SlideShare uma empresa Scribd logo
Escola Secundária D. Afonso HenriquesEnergias renováveisO VentoRealizado por:Raquel Ribeiro nº 21
Sara Silva nº2310ºA
Este trabalho foi proposto pela professora Assunção Matos no âmbito da disciplina de Fisica e Química.Este trabalho tem como objectivo aprofundarmos mais o tema “Energias”, sejam elas renováveis ou não.O tema que iremos apresentar é o vento. Pretendemos com esta apresentação atender a todos os objectivos propostos para a realização deste trabalho.Introdução
O vento é uma fonte inesgotável de energia económica e inofensiva para o ambiente. O vento pode ser considerado como o ar em movimento.Actualmente, a energia do vento pode ser utilizada para produzir electricidade através de aerogeradores.A energia eólica é instalada em vários parques, principalmente, em regiões montanhosas com ventos mais ou menos constantes.O vento como fonte de energia
- Conversão em energia eléctricaO vento pode ser convertido em energia eléctrica, através do uso de aerogeradores.Um aerogerador é um gerador eléctrico integrado ao eixo de um cata-vento cuja missão é converter energia eólica em energia eléctrica. Este tipo de gerador tem se popularizado rapidamente, no entanto, a quantidade de energia produzida por este meio é ainda uma mínima parte da que se consome pelos países desenvolvidos.O vento forte pode rodar as lâminas de uma turbina adaptada para o vento (em vez do vapor ou da água é o vento que faz girar a turbina). A ventoinha da turbina está ligada a um eixo central que contém em cima um fuso rotativo. Este eixo chega até uma caixa de transmissão onde a velocidade de rotação é aumentada. O gerador ligado ao transmissor produz energia eléctrica. Aproveitamento energético
Exemplo de um aerogerador
- Conversão em energia mecânica A energia eólica tem sido aproveitada desde a antiguidade para mover os barcos impulsionados por velas ou para fazer funcionar a engrenagem de moinhos, ao mover as suas pás. Nos moinhos de vento a energia eólica era transformada em energia mecânica, utilizada na moagem de grãos ou para bombear água. Exemplo de um moinho de vento
A energia eólica é renovável, limpa, amplamente distribuída globalmente, e, se utilizada para substituir fontes de combustíveis fósseis, auxilia na redução do efeito estufa;Possui um baixo nível de manutenção dos aerogeradores.Vantagens
Nas proximidades dos parques eólicos é detectada poluição sonora, devido ao ruído produzido, o que condiciona a construção de parques e aerogeradores a determinados locais. Há também quem considere que sua silhueta afecta a paisagem. Os lugares mais apropriados para sua instalação coincidem com as rotas das aves migratórias, o que faz com que centenas de pássaros possam morrer ao chocar contra as suas hélices;Os aerogeradores não podem ser instalados de forma rentável em qualquer área, já que requerem um tipo de vento constante mas não excessivamente forte. Desvantagens
Por Utilização Racional de Energia (URE) entendemos o conjunto de acções e medidas, que têm como objectivo a melhor utilização da energia.Utilizar melhor a energia significa:utilizar menos energia para produzir o mesmo;produzir mais com a mesma energia;inovar nos processos e nos produtos para produzir mais e melhor com menos utilização de energia;A URE é cada vez mais um factor a considerar na economia energética e redução de custos, tanto no sector doméstico como no sector de serviços e industrial.Tendo em conta uma série de recomendações e conselhos úteis, é possível reduzir os consumos energéticos mantendo o conforto e a produtividade das actividades dependentes de energia.Utilização racional de energia

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
cavaco_and_telmao
 
Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
Maria Coutinho
 
Energia eólica 3ºc
Energia eólica 3ºcEnergia eólica 3ºc
Energia eólica 3ºc
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
Maria Coutinho
 
Energias RenováVeis E NãO RenováVeios
Energias RenováVeis E NãO RenováVeiosEnergias RenováVeis E NãO RenováVeios
Energias RenováVeis E NãO RenováVeios
ap8bgrp12
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
Anderson Rockenbach
 
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
G7   energia eólica (trabalho de fisica)G7   energia eólica (trabalho de fisica)
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
cristbarb
 
Energia Eólica Residencial
Energia Eólica ResidencialEnergia Eólica Residencial
Energia Eólica Residencial
Frederico José S. Gomes
 
