SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 16
Mercado de Eventos




 Paulo Passos
 paulopassos@itmexpo.com.br
 www.abeoc.org.br
 www.ibev.com.br
Mercado de Eventos




Evento: e.vem.to sm (lat eventu)

          •acontecimento;
          •ocorrência;
          •sucesso;
          •eventualidade.




Profissional de Evento: Organiza, participa!
Mercado de Eventos



Tipos de Eventos mais conhecidos:
Eventos Corporativos: Coquetel, Coletiva de Imprensa, Lançamento de Produtos,
Conferência, Workshop
Técnicos & Científicos: Convenção, Fórum, Exposição Técnica, Congresso,
Seminário
Sociais & Culturais: Almoço, Coffe-break, Formatura, Festas, Shows
Público Governamental: Festas       Regionais,   Solenidade,   Eventos   Políticos,
Eventos Escolares (rede pública)
Público – Varejo: Bazar, Feiras
Mercado de Eventos




  Espaços para eventos: (onde são realizados?)


   Ruas, estacionamentos, praças, parques;
  Centros de Convenções e Feiras;
  Shopping Centers;
  Museus;
  Clubes, ginásios;
  Centros Culturais, teatros, Bares, restaurantes;
  Casas de Shows;
  Hotéis;
  Navios;
  Outros.
Mercado de Eventos




                   Brasil já é o 7º em número de eventos internacionais
   O Brasil já é o 7º colocado entre os países que mais sediam eventos internacionais no
       mundo. O número foi divulgado pela ICCA - International Congress & Convention
Association, a maior entidade mundial do setor de eventos, ao anunciar o ranking dos países
 que mais sediaram eventos organizados por associações internacionais no ano passado. Os
    critérios da ICCA consideram apenas os eventos que são realizados regularmente, que
  sejam rotativos - precisam ter sido realizados em pelo menos três países diferentes e que
tenham um número mínimo de 50 participantes. Em 2006, para a formatação do ranking, a
entidade considerou 5.838 eventos internacionais, 523 a mais do que em 2005, refletindo o
                     fortalecimento da indústria mundial de eventos.
Esta é a primeira vez na história da ICCA que um país latino-americano entra no
ranking dos "Top Ten". O Brasil subiu quatro lugares em relação à 2005, quando ocupava a
11ª colocação, tendo sido a melhor performance registrada o ano passado entre os
principais países que concorrem ao "Top Ten" da ICCA. Os EUA e a Alemanha
mantiveram, respectivamente, o 1º e o 2º lugar no ranking, enquanto o Reino Unido,
a França, a Áustria e a Itália ganharam uma posição cada e a Espanha perdeu dois lugares.
Em relação ao ranking de 2005, a Austrália perdeu uma posição, a Holanda perdeu quatro e
a Suíça não aparece em 2006 no "Top Ten".
Mercado de Eventos



MERCADO DE EVENTOS (FEIRAS):

Em 2006, cerca de 31 mil empresas de todos os portes, que representavam 130 mil
marcas, participaram das 122 Feiras associadas à União Brasileira das Promotoras de
Feiras – UBRAFE.
Foram 5 milhões de visitantes, entre compradores, fornecedores e profissionais (42 mil
eram compradores internacionais), a Eventos que movimentaram em todo território
nacional cerca de R$ 3,2 bilhões.
Apesar do Brasil ser conhecido mundialmente pelas praias nordestinas e pelo Rio de
Janeiro, é São Paulo quem responde pela maior geração de receita bruta de serviços
ligados ao turismo.
Levantamento do IBGE aponta que, do movimento de R$ 76 bilhões registrados pela
atividade turística em 2003, o estado de São Paulo foi responsável por 43,38% deste total.
Segundo estimativa da UBRAFE, este ano serão realizadas 125 grandes Feiras em todo
Brasil. Desse total, 93 irão ocorrer na cidade de São Paulo. A capital paulista é sede de
75% das grandes Feiras de negócios realizadas no Brasil. A cidade reúne a melhor infra-
estrutura para Congressos e Convenções no Brasil e uma ampla rede turística e de
negócios, que inclui hotéis das principais redes mundiais, diversificada gastronomia,
opções de lazer e serviços 24 horas, além de 230 mil m² de Pavilhões, mais de 150 mil m²
de espaços para Eventos em hotéis, totalizando 380 mil m² de área destinada para
Eventos.
Mercado de Eventos



Eventos realizados no Estado de São Paulo em 2006 (qual a abrangência?)


 900
 800
 700
 600
 500
 400
 300
 200
 100
   0
                                Internacional
          Mundial




                    Americano




                                                           Regional
                                                Nacional




                                                                      Local
                     Latino-
Mercado de Eventos



 Geradores de Eventos: (Quem é o dono do dinheiro?)


