SlideShare uma empresa Scribd logo
1
OTÁVIO LUIZ MACHADO (ORG.)
ASPECTOS DA HISTÓRIA DAS JUVENTUDES BRASILEIRAS
(1930-1985): UM RESGATE HISTÓRICO SEM PÁGINA VIRADA
[VOLUME 8: EFEMÉRIDES I]
2
Copyright 2013 by Otávio Luiz Machado
Capa: Editora Prospectiva
Fotos de capa: Arquivo digital de Otávio Luiz Machado
Revisão: Otávio Luiz Machado
Edição: Editora Prospectiva
_____________________________
Machado, Otávio Luiz. Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-
1985): um resgate histórico sem página virada [volume 8: efemérides I]. –
Frutal: Prospectiva, 2013.
ISBN: 978-85-67463-25-4
1. Estudantes– Comportamento. 2. Memória Histórica. 3. Educação
extracurricular.
CDU316.6:378.4
Contatos com o autor:
Caixa Postal nº 1, 382000-000 Frutal-MG
E-mail: otaviomachado3@yahoo.com.br
Tel: (34) 9668-9575
3
AGRADECIMENTOS
Um trabalho de tamanha dimensão não se faz sozinho. O ato de
agradecer é um demonstrativo de que tantas outras pessoas foram
importantes para a sua plena realização. Na impossibilidade de
registrar todos os nomes (o que poderia gerar esquecimentos injustos
nessa hora), o que faço inicialmente é dizer o meu muito obrigado a
todos os estudantes que participaram ativamente ou mesmo
indiretamente em vários projetos, cujos nomes já estão registrados em
tantos outros trabalhos que produzimos, o que também vale aos
colaboradores, interlocutores, apoiadores, depoentes e pessoas de
diversas instituições que nos ajudaram a localizar os Documentos.
Cabe registrar que boa parte do que é apresentado aqui veio de
arquivos particulares, o que só aumenta a nossa responsabilidade
com a sua publicização.
Aqui poderia falar da emoção de ter o acesso pessoalmente junto
às pessoas ou de ter a grata satisfação de receber correspondências
com o envio de diversos documentos doados aos nossos projetos.
Lembro-me da emoção de abrir algumas correspondências vindas em
Sedex na qual estavam muitos Documentos de rara e preciosa lavra.
São gestos de confiança ou até de carinho que aumenta a nossa
motivação e explica um pouco a longevidade do nosso trabalho, que
nunca deixou de contribuir e de atuar, tornando-se uma porta de
entrada para um suporte a tantos outros trabalhos.
4
Não foi por acaso que construímos um trabalho que se configura
como o mais vigoroso no resgate da história das juventudes
brasileiras, sendo um esforço coletivo que conseguimos agrupar e
expandir para todo o Brasil. Muito ainda precisa ser feito para que os
brasileiros e brasileiras conheçam a história dos movimentos juvenis
e das juventudes em tantas outras particularidades.
Recife, Janeiro de 2013.
Otávio Luiz Machado
5
SUMÁRIO GERAL COM
TODOS OS VOLUMES
VOLUME 1
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
DOCUMENTO DO CENTRO ACADÊMICO CLORINDO BURNIER
DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE JUIZ DE FORA, 1932 [SOBRE A
REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE ENGENHEIRO]
UM DOS DOCUMENTOS DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA
ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DE MINAS
6
GERAIS (ATUAL UFMG). EM DESTAQUE A REFORMA DA
EDUCAÇÃO SUPERIOR, 1933
TEXTO PRÉ-HISTÓRIA DA U.N.E. E SUA FUNDAÇÃO,
INSTALAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO (BASEADA EM MINHAS
MEMÓRIAS, NO LIVRO “O PODER JOVEM” DE ARTHUR
POERNER E NA MEMÓRIA DE DANTE VIGGIANI), POR IRUN
SANT´ ANNA
ESTATUTOS DO CONSELHO NACIONAL DE ESTUDANTES DA
UNE, 1937
RESOLUÇÕES DA ASSEMBLÉIA DO CONSELHO NACIONAL
DOS ESTUDANTES, PROGRAMA PARA O PERÍODO DE 1939-40
REPRODUÇÃO DA CARTA DA CASA DO ESTUDANTE SE
DESLIGANDO DA UNE, 1940
DECRETO LEI N. 4.105, QUE RECONHECE A UNIÃO NACIONAL
DOS ESTUDANTES (1942)
JORNAL O POLITÉCNICO ESCOLA POLITÉCNICA DA USP. EM
DESTAQUE A LUTA PELA AUTONOMIA DA UNIVERSIDADE,
1946
7
NOTA DO PRESIDENTE DA UNE (ROBERTO GUSMÃO) LIDA
NO CONGRESSO NACIONAL BRASILEIRO EM 03/10/1947
CONSTITUIÇÃO DA UNIÃO DOS ESTUDANTES DE
PERNAMBUCO (UEP), 1949
DESTAQUE DE UM DOS CONGRESSOS DE ESTUDANTES DE
ENGENHARIA NOS ANOS 1950 – GENIVAL BARBOSA
GUIMARÃES
DISCURSO DE FORMATURA DE RUBENS PAIVA NA ESCOLA
DE ENGENHARIA DO MACKENZIE, SÂO PAULO-SP, INÍCIO
DOS ANOS 1950 (REPRODUÇÃO DE UMA REVISTA QUE
PRESTOU UMA HOMENAGEM AO AUTOR DO DISCURSO)
NOTA DA UNE SOBRE TÉRMINO DA GREVE, 1953
DOCUMENTO COM HISTÓRICO DOS CONGRESSOS
NACIONAIS DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, REVISTA
ACADÊMICA DA UNIVERSIDADE DO RECIFE, 1953
TESE ESTUDANTIL APRESENTADA NO III CONGRESSO
NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, RECIFE-PE,
1955
8
TESE ESTUDANTIL APRESENTADA NO III CONGRESSO
NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, RECIFE-PE,
1955
UMA DAS CAPAS DO JORNAL O VIBRADOR, PUC-RJ, 1956
TESE DEFENDIDA POR NELSON JANOT MARINHO (PUC-RJ) NO
IV CNEE, 1956
DOCUMENTO V FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE ARTE, 1956
ANAIS DO IV CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE
ENGENHARIA, NITERÓI-RJ, 1956
DOCUMENTO LIVRO DO GRÊMIO LITERÁRIO TRISTÃO DE
ATAÍDE (GLTA), OURO PRETO-MG, 1952
PROJETO DO REGIMENTO INTERNO DO V CONGRESSO
NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, OURO
PRETO-MG, 1957
DOCUMENTO 2º BOLETIM INFORMATIVO DO V CONGRESSO
NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, 1957
9
TESE “A PSICOLOGIA E A ESCOLA”, APRESENTADA NO V
CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA,
QUE OCORREU EM OURO PRETO-MG, 1957
TESE ESTUDANTIL “CONVERSÃO DE DISTÂNCIAS...”, POR
KLEBER PINTO E FABIANO SAYÃO”, APRESENTADA NO V
CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA,
QUE ACONTECEU EM OURO PRETO-MG NO ANO DE 1957
TESE ESTUDANTIL: “AEROFOTOGRAMETRIA”, DE JOSÉ JORGE
SEIXAS, APRESENTADA NO III CONGRESSO NACIONAL DE
ESTUDANTES DE ENGENHARIA, QUE ACONTECEU EM RECIFE-
PE, 1955
TESE ESTUDANTIL HABITAÇÃO: PROBLEMA NACIONAL DO
ESTUDANTE, DE JOSÉ CERQUEIRA ANTUNES, QUE FOI
APRESENTADA NO V CONGRESSO NACIONAL DOS
ESTUDANTES DE ENGENHARIA, REALIZADO EM OURO
PRETO-MG, 1957
TESE ESTUDANTIL DA NECESSIDADE DA COORDENAÇÃO
ENTRE OS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, QUE FOI
APRESENTADA NO V CONGRESSO NACIONAL DOS
ESTUDANTES DE ENGENHARIA, REALIZADO EM OURO
PRETO-MG, 1957
10
CARTAZ DA PRIMEIRA SEMANA NACIONAL DE ESTUDANTES
DE FILOSOFIA, CURITIBA-PR, 1958
SÚMULA DOS NOSSOS PROBLEMAS, DIRETÓRIO ACADÊMICO
DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE PERNAMBUCO, 1958
PLACA DE INAUGURAÇÃO DO RESTAURANTE DA ESCOLA DE
MINAS DE OURO PRETO (REMOP), 1959
LIVRETO DESTINADO AOS ESTUDANTES INTITULADO O QUE
É A ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO RECIFE,
1960
DISCURSO DE CELSO FURTADO PARA A TURMA DE
FORMANDOS DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO, 1961
DOCUMENTO A UNE E O GOLPE [SOBRE A PARTICIPAÇÃO DA
UNE NA CAMPANHA DA LEGALIDADE], PORTO ALEGRE-RS,
1961
REPRODUÇÃO DO TEXTO “UNE E POLÍTICA EXTERNA”, UNE 25
ANOS, 1960
11
ANTEPROJETO DE REFORMA DO ESTATUTO DA UNE, DÉCADA
DE 1960
CONSTITUIÇÃO DOS ESTUDANTES DE MINAS GERAIS, UEE-
MG, 1960
DOCUMENTO COM O RELATÓRIO DA CPI DA UNE, BEASÍLIA-
DF, 1962
DOCUMENTOS DO VI CONGRESSO NACIONAL DOS
ESTUDANTES DE MEDICINA, SANTA MARIA-RS, 1961
BOLETIM INFORMATIVO AOS CONGRESSISTAS DO I
SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, UNE,
1961
REGIMENTO INTERNO DO I SEMINÁRIO DE REFORMA
UNIVERSITÁRIA, UNE, 1961
DOCUMENTO “PROPOSTA DA BANCADA DE SÃO PAULO AO I
SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA”, UNE,
1961
REPRODUÇÃO DA TESE DA UEE-SE AO 1 SEMINÁRIO
NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA INTITULADA
12
“REFORMA UNIVERSITÁRIA: UMA POLÍTICA PARA A
REFORMA”, UNE, 1961
DOCUMENTO “CONCLUSÕES DO PRIMEIRO SEMINÁRIO DE
REFORMA UNIVERSITÁRIA DA FACULDADE DE MEDICINA DA
UFMG”, 1961
DOCUMENTO DA UEE-MG INTITULADO “DIRETRIZES PARA
UMA REFORMA DA UNIVERSIDADE MINEIRA, 1961
DOCUMENTO DA FEDERAÇÃO DOS ESTUDANTES DA UFRGS
INTITULADO “REFORMA UNIVERSITÁRIA:
DEMOCRATIZAÇÃO DO ENSINO”, 1961
REPRODUÇÃO DA TESE APRESENTADA PELA BANCADA DE
SERGIPE NO I SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA
UNIVERSITÁRIA, UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES (UNE),
1961
DOCUMENTO “PROPOSTA DA BANCADA DE SERGIPE AO I
SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA”, UNE,
1961
DOCUMENTOS DA CASA DO ESTUDANTE DE OURO PRETO,
1962-1963
13
TESE APRESENTADA PELA UFF – NO II SEMINÁRIO NACIONAL
DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, 1962. TÍTULO: UNIVERSIDADE
COMO PARTE DE UM PROCESSO TOTAL DE
TRANSFORMAÇÃO DO BRASIL
DOCUMENTO DA UNIÃO DOS ESTUDANTES DO PARÁ AO II
SEMINÁRIO DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, UNE, 1962
CARTA DO PARANÁ, 1962 [SOBRE OS DEBATES ACERCA DA
REFORMA UNIVERSITÁRIA]
TESE “REFORMA UNIVERSITÁRIA: INSTRUMENTO POLÍTICO
NA LUTA DO ESTUDANTE”, UNE, 1962
DOCUMENTOS DA GREVE ESTUDANTIL DOS ESTUDANTES
DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO-MG, 1962
CAMPANHA DE ALFABETIZAÇÃO DOS ESTUDANTES DA
ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO-MG, 1962
14
VOLUME 2
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
DOCUMENTOS DO TEATRO DA ESCOLA DE MINAS DE OURO
PRETO DO INÍCIO DOS ANOS 1960
“ENTERRO “ SIMBÓLICO DO PROFESSOR JOAQUIM MAIA
PELOS ESTUDANTES DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO,
ANOS 1960
PROTESTOS ESTUDANTIS DOS ESTUDANTES DA ESCOLA DE
MINAS DE OURO PRETO, ANOS 1960
BOLETIM DA UNIÃO DOS ESTUDANTES DE PERNAMBUCO
(UEP), 1962 – TRECHOS
15
CIRCULAR “AOS ESTUDANTES DA AMÉRICA LATINA”, FEITO
PELA SECRETARIA EXECUTIVA LATINO-AMERICANA DE
ESTUDANTES DE ENGENHARIA, 1963
DOCUMENTO UNE: LUTA ATUAL PELA REFORMA
UNIVERSITÁRIA, 1963
LIVRETO O QUE É A UNE, 1963
CIRCULAR DA UNE SOBRE AMPLIAÇÃO DO NÚMERO DE
VAGAS NAS UNIVERSIDADES, JANEIRO DE 1964
OFÍCIO-CIRCULAR DO GENERAL GUEDES FECHANDO TODOS
OS DIRETÓRIOS ACADÊMICOS DO ESTADO DE MINAS
GERAIS, 14 DE ABRIL DE 1964
MANIFESTO “AOS UNIVERSITÁRIOS”, ASSINADO POR
PRESIDENTES DE UEES EM 1964
DOCUMENTOS DO MOVIMENTO ESTUDANTIL NA UFPE PÓS
GOLPE DE 64 (COM AS ELEIÇÕES DO DCE DA UFPE E
INFORMES DOS NOMES DOS MEMBROS DAS ENTIDADES
ESTUDANTIS NA INSTITUIÇÃO)
16
DOCUMENTOS DAS LIDERANÇAS ESTUDANTIS DA UFPE
REQUERENDO ELEIÇÕES PARA O DCE, 1965
DECRETO Nº 57.634, DE 1966, QUE SUSPENDE A UNE
DECRETO Nº 58.921, DE 1966, QUE SUSPENDE A UEE-MG
DESTAQUE DE UM DOS NÚMEROS DO JORNAL O MARTELO,
DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS DE OURO
PRETO: “POLÍTICA EDUCACIONAL DO GOVÊRNO:
REPRESSÃO”, 1968
DOCUMENTOS FOTOS CENAS DE 1968 ATRAVÉS DA REVISTA
VEJA
DOCUMENTO DEFENDER A UNE E REALIZAR VIGOROSAS
AÇÕES DE MASSAS, 1968
DOCUMENTO O MOVIMENTO ESTUDANTIL E A LUTA
POPULAR, POR JEAN MARC, 1968
DOCUMENTO O POVO NA LUTA DERROTA A DITADURA E
EXPULSA O IMPERIALISMO, 1968
17
DOCUMENTO PROGRAMA PARA O MOVIMENTO
ESTUDANTIL, 1968
DECRETO Nº 64.305 - SUSPENDE A FEDERAÇÃO DE
ESTUDANTES DA UNB, 1969
REPÚBLICA AQUARIUS DE OURO PRETO-MG, UMA
CONQUISTA DO MOVIMENTO ESTUDANTIL UNIVERSITÁRIO,
1968-69
DESTAQUE DE UMA DAS PARTES DO LIVRO DE FORMATURA
DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO, EM 1969. JURAMENTO
DOS ENGENHEIRANDOS
ESTATUTO DO MOVIMENTO POR OURO PRETO, ANOS 1970
INFORMATIVO SOBRE 1º SEMINÁRIO REGIONAL DE
ENGENHARIA CENTRO ACADÊMICO ARMANDO SALLES
OLIVEIRA CAASO, ANOS 1970
UM DOS NÚMEROS DO “SUPLEMENTO”: CENTRO
ACADÊMICO SANTOS DUMONT DO INSTITUTO
TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA (ITA), 1973
DOCUMENTO ESTUDANTES DE ENGENHARIA ANALISAM O
ENSINO DE ENGENHARIA NO BRASIL, 1974
18
RELATÓRIO DA CASA DO ESTUDANTE DE PERNAMBUCO 1970-
74
CAPA DE UM NÚMEROS DO JORNAL “O MARTELO”, DO
DIRETÓRIO ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS DA
UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO, 1976
DOCUMENTOS DA ÉPOCA DE ZÉLIO FURTADO PRESIDENTE
DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA FACULDADE DE DIREITO DA
UFPE, RECIFE-PE, MEADOS DOS ANOS 1970
REPRODUÇÃO DO JORNAL “SEMINÁRIO DOS ESTUDANTES
DE ENGENHARIA, 1978
PROTESTOS DOS ESTUDANTES DE OURO PRETO NOS ANOS
1970
ASSEMBLÉIA GERAL DOS ESTUDANTES DA UFOP NO CENTRO
ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS (CAEM), 1975
19
VOLUME 3
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
LIVRETO CAASO, 25 ANOS DE LUTA, 1978
LIVRETO 75 ANOS DO GRÊMIO POLITÉCNICO DA USP, 1978
LIVRO MEMOREX: ELEMENTOS PARA A HISTÓRIA DA UNE,
1978 (COM POSFÁCIO)
PARTES DO LIVRO A VOLTA DA UNE: DE IBIÚNA A
SALVADOR (ORGANIZADO POR LUIZ HENRIQUE
ROMAGNOLI E TANIA GONÇALVES), 1979
CARTAZ DO I CONGRESSO DA UEE-MG, RECONSTRUÇÃO, 1979
20
DOCUMENTO “DISCURSO DE DORALINA RODRIGUES NO
CONGRESSO DE ABERTURA DA REABETURA DA UEE-MG,
OURO PRETO, 1979
MATÉRIA SOBRE DORALINA RODRIGUES EM CONGRESSO
ESTUDANTIL EM OURO PRETO-MG, 1979: “EX-DIRIGENTE DA
UNE REAPARECE”
DOCUMENTO “REUNIÃO DA DIRETORIA PROVISÓRIA DA
UEE-MG”, EM 1979
CARTAZ DO II CONGRESSO DA UEE-MG, ANOS 1980
DOCUMENTO VAMOS BOTAR DE PÉ A NOSSA UEE, JORNAL
MURAL DA UEE/MG Nº 1, S.D.
JORNAL PRÓ-UNE, UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES
(UNE), 1979
BOLETIM POR UMA NOVA UNE, 1982
BOLETIM N. 5 DO 34º CONGRESSO DA UNE”, 1982
21
JORNAL DO CENTRO DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA DA
ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO
RIO GRANDE DO SUL, 1983
PROTESTOS ESTUDANTIS EM OURO PRETO-MG, 1983
DOCUMENTO LIVRO A UNE CONTRA O SNI, 1987
MANUAL DO XIX ECEM - ENCONTRO DE ESTUDANTES DE
MEDICINA, 1988
FOTOS DA MILITÂNCIA NA JUVENTUDE DO PSB E
MILITÂNCIA DA JSB NAS PASSEATAS PELO IMPEACHMENT
DE COLLOR NA AVENIDA PAULISTA (SP), 1992
22
VOLUME 4
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
TRECHOS DO LIVRO UNE: REENCONTRO DO BRASIL COM A
SUA JUVENTUDE, 1994
ESPECIAL 40 ANOS DO MOVIMENTO DE CULTURA POPULAR
(MCP) COM O LIVRO MEMORIAL DO MCP, 1986
CAMPANHA SOLIDARIEDADE UFOPIANA, UFOP, OURO PRETO-
MG, 1996-97
ESPECIAL 20 ANOS DE CRIAÇÃO DO CENTRO DE ASSISTÊNCIA
ESTUDANTIL DA UFOP (REPRODUÇÃO DAS ATAS DE 1977), 1997
EQUIPE PREMIADA DA UFOP NO PROGRAMA UNIVERSIDADE
SOLIDÁRIA, 1998
23
PROJETO RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DAS REPÚBLICAS
ESTUDANTIS DA UFOP, 2000
PROTESTO DOS ESTUDANTES DA UFOP NA REITORIA, OURO
PRETO-MG, 2002
VOLUME 5
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
DOCUMENTOS GREVE ESTUDANTIL DA FFLCH-USP, 2002
(ORGANIZADO POR ROSA UDAETA)
PROTESTO DOS ESTUDANTES DA UFOP NA REITORIA, OURO
PRETO-MG, 2002