História Da Energia Eólica
História Da Energia EólicaHistória Da Energia Eólica
História Da Energia Eólica
Instituto Monitor
 
Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,
Maria Teresa Iannaco Grego
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
Rúben Oliveira-Freitas
 
Energia Eólica
Energia Eólica Energia Eólica
Energia Eólica
Denise Vilardo
 
Vento - 10º E
Vento - 10º EVento - 10º E
Vento - 10º E
Física Química A
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Trabalho de energia eolica 2014
Trabalho de energia eolica 2014Trabalho de energia eolica 2014
Trabalho de energia eolica 2014
Halisson Sobral
 
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidadeApresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
Tiago Araujo
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
Murilo Nogueira
 
Energia nuclear, solar e eólica
Energia nuclear, solar e eólicaEnergia nuclear, solar e eólica
Energia nuclear, solar e eólica
Geovana Barbosa
 
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrsEnergia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
fpv_transilvania
 
Energias renováveis / Energia Eólica
Energias renováveis / Energia EólicaEnergias renováveis / Energia Eólica
Energias renováveis / Energia Eólica
Carolina Barreiro
 

Mais procurados (20)

Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 
Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
 
Energia eólica 3ºc
Energia eólica 3ºcEnergia eólica 3ºc
Energia eólica 3ºc
 
Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
 
Energias RenováVeis E NãO RenováVeios
Energias RenováVeis E NãO RenováVeiosEnergias RenováVeis E NãO RenováVeios
Energias RenováVeis E NãO RenováVeios
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
G7   energia eólica (trabalho de fisica)G7   energia eólica (trabalho de fisica)
G7 energia eólica (trabalho de fisica)
 
Energia Eólica Residencial
Energia Eólica ResidencialEnergia Eólica Residencial
Energia Eólica Residencial
 
História Da Energia Eólica
História Da Energia EólicaHistória Da Energia Eólica
História Da Energia Eólica
 
Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,Energia eólica-3ºc ,,
Energia eólica-3ºc ,,
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 
Energia Eólica
Energia Eólica Energia Eólica
Energia Eólica
 
Vento - 10º E
Vento - 10º EVento - 10º E
Vento - 10º E
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Trabalho de energia eolica 2014
Trabalho de energia eolica 2014Trabalho de energia eolica 2014
Trabalho de energia eolica 2014
 
Apresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidadeApresentação geração eólica de eletricidade
Apresentação geração eólica de eletricidade
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Energia nuclear, solar e eólica
Energia nuclear, solar e eólicaEnergia nuclear, solar e eólica
Energia nuclear, solar e eólica
 
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrsEnergia eólica perguntas frequentes pucrs
Energia eólica perguntas frequentes pucrs
 
Energias renováveis / Energia Eólica
Energias renováveis / Energia EólicaEnergias renováveis / Energia Eólica
Energias renováveis / Energia Eólica
 

Destaque

Apresentação sobre energia eólica e solar
Apresentação sobre energia eólica e solarApresentação sobre energia eólica e solar
Apresentação sobre energia eólica e solar
Fernando Sarmento
 
Energia eólica e solar
Energia eólica e solarEnergia eólica e solar
Energia eólica e solar
Laís Karla
 
Energia eolica
Energia eolicaEnergia eolica
Energia eolica
Felipe Nascimento
 
Vento - 10º C
Vento - 10º CVento - 10º C
Vento - 10º C
Física Química A
 
Sara energia eolica
Sara energia eolicaSara energia eolica
Sara energia eolica
energias-sara2011
 
2004, gonçalves, roberto ação do vento em edificações, teoria e exemplos
2004, gonçalves, roberto   ação do vento em edificações, teoria e exemplos2004, gonçalves, roberto   ação do vento em edificações, teoria e exemplos
2004, gonçalves, roberto ação do vento em edificações, teoria e exemplos
James Paiva
 
Energia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLicaEnergia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLica
missgoodmonsson
 
Quimica energia eolica
Quimica energia eolicaQuimica energia eolica
Quimica energia eolica
monicadlp
 
Quando o Vento Soprar
Quando o Vento SoprarQuando o Vento Soprar
Quando o Vento Soprar
PowerPoint Gospel
 
Energia eólica
Energia  eólicaEnergia  eólica
Energia eólica
erijimenez
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
Gabriel Resende
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
Pedro Peixoto
 

Destaque (12)

Apresentação sobre energia eólica e solar
Apresentação sobre energia eólica e solarApresentação sobre energia eólica e solar
Apresentação sobre energia eólica e solar
 