          Empresas com fins lucrativos

             Associações Profissionais

                  Entidades de Classe

                      Órgãos públicos

  Associações de empresas ou produtos

                            Sindicatos

                           Fundações

                  Grupos de interesse

             Associações beneficentes

                                         0   10   20   30   40   50   60   70
Mercado de Eventos




Destinos no Estado de São Paulo (Interior e Litoral):


 Campos do Jordão - Montanha, clima, status
 Guarujá - Litoral, status
 Santos - Litoral, porto
 São José Dos Campos/ Campinas - Tecnologia
 Ribeirão Preto -Universidades, situação geográfica.



 Não se vende equipamento,vende-se destino!
Mercado de Eventos




  Histórico x Momento atual:




  Primeiras Feiras – Fenit – Parque Ibirapuera
  Salão da Criança - Institucional
  Varejo – UD – Centralização da oferta
  Varejo – Casas Bahia – Internet
  AbrinQ - Comercial
  Eventos Técnicos
  Mudança do Perfil do Organizador
  Congressos Médicos - creditação
Mercado de Eventos




Principais fatores a serem considerados, no processo de analise de um Evento:


Objetivos do Evento: a quem se destina? Qual o objetivo a ser alcançado?
Necessidades Físicas: quantidade de auditórios, espaços para exposição,
características especiais, etc.
Fatores Econômicos: valores de locação, custos dos serviços, hotelaria, etc.
Fatores Políticos: Interesses políticos locais
Periodicidade do Evento: eventos Bienais, Anuais, Semestrais, etc.
Fatores Geográficos: localização, acesso, características turísticas, etc.
Mercado de Eventos




Preço: "Quem estabelece é o mercado, não tem como ser muito diferente, toda
a variação, seja para cima ou para baixo, terá uma explicação."


Diferencial: "O serviço que a empresa presta. Não o que ela faz, mas como ela
faz!"


Por onde começar?
Identifique o que realmente agrega valor para seu cliente.
Tenha em mente que satisfazer o cliente não é suficiente, você tem que encantá-
lo. "As grandes diferenças estão nos pequenos detalhes".
Não olhe apenas para os pontos negativos, conheça bem seus pontos fortes e
divulgue isto a seu favor.
Conheça seu mercado, saiba onde está pisando e caminhe com segurança, ou seja,
conheça " bem " seus concorrentes.

Evento: sonho - intangível
Mercado de Eventos
Mercado de Eventos
Mercado de Eventos
Mercado de Eventos




                     Obrigado!


                     Paulo Passos

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Mercado de eventos

Palestra ifsp out 2011eventos
Palestra ifsp out 2011eventosPalestra ifsp out 2011eventos
Palestra ifsp out 2011eventosLígia Beatriz
 
Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...
Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...
Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...Paulo Passos
 
Midiakit p&p
Midiakit p&pMidiakit p&p
Midiakit p&pFlavia
 
Apresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVBApresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVBToni Sando
 
Live Marketing - Exemplos dos slides de aulas
Live Marketing - Exemplos dos slides de aulasLive Marketing - Exemplos dos slides de aulas
Live Marketing - Exemplos dos slides de aulasAlexandre Mutran
 
II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014
II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014
II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014Diógenes "Dhonas" Cordeiro
 
Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)
Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)
Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)Open Mind Produtos Culturais
 
Economia criativa 02-02-11
Economia criativa   02-02-11Economia criativa   02-02-11
Economia criativa 02-02-11flac2011
 
Economia criativa 02-02-11
Economia criativa   02-02-11Economia criativa   02-02-11
Economia criativa 02-02-11flac2011
 
Revista ABIH - SC
Revista ABIH - SCRevista ABIH - SC
Revista ABIH - SCalynkaj
 
Armando Arruda (Ubrafe)
Armando Arruda (Ubrafe)Armando Arruda (Ubrafe)
Armando Arruda (Ubrafe)Sistema CNC
 
relato-final_EconomiaCriativa
relato-final_EconomiaCriativarelato-final_EconomiaCriativa
relato-final_EconomiaCriativaondapolitica
 
Projeto Coletividade - a Origem
Projeto Coletividade - a OrigemProjeto Coletividade - a Origem
Projeto Coletividade - a OrigemPaulo Braga Prado
 
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportesPlanejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportesMarcus Vinicius Bonfim
 

Semelhante a Mercado de eventos (20)

Palestra ifsp out 2011eventos
Palestra ifsp out 2011eventosPalestra ifsp out 2011eventos
Palestra ifsp out 2011eventos
 
Aula 20 - Patrocínio
Aula 20 - PatrocínioAula 20 - Patrocínio
Aula 20 - Patrocínio
 
Palestra Senac
Palestra SenacPalestra Senac
Palestra Senac
 
Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...
Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...
Feiras impulcionadoras da atividade turistica anhembi morumbi outubro de 2008...
 