24
ESPECIAL 40 ANOS DO GOLPE DE 1964:
* (DOCUMENTO 1): ENCARTE DITADURA NUNCA MAIS -
SOBRE 1964 NA REVISTA DA FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO
** (DOCUMENTO 2): MATÉRIA DO IBAD SOBRE UNE
*** (DOCUMENTO 3): TELEGRAMA DO MARECHAL TAURINO
AO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO EM JUNHO DE 1964
(SOBRE PRESOS POLÍTICOS)
**** (DOCUMENTO 4): INFORME DO DOPS-PE INTITULADO A
UNE E A REVOLUÇÃO (1964)
***** (DOCUMENTO 5): ÍNDICE DOS INDICIADOS NO IPM UNE-
UBES-PE
****** (DOCUMENTO 6): RELAÇÃO DE ELEMENTOS COM
ATIVIDADES SUBVERSIVAS, 1972
SEMINÁRIO MEMÓRIA DO MOVIMENTO ESTUDANTIL, RIO
DE JANEIRO, 2005
CAMPANHA DAS REPÚBLICAS DA UFOP, OURO PRETO-MG,
ANOS 2006
25
SEMINÁRIO MOVIMENTOS ESTUDANTIS NO BRASIL E
HOMENAGEM À RUI FRAZÃO SOARES, COM PALESTRA DE
OTÁVIO LUIZ MACHADO, UFF, NITERÓI-RJ, 2007
50 ANOS DA REPÚBLICA FORMIGUEIRO DE OURO PRETO: EM
DESTAQUE PROPAGANDA SOBRE A CONSTRUÇÃO
DAS_REPÚBLICAS ARCA E FORMIGUEIRO
TESE DA CORRENTE PROLETÁRIA ESTUDANTIL AO
CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DA UNE, 2007
CONGRESSO DE ESTUDANTES DA UFPI (DEBATE DE OTÁVIO
LUIZ MACHADO E DEMAIS PALESTRANTES), TERESINA-PI,
2008
DOCUMENTOS DE CONSTRUÇÃO DE UMA POLÍTICA DE
JUVENTUDE EM PERNAMBUCO, 2007-2008
RODA DE DIÁLOGO DA JUVENTUDE DA ETAPAS (COM
DESTAQUE PARA A PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO
SOBRE OS MOVIMENTOS JUVENIS DE 1968), RECIFE-PE, 2008
26
40 ANOS DE 1968: DEPOIMENTO DE FRANKLIN MARTINS
INTITULADO “LUTAR É PRECISO E É O MAIS IMPORTANTE: A
GRANDE HERANÇA DE 1968 40 ANOS DEPOIS
PROTESTO DOS BOLSISTAS DO PROGRAMA CONEXÕES DE
SABERES DA UFPE, RECIFE-PE, 2009
REITORIA DA UFMA OCUPADA (03 DE JUNHO DE 2009)
DIVULGAÇÃO DE LIVRO SOBRE AS REPÚBLICAS ESTUDANTIS
DE OURO PRETO-MG DE AUTORIA DE OTÁVIO LUIZ
MACHADO (ENCARTE COLORIDO SOBRE AS REPÚBLICAS),
2009
ENCONTRO NACIONAL DE CASAS DE ESTUDANTES DA
SENCE (TAMBÉM COM A PARTICIPAÇÃO DO PROJUPE COM A
PRESENÇA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO, UFPA, 2009
40 ANOS DA REPÚBLICA AQUARIUS DE OURO PRETO-MG:
RECORDANDO O CONVITE DA REPÚBLICA AQUARIUS NO
CENTENÁRIO DA ESCOLA DE MINAS DA UFOP, 1976
SEMINÁRIO JUVENTUDES PERNAMBUCANAS EM
PERSPECTIVA, UFPE, RECIFE-PE, OUTUBRO DE 2009
(ORGANIZADO PELO PROJUPE)
27
FOLDER DO XXII ERED/ERAJU, SÃO LUÍS-MA, 2009
PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO PARA JUVENTUDE
DO PDT NA UNIVERSIDADE LEONEL BRIZOLA, 2009
PARTICIPAÇÃO DO PROJUPE (COM OTÁVIO LUIZ MACHADO)
NO I COLÓQUIO NACIONAL ESTUDOS INTERDISCIPLINARES
SOBRE INFÂNCIA E JUVENTUDE, UEPB, CAMPINA GRANDE-PB,
2009
APRESENTAÇÃO DO TRABALHO DO PROJUPE SOBRE
JUVENTUDES NO CONGRESSO NORDESTINO DE EXTENSÃO
(CNEU), UFRPE, RECIFE-PE, 2010
REUNIÃO COM EQUIPE DO CONEXÕES DOS SABERES, 2010
PROGRAMA PROJUPE VISITANDO O CASE DE JABOATÃO DOS
GUARARAPES , OUTUBRO DE 2010
MESA SOBRE JUVENTUDES NO ENCONTRO DE CIÊNCIAS
SOCIAIS DA UFPE, RECIFE-PE, NOVEMBRO DE 2010
PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO SOBRE OS 95 ANOS
DO CENTRO ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS DE OURO
PRETO (CAEM), OURO PRETO-MG, 2010
28
RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA MILITÂNCIA DE ANTÔNIO
CARLOS BICALHO LANA E SONIA MARIA ANGEL (MORTOS
PELA DITADURA CIVIL-MILITAR NOS ANOS 1970), OURO
PRETO, 2010
VOLUME 6
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
1º SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES ORGANIZADO PELO
PROJUPE, UFPE, RECIFE-PE, ABRIL DE 2010
SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA,
DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA DO PROJUPE, UFPE,
RECIFE-PE, NOV. DE 2010
29
SLIDES DA APRESENTAÇÃO DE HELENA ABRAMO
INTITULADA JUVENTUDES E DIREITOS SOCIAIS: ANOTAÇÕES
DE UMA PESQUISA, SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES,
DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE,
RECIFE, NOVEMBRO DE 2010
SLIDE DA APRESENTAÇÃO DE DENIS BERNARDES E JULIENE
TENÓRIO INTITULADA JUVENTUDE NO BRASIL: CONTROLE E
LEGITIMIDADE (1930-1945), SEMINÁRIO NACIONAL
JUVENTUDES, DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E
CIDADANIA, UFPE, RECIFE, NOVEMBRO DE 2010
SLIDE DA APRESENTAÇÃO DE JOSÉ VIEIRA DA CRUZ
INTITULADA MEMÓRIAS DA JUVENTUDE UNIVERSITÁRIA
NO NORDESTE BRASILEIRO NOS TEMPOS DA DITADURA
MILITAR, SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES,
DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE,
RECIFE, NOVEMBRO DE 2010
SLIDE DA APRESENTAÇÃO DE LEDA CRISTINA DA SILVA
INTITULADA PROJETO QUÍMICA SEM FRONTEIRAS: UMA
CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL
DA JUVENTUDE NO MUNICÍPIO DE NAZARÉ DA MATA-PE,
SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA,
30
DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE, RECIFE,
NOVEMBRO DE 2010
SLIDE DA APRESENTAÇÃO DA EQUIPE DO CONEXÕES DE
SABERES DA UFPE INTITULADA CONEXÕES DE SABERES:
DIÁLOGOS ENTRE A UNIVERSIDADE E AS COMUNIDADES
POPULARES, SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES,
DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE,
RECIFE, NOVEMBRO DE 2010
PROTESTO CONTRA AUMENTO DE PASSAGENS EM RECIFE-PE,
2011
ENCONTRO DE BANDAS NO ALTO JOSÉ DO PINHO,
FEVEREIRO DE 2011
PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO NA FACULDADE
FUNESO SOBRE JUVENTUDES, SETEMBRO DE 2011
OFICINA COORDENADA PELO PROJUPE SOBRE JUVENTUDES
NO CAMPUS DA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO DE
NAZARÉ DA MATA, OUTUBRO DE 2011
BATALHAS DE HIP-HOP NO PARQUE 13 DE MAIO, RECIFE-EPE,
OUTUBRO DE 2011
31
PROTESTO DOS ESTUDANTES DO CAMPUS DA
UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO (UPE) EM NAZARÉ DA
MATA-PE, 2011
DOCUMENTO ESCLARECENDO O CASO USP (PRA QUEM VÊ DE
FORA), NOVEMBRO DE 2011
DOCUMENTO CARTA DOS ESTUDANTES EM GREVE DA
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AO GOVERNO DE SP
DOCUMENTO HISTÓRICO: DESABAFO DE QUEM TAVA LÁ
[REINTEGRAÇÃO DE POSSE DA USP]
DOCUMENTO ATO OCCUPY UFPE EM REPÚDIO À
CRIMINALIZAZÃO DXS ESTUDANTES USP
APRESENTANDO O TRABALHO DO PROJUPE SOBRE
JUVENTUDES NO EVENTO CTCM (EM DESTAQUE OTÁVIO LUIZ
MACHADO), INSTITUTO BRENNAND, 2011
PROGRAMA OPINIÃO PERNAMBUCO DA TV UNIVERSITÁRIA
DA UFPE (TVU) DEBATENDO O TEMA PROTAGONISMO
JUVENIL, DEZEMBRO DE 2011 (COM CAMILA LAURENTINO,
OTÁVIO LUIZ MACHADO, JOELSON E O APRESENTADOR
VALDIR)
32
VOLUME 7
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
FOTOS MOVIMENTO PUNK VIVO EM RECIFE NOS IDOS DE
2012
FOTOS DA CASA DO ESTUDANTE DE PERNAMBUCO, RECIFE-
PE, 07 DE FEVEREIRO DE 2012
CARTAZ DA CHAMADA PELO DCE DA UFRPE DO ATO DE
REMATRÍCULA DO ESTUDANTE ODIJAS CARVALHO, 2012
ALGUNS DOCUMENTOS DOS PROTESTOS ESTUDANTIS
CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS DE ONIBUS, RECIFE-
PE, 27 DE JANEIRO DE 2012
33
BASTIDORES DO DOCUMENTÁRIO SOBRE O MOVIMENTO
ESTUDANTIL DA FACULDADE DE DIREITO DA UFPE, JULHO
DE 2012
DOCUMENTOS DA ELEIÇÃO DO DCE DA UNIVERSIDADE
CATÓLICA DE PERNAMBUCO (UNICAP), OUTUBRO 2012
JORNAL DO DCE ODIJAS CARVALHO DA UFRPE, JULHO-
AGOSTO DE 2012
TEATRO DE RUA EM RECIFE DURANTE FESTIVAL DE TEATRO
NACIONAL, 29 DE NOVEMBRO DE 2012
ZÉ CELSO FAZENDO ATO-ARTE EM PÁTIO DA PUC-SP EM
APOIO AOS GREVISTAS, 28 DE NOVEMBRO DE 2012
