SlideShare uma empresa Scribd logo
E.E Artur José dos Passos Profº Charles-Biologia 2C
•Alex de Souza Lopes
•Dhemily Debora Andrade de Oliveira
•Karolina Milena de Oliveira Santos
•Marcos Correia da Silva
Pintópolis-MG ,18,de setembro,de 2017
INTRODUÇÃO
Os répteis (do latim reptare, 'rastejar') abrangem cerca de
7 mil espécies conhecidas. Eles surgiram há cerca de 300
milhões de anos, tendo provavelmente evoluído de certos
anfíbios. Foram os primeiros vertebrados efetivamente
adaptados à vida em lugares secos, embora alguns animais
deste grupo, como as tartarugas, sejam aquáticos.
A Terra já abrigou formas gigantescas de répteis, como
os dinossauros. Hoje esse grupo é representado por animais
de porte relativamente menor, como os jacarés, tartarugas,
cobras e lagartos.
A PELE DOS REPTEIS
Os répteis têm o corpo recoberto por uma pele seca e
praticamente impermeável. As células mais superficiais
da epiderme são ricas em queratina, o que protege o
animal contra a desidratação e representa uma adaptação
à vida em ambientes terrestres. A pele pode apresentar
escamas (cobras), placas (jacarés, crocodilos) ou carapaças
(tartarugas, jabutis).
(PELE DE COBRA) (PELE DE JACARE)
A respiração dos répteis é pulmonar; seus pulmões são
mais desenvolvidos que os dos anfíbios, apresentando
dobras internas que aumentam a sua capacidade respiratória.
Os pulmões fornecem aos répteis uma quantidade suficiente
de gás oxigênio, o que torna "dispensável" a respiração por
meio da pele, observada nos anfíbios. Aliás, com a grande
quantidade de queratina que apresenta, a pele torna-se
praticamente impermeável, o que impossibilita a aquisição
de gás oxigênio.
RESPIRAÇÃO
O coração da maioria dos répteis apresenta dois átrios e
dois ventrículos parcialmente divididos. Nos ventrículos
ocorrem mistura de sangue oxigenado com sangue não-
oxigenado. Nos répteis crocodilianos (crocodilo, jacarés),
os dois ventrículos estão completamente separados, mas o
sangue oxigenado e o sangue não-oxigenado continuam se
misturando, agora fora do coração.
CIRCULAÇÃO DE SANGUE
ALIMENTAÇÃO E DIGESTÃO
De uma forma geral, os répteis são carnívoros, com poucas espécies
herbívoras e onívoras. Esses animais possuem um sistema digestório
completo, com intestino grosso, faringe, esôfago, estômago, boca e
cloaca.
Os répteis também têm como anexos o fígado e o pâncreas. Todos os
órgãos estão adaptados aos hábitos alimentares dos animais. o processo
digestório dos répteis, o alimento passa da boca para a faringe, segue
para o esôfago, o estômago, depois para o intestino delgado, e para
cloaca. O alimento não aproveitado pelo organismo é eliminado pelo
ânus.
A cloaca desses animais é a saída dos sistemas digestivo, excretor e
reprodutor. O sistema digestório dos répteis é bem parecido com o
sistema dos animais vertebrados superiores.
A digestão dos répteis é mais lenta do que a dos mamíferos. O tempo
do processo é resultado de uma menor capacidade metabólica e da
incapacidade de mastigar os alimentos.
Alguns répteis, como os crocodilos, por exemplo, podem viver com
uma única refeição em meses, pois o alimento é digerido lentamente.
Os répteis possuem órgãos dos sentidos que lhes permitem,
por exemplo, sentir o gosto e o cheiro das coisas. Os olhos
possuem pálpebras e membrana nictitante, que auxiliam na
proteção dessas estruturas. Eles têm glândulas lacrimais,
fundamentais para manter a superfície dos olhos úmida fora da
água.
Destacamos aqui uma estrutura existente entre os olhos e as
narinas de cobras, chamada fosseta loreal.Ela possibilita que a
cobra perceba a presença de outros animais vivos por meio do
calor emitido pelo corpo deles.
Embora os répteis não tenham orelha externa, alguns deles
apresentam conduto auditivo externo e curo, que fica abaixo de
uma dobra da pele, de cada lado da cabeça. Na extremidade de
cada conduto auditivo situa-se o tímpano, que se comunica com
a orelha média e a interna. Vários experimentos comprovam que
a maioria dos répteis é capaz de ouvir diversos sons.
SENTIDOS
REPRODUÇAO
O sistema reprodutor dos répteis foi um importante fator de
adaptação desses animais ao ambiente terrestre. Os répteis