Midiakit p&p
Midiakit p&pMidiakit p&p
Midiakit p&p
 
Apresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVBApresentação Oficial - SPCVB
Apresentação Oficial - SPCVB
 
Apresentação - Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria RJ
Apresentação - Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria RJApresentação - Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria RJ
Apresentação - Câmara Ítalo-Brasileira de Comércio e Indústria RJ
 
Live Marketing - Exemplos dos slides de aulas
Live Marketing - Exemplos dos slides de aulasLive Marketing - Exemplos dos slides de aulas
Live Marketing - Exemplos dos slides de aulas
 
A cadeia audiovisual no RS - Carta de Conjuntura (08.2015)
A cadeia audiovisual no RS - Carta de Conjuntura (08.2015)A cadeia audiovisual no RS - Carta de Conjuntura (08.2015)
A cadeia audiovisual no RS - Carta de Conjuntura (08.2015)
 
Apresentação do Fórum Eventos 2016
Apresentação do  Fórum Eventos 2016Apresentação do  Fórum Eventos 2016
Apresentação do Fórum Eventos 2016
 
II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014
II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014
II Dimensionamento do Setor de Eventos - abeoc /sebrae 2014
 
Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)
Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)
Open mind x Cufa - marketing cultural (Encontro Naciona da CUFA)
 
Economia criativa 02-02-11
Economia criativa   02-02-11Economia criativa   02-02-11
Economia criativa 02-02-11
 
Economia criativa 02-02-11
Economia criativa   02-02-11Economia criativa   02-02-11
Economia criativa 02-02-11
 
Revista ABIH - SC
Revista ABIH - SCRevista ABIH - SC
Revista ABIH - SC
 
Armando Arruda (Ubrafe)
Armando Arruda (Ubrafe)Armando Arruda (Ubrafe)
Armando Arruda (Ubrafe)
 
EMPREENDEDOR EM PUBLICIDADE - AGÊNCIA FOR JOY
EMPREENDEDOR EM PUBLICIDADE - AGÊNCIA FOR JOYEMPREENDEDOR EM PUBLICIDADE - AGÊNCIA FOR JOY
EMPREENDEDOR EM PUBLICIDADE - AGÊNCIA FOR JOY
 
relato-final_EconomiaCriativa
relato-final_EconomiaCriativarelato-final_EconomiaCriativa
relato-final_EconomiaCriativa
 
Projeto Coletividade - a Origem
Projeto Coletividade - a OrigemProjeto Coletividade - a Origem
Projeto Coletividade - a Origem
 
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportesPlanejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
Planejamento Estratégico de RP no mercado de esportes
 