OCUPE TORRES DE RECIFE, 06 DE JANEIRO DE 2013
2º PROTESTO CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS DE
ÔNIBUS EM RECIFEPE, 07 DE JANEIRO DE 2013
VELÓRIO E ENTERRO DO ESTUDANTE DE CIÊNCIAS SOCIAIS
RAIMUNDO NETO (SAMAMBAIA) NO CEMITÉRIO DE SANTO
AMARO, RECIFE-PE, 08 DE JANEIRO DE 2013
34
VOLUME 8
AGRADECIMENTOS
SUMÁRIO
APRESENTAÇÃO
INTRODUÇÃO
DOCUMENTO “NOSSA REVISTA” (MENSARIO ACADEMICO
DE OURO PRETO), VÁRIOS NÚMEROS 1929-1930 – 83 ANOS DOS
NÚMEROS DA REVISTA ESTUDANTIL
30 ANOS DA GREVE ESTUDANTIL DA UFOP: PANFLETO
“ABAIXO” (DE 1983)
49 ANOS DO LIVRO HOMENS DE OURO PRETO, AUTOR PEDRO
RACHE) (DE 1954)
24 ANOS DE NÚMERO DA REVISTA ESTUDANTIL MOSAICO –
DCE UFMG (DE 1989)
35
FOTOS HISTÓRICAS MOVIMENTOS ESTUDANTIS
BRASILEIROS (FONTES ELETRÔNICAS)
DOCUMENTO JORNAL DA UFOP AB/MAI ANO V1, VOL 75, 1986
DOCUMENTO JORNAL DA UFOP JAN., ANO VI, Nº 73, 1986
DOCUMENTO JORNAL UFOP 12/10/1984, Nº 70
DOCUMENTO JORNAL UFOP FEV. 1990, Nº 83
DOCUMENTO RELATÓRIO DIRETORIA EMOP, 1969
DOCUMENTO DISCURSO DE RINALDO CAMPOS SOARES
EXALUNO DESTAQUE EMOP SD
DOCUMENTO UFOP INFORMATIVO 03/09/1981, Nº 4
DOCUMENTO UFOP INFORMATIVO 1980 NÚMERO 0
DOCUMENTO UFPE NO MERCADO SD
JORNAL DA UFOP, JANEIRO DE 1990, Nº 82 (23 ANOS APÓS SUA
EDIÇÃO)
36
CARTA PROGRAMA CHAPA RODA VIVA, CE-UFPE, 2011 (DOIS
ANOS DE CRIAÇÃO)
BOLETIM INFORMATIVO CHAPA RODA VIVA, CE-UFPE, 2011
(DOIS ANOS DE CRIAÇÃO)
FOLDER EXPOSIÇÃO “A IMPRENSA ESTUDANTIL DA
FACULDADE DE DIREITO DO RECIFE (1863-1982), FDR/UFPE, 2012
(UM ANO DE CRIAÇÃO)
FOLHETO DEBATE ABORTO, CFCH/UFPE, 2011 (DOIS ANOS DE
CRIAÇÃO)
GUIA DE CARREIRAS JURIDICAS DA FDR/UFPE, S.D
INFORMATIVO DA UFOP 10/10/83 (30 ANOS DE SUA
PUBLICAÇÃO)
INFORMATIVO UFOP 15/01/1982 (31 ANOS DESDE SUA
CRIAÇÃO)
INFORMATIVO UFOP 20/08/1981 (32 ANOS DESDE SUA
CRIAÇÃO)
37
MATÉRIA “OURO PRETO A PAISAGEM DESFIGURADA”, DE
MAIO DE 1973 (40 ANOS DE SUA PUBLICAÇÃO)
PANFLETO DCE CONSTRUÇÃO COLETIVA UNICAP/RECIFE,
2012 (UM ANO DE SUA CRIAÇÃO)
CARTA DA UNIÃO JUVENTUDE COMUNISTA DE
PERNAMBUCO (UJC-PE) SOBRE O AUMENTO DA PASSAGEM
EM RECIFE 2012 (UM ANO DE SUA CRIAÇÃO)
CARTAZ DA MARCHA DAS VADIAS RECIFE-PE, 2012 (UM ANO
DE REALIZAÇÃO)
INFORMES DA REM (REVISTA DA ESCOLA DE MINAS DE
OURO PRETO-MG (DIVERSOS S.D.)
RELATÓRIO DA COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO
(CPI) PARA TRATAR DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO, 1969
(44 ANOS DE SUA CRIAÇÃO)
38
39
APRESENTAÇÃO
Os novos volumes que se incorporam à coleção JUVENTUDES,
DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA do
PROGRAMA PLURALIDADES, JUVENTUDES, EDUCAÇÃO E
CIDADANIA (PROPEJEC), como deveria não deixar de ser, apresenta
novidades para o leitor ao publicizar uma documentação coletada em
diversos momentos e em vários projetos.
A primeira tentativa de sistematização de parte dos Documentos
aqui relacionados veio com um DVD-rom produzido pelo projeto A
ENGENHARIA NACIONAL, OS ESTUDANTES E A EDUCAÇÃO
SUPERIOR: 1930-85 (PROENGE), sendo seguido de diversos blogs
cujo único objetivo era contribuir com a realização de novos projetos
e dar suporte às pesquisas do tema por tantas outras pessoas no
futuro. O que foi cumprido.
Ao longo do livro indicamos as fontes dos quais os Documentos
foram reproduzidos, como o da Escola de Minas de Ouro Preto-MG,
de particulares, do Congresso Nacional, da Escola Politécnica da USP,
do Centro Acadêmico Horace Lane da Escola de Engenharia do
Mackenzie, da Escola de Engenharia de Pernambuco, do Arquivo
Central da UFPE e da Presidência da República.
40
Tantos outros livros da Coleção citada acima dão conta da análise
que foi feita com esses e tantos outros Documentos, o que seria
duplicar por aqui um trabalho já realizado. Eis o motivo de só se
publicar os Documentos sistematizados, sendo cada um fonte de
informações e de conhecimentos que pode ser extraída.
O grande contributo do nosso trabalho é passar por toda a
história das juventudes brasileiras, que não se resume apenas aos três
primeiros volumes do livro ASPECTOS DA HISTÓRIA DAS
JUVENTUDES BRASILEIRAS (1930-1985): UM RESGATE
HISTÓRICO SEM PÁGINA VIRADA, mas a tantos outros trabalhos
já disponíveis para consulta e download na internet.
É assim que tal obra é apresentada, ou seja, aqui não se mostra
apenas um aspecto de uma obra, mas de todo um trabalho que aos
poucos vai sendo disponibilizado para que se produza cidadania.
41
INTRODUÇÃO: UMA PÁGINA (QUASE) VIRADA NO
RESGATE DA HISTÓRIA MOVIMENTO ESTUDANTIL
BRASILEIRO
“Esse Projeto é evidentemente muito importante. E no caso nosso,
especialmente daqui em Pernambuco, ele colocou na ordem do dia
a temática da juventude. É um projeto sistemático voltado para
essa temática, nucleando pessoas, reunido material, organizando
seminários e publicações. E isso realmente é novo. Ele tem trazido
uma contribuição rica pelo que tem suscitado e vai suscitar”.
(Professor Denis Bernardes sobre os projetos de
resgate histórico encaminhados por Otávio Luiz
Machado).
A foto abaixo apareceu por acaso num trabalho de coleta de
dados sobre a história do movimento estudantil. Na verdade, a folha
não virada foi fotografada em pleno movimento, o que a princípio
pode ser só um erro durante a digitalização de documentos.
42
Só me deparei de verdade para o significado dessa foto agora na
produção desse livro e da coleção do qual ele faz parte, que traz ao
nosso trabalho uma reflexão sobre virar ou não virar a página, mudar
ou não mudar de uma vez a temática das pesquisas, mesmo que ainda
não cheguemos naquela fase considerada como ponto de saturação. Já
faz algum tempo que tento mudar o tema do trabalho sobre as
juventudes, buscando partir não mais da história, mas do cotidiano
das juventudes na cidade.
Ao mesmo tempo, quando percebo que são pouquíssimas as
pessoas realizando o resgate que fazemos, a impressão que vem
sempre é que precisamos continuar mesmo com tantos outros temas
em maior evidência no nosso cotidiano de pesquisas. Talvez a
diminuição no ritmo possa ser a solução nesse momento.
43
Mas não poderia deixar essa “diminuição” de ritmo ser celebrada
sem dar mais um salto ou sem fazer um balanço do que foi feito,
porque falamos de um trabalho consolidado e já conhecido por
diversas pessoas e instituições.
Quando trabalhamos especificamente com o tema do movimento
estudantil ficamos satisfeitos por ver uma resenha sobre o nosso
trabalho publicada na Revista Crítica de Ciências Sociais, que é uma
das mais importantes e conceituadas no campo das Humanas no
mundo. Lá se dizia o seguinte: “O propósito de Machado e de seu
grupo de pesquisa é sem dúvida um debate público da memória do
movimento estudantil”.
Também foi dado destaque nos veículos de comunicação para
um público maior, como é o caso do Jornal do Commercio de Recife,
que o trabalho realizado abrangia uma dimensão nacional. “As
pesquisas a respeito do movimento estudantil no País encontram em
Pernambuco um pioneiro campo de estudos. Hoje, os estudos
tornaram-se referência nacional e já alcançam um espectro bem mais
amplo” (janeiro de 2009).
Na mesma linha foi o que analisou o Diario de Pernambuco:
“Nem sempre a juventude foi uma banda numa propaganda de