fazem a fecundação interna: o macho introduz os
espermatozóides no corpo da fêmea.
A maioria é ovípara, ou seja, a fêmea põe ovos, de onde saem
os filhotes. Esses ovos têm casca rígida e consistente como
couro.Os ovos se desenvolvem em ambiente de baixa
umidade.
A fecundação interna e os ovos com casca representam um
marco na evolução dos vertebrados, pois impediram a morte
dos gametas e embriões por desidratação. Assim, em ralação
a reprodução, os répteis tornaram-se independentes da água.
A tartaruga marinha e muitos outros répteis aquáticos
depositam os seus ovos em ambiente terrestre. Eles ficam
cobertos de areia e aquecidos pelo calor do Sol.
O ovo é rico em vitelo - substância que nutre o embrião -
e é capaz de reter a umidade. Na casca há poros, pequenos
orifícios que permitem a entrada de oxigênio do ar e a saída
de gás carbônico, ou seja, a troca de gases. Isso ajuda a
manter o embrião vivo.
A maioria dos répteis não precisa cuidar dos seus ovos e
filhotes. Os filhotes quando "prontos" saem da casca
usando seus próprios recursos. Porém, tanto o jacaré,
quanto o crocodilo têm muito cuidado com os ovos e os
filhotes. A fêmea põe os ovos no ninho e fica por perto até o
nascimento dos filhotes, que são carregados na boca até a
água, onde ficam com a mãe. Alguns chegam a permanecer
com a mãe por mais de três anos.
Têm apenas uma espécie atual, o tuatara (Sphenodon
punctatum) da Nova Zelândia, com até 60 cm de
comprimento – apresentam ainda o 3o olho na cabeça, que
evolutivamente resultará na glândula pineal.
RINCOCÉFALOS
QUELÔNIOS
Tartarugas (mar e água doce),jabutis (terrestres),cágados
(água doce).Possuem carapaça protetora dorsal
e plastrão ventral, resultantes da soldadura das placas com
os ossos.
Possuem dentes e não possuem o osso
esterno.Apresentam estreptostilia (abertura bucal de quase
180o).
As venenosas têm dentes inoculadores de
veneno produzido em glândulas salivares modificadas,
além de fosseta loreal termorreceptora.Os venenos podem
ser neurotóxicos(cascavel, coral
verdadeira), proteolíticos (Bothrops), hemolíticos (cascavel),
coagulantes(Bothrops).
OFÍDEOS
CROCODILIANOS
Possuem placas córneas, patas e uma cauda musculosa.
São os jacarés e crocodilos. É um grupo com poucas
espécies (23) atuais.
LACERTÍLIOS
Aqui estão contidas a maioria das espécies de répteis.
Possuem escamas, como cobras e lagartos:
Lacertílios: em geral com 4 patas locomotoras e
desprovidos de dentes: lagartos, lagartixas, camaleões,
teiús, iguanas, cobras-de-duas-cabeças, Heloderma
(venenoso).
CONCLUSÃO
Os repteis tem respiração pulmonar,seus pulmões são mais
desenvolvidos,eles tem pele seca e praticamente impermeável.O coração da
maioria dos répteis apresenta dois átrios e dois ventrículos parcialmente
divididos.De uma forma geral, os répteis são carnívoros, com poucas espécies
herbívoras e onívoras. Esses animais possuem um sistema digestório
completo, com intestino grosso, faringe, esôfago, estômago, boca e cloaca.
Os répteis possuem órgãos dos sentidos que lhes permitem, por exemplo,
sentir o gosto e o cheiro das coisas. Os olhos possuem pálpebras e membrana
nictitante, que auxiliam na proteção dessas estruturas. Eles têm glândulas
lacrimais, fundamentais para manter a superfície dos olhos úmida fora da
água.
O sistema reprodutor dos répteis foi um importante fator de adaptação
desses animais ao ambiente terrestre. Os répteis fazem a fecundação interna:
o macho introduz os espermatozóides no corpo da fêmea.
A maioria é ovípara, ou seja, a fêmea põe ovos, de onde saem os filhotes.
Alem disso os repteis são divididos em 5 classes
•Ofídios :cobras e serpentes.
•Lacertílios:lagartos,camaleão etc.
•Crocodilianos:jacarés,gaviais,e crocodilos.
•Quelônios:tartarugas,jabutis,e cágados
•Rincocéfalos: tuatara que habitam na Nova Zelândia
BIBLIOGRAFIA
SITE: www.educabras.com
www.sobiologia.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula de Biologia: Répteis, Aves e Mamíferos
Aula de Biologia: Répteis, Aves e MamíferosAula de Biologia: Répteis, Aves e Mamíferos
Aula de Biologia: Répteis, Aves e Mamíferos
Ronaldo Santana
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
Killer Max
 