Mercado de eventos

  • 1. Mercado de Eventos Paulo Passos paulopassos@itmexpo.com.br www.abeoc.org.br www.ibev.com.br
  • 2. Mercado de Eventos Evento: e.vem.to sm (lat eventu) •acontecimento; •ocorrência; •sucesso; •eventualidade. Profissional de Evento: Organiza, participa!
  • 3. Mercado de Eventos Tipos de Eventos mais conhecidos: Eventos Corporativos: Coquetel, Coletiva de Imprensa, Lançamento de Produtos, Conferência, Workshop Técnicos & Científicos: Convenção, Fórum, Exposição Técnica, Congresso, Seminário Sociais & Culturais: Almoço, Coffe-break, Formatura, Festas, Shows Público Governamental: Festas Regionais, Solenidade, Eventos Políticos, Eventos Escolares (rede pública) Público – Varejo: Bazar, Feiras
  • 4. Mercado de Eventos Espaços para eventos: (onde são realizados?)  Ruas, estacionamentos, praças, parques; Centros de Convenções e Feiras; Shopping Centers; Museus; Clubes, ginásios; Centros Culturais, teatros, Bares, restaurantes; Casas de Shows; Hotéis; Navios; Outros.
  • 5. Mercado de Eventos Brasil já é o 7º em número de eventos internacionais O Brasil já é o 7º colocado entre os países que mais sediam eventos internacionais no mundo. O número foi divulgado pela ICCA - International Congress & Convention Association, a maior entidade mundial do setor de eventos, ao anunciar o ranking dos países que mais sediaram eventos organizados por associações internacionais no ano passado. Os critérios da ICCA consideram apenas os eventos que são realizados regularmente, que sejam rotativos - precisam ter sido realizados em pelo menos três países diferentes e que tenham um número mínimo de 50 participantes. Em 2006, para a formatação do ranking, a entidade considerou 5.838 eventos internacionais, 523 a mais do que em 2005, refletindo o fortalecimento da indústria mundial de eventos. Esta é a primeira vez na história da ICCA que um país latino-americano entra no ranking dos "Top Ten". O Brasil subiu quatro lugares em relação à 2005, quando ocupava a 11ª colocação, tendo sido a melhor performance registrada o ano passado entre os principais países que concorrem ao "Top Ten" da ICCA. Os EUA e a Alemanha mantiveram, respectivamente, o 1º e o 2º lugar no ranking, enquanto o Reino Unido, a França, a Áustria e a Itália ganharam uma posição cada e a Espanha perdeu dois lugares. Em relação ao ranking de 2005, a Austrália perdeu uma posição, a Holanda perdeu quatro e a Suíça não aparece em 2006 no "Top Ten".
  • 6. Mercado de Eventos MERCADO DE EVENTOS (FEIRAS): Em 2006, cerca de 31 mil empresas de todos os portes, que representavam 130 mil marcas, participaram das 122 Feiras associadas à União Brasileira das Promotoras de Feiras – UBRAFE. Foram 5 milhões de visitantes, entre compradores, fornecedores e profissionais (42 mil eram compradores internacionais), a Eventos que movimentaram em todo território nacional cerca de R$ 3,2 bilhões. Apesar do Brasil ser conhecido mundialmente pelas praias nordestinas e pelo Rio de Janeiro, é São Paulo quem responde pela maior geração de receita bruta de serviços ligados ao turismo. Levantamento do IBGE aponta que, do movimento de R$ 76 bilhões registrados pela atividade turística em 2003, o estado de São Paulo foi responsável por 43,38% deste total. Segundo estimativa da UBRAFE, este ano serão realizadas 125 grandes Feiras em todo Brasil. Desse total, 93 irão ocorrer na cidade de São Paulo. A capital paulista é sede de 75% das grandes Feiras de negócios realizadas no Brasil. A cidade reúne a melhor infra- estrutura para Congressos e Convenções no Brasil e uma ampla rede turística e de negócios, que inclui hotéis das principais redes mundiais, diversificada gastronomia, opções de lazer e serviços 24 horas, além de 230 mil m² de Pavilhões, mais de 150 mil m² de espaços para Eventos em hotéis, totalizando 380 mil m² de área destinada para Eventos.
  • 7. Mercado de Eventos Eventos realizados no Estado de São Paulo em 2006 (qual a abrangência?) 900 800 700 600 500 400 300 200 100 0 Internacional Mundial Americano Regional Nacional Local Latino-
  • 8. Mercado de Eventos Geradores de Eventos: (Quem é o dono do dinheiro?) Empresas com fins lucrativos Associações Profissionais Entidades de Classe Órgãos públicos Associações de empresas ou produtos Sindicatos Fundações Grupos de interesse Associações beneficentes 0 10 20 30 40 50 60 70
  • 9. Mercado de Eventos Destinos no Estado de São Paulo (Interior e Litoral): Campos do Jordão - Montanha, clima, status Guarujá - Litoral, status Santos - Litoral, porto São José Dos Campos/ Campinas - Tecnologia Ribeirão Preto -Universidades, situação geográfica. Não se vende equipamento,vende-se destino!
  • 10. Mercado de Eventos Histórico x Momento atual: Primeiras Feiras – Fenit – Parque Ibirapuera Salão da Criança - Institucional Varejo – UD – Centralização da oferta Varejo – Casas Bahia – Internet AbrinQ - Comercial Eventos Técnicos Mudança do Perfil do Organizador Congressos Médicos - creditação
  • 11. Mercado de Eventos Principais fatores a serem considerados, no processo de analise de um Evento: Objetivos do Evento: a quem se destina? Qual o objetivo a ser alcançado? Necessidades Físicas: quantidade de auditórios, espaços para exposição, características especiais, etc. Fatores Econômicos: valores de locação, custos dos serviços, hotelaria, etc. Fatores Políticos: Interesses políticos locais Periodicidade do Evento: eventos Bienais, Anuais, Semestrais, etc. Fatores Geográficos: localização, acesso, características turísticas, etc.
  • 12. Mercado de Eventos Preço: "Quem estabelece é o mercado, não tem como ser muito diferente, toda a variação, seja para cima ou para baixo, terá uma explicação." Diferencial: "O serviço que a empresa presta. Não o que ela faz, mas como ela faz!" Por onde começar? Identifique o que realmente agrega valor para seu cliente. Tenha em mente que satisfazer o cliente não é suficiente, você tem que encantá- lo. "As grandes diferenças estão nos pequenos detalhes". Não olhe apenas para os pontos negativos, conheça bem seus pontos fortes e divulgue isto a seu favor. Conheça seu mercado, saiba onde está pisando e caminhe com segurança, ou seja, conheça " bem " seus concorrentes. Evento: sonho - intangível
  • 16. Mercado de Eventos Obrigado! Paulo Passos