refrigerante. (...) Fenômenos sociais que estão no amplo levantamento
feito por um programa inédito em nível nacional” (janeiro de 2009).
Um grande trabalho não só de publicações foi feito, mas de
orientação de estudantes e de formação de pesquisadores sociais, o
que forjou a aproximação entre ensino, pesquisa e extensão. O que
44
considero ser esse envolvimento dos estudantes com os nossos
trabalhos um dos pontos altos de tudo que fizemos.
O apoio da imprensa é outro aspecto a considerar, pois sem a
publicização do que fazíamos não seria possível formar outro grande
aspecto de todo o trabalho: uma rede de colaboração altamente
produtiva.
A ida a tantos locais ou a recepção a tantas pessoas que vieram
até nós só indica que conseguimos mobilizar todo um conjunto de
pessoas e instituições na construção de um campo de estudos sobre a
juventude brasileira. Não só no Brasil, mas até no exterior.
45
46
O saldo é muito grande. Só indica que valeu e vale a pena lutar
pelo que acredita. Para quem abriu campos raros, como o estudo das
moradias universitárias no Brasil, os movimentos estudantis nas
escolas de Engenharia do País, os movimentos juvenis em Recife nos
anos 1970 e 1980, os protestos públicos na contemporaneidade e tantas
outras inovações, o que se pode dizer é que não existe trabalho
inconcluso, porque colaborar com os próximos trabalhos é quase
como se fosse uma missão.
È sabido que inovamos também na divulgação científica, o que
relatamos em congressos científicos internacionais um pouco dessa
metodologia e dos seus principais resultados. È sempre necessário e
fundamental inovar mesmo com muitos anos de pesquisa dos
mesmos temas e com muitos resultados exitosos apresentados.
Nas últimas páginas da introdução apresento algumas imagens
de nossos entrevistados, que certamente são outro grande orgulho dos
projetos. À medida do possível iremos divulgando a própria história
do nosso trabalho nos próximos livros e momentos.
47
48
49
50
51
52
53
54
55
DOCUMENTO “NOSSA
REVISTA” (MENSARIO
ACADEMICO DE OURO
PRETO), VÁRIOS
NÚMEROS 1929-1930 – 83
ANOS DOS NÚMEROS
DA REVISTA
ESTUDANTIL
56
57
58
59
60
61
62
63
64
65
66
67
68
69
70
71
72
73
74
75
76
77
78
79
80
81
82
83
84
85
86
87
88
89
90
91
92
93
94
95
96
97
98
99
100
101
102
103
104
105
106
107
108
109
110
111
112
113
114
115
116
117
118
119
120
121
122
123
124
125
126
127
128
129
130
131
132
133
134
135
136
137
138
139
140
141
142
143
144
145
146
147
148
149
150
151
152
153
154
155
156
157
158
159
160
161
162
163
164
165
166
167
168
169
170
171
172
173
174
175
176
177
178
179
180
181
182
183
184
185
186
187
188
189
190
191
192
193
194
195
196
197
198
199
200
201
202
203
204
205
206
207
208
209
210
211
212
213
214
215
216
217
218
219
220
221
222
223
224
225
226
227
228
229
230
231
232
233
234
235
236
237
238
239
240
241
242
243
244
245
246
247
248
249
250
251
252
253
254
255
256
257
258
259
260
261
262
263
264
265
266
267
268
269
30 ANOS DA GREVE
ESTUDANTIL DA UFOP:
PANFLETO “ABAIXO”
(DE 1983)
270
271
49 ANOS DO LIVRO
HOMENS DE OURO PRETO,
AUTOR PEDRO RACHE)
(DE 1954)
272
273
274
275
276
277
278
279
280
281
282
283
284
285
286
287
288
289
290
291
292
293
294
295
296
297
298
299
300
301
302
303
304
305
306
307
308
309
310
311
312
313
314
315
316
317
318
319
320
321
322
323
324
325
326
327
328
329
330
331
332
333
334
335
336
337
338
339
340
341
342
343
344
345
346
347
348
349
350
351
352
353
354
355
356
357
358
359
360
361
362
363
364
365
366
367
368
369
24 ANOS DE NÚMERO DA
REVISTA ESTUDANTIL
MOSAICO – DCE UFMG (DE
1989)
370
371
372
373
374
375
376
377
378
379
380
381
382
383
384
385
386
387
388
389
390
391
392
393
394
395
396
397
398
399
400
401
402
403
404
405
406
407
408
409
410
411
412
413
414
415
416
417
418
419
420
421
422
423
424
FOTOS HISTÓRICAS
MOVIMENTOS
ESTUDANTIS
BRASILEIROS (FONTES
ELETRÔNICAS)
425
426
427
428
429
430
431
432
433
434
DOCUMENTO JORNAL
DA UFOP AB/MAI ANO
V1, VOL 75, 1986
435
436
437
438
439
440
441
442
443
444
445
446
447
448
449
450
451
452
453
454
455
456
457
458
459
460
461
462
DOCUMENTO JORNAL
DA UFOP JAN., ANO VI,
Nº 73, 1986
463
464
465
466
467
468
469
470
471
472
473
474
475
476
477
478
479
480
481
482
483
484
485
486
DOCUMENTO JORNAL
UFOP 12/10/1984, Nº 70
487
488
489
490
491
492
493
494
495
496
DOCUMENTO JORNAL
UFOP FEV. 1990, Nº 83
497
498
499
500
501
502
503
DOCUMENTO
RELATÓRIO DIRETORIA
EMOP, 1969
504
505
506
507
508
509
510
511
512
513
514
515
516
517
518
519
520
521
522
523
524
525
526
527
528
529
530
531
532
533
534
535
536
537
538
539
540
541
DOCUMENTO
DISCURSO DE RINALDO
CAMPOS SOARES
EXALUNO DESTAQUE
EMOP SD
542
543
544
545
546
547
548
549
550
551
DOCUMENTO UFOP
INFORMATIVO
03/09/1981, Nº 4
552
553
554
555
556
557
558
559
560
DOCUMENTO UFOP
INFORMATIVO 1980
NÚMERO 0
561
562
563
564
565
566
567
568
569
DOCUMENTO UFPE NO
MERCADO SD
570
571
572
573
574
575
576
577
578
579
580
581
582
583
584
JORNAL DA UFOP,
JANEIRO DE 1990, Nº 82
(23 ANOS APÓS SUA
EDIÇÃO)
585
586
587
588
589
590
591
CARTA PROGRAMA
CHAPA RODA VIVA, CE-
UFPE, 2011
(DOIS ANOS DE
CRIAÇÃO)
592
593
594
595
596
BOLETIM
INFORMATIVO CHAPA
RODA VIVA, CE-UFPE,
2011 (DOIS ANOS DE
CRIAÇÃO)
597
598
599
600
FOLDER EXPOSIÇÃO “A
IMPRENSA ESTUDANTIL
DA FACULDADE DE
DIREITO DO RECIFE
(1863-1982), FDR/UFPE,
2012
(UM ANO DE CRIAÇÃO)
601
602
603
FOLHETO DEBATE
ABORTO, CFCH/UFPE,
2011
604
605
GUIA DE CARREIRAS
JURIDICAS DA
FDR/UFPE, S.D
606
607
608
609
INFORMATIVO DA UFOP
10/10/83 (30 ANOS DE SUA
PUBLICAÇÃO)
610
611
612
613
614
615
616
617
618
619
620
621
622
623
624
625
INFORMATIVO UFOP
15/01/1982 (31 ANOS
DESDE SUA CRIAÇÃO)
626
627
628
629
630
631
INFORMATIVO UFOP
20/08/1981
(32 ANOS DESDE SUA
CRIAÇÃO)
632
633
634
635
636
637
638
639
640
641
642
643
644
645
646
647
648
649
MATÉRIA “OURO PRETO
A PAISAGEM
DESFIGURADA”, DE
MAIO DE 1973 (40 ANOS
DE SUA PUBLICAÇÃO)
650
651
652
653
654
PANFLETO DCE
CONSTRUÇÃO
COLETIVA
UNICAP/RECIFE, 2012
(UM ANO DE SUA
CRIAÇÃO)
655
656
657
658
659
CARTA DA UNIÃO
JUVENTUDE
COMUNISTA DE
PERNAMBUCO (UJC-PE)
SOBRE O AUMENTO DA
PASSAGEM EM RECIFE
2012 (UM ANO DE SUA
CRIAÇÃO)
660
661
662
CARTAZ DA MARCHA
DAS VADIAS RECIFE-PE,
2012 (UM ANO DE
REALIZAÇÃO)
663
664
665
666
INFORMES DA REM
(REVISTA DA ESCOLA
DE MINAS DE OURO
PRETO-MG (DIVERSOS
S.D.)
667
668
669
670
671
672
673
674
675
676
677
678
679
680
681
682
683
684
685
686
687
688
689
690
691
692
693
694
695
696
697
698
699
700
701
702
703
704
705
706
707
708
709
710
711
712
713
714
715
716
717
718
719
720
721
722
723
724
725
726
727
728
729
RELATÓRIO DA
COMISSÃO
PARLAMENTAR DE
INQUÉRITO (CPI) PARA
TRATAR DO ENSINO
SUPERIOR BRASILEIRO,
1969 (44 ANOS DE SUA
CRIAÇÃO)
730
731
732
733
734
735
736
737
738
739
740
741
742
743
744
745
746
747
748
749
750
751
752
753
754
755
756
757
758
759
760
761
762
763
764
765
766
767
768
769
770
771
772
773
774
775
776
777
778
779
780
781
782
783
784
785
786
787
788
789
790
791
792
793
794
795
796
797
798
799
800
801
802
803
804
805
806
807
808
809
810
811
812
813
814
815
816
817
818
819
820
821
822
823
824
825
826
827
828
829
830
831
832
833
834
835
836
837
838
839
840
841
842
843
844
845
846
847
848
849
850
851
852
853
854
855
856
857
858
859
860
861
862
863
864
865
866
867
868
869
870
871
872
873