Mamiferos e aves
Mamiferos e avesMamiferos e aves
Mamiferos e aves
SESI 422 - Americana
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
sabrina lima
 
Seminário sobre Répteis
Seminário sobre RépteisSeminário sobre Répteis
Seminário sobre Répteis
Simone Costa
 
Reptilia
ReptiliaReptilia
Reptilia
paulogrillo
 
Os Répteis
Os RépteisOs Répteis
Os Répteis
Arthur da Veiga
 
RéPteis Slide
RéPteis SlideRéPteis Slide
RéPteis Slide
Daniela
 
Repteis 7o Ano
Repteis 7o AnoRepteis 7o Ano
Repteis 7o Ano
pit
 
Répteis - A evolução dos Répteis
Répteis - A evolução dos Répteis Répteis - A evolução dos Répteis
Répteis - A evolução dos Répteis
denizecardoso
 
Anfíbios e répteis
Anfíbios e répteisAnfíbios e répteis
Anfíbios e répteis
Graciela Alves Rodrigues Pena
 
RÉPTEIS
RÉPTEISRÉPTEIS
RÉPTEIS
IVORASSWEILER
 
Crustáceos slide
Crustáceos slideCrustáceos slide
Crustáceos slide
MarianeSGS
 
Os répteis
Os répteisOs répteis
Os répteis
Ana Luiza Velloso
 
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
Ferrari Ferrari
 
Aves - Biologia
Aves - BiologiaAves - Biologia
Aves - Biologia
Paulo Henrique LIBRAS
 
Filo Arthropoda Subfilo Crustácea
Filo Arthropoda  Subfilo CrustáceaFilo Arthropoda  Subfilo Crustácea
Filo Arthropoda Subfilo Crustácea
Yara Vanessa Sousa da Silva
 
Resumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo ArtrópodesResumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo Artrópodes
Universidade Estadual de Maringá
 
Ap reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacaresAp reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacares
henriqueneto
 

Mais procurados (20)

Aula de Biologia: Répteis, Aves e Mamíferos
Aula de Biologia: Répteis, Aves e MamíferosAula de Biologia: Répteis, Aves e Mamíferos
Aula de Biologia: Répteis, Aves e Mamíferos
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
Mamiferos e aves
Mamiferos e avesMamiferos e aves
Mamiferos e aves
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
Seminário sobre Répteis
Seminário sobre RépteisSeminário sobre Répteis
Seminário sobre Répteis
 
Reptilia
ReptiliaReptilia
Reptilia
 
Os Répteis
Os RépteisOs Répteis
Os Répteis
 
RéPteis Slide
RéPteis SlideRéPteis Slide
RéPteis Slide
 
Repteis 7o Ano
Repteis 7o AnoRepteis 7o Ano
Repteis 7o Ano
 
Répteis - A evolução dos Répteis
Répteis - A evolução dos Répteis Répteis - A evolução dos Répteis
Répteis - A evolução dos Répteis
 
Anfíbios e répteis
Anfíbios e répteisAnfíbios e répteis
Anfíbios e répteis
 
RÉPTEIS
RÉPTEISRÉPTEIS
RÉPTEIS
 
Crustáceos slide
Crustáceos slideCrustáceos slide
Crustáceos slide
 
Os répteis
Os répteisOs répteis
Os répteis
 
Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02Animais 110913184501-phpapp02
Animais 110913184501-phpapp02
 
