SlideShare uma empresa Scribd logo
ENERGIAS NÃO RENOVÁVEIS:



CARVÃO                  Trabalho realizado
                        por:
                        Ana Ferreira
                        Catarina Abreu
                        Lara Brito
                        Madalena Ferreira


       Escola Secundária D. Afonso Henriques
ÍNDICE
 Introdução
 Energias

 Energias não renováveis

 Carvão:

 extracção mineira

 hoje em dia

 poluição atmosférica
INTRODUÇÃO
   O carvão é bastante utilizado tanto para gerar energia
    elétrica em centrais termoeléctricas.
   Além desses usos, do carvão mineral pode-se obter gás
    de uso doméstico. Existe o carvão vegetal, produzido
    pelo homem através da queima de madeira, mas é o
    carvão mineral (produzido pela queima de
    florestas, pela natureza, há milhões de anos) que têm
    maior poder calorífero e um grande uso industrial.
     o carvão mineral, aparece em terrenos
    sedimentares, especialmente nos períodos Carbonífero
    e Permiano, da era Paleozóica. O carvão mineral foi
    importantíssimo do século XVIII ao final do XIX, época
    da Primeira Revolução Industrial. Os maiores
    produtores mundiais desse recurso mineral são a China
    e os Estados Unidos.
ENERGIA
    A energia é um recurso imprescindível para que a vida
     no nosso planeta não se extinga.

  Precisamos dela para:
    nos deslocarmos;
    comunicarmos;
    cozinhar;
    assegurar a iluminação e o conforto térmico nas
   nossas casas, entre muitas outras acções;
  Qualquer acção que implique, por exemplo:
   movimento, uma variação de temperatura ou a
   transmissão de ondas, prevê a presença de energia.
A energia pode ter uma fonte:
 Primária:
 As fontes de energia primárias são
  aquelas que obtemos da natureza, e que
  dessa forma são utilizadas pelo Homem.

 Secundária:
    As fontes de energia secundárias são as
    energias que obtemos a partir de outras, de
    onde se obtêm após alguma transformação.
As energias podem ser:
 Renováveis, ou seja energia que é obtida de
  fontes naturais capazes de se regenerar, e
  portanto dizem-se inesgotáveis;
 Não Renováveis, é um recurso que não pode ser
  produzido, regenerado ou reutilizado a uma
  escala que possa sustentar o seu grande
  consumo.
ENERGIAS NÃO RENOVÁVEIS

     Energia dos
    Combustíveis                     Energia Nuclear
      Fósseis




Carvão             Gás Natural   Petróleo
CARVÃO
   O carvão mineral é um combustível fóssil
  natural extraído do solo por processos de
  mineração. É um mineral de cor preta e
  combustível.
   É composto primeiramente por átomos de:
 Carbono;

 Magnésio;

   De todos os combustíveis produzidos e
  conservados pela natureza, estima-se que o
  carvão seja o que existe em maior quantidade.
O carvão, têm origem em plantas mortas que se
depositaram no solo e que através do calor e da
pressão exercida sobre elas foram comprimindo.

O tempo de formação do carvão, é em média
              de 60 mil anos.
O carvão emite três tipos de gases:
 Co2;

 So2;

 Nox;




Esta fonte de energia vai-se esgotar um dia, devido ao
 seu uso irracional, e para além deste uso excessivo é
 uma forma de energia poluente.
O carvão quando entra em combustão produz calor e
 luz. O carvão começou a ser utilizado por volta de 1800.
  Era utilizado para os barcos e comboios como forma de
 os fazer andar e no aquecimento.