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate histórico sem página virada [volume 8: efemérides I].

Inf historia 8
Inf historia 8Inf historia 8
Inf historia 8
Izaac Erder
 
Livro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de país
Livro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de paísLivro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de país
Livro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de país
editoraprospectiva
 
Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1
Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1
Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1
editoraprospectiva
 
Boletim de julho 2017
Boletim de julho 2017Boletim de julho 2017
Boletim de julho 2017
Adriano Oliveira
 
HistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdfHistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdf
Augusto Pinto
 
Lampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tarde
Lampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tardeLampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tarde
Lampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tarde
UNEB
 
Informativo maio
Informativo maioInformativo maio
Informativo maio
Espaço Pethistória
 
Livro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro Preto
Livro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro PretoLivro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro Preto
Livro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro Preto
editoraprospectiva
 
Caderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II Alogoinhas - Bahia
Caderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II  Alogoinhas - BahiaCaderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II  Alogoinhas - Bahia
Caderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II Alogoinhas - Bahia
Francemberg Teixeira Reis
 
projeto cultura afro brasileira
projeto cultura afro brasileiraprojeto cultura afro brasileira
projeto cultura afro brasileira
culturaafro
 
O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...
O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...
O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...
Francisco de Paula Araújo
 
Rbhe1
Rbhe1Rbhe1
Rbhe1
Aline Cruz
 
BOLETIM DE OUTUBRO 2017
BOLETIM DE OUTUBRO 2017BOLETIM DE OUTUBRO 2017
BOLETIM DE OUTUBRO 2017
Lucas Tadeu
 
ANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variados
ANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variadosANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variados
ANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variados
fabiana643509
 
01 capa, indice e introducao vol ii
01 capa, indice e introducao   vol ii01 capa, indice e introducao   vol ii
01 capa, indice e introducao vol ii
Lele Sousa
 
BOLETIM DE MAIO 2015
BOLETIM DE MAIO 2015BOLETIM DE MAIO 2015
BOLETIM DE MAIO 2015
Espaço Pethistória
 
Ensino Superior No Brasil
Ensino Superior No BrasilEnsino Superior No Brasil
Ensino Superior No Brasil
guest9af8f23
 
Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]
Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]
Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]
Elton Zanoni
 
Milton santos vida e obra
Milton santos   vida e obraMilton santos   vida e obra
Milton santos vida e obra
Amadeu Neto
 
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saberLopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Andre Bezerra Lins
 

Semelhante a Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate histórico sem página virada [volume 8: efemérides I]. (20)

Inf historia 8
Inf historia 8Inf historia 8
Inf historia 8
 
Livro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de país
Livro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de paísLivro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de país
Livro Repúblicas estudantis de Ouro Preto e a construção de um projeto de país
 
Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1
Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1
Livro elementos constitutivos para uma história da ufpe vol 1 parte 1
 
Boletim de julho 2017
Boletim de julho 2017Boletim de julho 2017
Boletim de julho 2017
 
HistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdfHistoriaGlobal.pdf
HistoriaGlobal.pdf
 
Lampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tarde
Lampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tardeLampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tarde
Lampião e seus cangaceiros na mira do jornal a tarde
 
Informativo maio
Informativo maioInformativo maio
Informativo maio
 
Livro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro Preto
Livro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro PretoLivro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro Preto
Livro Estudantes, universidade e o patrimônio e artístico de Ouro Preto
 
Caderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II Alogoinhas - Bahia
Caderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II  Alogoinhas - BahiaCaderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II  Alogoinhas - Bahia
Caderno de resumos III da Semana de História UNEB Campi II Alogoinhas - Bahia
 
projeto cultura afro brasileira
projeto cultura afro brasileiraprojeto cultura afro brasileira
projeto cultura afro brasileira
 
O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...
O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...
O movimento estudantil brasileiro como instância de construção de uma consciê...
 
Rbhe1
Rbhe1Rbhe1
Rbhe1
 
BOLETIM DE OUTUBRO 2017
BOLETIM DE OUTUBRO 2017BOLETIM DE OUTUBRO 2017
BOLETIM DE OUTUBRO 2017
 
ANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variados
ANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variadosANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variados
ANAIS COMPLETOSss(PAGINADO).pdf assutos variados
 
01 capa, indice e introducao vol ii
01 capa, indice e introducao   vol ii01 capa, indice e introducao   vol ii
01 capa, indice e introducao vol ii
 
BOLETIM DE MAIO 2015
BOLETIM DE MAIO 2015BOLETIM DE MAIO 2015
BOLETIM DE MAIO 2015
 
Ensino Superior No Brasil
Ensino Superior No BrasilEnsino Superior No Brasil
Ensino Superior No Brasil
 
Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]
Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]
Apostila de História - UFSC 2017 [amostra]
 
Milton santos vida e obra
Milton santos   vida e obraMilton santos   vida e obra
Milton santos vida e obra
 
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saberLopes, m s (2002) da descoberta ao saber
Lopes, m s (2002) da descoberta ao saber
 

Mais de editoraprospectiva

Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
editoraprospectiva
 
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
editoraprospectiva
 
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
editoraprospectiva
 
Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.
Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.
Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.
editoraprospectiva
 
Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...
Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...
Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...
Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...
Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...
editoraprospectiva
 
Livro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed Prospectiva
Livro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed ProspectivaLivro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed Prospectiva
Livro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed Prospectiva
editoraprospectiva
 
Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960
Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960
Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960
editoraprospectiva
 
Livro escrito para as juventudes
Livro escrito para as juventudesLivro escrito para as juventudes
Livro escrito para as juventudes
editoraprospectiva
 
Livro cenas cotidianas da ufpe
Livro cenas cotidianas da ufpeLivro cenas cotidianas da ufpe
Livro cenas cotidianas da ufpe
editoraprospectiva
 
Livro Experiências e vivências saídas de Ouro Preto
Livro Experiências e vivências saídas de Ouro PretoLivro Experiências e vivências saídas de Ouro Preto
Livro Experiências e vivências saídas de Ouro Preto
editoraprospectiva
 
Livro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunos
Livro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunosLivro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunos
Livro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunos
editoraprospectiva
 
Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...
Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...
Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...
editoraprospectiva
 

Mais de editoraprospectiva (20)

Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
 
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
 
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
Livro Repúblicas e estudantes em Ouro Preto: contributos dos dossiês para a R...
 
Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.
Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.
Livro Protestos públicos e outras cenas de cidadania: Recife, 2012.
 
Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...
Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...
Livro Documentos fundamentais para a história dos jovens em Pernambuco: apont...
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
 
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate...
 
Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...
Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...
Livro Aspectos da memória política de Recife em 2012: cenas de momentos marca...
 
Livro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed Prospectiva
Livro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed ProspectivaLivro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed Prospectiva
Livro Contributos para o pensamento das juventudes brasileiras Ed Prospectiva
 
Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960
Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960
Livro Aspectos da história dos jovens em Recife pós anos 1960
 
Livro escrito para as juventudes
Livro escrito para as juventudesLivro escrito para as juventudes
Livro escrito para as juventudes
 
Livro cenas cotidianas da ufpe
Livro cenas cotidianas da ufpeLivro cenas cotidianas da ufpe
Livro cenas cotidianas da ufpe
 
Livro Experiências e vivências saídas de Ouro Preto
Livro Experiências e vivências saídas de Ouro PretoLivro Experiências e vivências saídas de Ouro Preto
Livro Experiências e vivências saídas de Ouro Preto
 
Livro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunos
Livro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunosLivro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunos
Livro Escola de Minas de Ouro Preto: Memórias dos seus ex-alunos
 
Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...
Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...
Livro O debate sobre educação e sociedade na Escola de Minas de Ouro Preto (n...
 

