuta ocupacional do
Chile.
O profissional deve independente
da nacionalidade, buscar vencer as
barreiras político limitantes da atuação em
Terapia Ocupacional. É preciso nesse
contexto romper com a visão geral,
provocada pelo desconhecimento que
delimita a área de atuação do terapeuta
ocupacional apenas na reabilitação e
saúde mental. “É ir além do fazer colares”.
Mas como mudar toda essa visão?
É atuando em áreas que
necessitam de um aporte do profissional
“no Chile, nos últimos três anos, a visão de
intervenção em desastres naturais vem
aumentando e deve contar com uma
perspectiva terapêutica ocupacional. É
considerar aspectos da vida cotidiana,
seus significados, comunidade, e de
participação social na intervenção. É
preciso atuar ainda mais dentro de
contextos culturais, que podem ser
relacionados com movimentos estudantis,
visto nos dois países, o uso da expressão
cultural” salienta a profissional mestre em
Psicologia Social em Intervenções
Psicossociais.
Nos dois territórios os desafios são
muitos e vence-los marca o crescimento
expansional para o terapeuta ocupacional.
“Na palestra sobre Terapia
Ocupacional na América Latina falarei
sobre os desafios de retomar e voltar ao
passado, ao ancestral... o que dizem os
antigos, as culturas antigas sobre o
cotidiano, do que é a comunidade. Como
os terapeutas ocupacionais latino-
americanos devem favorecer os processos
de transformações sociais. Das culturas
que foram silenciadas por uma cultura
dominante. Destacar os conhecimentos
antigos que dialogam com o pensamento
moderno, é preciso romper com a
dificuldade idiomática, aprender e
dialogar” salienta Paola, que ministrará
palestra no XIII CBTO, em Florianópolis.
Paola Mendez é graduada em
Terapia Ocupacional pela Universidade do
Chile, licenciada em Ciências da Ocupação
Humana, mestre em Psicologia Social com
Intervenções Psicossociais pela
Universidade de Valparaíso.
Quer contribuir com o XIII Congresso
Brasileiro de Terapia Ocupacional – XIII
CBTO/2013?
“Temas centrais em Terapia
Ocupacional são exclusão social,
participação social e direitos humanos. No
Chile é muito difícil atuar assim, o modelo
neoliberal, está estabelecido em raízes
profundas da sociedade e visualizar isto é
complexo. A sociedade acredita que falar
disto é falar de política partidária, se
vincula a similaridade com partido
político, mas o que não é compreendido é
que política é a tradução literária para a
organização da vida pública e privada... e o
que o terapeuta ocupacional ao estar
vinculado a vida cotidiana esta fazendo
política, são ações políticas a partir de si
próprio”.
Paola Mendez Monteghirfo é uma das
palestrantes do XIII CBTO, que acontecerá
entre os dias 13 e 16 de outubro na cidade
de Florianópolis em Santa Catarina.
Além da inscrição, envie a sua sugestão
de entrevistas para
dionisio_freitas@hotmail.com
Dionísio Freitas
DRT 4394-PE

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 5 - Boletim - Paola Mendez

Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?
Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?
Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?
Marta Elini Borges
 
A atuação da (o) psicóloga (o) na política do caps
A atuação da (o) psicóloga (o) na política do capsA atuação da (o) psicóloga (o) na política do caps
A atuação da (o) psicóloga (o) na política do caps
Eraldo Carlos
 
Saúde Mental e ECOSOL uma relação em construção
Saúde Mental e ECOSOL uma relação em construçãoSaúde Mental e ECOSOL uma relação em construção
Saúde Mental e ECOSOL uma relação em construção
Bia Corrales
 
Texto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICOTexto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Psicologia_2015
 
Texto 8 -
Texto 8 -Texto 8 -
Texto 8 -
Psicologia_2015
 
CBTO- 2013 Mario Battisti
CBTO- 2013 Mario Battisti CBTO- 2013 Mario Battisti
CBTO- 2013 Mario Battisti
Abrato-SC
 
Apresentação - Estágio em Políticas Públicas
Apresentação - Estágio em Políticas Públicas Apresentação - Estágio em Políticas Públicas
Apresentação - Estágio em Políticas Públicas
Bia Oliveira
 
Diversidade como fonte de inovação no setor público
Diversidade como fonte de inovação no setor públicoDiversidade como fonte de inovação no setor público
Diversidade como fonte de inovação no setor público
inovaDay .
 
Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária    Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária
Angela Pereira de Farias
 
Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje
Luciane Santana
 
Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.
Luciane Santana
 
Desafio Profissional 3º
Desafio Profissional 3º Desafio Profissional 3º
Desafio Profissional 3º
Rosângela Tesch
 
VISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdf
VISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdfVISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdf
VISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdf
ceciliamonteiro12
 
Texto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICOTexto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Psicologia_2015
 
Projeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mentalProjeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mental
Cristiane Dactes
 
264. projeto despertar
264. projeto despertar264. projeto despertar
264. projeto despertar
Lúcia Bernadette Russo Luiz
 
264. projeto despertar
264. projeto despertar264. projeto despertar
264. projeto despertar
Welinton J Pereira Pereira
 
13952 16930-1-pb
13952 16930-1-pb13952 16930-1-pb
13952 16930-1-pb
OTutorial2
 
Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385
Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385
Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385
Cassia Novelli
 
Rivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoes
Rivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoesRivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoes
Rivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoes
Jéssica Petersen
 

Semelhante a 5 - Boletim - Paola Mendez (20)

Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?
Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?
Psicologia da Saúde e o novo paradigma: novo paradigma?
 
A atuação da (o) psicóloga (o) na política do caps
A atuação da (o) psicóloga (o) na política do capsA atuação da (o) psicóloga (o) na política do caps
A atuação da (o) psicóloga (o) na política do caps
 
Saúde Mental e ECOSOL uma relação em construção
Saúde Mental e ECOSOL uma relação em construçãoSaúde Mental e ECOSOL uma relação em construção
Saúde Mental e ECOSOL uma relação em construção
 
Texto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICOTexto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 3 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
 
Texto 8 -
Texto 8 -Texto 8 -
Texto 8 -
 
CBTO- 2013 Mario Battisti
CBTO- 2013 Mario Battisti CBTO- 2013 Mario Battisti
CBTO- 2013 Mario Battisti
 
Apresentação - Estágio em Políticas Públicas
Apresentação - Estágio em Políticas Públicas Apresentação - Estágio em Políticas Públicas
Apresentação - Estágio em Políticas Públicas
 
Diversidade como fonte de inovação no setor público
Diversidade como fonte de inovação no setor públicoDiversidade como fonte de inovação no setor público
Diversidade como fonte de inovação no setor público
 
Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária    Psicologia Comunitária
Psicologia Comunitária
 
Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje Conceito sobre saúde mental Hoje
Conceito sobre saúde mental Hoje
 
Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.Conceito de saúde mental.
Conceito de saúde mental.
 
Desafio Profissional 3º
Desafio Profissional 3º Desafio Profissional 3º
Desafio Profissional 3º
 
VISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdf
VISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdfVISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdf
VISIBILIDADE DE PRÁTICAS.pdf
 
Texto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICOTexto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
Texto 1 - ACONSELHAMENTO PSICOLOGICO
 
Projeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mentalProjeto intervenção saude mental
Projeto intervenção saude mental
 
264. projeto despertar
264. projeto despertar264. projeto despertar
264. projeto despertar
 
264. projeto despertar
264. projeto despertar264. projeto despertar
264. projeto despertar
 
13952 16930-1-pb
13952 16930-1-pb13952 16930-1-pb
13952 16930-1-pb
 
Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385
Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385
Dialnet reflexoes sobreo-trabalhodopsicologoeatarefadetransf-5895385
 
Rivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoes
Rivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoesRivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoes
Rivero psicologia social_estrategias_politicas_implicacoes
 

Mais de Abrato-SC

Viva o verão
Viva o verãoViva o verão
Viva o verão
Abrato-SC
 
Terapeuta ocupacional no centro de convivênica do idoso
Terapeuta ocupacional no centro de convivênica do idosoTerapeuta ocupacional no centro de convivênica do idoso
Terapeuta ocupacional no centro de convivênica do idoso
Abrato-SC
 
Convite para mesa de autografo no COMDE
Convite para mesa de autografo no COMDEConvite para mesa de autografo no COMDE
Convite para mesa de autografo no COMDE
Abrato-SC
 
6 Boletim CBTO - Stella Wit
6 Boletim CBTO -  Stella Wit 6 Boletim CBTO -  Stella Wit
6 Boletim CBTO - Stella Wit
Abrato-SC
 
Oficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfot
Oficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfotOficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfot
Oficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfot
Abrato-SC
 
Oficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_os
Oficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_osOficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_os
Oficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_os
Abrato-SC
 
Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)
Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)
Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)
Abrato-SC
 
Oficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clato
Oficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clatoOficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clato
Oficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clato
Abrato-SC
 
Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015
Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015
Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015
Abrato-SC
 
Prova de especialidades - Edital COFITTO - ABRATO
Prova de especialidades - Edital COFITTO - ABRATOProva de especialidades - Edital COFITTO - ABRATO
Prova de especialidades - Edital COFITTO - ABRATO
Abrato-SC
 
4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge
4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge
4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge
Abrato-SC
 
3 - Silvane penkal
3 - Silvane penkal3 - Silvane penkal
3 - Silvane penkal
Abrato-SC
 
Silvane penkal
Silvane penkalSilvane penkal
Silvane penkal
Abrato-SC
 
CBTO - 2013 Cláudia Pedral
CBTO - 2013  Cláudia PedralCBTO - 2013  Cláudia Pedral
CBTO - 2013 Cláudia Pedral
Abrato-SC
 
050 aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato
050   aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato050   aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato
050 aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato
Abrato-SC
 
Terapeuta ocupacional-na-assitencia-social
Terapeuta ocupacional-na-assitencia-socialTerapeuta ocupacional-na-assitencia-social
Terapeuta ocupacional-na-assitencia-social
Abrato-SC
 
Cartaz 22 02_2013
Cartaz 22 02_2013Cartaz 22 02_2013
Cartaz 22 02_2013
Abrato-SC
 
Folder 22 02_2013
Folder 22 02_2013Folder 22 02_2013
Folder 22 02_2013
Abrato-SC
 
Terapia ocupacional na educação
Terapia ocupacional na educaçãoTerapia ocupacional na educação
Terapia ocupacional na educação
Abrato-SC
 
Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...
Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...
Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...
Abrato-SC
 

Mais de Abrato-SC (20)

Viva o verão
Viva o verãoViva o verão
Viva o verão
 
Terapeuta ocupacional no centro de convivênica do idoso
Terapeuta ocupacional no centro de convivênica do idosoTerapeuta ocupacional no centro de convivênica do idoso
Terapeuta ocupacional no centro de convivênica do idoso
 
Convite para mesa de autografo no COMDE
Convite para mesa de autografo no COMDEConvite para mesa de autografo no COMDE
Convite para mesa de autografo no COMDE
 
6 Boletim CBTO - Stella Wit
6 Boletim CBTO -  Stella Wit 6 Boletim CBTO -  Stella Wit
6 Boletim CBTO - Stella Wit
 
Oficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfot
Oficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfotOficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfot
Oficio 019 2013_convocacao_eleicoes_wfot
 
Oficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_os
Oficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_osOficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_os
Oficio 022 2013_convocacao_eleicoes_gnt_os
 
Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)
Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)
Estatuto da associação brasileira[aprovado em 10.10.2006] (1)
 
Oficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clato
Oficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clatoOficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clato
Oficio 020 2013_convocacao_eleicoes_clato
 
Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015
Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015
Edital de Convocação para Eleições da ABRATO Gestão 2013-2015
 
Prova de especialidades - Edital COFITTO - ABRATO
Prova de especialidades - Edital COFITTO - ABRATOProva de especialidades - Edital COFITTO - ABRATO
Prova de especialidades - Edital COFITTO - ABRATO
 
4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge
4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge
4 - boletim CBTO 2013 - Junia jorge
 
3 - Silvane penkal
3 - Silvane penkal3 - Silvane penkal
3 - Silvane penkal
 
Silvane penkal
Silvane penkalSilvane penkal
Silvane penkal
 
CBTO - 2013 Cláudia Pedral
CBTO - 2013  Cláudia PedralCBTO - 2013  Cláudia Pedral
CBTO - 2013 Cláudia Pedral
 
050 aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato
050   aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato050   aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato
050 aud pub. req.234.13 alexandre roso abrato
 
Terapeuta ocupacional-na-assitencia-social
Terapeuta ocupacional-na-assitencia-socialTerapeuta ocupacional-na-assitencia-social
Terapeuta ocupacional-na-assitencia-social
 
Cartaz 22 02_2013
Cartaz 22 02_2013Cartaz 22 02_2013
Cartaz 22 02_2013
 
Folder 22 02_2013
Folder 22 02_2013Folder 22 02_2013
Folder 22 02_2013
 
Terapia ocupacional na educação
Terapia ocupacional na educaçãoTerapia ocupacional na educação
Terapia ocupacional na educação
 
Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...
Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...
Atividades psicomotoras como intervenção no desempenho funcional de idosos ho...
 