(Em Portugal existiam 2 minas, S.Pedro da Cova e de
  Santa Susana mas estas encontram-se esgotadas nos
  dias de hoje.)
EXTRACÇÃO MINEIRA
            A maioria do carvão está no
           subsolo, para o extrair temos que escavar
           por vezes a grandes profundidades.
           Quando o carvão está perto da
           superfície, dá se o nome de minas a céu
           aberto. Neste tipo de extracção remove-
           se a terra e as pedras antes de chegar ao
           carvão.
           Depois de separado o carvão da terra e
           das rochas, estas são deixadas no local
           para que voltem as condições inicias e
           possam existir ali novas plantações. Esta
           acção têm o nome de regeneração.
SÉC. XVIII
 O carvão mineral foi importantíssimo do século
XVIII ao final do XIX, época da Primeira Revolução
Industrial. Os primeiros paises
industrializados, como a Inglaterra, a Alemanha, os
Estados Unidos e a França, são todos possuidores
de grandes quantidades de carvão. Na industria
automovel, o petróleo roubou lugar ao carvão.
                     Assim, no final do século XIX, em
                    1880, 97% da energia consumida
                    no mundo provinha do carvão, mas
                    em 1970, o petroleo passou a ser a
                    maior fonte de energia. Em 1973, a
                    elevação dos preços de óleo
                    fizeram com que o carvão fosse
                    novamente valorizado.
HOJE EM DIA (…)
   Depois de minerado é
 limpo, e enviado para o
 mercado, para ter a
 utilização que lhe damos
 hoje em dia, para produzir
 electricidade.
   Para produzir
 electricidade as centrais
 queimam o
 carvão, produzindo assim
 energia. Em Portugal o
 consumo de carvão para
 produção de
 electricidade é na ordem
 dos 5,5 milhões de
 toneladas por mês.
A maior central
termoeléctrica em
Portugal fica em
Sines, mas devido ao
grande consumo do
carvão, já não temos
produção nacional e este
é importado.
CARVÃO, UM POLUENTE
O carvão quando é queimado, torna-se
  extremamente poluente.
As centrais e as fábricas tentam minimizar a poluição
  que produzem,
 lavando o carvão antes de o utilizarem;

 e usando filtros especiais antes de libertarem os
  fumos para a atmosfera;
CONCLUSÃO

 Há que ter consciência da importância do carvão
 e da poluição que ele provoca.
 E gerir de forma mais consciente os recursos
 que nos restam, por um Mundo melhor.
BIBLIOGRAFIA
 Manual: Física e Química A – FISICA – 10ºano
 www.google.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Fontes de energia - Carvão Mineral
Fontes de energia - Carvão MineralFontes de energia - Carvão Mineral
Fontes de energia - Carvão Mineral
Bruna M
 
Energia Renovável
Energia RenovávelEnergia Renovável
Energia Renovável
Kaique Dadalto
 
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao RenovaveisEnergias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
Miguel Santos
 
Energias não renováveis
Energias não renováveisEnergias não renováveis
Energias não renováveis
Nome Sobrenome
 
Recursos geológicos
Recursos geológicosRecursos geológicos
Recursos geológicos
margaridabt
 
Petróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e DerivadosPetróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e Derivados
Kelly Ruas
 
petroleo
petroleopetroleo
Combustíveis Fósseis [8º ano]
Combustíveis Fósseis [8º ano] Combustíveis Fósseis [8º ano]
Combustíveis Fósseis [8º ano]
Vivian Reis
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
vallmachado
 
Petroleo
PetroleoPetroleo
Petroleo
Josimar Nunes
 
As Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisAs Energias RenováVeis
As Energias RenováVeis
Leomark7
 
Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano
Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano
Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano
Gabriel Lima
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
Douglas Brites
 
Petróleo e gás natural - 10º D
Petróleo  e gás natural - 10º DPetróleo  e gás natural - 10º D
Petróleo e gás natural - 10º D
Física Química A
 
Energias Renovaveis
Energias RenovaveisEnergias Renovaveis
Energias Renovaveis
João Duarte
 
Aula energia
Aula energiaAula energia
Aula energia
Clécio Bubela
 
05 aula gás natural
05 aula gás natural05 aula gás natural
05 aula gás natural
Homero Alves de Lima
 