Último

Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
carlaslr1
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
Giovana Gomes da Silva
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
MessiasMarianoG
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
AntnioManuelAgdoma
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
ILDISONRAFAELBARBOSA
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
enpfilosofiaufu
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
JulianeMelo17
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
AdrianoMontagna1
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
TomasSousa7
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
analuisasesso
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
CarinaSoto12
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
cmeioctaciliabetesch
 

Último (20)

Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptxSlides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
Slides Lição 9, Betel, Ordenança para uma vida de santificação, 2Tr24.pptx
 
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdfCaderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
Caderno de Formação_PORTUGUÊS ESTRAN.pdf
 
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptxSlides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
Slides Lição 10, Central Gospel, A Batalha Do Armagedom, 1Tr24.pptx
 
0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática0002_matematica_6ano livro de matemática
0002_matematica_6ano livro de matemática
 
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
759-fortaleza-resultado-definitivo-prova-objetiva-2024-05-28.pdf
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
347018542-PAULINA-CHIZIANE-Balada-de-Amor-ao-Vento-pdf.pdf
 
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 mateasocialização faculdade uniasselvi 2024 matea
socialização faculdade uniasselvi 2024 matea
 
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdfCaderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
Caderno de Resumos XVIII ENPFil UFU, IX EPGFil UFU E VII EPFEM.pdf
 
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptxApresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
Apresentação_Primeira_Guerra_Mundial 9 ANO-1.pptx
 
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...“A classe operária vai ao paraíso  os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
“A classe operária vai ao paraíso os modos de produzir e trabalhar ao longo ...
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
Pintura Romana .pptx
Pintura Romana                     .pptxPintura Romana                     .pptx
Pintura Romana .pptx
 
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de CarvalhoO sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
O sentimento nacional brasiliero, segundo o historiador Jose Murlo de Carvalho
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdfthe_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
the_story_garden_5_SB_with_activities.pdf
 
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdflivro ciclo da agua educação infantil.pdf
livro ciclo da agua educação infantil.pdf
 

Livro Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930-1985): um resgate histórico sem página virada [volume 8: efemérides I].