Energia eólica e solar
Energia eólica e solarEnergia eólica e solar
Energia eólica e solar
 
Energia eolica
Energia eolicaEnergia eolica
Energia eolica
 
Vento - 10º C
Vento - 10º CVento - 10º C
Vento - 10º C
 
Sara energia eolica
Sara energia eolicaSara energia eolica
Sara energia eolica
 
2004, gonçalves, roberto ação do vento em edificações, teoria e exemplos
2004, gonçalves, roberto   ação do vento em edificações, teoria e exemplos2004, gonçalves, roberto   ação do vento em edificações, teoria e exemplos
2004, gonçalves, roberto ação do vento em edificações, teoria e exemplos
 
Energia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLicaEnergia Nuclear E Energia EóLica
Energia Nuclear E Energia EóLica
 
Quimica energia eolica
Quimica energia eolicaQuimica energia eolica
Quimica energia eolica
 
Quando o Vento Soprar
Quando o Vento SoprarQuando o Vento Soprar
Quando o Vento Soprar
 
Energia eólica
Energia  eólicaEnergia  eólica
Energia eólica
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 

Semelhante a Vento - 10º A

Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
Maria Coutinho
 
Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
Maria Coutinho
 
Energias Alternativas
Energias AlternativasEnergias Alternativas
Energias Alternativas
Pedro Henriques
 
seminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovávelseminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovável
LiihBraz
 
Energia eólica ok
Energia eólica okEnergia eólica ok
Energia eólica ok
Nute Jpa
 
Fontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveisFontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveis
Renan Gonçalves Donha
 
2001 g3
2001 g32001 g3
2001 g3
cristbarb
 
Energias Renováveis: Éolica
Energias Renováveis: ÉolicaEnergias Renováveis: Éolica
Energias Renováveis: Éolica
Sara Catarina
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
leonardo89barreto
 
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental doisUsinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
mariannamarques11
 
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental doisUsinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
mariannamarques11
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
Michele Pó
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
inesfigueira
 
Energia E Novo
Energia E NovoEnergia E Novo
Energia E Novo
formandostqi
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
Anacleto Damiani
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
Diogo Medeiros
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
Anacleto Damiani
 
Energias Renováveis E Não Renováveios
Energias  Renováveis E  Não  RenováveiosEnergias  Renováveis E  Não  Renováveios
Energias Renováveis E Não Renováveios
ap8bgrp12
 
15a introdução a geração
15a introdução a geração15a introdução a geração
15a introdução a geração
Pedro H. Venske Rocha
 
Fontes de energias renováveis
Fontes de energias renováveisFontes de energias renováveis
Fontes de energias renováveis
Ana Ritaa
 

Semelhante a Vento - 10º A (20)

Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
 
Energia eolica
Energia  eolicaEnergia  eolica
Energia eolica
 
Energias Alternativas
Energias AlternativasEnergias Alternativas
Energias Alternativas
 
seminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovávelseminário sobre energia eólica, energia renovável
seminário sobre energia eólica, energia renovável
 
Energia eólica ok
Energia eólica okEnergia eólica ok
Energia eólica ok
 
Fontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveisFontes de energia renováveis
Fontes de energia renováveis
 
2001 g3
2001 g32001 g3
2001 g3
 
Energias Renováveis: Éolica
Energias Renováveis: ÉolicaEnergias Renováveis: Éolica
Energias Renováveis: Éolica
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental doisUsinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
 
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental doisUsinas eólicas _ ensino fundamental dois
Usinas eólicas _ ensino fundamental dois
 
Energias Renováveis
Energias RenováveisEnergias Renováveis
Energias Renováveis
 
Energia eólica
Energia eólicaEnergia eólica
Energia eólica
 
Energia E Novo
Energia E NovoEnergia E Novo
Energia E Novo
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
 
Energia Eólica
Energia EólicaEnergia Eólica
Energia Eólica
 
Fontes renováveis
Fontes renováveisFontes renováveis
Fontes renováveis
 
Energias Renováveis E Não Renováveios
Energias  Renováveis E  Não  RenováveiosEnergias  Renováveis E  Não  Renováveios
Energias Renováveis E Não Renováveios
 
15a introdução a geração
15a introdução a geração15a introdução a geração
15a introdução a geração
 