Petróleo
PetróleoPetróleo
Petróleo
Rafael Nishikawa
 
Carvão vegetal
Carvão vegetalCarvão vegetal
Carvão vegetal
DCRDANYLA
 
Energia nuclear e impacto ambiental
Energia nuclear e impacto ambientalEnergia nuclear e impacto ambiental
Energia nuclear e impacto ambiental
Ketlin Stringhini
 

Mais procurados (20)

Fontes de energia - Carvão Mineral
Fontes de energia - Carvão MineralFontes de energia - Carvão Mineral
Fontes de energia - Carvão Mineral
 
Energia Renovável
Energia RenovávelEnergia Renovável
Energia Renovável
 
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao RenovaveisEnergias Renovaveis e Nao Renovaveis
Energias Renovaveis e Nao Renovaveis
 
Energias não renováveis
Energias não renováveisEnergias não renováveis
Energias não renováveis
 
Recursos geológicos
Recursos geológicosRecursos geológicos
Recursos geológicos
 
Petróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e DerivadosPetróleo - Uso e Derivados
Petróleo - Uso e Derivados
 
petroleo
petroleopetroleo
petroleo
 
Combustíveis Fósseis [8º ano]
Combustíveis Fósseis [8º ano] Combustíveis Fósseis [8º ano]
Combustíveis Fósseis [8º ano]
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Petroleo
PetroleoPetroleo
Petroleo
 
As Energias RenováVeis
As Energias RenováVeisAs Energias RenováVeis
As Energias RenováVeis
 
Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano
Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano
Efeito estufa - Trabalho de Ciências 8º ano
 
Biomassa
BiomassaBiomassa
Biomassa
 
Petróleo e gás natural - 10º D
Petróleo  e gás natural - 10º DPetróleo  e gás natural - 10º D
Petróleo e gás natural - 10º D
 
Energias Renovaveis
Energias RenovaveisEnergias Renovaveis
Energias Renovaveis
 
Aula energia
Aula energiaAula energia
Aula energia
 
05 aula gás natural
05 aula gás natural05 aula gás natural
05 aula gás natural
 
Petróleo
PetróleoPetróleo
Petróleo
 
Carvão vegetal
Carvão vegetalCarvão vegetal
Carvão vegetal
 
Energia nuclear e impacto ambiental
Energia nuclear e impacto ambientalEnergia nuclear e impacto ambiental
Energia nuclear e impacto ambiental
 

Semelhante a Carvão - 10º B

A energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundoA energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundo
flaviocosac
 
Energia meio ambiente
Energia meio ambienteEnergia meio ambiente
Energia meio ambiente
marco ferreira
 
A importância do carvão mineral
A importância do carvão mineralA importância do carvão mineral
A importância do carvão mineral
Naldo Alencar
 
Recursos Não Renováveis
Recursos Não RenováveisRecursos Não Renováveis
Recursos Não Renováveis
Catiabarbosa
 
Fontes de energia e recursos minerais
Fontes de energia e recursos mineraisFontes de energia e recursos minerais
Fontes de energia e recursos minerais
flaviocosac
 
aula-7-química-do-meio-ambiente.pdf
aula-7-química-do-meio-ambiente.pdfaula-7-química-do-meio-ambiente.pdf
aula-7-química-do-meio-ambiente.pdf
AntonioMarcos839221
 
(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...
(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...
(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...
ssuser6ab917
 
Recursos Energéticos
Recursos EnergéticosRecursos Energéticos
Recursos Energéticos
grupoc1
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
grupoc1
 
Carvão Mineral
Carvão MineralCarvão Mineral
Carvão Mineral
Jocelio Silva
 
Modulo 10 - A Exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A Exploração dos recursos energéticosModulo 10 - A Exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A Exploração dos recursos energéticos
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Energias nao renovaveis
Energias nao renovaveisEnergias nao renovaveis
Energias nao renovaveis
DiogoMoreira
 
Recursos não renováveis
Recursos não renováveisRecursos não renováveis
Recursos não renováveis
dulcemarr
 