Aves - Biologia
Aves - BiologiaAves - Biologia
Aves - Biologia
 
Filo Arthropoda Subfilo Crustácea
Filo Arthropoda  Subfilo CrustáceaFilo Arthropoda  Subfilo Crustácea
Filo Arthropoda Subfilo Crustácea
 
Resumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo ArtrópodesResumo: Filo Artrópodes
Resumo: Filo Artrópodes
 
Ap reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacaresAp reptilia tartarugas e jacares
Ap reptilia tartarugas e jacares
 

Semelhante a Meu trabalho

Répteis
RépteisRépteis
Répteis
Daniela
 
RéPteis Slide2
RéPteis Slide2RéPteis Slide2
RéPteis Slide2
Daniela F Almenara
 
Slides De Tecnologia Educacional
Slides De Tecnologia EducacionalSlides De Tecnologia Educacional
Slides De Tecnologia Educacional
Tic Upe
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
Altair Hoepers
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
Laercio Fernandes
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
wagneripo
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
Adriana Cunha
 
repteis.pdf.............................
repteis.pdf.............................repteis.pdf.............................
repteis.pdf.............................
gabatzdeniseestela
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
wagneripo
 
Crustaceos
CrustaceosCrustaceos
Crustaceos
Altair Hoepers
 
Filo artropoda
Filo artropodaFilo artropoda
Filo artropoda
GunScript
 
Tetrápodes
TetrápodesTetrápodes
Tetrápodes
Antonio Carlos
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
Iuri Fretta Wiggers
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
Rita Galrito
 
1651
16511651
1651
Pelo Siro
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
Lu_cas
 
Classe dos animais por
Classe dos animais por Classe dos animais por
Classe dos animais por
profgaspar
 
Artópodes e Equinodermos
Artópodes e EquinodermosArtópodes e Equinodermos
Artópodes e Equinodermos
Naira Silva
 
Principais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisaPrincipais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisa
Daniel Cbf
 
Principais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisaPrincipais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisa
Daniel Cbf
 

Semelhante a Meu trabalho (20)

Répteis
RépteisRépteis
Répteis
 
RéPteis Slide2
RéPteis Slide2RéPteis Slide2
RéPteis Slide2
 
Slides De Tecnologia Educacional
Slides De Tecnologia EducacionalSlides De Tecnologia Educacional
Slides De Tecnologia Educacional
 
Moluscos
MoluscosMoluscos
Moluscos
 
Artropodes
ArtropodesArtropodes
Artropodes
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Biologia
BiologiaBiologia
Biologia
 
repteis.pdf.............................
repteis.pdf.............................repteis.pdf.............................
repteis.pdf.............................
 
Animais
AnimaisAnimais
Animais
 
Crustaceos
CrustaceosCrustaceos
Crustaceos
 
Filo artropoda
Filo artropodaFilo artropoda
Filo artropoda
 
Tetrápodes
TetrápodesTetrápodes
Tetrápodes
 
Artrópodes
ArtrópodesArtrópodes
Artrópodes
 
Reino Animalia
Reino Animalia Reino Animalia
Reino Animalia
 
1651
16511651
1651
 
Cordados
CordadosCordados
Cordados
 
Classe dos animais por
Classe dos animais por Classe dos animais por
Classe dos animais por
 
Artópodes e Equinodermos
Artópodes e EquinodermosArtópodes e Equinodermos
Artópodes e Equinodermos
 
Principais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisaPrincipais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisa
 
Principais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisaPrincipais filos do reino animália $raisa
Principais filos do reino animália $raisa
 