Fontes de energias renováveis
Fontes de energias renováveisFontes de energias renováveis
Fontes de energias renováveis
 

Mais de Física Química A

Carvão - 10º E
Carvão - 10º ECarvão - 10º E
Carvão - 10º E
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º COndas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º C
Física Química A
 
Petróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º CPetróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º C
Física Química A
 
Carvão - 10º C
Carvão - 10º CCarvão - 10º C
Carvão - 10º C
Física Química A
 
Urânio - 10º C
Urânio - 10º CUrânio - 10º C
Urânio - 10º C
Física Química A
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º CMatéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
Física Química A
 
Água - 10º C
Água - 10º CÁgua - 10º C
Água - 10º C
Física Química A
 
Vento - 10º B
Vento - 10º BVento - 10º B
Vento - 10º B
Física Química A
 
Urânio - 10º B
Urânio - 10º BUrânio - 10º B
Urânio - 10º B
Física Química A
 
Sol - 10º B
Sol - 10º BSol - 10º B
Sol - 10º B
Física Química A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º BPetróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º BOndas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º B
Física Química A
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Física Química A
 
Carvão - 10º B
Carvão - 10º BCarvão - 10º B
Carvão - 10º B
Física Química A
 
Água - 10º B
Água - 10º BÁgua - 10º B
Água - 10º B
Física Química A
 
Urânio - 10º A
Urânio - 10º AUrânio - 10º A
Urânio - 10º A
Física Química A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º APetróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Física Química A
 
Ondas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º AOndas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º A
Física Química A
 
Sol - 10º A
Sol - 10º ASol - 10º A
Sol - 10º A
Física Química A
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º AMatéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Física Química A
 

Mais de Física Química A (20)

Carvão - 10º E
Carvão - 10º ECarvão - 10º E
Carvão - 10º E
 
Ondas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º COndas e Marés - 10º C
Ondas e Marés - 10º C
 
Petróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º CPetróleo e gás natural - 10º C
Petróleo e gás natural - 10º C
 
Carvão - 10º C
Carvão - 10º CCarvão - 10º C
Carvão - 10º C
 
Urânio - 10º C
Urânio - 10º CUrânio - 10º C
Urânio - 10º C
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º CMatéria orgânica em decomposição - 10º C
Matéria orgânica em decomposição - 10º C
 
Água - 10º C
Água - 10º CÁgua - 10º C
Água - 10º C
 
Vento - 10º B
Vento - 10º BVento - 10º B
Vento - 10º B
 
Urânio - 10º B
Urânio - 10º BUrânio - 10º B
Urânio - 10º B
 
Sol - 10º B
Sol - 10º BSol - 10º B
Sol - 10º B
 
Petróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º BPetróleo e Gás Natural - 10º B
Petróleo e Gás Natural - 10º B
 
Ondas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º BOndas e Marés - 10º B
Ondas e Marés - 10º B
 
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º BMatéria Orgânica em Decomposição - 10º B
Matéria Orgânica em Decomposição - 10º B
 
Carvão - 10º B
Carvão - 10º BCarvão - 10º B
Carvão - 10º B
 
Água - 10º B
Água - 10º BÁgua - 10º B
Água - 10º B
 
Urânio - 10º A
Urânio - 10º AUrânio - 10º A
Urânio - 10º A
 
Petróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º APetróleo e Gás Natural - 10º A
Petróleo e Gás Natural - 10º A
 
Ondas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º AOndas e Marés - 10º A
Ondas e Marés - 10º A
 
Sol - 10º A
Sol - 10º ASol - 10º A
Sol - 10º A
 
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º AMatéria orgânica em decomposição - 10º A
Matéria orgânica em decomposição - 10º A
 

Último

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
rihabkorbi24
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Paulo Emerson Pereira
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Renan Batista Bitcoin
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
InsttLcioEvangelista
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Dantas
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
AlfeuBuriti1
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
Paulo Emerson Pereira
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Carlos Eduardo Coan Junior
 

Último (8)

RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMETRESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
RESTAURANT MANORA HOTEL SINDBAD HAMMAMET
 
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCCEstudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
Estudo de caso apresenta ao Projeto Integrado Multidisciplinar - TCC
 
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoedaRevolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
Revolução da inclusão financeira: Benefícios da criptomoeda
 
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
7 - Gerenciamento e Economia de Sistemas de Operações Logísticas.pdf
 
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdfVeronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
Veronica Daniel Dantas Opportunity Recebe 5 Premios Ademi.pdf
 
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdfGUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
GUIA DE EMPRESA PEDAGOGICA PARA ALUNOS.pdf
 
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
A ADEQUAÇÃO À LGPD DA UNIVERSIDADE UNIVAZADA: UM ESTUDO DE CASO FICTÍCIO DE U...
 