Ciencias 8ano
Ciencias 8anoCiencias 8ano
Ciencias 8ano
Raquel Figueiredo
 
Atividades Econômicas
Atividades EconômicasAtividades Econômicas
Atividades Econômicas
Christie Freitas
 
Modulo 10 - A exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A exploração dos recursos energéticosModulo 10 - A exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A exploração dos recursos energéticos
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Central TermoeléCtrica 3 1ª
Central TermoeléCtrica 3   1ªCentral TermoeléCtrica 3   1ª
Central TermoeléCtrica 3 1ª
Inês Fernandes
 
112233
112233112233
aula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptx
aula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptxaula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptx
aula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptx
LarisseAraujo3
 
Fontes de energia.pptx
Fontes de energia.pptxFontes de energia.pptx
Fontes de energia.pptx
Ricardo Diniz campos
 

Semelhante a Carvão - 10º B (20)

A energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundoA energia que movimenta o mundo
A energia que movimenta o mundo
 
Energia meio ambiente
Energia meio ambienteEnergia meio ambiente
Energia meio ambiente
 
A importância do carvão mineral
A importância do carvão mineralA importância do carvão mineral
A importância do carvão mineral
 
Recursos Não Renováveis
Recursos Não RenováveisRecursos Não Renováveis
Recursos Não Renováveis
 
Fontes de energia e recursos minerais
Fontes de energia e recursos mineraisFontes de energia e recursos minerais
Fontes de energia e recursos minerais
 
aula-7-química-do-meio-ambiente.pdf
aula-7-química-do-meio-ambiente.pdfaula-7-química-do-meio-ambiente.pdf
aula-7-química-do-meio-ambiente.pdf
 
(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...
(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...
(Microsoft PowerPoint - aula 7 - qu_355mica do meio ambiente [Modo de Compati...
 
Recursos Energéticos
Recursos EnergéticosRecursos Energéticos
Recursos Energéticos
 
Energia
EnergiaEnergia
Energia
 
Carvão Mineral
Carvão MineralCarvão Mineral
Carvão Mineral
 
Modulo 10 - A Exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A Exploração dos recursos energéticosModulo 10 - A Exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A Exploração dos recursos energéticos
 
Energias nao renovaveis
Energias nao renovaveisEnergias nao renovaveis
Energias nao renovaveis
 
Recursos não renováveis
Recursos não renováveisRecursos não renováveis
Recursos não renováveis
 
Ciencias 8ano
Ciencias 8anoCiencias 8ano
Ciencias 8ano
 
Atividades Econômicas
Atividades EconômicasAtividades Econômicas
Atividades Econômicas
 
Modulo 10 - A exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A exploração dos recursos energéticosModulo 10 - A exploração dos recursos energéticos
Modulo 10 - A exploração dos recursos energéticos
 
Central TermoeléCtrica 3 1ª
Central TermoeléCtrica 3   1ªCentral TermoeléCtrica 3   1ª
Central TermoeléCtrica 3 1ª
 
112233
112233112233
112233
 
aula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptx
aula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptxaula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptx
aula-7-química-do-meio-ambiente-aula.pptx
 
Fontes de energia.pptx
Fontes de energia.pptxFontes de energia.pptx
Fontes de energia.pptx
 

Mais de Física Química A

Carvão - 10º E
Carvão - 10º ECarvão - 10º E
Carvão - 10º E
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º COndas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º C
Física Química A
 
Petróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º CPetróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º C
Física Química A
 
Vento - 10º C
Vento - 10º CVento - 10º C
Vento - 10º C
Física Química A
 
Urânio - 10º C
Urânio - 10º CUrânio - 10º C
Urânio - 10º C
Física Química A
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º CMatéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
Física Química A
 