Meu trabalho

  • 1. E.E Artur José dos Passos Profº Charles-Biologia 2C •Alex de Souza Lopes •Dhemily Debora Andrade de Oliveira •Karolina Milena de Oliveira Santos •Marcos Correia da Silva Pintópolis-MG ,18,de setembro,de 2017
  • 2. INTRODUÇÃO Os répteis (do latim reptare, 'rastejar') abrangem cerca de 7 mil espécies conhecidas. Eles surgiram há cerca de 300 milhões de anos, tendo provavelmente evoluído de certos anfíbios. Foram os primeiros vertebrados efetivamente adaptados à vida em lugares secos, embora alguns animais deste grupo, como as tartarugas, sejam aquáticos. A Terra já abrigou formas gigantescas de répteis, como os dinossauros. Hoje esse grupo é representado por animais de porte relativamente menor, como os jacarés, tartarugas, cobras e lagartos.
  • 3. A PELE DOS REPTEIS Os répteis têm o corpo recoberto por uma pele seca e praticamente impermeável. As células mais superficiais da epiderme são ricas em queratina, o que protege o animal contra a desidratação e representa uma adaptação à vida em ambientes terrestres. A pele pode apresentar escamas (cobras), placas (jacarés, crocodilos) ou carapaças (tartarugas, jabutis). (PELE DE COBRA) (PELE DE JACARE)
  • 4. A respiração dos répteis é pulmonar; seus pulmões são mais desenvolvidos que os dos anfíbios, apresentando dobras internas que aumentam a sua capacidade respiratória. Os pulmões fornecem aos répteis uma quantidade suficiente de gás oxigênio, o que torna "dispensável" a respiração por meio da pele, observada nos anfíbios. Aliás, com a grande quantidade de queratina que apresenta, a pele torna-se praticamente impermeável, o que impossibilita a aquisição de gás oxigênio. RESPIRAÇÃO
  • 5. O coração da maioria dos répteis apresenta dois átrios e dois ventrículos parcialmente divididos. Nos ventrículos ocorrem mistura de sangue oxigenado com sangue não- oxigenado. Nos répteis crocodilianos (crocodilo, jacarés), os dois ventrículos estão completamente separados, mas o sangue oxigenado e o sangue não-oxigenado continuam se misturando, agora fora do coração. CIRCULAÇÃO DE SANGUE
  • 6. ALIMENTAÇÃO E DIGESTÃO De uma forma geral, os répteis são carnívoros, com poucas espécies herbívoras e onívoras. Esses animais possuem um sistema digestório completo, com intestino grosso, faringe, esôfago, estômago, boca e cloaca. Os répteis também têm como anexos o fígado e o pâncreas. Todos os órgãos estão adaptados aos hábitos alimentares dos animais. o processo digestório dos répteis, o alimento passa da boca para a faringe, segue para o esôfago, o estômago, depois para o intestino delgado, e para cloaca. O alimento não aproveitado pelo organismo é eliminado pelo ânus. A cloaca desses animais é a saída dos sistemas digestivo, excretor e reprodutor. O sistema digestório dos répteis é bem parecido com o sistema dos animais vertebrados superiores. A digestão dos répteis é mais lenta do que a dos mamíferos. O tempo do processo é resultado de uma menor capacidade metabólica e da incapacidade de mastigar os alimentos. Alguns répteis, como os crocodilos, por exemplo, podem viver com uma única refeição em meses, pois o alimento é digerido lentamente.
  • 7. Os répteis possuem órgãos dos sentidos que lhes permitem, por exemplo, sentir o gosto e o cheiro das coisas. Os olhos possuem pálpebras e membrana nictitante, que auxiliam na proteção dessas estruturas. Eles têm glândulas lacrimais, fundamentais para manter a superfície dos olhos úmida fora da água. Destacamos aqui uma estrutura existente entre os olhos e as narinas de cobras, chamada fosseta loreal.Ela possibilita que a cobra perceba a presença de outros animais vivos por meio do calor emitido pelo corpo deles. Embora os répteis não tenham orelha externa, alguns deles apresentam conduto auditivo externo e curo, que fica abaixo de uma dobra da pele, de cada lado da cabeça. Na extremidade de cada conduto auditivo situa-se o tímpano, que se comunica com a orelha média e a interna. Vários experimentos comprovam que a maioria dos répteis é capaz de ouvir diversos sons. SENTIDOS