5 - Boletim - Paola Mendez

  • 1. Reabilitando para o Social. Derrubar delimitações, ampliar horizontes e unir valores entre profissionais em toda a América Latina são assuntos que devem ser discutidos em congresso brasileiro. Divididos por uma fronteira e unidos por convicções e lutas sociais. Esta poderia ser uma definição rápida sobre a proximidade ideológica de Brasil e Chile. Países que viveram nos últimos meses verdadeiras revoluções classicistas, onde a população foi as ruas em busca de uma modernidade econômica voltada para o coletivo, para a humanização da sociedade, onde cada individuo tem seu espaço e palavras garantidas. Uma visão vista por muitos terapeutas ocupacionais de ambos os países, “eu acredito, em uma visão profissional que a aproximação entre terapeutas ocupacionais brasileiros e chilenos deve ser a transformação social, retomando o legado deixado por Paulo Freire, de favorecer o acesso à palavra, ao mundo, ao poder de nomear e transformar. A partir da intervenção podemos favorecer processos, buscando uma tomada de consciência do lugar ocupado na estrutura de poder, favorecer a participação, e assim gerar processos de transformação”, diz Paola Mendez Monteghirfo, terapeuta ocupacional do Chile. O profissional deve independente da nacionalidade, buscar vencer as barreiras político limitantes da atuação em Terapia Ocupacional. É preciso nesse contexto romper com a visão geral, provocada pelo desconhecimento que delimita a área de atuação do terapeuta ocupacional apenas na reabilitação e saúde mental. “É ir além do fazer colares”. Mas como mudar toda essa visão? É atuando em áreas que necessitam de um aporte do profissional “no Chile, nos últimos três anos, a visão de intervenção em desastres naturais vem aumentando e deve contar com uma perspectiva terapêutica ocupacional. É considerar aspectos da vida cotidiana, seus significados, comunidade, e de participação social na intervenção. É preciso atuar ainda mais dentro de contextos culturais, que podem ser relacionados com movimentos estudantis, visto nos dois países, o uso da expressão cultural” salienta a profissional mestre em Psicologia Social em Intervenções Psicossociais. Nos dois territórios os desafios são muitos e vence-los marca o crescimento expansional para o terapeuta ocupacional. “Na palestra sobre Terapia Ocupacional na América Latina falarei sobre os desafios de retomar e voltar ao
  • 2. passado, ao ancestral... o que dizem os antigos, as culturas antigas sobre o cotidiano, do que é a comunidade. Como os terapeutas ocupacionais latino- americanos devem favorecer os processos de transformações sociais. Das culturas que foram silenciadas por uma cultura dominante. Destacar os conhecimentos antigos que dialogam com o pensamento moderno, é preciso romper com a dificuldade idiomática, aprender e dialogar” salienta Paola, que ministrará palestra no XIII CBTO, em Florianópolis. Paola Mendez é graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade do Chile, licenciada em Ciências da Ocupação Humana, mestre em Psicologia Social com Intervenções Psicossociais pela Universidade de Valparaíso. Quer contribuir com o XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional – XIII CBTO/2013? “Temas centrais em Terapia Ocupacional são exclusão social, participação social e direitos humanos. No Chile é muito difícil atuar assim, o modelo neoliberal, está estabelecido em raízes profundas da sociedade e visualizar isto é complexo. A sociedade acredita que falar disto é falar de política partidária, se vincula a similaridade com partido político, mas o que não é compreendido é que política é a tradução literária para a organização da vida pública e privada... e o que o terapeuta ocupacional ao estar vinculado a vida cotidiana esta fazendo política, são ações políticas a partir de si próprio”. Paola Mendez Monteghirfo é uma das palestrantes do XIII CBTO, que acontecerá entre os dias 13 e 16 de outubro na cidade de Florianópolis em Santa Catarina. Além da inscrição, envie a sua sugestão de entrevistas para dionisio_freitas@hotmail.com Dionísio Freitas DRT 4394-PE