Água - 10º C
Água - 10º CÁgua - 10º C
Água - 10º C
Física Química A
 
Vento - 10º B
Vento - 10º BVento - 10º B
Vento - 10º B
Física Química A
 
Urânio - 10º B
Urânio - 10º BUrânio - 10º B
Urânio - 10º B
Física Química A
 
Sol - 10º B
Sol - 10º BSol - 10º B
Sol - 10º B
Física Química A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º BPetróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º BOndas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º B
Física Química A
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Física Química A
 
Água - 10º B
Água - 10º BÁgua - 10º B
Água - 10º B
Física Química A
 
Urânio - 10º A
Urânio - 10º AUrânio - 10º A
Urânio - 10º A
Física Química A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º APetróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º AOndas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º A
Física Química A
 
Vento - 10º A
Vento - 10º AVento - 10º A
Vento - 10º A
Física Química A
 
Sol - 10º A
Sol - 10º ASol - 10º A
Sol - 10º A
Física Química A
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º AMatéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Física Química A
 

Mais de Física Química A (20)

Carvão - 10º E
Carvão - 10º ECarvão - 10º E
Carvão - 10º E
 
Ondas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º COndas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º C
 
Petróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º CPetróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º C
 
Vento - 10º C
Vento - 10º CVento - 10º C
Vento - 10º C
 
Urânio - 10º C
Urânio - 10º CUrânio - 10º C
Urânio - 10º C
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º CMatéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
 
Água - 10º C
Água - 10º CÁgua - 10º C
Água - 10º C
 
Vento - 10º B
Vento - 10º BVento - 10º B
Vento - 10º B
 
Urânio - 10º B
Urânio - 10º BUrânio - 10º B
Urânio - 10º B
 
Sol - 10º B
Sol - 10º BSol - 10º B
Sol - 10º B
 
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º BPetróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º B
 
Ondas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º BOndas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º B
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
 
Água - 10º B
Água - 10º BÁgua - 10º B
Água - 10º B
 
Urânio - 10º A
Urânio - 10º AUrânio - 10º A
Urânio - 10º A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º APetróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º A
 
Ondas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º AOndas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º A
 
Vento - 10º A
Vento - 10º AVento - 10º A
Vento - 10º A
 
Sol - 10º A
Sol - 10º ASol - 10º A
Sol - 10º A
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º AMatéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
 