  • 8. REPRODUÇAO O sistema reprodutor dos répteis foi um importante fator de adaptação desses animais ao ambiente terrestre. Os répteis fazem a fecundação interna: o macho introduz os espermatozóides no corpo da fêmea. A maioria é ovípara, ou seja, a fêmea põe ovos, de onde saem os filhotes. Esses ovos têm casca rígida e consistente como couro.Os ovos se desenvolvem em ambiente de baixa umidade. A fecundação interna e os ovos com casca representam um marco na evolução dos vertebrados, pois impediram a morte dos gametas e embriões por desidratação. Assim, em ralação a reprodução, os répteis tornaram-se independentes da água. A tartaruga marinha e muitos outros répteis aquáticos depositam os seus ovos em ambiente terrestre. Eles ficam cobertos de areia e aquecidos pelo calor do Sol.
  • 9. O ovo é rico em vitelo - substância que nutre o embrião - e é capaz de reter a umidade. Na casca há poros, pequenos orifícios que permitem a entrada de oxigênio do ar e a saída de gás carbônico, ou seja, a troca de gases. Isso ajuda a manter o embrião vivo. A maioria dos répteis não precisa cuidar dos seus ovos e filhotes. Os filhotes quando "prontos" saem da casca usando seus próprios recursos. Porém, tanto o jacaré, quanto o crocodilo têm muito cuidado com os ovos e os filhotes. A fêmea põe os ovos no ninho e fica por perto até o nascimento dos filhotes, que são carregados na boca até a água, onde ficam com a mãe. Alguns chegam a permanecer com a mãe por mais de três anos.
  • 10. Têm apenas uma espécie atual, o tuatara (Sphenodon punctatum) da Nova Zelândia, com até 60 cm de comprimento – apresentam ainda o 3o olho na cabeça, que evolutivamente resultará na glândula pineal. RINCOCÉFALOS
  • 11. QUELÔNIOS Tartarugas (mar e água doce),jabutis (terrestres),cágados (água doce).Possuem carapaça protetora dorsal e plastrão ventral, resultantes da soldadura das placas com os ossos.
  • 12. Possuem dentes e não possuem o osso esterno.Apresentam estreptostilia (abertura bucal de quase 180o). As venenosas têm dentes inoculadores de veneno produzido em glândulas salivares modificadas, além de fosseta loreal termorreceptora.Os venenos podem ser neurotóxicos(cascavel, coral verdadeira), proteolíticos (Bothrops), hemolíticos (cascavel), coagulantes(Bothrops). OFÍDEOS
  • 13. CROCODILIANOS Possuem placas córneas, patas e uma cauda musculosa. São os jacarés e crocodilos. É um grupo com poucas espécies (23) atuais.
  • 14. LACERTÍLIOS Aqui estão contidas a maioria das espécies de répteis. Possuem escamas, como cobras e lagartos: Lacertílios: em geral com 4 patas locomotoras e desprovidos de dentes: lagartos, lagartixas, camaleões, teiús, iguanas, cobras-de-duas-cabeças, Heloderma (venenoso).
  • 15. CONCLUSÃO Os repteis tem respiração pulmonar,seus pulmões são mais desenvolvidos,eles tem pele seca e praticamente impermeável.O coração da maioria dos répteis apresenta dois átrios e dois ventrículos parcialmente divididos.De uma forma geral, os répteis são carnívoros, com poucas espécies herbívoras e onívoras. Esses animais possuem um sistema digestório completo, com intestino grosso, faringe, esôfago, estômago, boca e cloaca. Os répteis possuem órgãos dos sentidos que lhes permitem, por exemplo, sentir o gosto e o cheiro das coisas. Os olhos possuem pálpebras e membrana nictitante, que auxiliam na proteção dessas estruturas. Eles têm glândulas lacrimais, fundamentais para manter a superfície dos olhos úmida fora da água. O sistema reprodutor dos répteis foi um importante fator de adaptação desses animais ao ambiente terrestre. Os répteis fazem a fecundação interna: o macho introduz os espermatozóides no corpo da fêmea. A maioria é ovípara, ou seja, a fêmea põe ovos, de onde saem os filhotes. Alem disso os repteis são divididos em 5 classes •Ofídios :cobras e serpentes. •Lacertílios:lagartos,camaleão etc. •Crocodilianos:jacarés,gaviais,e crocodilos. •Quelônios:tartarugas,jabutis,e cágados •Rincocéfalos: tuatara que habitam na Nova Zelândia