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfilApostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
Apostila GOOGLE MEU NEGÓCIO-Passo a passo detalhado para criar um novo perfil
 

Vento - 10º A

  • 1. Escola Secundária D. Afonso HenriquesEnergias renováveisO VentoRealizado por:Raquel Ribeiro nº 21
  • 3. Este trabalho foi proposto pela professora Assunção Matos no âmbito da disciplina de Fisica e Química.Este trabalho tem como objectivo aprofundarmos mais o tema “Energias”, sejam elas renováveis ou não.O tema que iremos apresentar é o vento. Pretendemos com esta apresentação atender a todos os objectivos propostos para a realização deste trabalho.Introdução
  • 4. O vento é uma fonte inesgotável de energia económica e inofensiva para o ambiente. O vento pode ser considerado como o ar em movimento.Actualmente, a energia do vento pode ser utilizada para produzir electricidade através de aerogeradores.A energia eólica é instalada em vários parques, principalmente, em regiões montanhosas com ventos mais ou menos constantes.O vento como fonte de energia
  • 5. - Conversão em energia eléctricaO vento pode ser convertido em energia eléctrica, através do uso de aerogeradores.Um aerogerador é um gerador eléctrico integrado ao eixo de um cata-vento cuja missão é converter energia eólica em energia eléctrica. Este tipo de gerador tem se popularizado rapidamente, no entanto, a quantidade de energia produzida por este meio é ainda uma mínima parte da que se consome pelos países desenvolvidos.O vento forte pode rodar as lâminas de uma turbina adaptada para o vento (em vez do vapor ou da água é o vento que faz girar a turbina). A ventoinha da turbina está ligada a um eixo central que contém em cima um fuso rotativo. Este eixo chega até uma caixa de transmissão onde a velocidade de rotação é aumentada. O gerador ligado ao transmissor produz energia eléctrica. Aproveitamento energético
  • 6. Exemplo de um aerogerador
  • 7. - Conversão em energia mecânica A energia eólica tem sido aproveitada desde a antiguidade para mover os barcos impulsionados por velas ou para fazer funcionar a engrenagem de moinhos, ao mover as suas pás. Nos moinhos de vento a energia eólica era transformada em energia mecânica, utilizada na moagem de grãos ou para bombear água. Exemplo de um moinho de vento
  • 8. A energia eólica é renovável, limpa, amplamente distribuída globalmente, e, se utilizada para substituir fontes de combustíveis fósseis, auxilia na redução do efeito estufa;Possui um baixo nível de manutenção dos aerogeradores.Vantagens
  • 9. Nas proximidades dos parques eólicos é detectada poluição sonora, devido ao ruído produzido, o que condiciona a construção de parques e aerogeradores a determinados locais. Há também quem considere que sua silhueta afecta a paisagem. Os lugares mais apropriados para sua instalação coincidem com as rotas das aves migratórias, o que faz com que centenas de pássaros possam morrer ao chocar contra as suas hélices;Os aerogeradores não podem ser instalados de forma rentável em qualquer área, já que requerem um tipo de vento constante mas não excessivamente forte. Desvantagens
  • 10. Por Utilização Racional de Energia (URE) entendemos o conjunto de acções e medidas, que têm como objectivo a melhor utilização da energia.Utilizar melhor a energia significa:utilizar menos energia para produzir o mesmo;produzir mais com a mesma energia;inovar nos processos e nos produtos para produzir mais e melhor com menos utilização de energia;A URE é cada vez mais um factor a considerar na economia energética e redução de custos, tanto no sector doméstico como no sector de serviços e industrial.Tendo em conta uma série de recomendações e conselhos úteis, é possível reduzir os consumos energéticos mantendo o conforto e a produtividade das actividades dependentes de energia.Utilização racional de energia
  • 11. Com esta apresentação mostramos o vento como uma energia limpa, ou seja, renovável. Também apresentamos as várias maneiras como essa energia pode ser utilizada, bem como as suas vantagens e desvantagens. Por fim expusemos a utilização racional da energia, o seu significado e as diferentes maneiras de o realizar.Conclusão