Carvão - 10º B

  • 1. ENERGIAS NÃO RENOVÁVEIS: CARVÃO Trabalho realizado por: Ana Ferreira Catarina Abreu Lara Brito Madalena Ferreira Escola Secundária D. Afonso Henriques
  • 2. ÍNDICE  Introdução  Energias  Energias não renováveis  Carvão:  extracção mineira  hoje em dia  poluição atmosférica
  • 3. INTRODUÇÃO  O carvão é bastante utilizado tanto para gerar energia elétrica em centrais termoeléctricas.  Além desses usos, do carvão mineral pode-se obter gás de uso doméstico. Existe o carvão vegetal, produzido pelo homem através da queima de madeira, mas é o carvão mineral (produzido pela queima de florestas, pela natureza, há milhões de anos) que têm maior poder calorífero e um grande uso industrial.  o carvão mineral, aparece em terrenos sedimentares, especialmente nos períodos Carbonífero e Permiano, da era Paleozóica. O carvão mineral foi importantíssimo do século XVIII ao final do XIX, época da Primeira Revolução Industrial. Os maiores produtores mundiais desse recurso mineral são a China e os Estados Unidos.
  • 4. ENERGIA  A energia é um recurso imprescindível para que a vida no nosso planeta não se extinga.  Precisamos dela para:  nos deslocarmos;  comunicarmos;  cozinhar;  assegurar a iluminação e o conforto térmico nas nossas casas, entre muitas outras acções;  Qualquer acção que implique, por exemplo: movimento, uma variação de temperatura ou a transmissão de ondas, prevê a presença de energia.
  • 5. A energia pode ter uma fonte:  Primária:  As fontes de energia primárias são aquelas que obtemos da natureza, e que dessa forma são utilizadas pelo Homem.  Secundária:  As fontes de energia secundárias são as energias que obtemos a partir de outras, de onde se obtêm após alguma transformação.
  • 6. As energias podem ser:  Renováveis, ou seja energia que é obtida de fontes naturais capazes de se regenerar, e portanto dizem-se inesgotáveis;  Não Renováveis, é um recurso que não pode ser produzido, regenerado ou reutilizado a uma escala que possa sustentar o seu grande consumo.
  • 7. ENERGIAS NÃO RENOVÁVEIS Energia dos Combustíveis Energia Nuclear Fósseis Carvão Gás Natural Petróleo
  • 8. CARVÃO O carvão mineral é um combustível fóssil natural extraído do solo por processos de mineração. É um mineral de cor preta e combustível. É composto primeiramente por átomos de:  Carbono;  Magnésio; De todos os combustíveis produzidos e conservados pela natureza, estima-se que o carvão seja o que existe em maior quantidade.
  • 9. O carvão, têm origem em plantas mortas que se depositaram no solo e que através do calor e da pressão exercida sobre elas foram comprimindo. O tempo de formação do carvão, é em média de 60 mil anos.
  • 10. O carvão emite três tipos de gases:  Co2;  So2;  Nox; Esta fonte de energia vai-se esgotar um dia, devido ao seu uso irracional, e para além deste uso excessivo é uma forma de energia poluente.
  • 11. O carvão quando entra em combustão produz calor e luz. O carvão começou a ser utilizado por volta de 1800. Era utilizado para os barcos e comboios como forma de os fazer andar e no aquecimento. (Em Portugal existiam 2 minas, S.Pedro da Cova e de Santa Susana mas estas encontram-se esgotadas nos dias de hoje.)
  • 12. EXTRACÇÃO MINEIRA A maioria do carvão está no subsolo, para o extrair temos que escavar por vezes a grandes profundidades. Quando o carvão está perto da superfície, dá se o nome de minas a céu aberto. Neste tipo de extracção remove- se a terra e as pedras antes de chegar ao carvão. Depois de separado o carvão da terra e das rochas, estas são deixadas no local para que voltem as condições inicias e possam existir ali novas plantações. Esta acção têm o nome de regeneração.
  • 13. SÉC. XVIII O carvão mineral foi importantíssimo do século XVIII ao final do XIX, época da Primeira Revolução Industrial. Os primeiros paises industrializados, como a Inglaterra, a Alemanha, os Estados Unidos e a França, são todos possuidores de grandes quantidades de carvão. Na industria automovel, o petróleo roubou lugar ao carvão. Assim, no final do século XIX, em 1880, 97% da energia consumida no mundo provinha do carvão, mas em 1970, o petroleo passou a ser a maior fonte de energia. Em 1973, a elevação dos preços de óleo fizeram com que o carvão fosse novamente valorizado.
  • 14. HOJE EM DIA (…) Depois de minerado é limpo, e enviado para o mercado, para ter a utilização que lhe damos hoje em dia, para produzir electricidade. Para produzir electricidade as centrais queimam o carvão, produzindo assim energia. Em Portugal o consumo de carvão para produção de electricidade é na ordem dos 5,5 milhões de toneladas por mês.
  • 15. A maior central termoeléctrica em Portugal fica em Sines, mas devido ao grande consumo do carvão, já não temos produção nacional e este é importado.
  • 16. CARVÃO, UM POLUENTE O carvão quando é queimado, torna-se extremamente poluente. As centrais e as fábricas tentam minimizar a poluição que produzem,  lavando o carvão antes de o utilizarem;  e usando filtros especiais antes de libertarem os fumos para a atmosfera;
  • 17. CONCLUSÃO Há que ter consciência da importância do carvão e da poluição que ele provoca. E gerir de forma mais consciente os recursos que nos restam, por um Mundo melhor.
  • 18. BIBLIOGRAFIA  Manual: Física e Química A – FISICA – 10ºano  www.google.com