  • 1. 1 OTÁVIO LUIZ MACHADO (ORG.) ASPECTOS DA HISTÓRIA DAS JUVENTUDES BRASILEIRAS (1930-1985): UM RESGATE HISTÓRICO SEM PÁGINA VIRADA [VOLUME 8: EFEMÉRIDES I]
  • 2. 2 Copyright 2013 by Otávio Luiz Machado Capa: Editora Prospectiva Fotos de capa: Arquivo digital de Otávio Luiz Machado Revisão: Otávio Luiz Machado Edição: Editora Prospectiva _____________________________ Machado, Otávio Luiz. Aspectos da história das juventudes brasileiras (1930- 1985): um resgate histórico sem página virada [volume 8: efemérides I]. – Frutal: Prospectiva, 2013. ISBN: 978-85-67463-25-4 1. Estudantes– Comportamento. 2. Memória Histórica. 3. Educação extracurricular. CDU316.6:378.4 Contatos com o autor: Caixa Postal nº 1, 382000-000 Frutal-MG E-mail: otaviomachado3@yahoo.com.br Tel: (34) 9668-9575
  • 3. 3 AGRADECIMENTOS Um trabalho de tamanha dimensão não se faz sozinho. O ato de agradecer é um demonstrativo de que tantas outras pessoas foram importantes para a sua plena realização. Na impossibilidade de registrar todos os nomes (o que poderia gerar esquecimentos injustos nessa hora), o que faço inicialmente é dizer o meu muito obrigado a todos os estudantes que participaram ativamente ou mesmo indiretamente em vários projetos, cujos nomes já estão registrados em tantos outros trabalhos que produzimos, o que também vale aos colaboradores, interlocutores, apoiadores, depoentes e pessoas de diversas instituições que nos ajudaram a localizar os Documentos. Cabe registrar que boa parte do que é apresentado aqui veio de arquivos particulares, o que só aumenta a nossa responsabilidade com a sua publicização. Aqui poderia falar da emoção de ter o acesso pessoalmente junto às pessoas ou de ter a grata satisfação de receber correspondências com o envio de diversos documentos doados aos nossos projetos. Lembro-me da emoção de abrir algumas correspondências vindas em Sedex na qual estavam muitos Documentos de rara e preciosa lavra. São gestos de confiança ou até de carinho que aumenta a nossa motivação e explica um pouco a longevidade do nosso trabalho, que nunca deixou de contribuir e de atuar, tornando-se uma porta de entrada para um suporte a tantos outros trabalhos.
  • 4. 4 Não foi por acaso que construímos um trabalho que se configura como o mais vigoroso no resgate da história das juventudes brasileiras, sendo um esforço coletivo que conseguimos agrupar e expandir para todo o Brasil. Muito ainda precisa ser feito para que os brasileiros e brasileiras conheçam a história dos movimentos juvenis e das juventudes em tantas outras particularidades. Recife, Janeiro de 2013. Otávio Luiz Machado
  • 5. 5 SUMÁRIO GERAL COM TODOS OS VOLUMES VOLUME 1 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO DOCUMENTO DO CENTRO ACADÊMICO CLORINDO BURNIER DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE JUIZ DE FORA, 1932 [SOBRE A REGULAMENTAÇÃO DA PROFISSÃO DE ENGENHEIRO] UM DOS DOCUMENTOS DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DE MINAS
  • 6. 6 GERAIS (ATUAL UFMG). EM DESTAQUE A REFORMA DA EDUCAÇÃO SUPERIOR, 1933 TEXTO PRÉ-HISTÓRIA DA U.N.E. E SUA FUNDAÇÃO, INSTALAÇÃO E CONSOLIDAÇÃO (BASEADA EM MINHAS MEMÓRIAS, NO LIVRO “O PODER JOVEM” DE ARTHUR POERNER E NA MEMÓRIA DE DANTE VIGGIANI), POR IRUN SANT´ ANNA ESTATUTOS DO CONSELHO NACIONAL DE ESTUDANTES DA UNE, 1937 RESOLUÇÕES DA ASSEMBLÉIA DO CONSELHO NACIONAL DOS ESTUDANTES, PROGRAMA PARA O PERÍODO DE 1939-40 REPRODUÇÃO DA CARTA DA CASA DO ESTUDANTE SE DESLIGANDO DA UNE, 1940 DECRETO LEI N. 4.105, QUE RECONHECE A UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES (1942) JORNAL O POLITÉCNICO ESCOLA POLITÉCNICA DA USP. EM DESTAQUE A LUTA PELA AUTONOMIA DA UNIVERSIDADE, 1946
  • 7. 7 NOTA DO PRESIDENTE DA UNE (ROBERTO GUSMÃO) LIDA NO CONGRESSO NACIONAL BRASILEIRO EM 03/10/1947 CONSTITUIÇÃO DA UNIÃO DOS ESTUDANTES DE PERNAMBUCO (UEP), 1949 DESTAQUE DE UM DOS CONGRESSOS DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA NOS ANOS 1950 – GENIVAL BARBOSA GUIMARÃES DISCURSO DE FORMATURA DE RUBENS PAIVA NA ESCOLA DE ENGENHARIA DO MACKENZIE, SÂO PAULO-SP, INÍCIO DOS ANOS 1950 (REPRODUÇÃO DE UMA REVISTA QUE PRESTOU UMA HOMENAGEM AO AUTOR DO DISCURSO) NOTA DA UNE SOBRE TÉRMINO DA GREVE, 1953 DOCUMENTO COM HISTÓRICO DOS CONGRESSOS NACIONAIS DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, REVISTA ACADÊMICA DA UNIVERSIDADE DO RECIFE, 1953 TESE ESTUDANTIL APRESENTADA NO III CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, RECIFE-PE, 1955
  • 8. 8 TESE ESTUDANTIL APRESENTADA NO III CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, RECIFE-PE, 1955 UMA DAS CAPAS DO JORNAL O VIBRADOR, PUC-RJ, 1956 TESE DEFENDIDA POR NELSON JANOT MARINHO (PUC-RJ) NO IV CNEE, 1956 DOCUMENTO V FESTIVAL UNIVERSITÁRIO DE ARTE, 1956 ANAIS DO IV CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, NITERÓI-RJ, 1956 DOCUMENTO LIVRO DO GRÊMIO LITERÁRIO TRISTÃO DE ATAÍDE (GLTA), OURO PRETO-MG, 1952 PROJETO DO REGIMENTO INTERNO DO V CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, OURO PRETO-MG, 1957 DOCUMENTO 2º BOLETIM INFORMATIVO DO V CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, 1957
  • 9. 9 TESE “A PSICOLOGIA E A ESCOLA”, APRESENTADA NO V CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, QUE OCORREU EM OURO PRETO-MG, 1957 TESE ESTUDANTIL “CONVERSÃO DE DISTÂNCIAS...”, POR KLEBER PINTO E FABIANO SAYÃO”, APRESENTADA NO V CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, QUE ACONTECEU EM OURO PRETO-MG NO ANO DE 1957 TESE ESTUDANTIL: “AEROFOTOGRAMETRIA”, DE JOSÉ JORGE SEIXAS, APRESENTADA NO III CONGRESSO NACIONAL DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, QUE ACONTECEU EM RECIFE- PE, 1955 TESE ESTUDANTIL HABITAÇÃO: PROBLEMA NACIONAL DO ESTUDANTE, DE JOSÉ CERQUEIRA ANTUNES, QUE FOI APRESENTADA NO V CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, REALIZADO EM OURO PRETO-MG, 1957 TESE ESTUDANTIL DA NECESSIDADE DA COORDENAÇÃO ENTRE OS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, QUE FOI APRESENTADA NO V CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, REALIZADO EM OURO PRETO-MG, 1957
  • 10. 10 CARTAZ DA PRIMEIRA SEMANA NACIONAL DE ESTUDANTES DE FILOSOFIA, CURITIBA-PR, 1958 SÚMULA DOS NOSSOS PROBLEMAS, DIRETÓRIO ACADÊMICO DA ESCOLA DE ENGENHARIA DE PERNAMBUCO, 1958 PLACA DE INAUGURAÇÃO DO RESTAURANTE DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO (REMOP), 1959 LIVRETO DESTINADO AOS ESTUDANTES INTITULADO O QUE É A ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE DO RECIFE, 1960 DISCURSO DE CELSO FURTADO PARA A TURMA DE FORMANDOS DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO, 1961 DOCUMENTO A UNE E O GOLPE [SOBRE A PARTICIPAÇÃO DA UNE NA CAMPANHA DA LEGALIDADE], PORTO ALEGRE-RS, 1961 REPRODUÇÃO DO TEXTO “UNE E POLÍTICA EXTERNA”, UNE 25 ANOS, 1960
  • 11. 11 ANTEPROJETO DE REFORMA DO ESTATUTO DA UNE, DÉCADA DE 1960 CONSTITUIÇÃO DOS ESTUDANTES DE MINAS GERAIS, UEE- MG, 1960 DOCUMENTO COM O RELATÓRIO DA CPI DA UNE, BEASÍLIA- DF, 1962 DOCUMENTOS DO VI CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE MEDICINA, SANTA MARIA-RS, 1961 BOLETIM INFORMATIVO AOS CONGRESSISTAS DO I SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, UNE, 1961 REGIMENTO INTERNO DO I SEMINÁRIO DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, UNE, 1961 DOCUMENTO “PROPOSTA DA BANCADA DE SÃO PAULO AO I SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA”, UNE, 1961 REPRODUÇÃO DA TESE DA UEE-SE AO 1 SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA INTITULADA
  • 12. 12 “REFORMA UNIVERSITÁRIA: UMA POLÍTICA PARA A REFORMA”, UNE, 1961 DOCUMENTO “CONCLUSÕES DO PRIMEIRO SEMINÁRIO DE REFORMA UNIVERSITÁRIA DA FACULDADE DE MEDICINA DA UFMG”, 1961 DOCUMENTO DA UEE-MG INTITULADO “DIRETRIZES PARA UMA REFORMA DA UNIVERSIDADE MINEIRA, 1961 DOCUMENTO DA FEDERAÇÃO DOS ESTUDANTES DA UFRGS INTITULADO “REFORMA UNIVERSITÁRIA: DEMOCRATIZAÇÃO DO ENSINO”, 1961 REPRODUÇÃO DA TESE APRESENTADA PELA BANCADA DE SERGIPE NO I SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES (UNE), 1961 DOCUMENTO “PROPOSTA DA BANCADA DE SERGIPE AO I SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA”, UNE, 1961 DOCUMENTOS DA CASA DO ESTUDANTE DE OURO PRETO, 1962-1963
  • 13. 13 TESE APRESENTADA PELA UFF – NO II SEMINÁRIO NACIONAL DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, 1962. TÍTULO: UNIVERSIDADE COMO PARTE DE UM PROCESSO TOTAL DE TRANSFORMAÇÃO DO BRASIL DOCUMENTO DA UNIÃO DOS ESTUDANTES DO PARÁ AO II SEMINÁRIO DE REFORMA UNIVERSITÁRIA, UNE, 1962 CARTA DO PARANÁ, 1962 [SOBRE OS DEBATES ACERCA DA REFORMA UNIVERSITÁRIA] TESE “REFORMA UNIVERSITÁRIA: INSTRUMENTO POLÍTICO NA LUTA DO ESTUDANTE”, UNE, 1962 DOCUMENTOS DA GREVE ESTUDANTIL DOS ESTUDANTES DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO-MG, 1962 CAMPANHA DE ALFABETIZAÇÃO DOS ESTUDANTES DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO-MG, 1962
  • 14. 14 VOLUME 2 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO DOCUMENTOS DO TEATRO DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO DO INÍCIO DOS ANOS 1960 “ENTERRO “ SIMBÓLICO DO PROFESSOR JOAQUIM MAIA PELOS ESTUDANTES DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO, ANOS 1960 PROTESTOS ESTUDANTIS DOS ESTUDANTES DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO, ANOS 1960 BOLETIM DA UNIÃO DOS ESTUDANTES DE PERNAMBUCO (UEP), 1962 – TRECHOS
  • 15. 15 CIRCULAR “AOS ESTUDANTES DA AMÉRICA LATINA”, FEITO PELA SECRETARIA EXECUTIVA LATINO-AMERICANA DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA, 1963 DOCUMENTO UNE: LUTA ATUAL PELA REFORMA UNIVERSITÁRIA, 1963 LIVRETO O QUE É A UNE, 1963 CIRCULAR DA UNE SOBRE AMPLIAÇÃO DO NÚMERO DE VAGAS NAS UNIVERSIDADES, JANEIRO DE 1964 OFÍCIO-CIRCULAR DO GENERAL GUEDES FECHANDO TODOS OS DIRETÓRIOS ACADÊMICOS DO ESTADO DE MINAS GERAIS, 14 DE ABRIL DE 1964 MANIFESTO “AOS UNIVERSITÁRIOS”, ASSINADO POR PRESIDENTES DE UEES EM 1964 DOCUMENTOS DO MOVIMENTO ESTUDANTIL NA UFPE PÓS GOLPE DE 64 (COM AS ELEIÇÕES DO DCE DA UFPE E INFORMES DOS NOMES DOS MEMBROS DAS ENTIDADES ESTUDANTIS NA INSTITUIÇÃO)
  • 16. 16 DOCUMENTOS DAS LIDERANÇAS ESTUDANTIS DA UFPE REQUERENDO ELEIÇÕES PARA O DCE, 1965 DECRETO Nº 57.634, DE 1966, QUE SUSPENDE A UNE DECRETO Nº 58.921, DE 1966, QUE SUSPENDE A UEE-MG DESTAQUE DE UM DOS NÚMEROS DO JORNAL O MARTELO, DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO: “POLÍTICA EDUCACIONAL DO GOVÊRNO: REPRESSÃO”, 1968 DOCUMENTOS FOTOS CENAS DE 1968 ATRAVÉS DA REVISTA VEJA DOCUMENTO DEFENDER A UNE E REALIZAR VIGOROSAS AÇÕES DE MASSAS, 1968 DOCUMENTO O MOVIMENTO ESTUDANTIL E A LUTA POPULAR, POR JEAN MARC, 1968 DOCUMENTO O POVO NA LUTA DERROTA A DITADURA E EXPULSA O IMPERIALISMO, 1968
  • 17. 17 DOCUMENTO PROGRAMA PARA O MOVIMENTO ESTUDANTIL, 1968 DECRETO Nº 64.305 - SUSPENDE A FEDERAÇÃO DE ESTUDANTES DA UNB, 1969 REPÚBLICA AQUARIUS DE OURO PRETO-MG, UMA CONQUISTA DO MOVIMENTO ESTUDANTIL UNIVERSITÁRIO, 1968-69 DESTAQUE DE UMA DAS PARTES DO LIVRO DE FORMATURA DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO, EM 1969. JURAMENTO DOS ENGENHEIRANDOS ESTATUTO DO MOVIMENTO POR OURO PRETO, ANOS 1970 INFORMATIVO SOBRE 1º SEMINÁRIO REGIONAL DE ENGENHARIA CENTRO ACADÊMICO ARMANDO SALLES OLIVEIRA CAASO, ANOS 1970 UM DOS NÚMEROS DO “SUPLEMENTO”: CENTRO ACADÊMICO SANTOS DUMONT DO INSTITUTO TECNOLÓGICO DE AERONÁUTICA (ITA), 1973 DOCUMENTO ESTUDANTES DE ENGENHARIA ANALISAM O ENSINO DE ENGENHARIA NO BRASIL, 1974
  • 18. 18 RELATÓRIO DA CASA DO ESTUDANTE DE PERNAMBUCO 1970- 74 CAPA DE UM NÚMEROS DO JORNAL “O MARTELO”, DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE OURO PRETO, 1976 DOCUMENTOS DA ÉPOCA DE ZÉLIO FURTADO PRESIDENTE DO DIRETÓRIO ACADÊMICO DA FACULDADE DE DIREITO DA UFPE, RECIFE-PE, MEADOS DOS ANOS 1970 REPRODUÇÃO DO JORNAL “SEMINÁRIO DOS ESTUDANTES DE ENGENHARIA, 1978 PROTESTOS DOS ESTUDANTES DE OURO PRETO NOS ANOS 1970 ASSEMBLÉIA GERAL DOS ESTUDANTES DA UFOP NO CENTRO ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS (CAEM), 1975
  • 19. 19 VOLUME 3 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO LIVRETO CAASO, 25 ANOS DE LUTA, 1978 LIVRETO 75 ANOS DO GRÊMIO POLITÉCNICO DA USP, 1978 LIVRO MEMOREX: ELEMENTOS PARA A HISTÓRIA DA UNE, 1978 (COM POSFÁCIO) PARTES DO LIVRO A VOLTA DA UNE: DE IBIÚNA A SALVADOR (ORGANIZADO POR LUIZ HENRIQUE ROMAGNOLI E TANIA GONÇALVES), 1979 CARTAZ DO I CONGRESSO DA UEE-MG, RECONSTRUÇÃO, 1979
  • 20. 20 DOCUMENTO “DISCURSO DE DORALINA RODRIGUES NO CONGRESSO DE ABERTURA DA REABETURA DA UEE-MG, OURO PRETO, 1979 MATÉRIA SOBRE DORALINA RODRIGUES EM CONGRESSO ESTUDANTIL EM OURO PRETO-MG, 1979: “EX-DIRIGENTE DA UNE REAPARECE” DOCUMENTO “REUNIÃO DA DIRETORIA PROVISÓRIA DA UEE-MG”, EM 1979 CARTAZ DO II CONGRESSO DA UEE-MG, ANOS 1980 DOCUMENTO VAMOS BOTAR DE PÉ A NOSSA UEE, JORNAL MURAL DA UEE/MG Nº 1, S.D. JORNAL PRÓ-UNE, UNIÃO NACIONAL DOS ESTUDANTES (UNE), 1979 BOLETIM POR UMA NOVA UNE, 1982 BOLETIM N. 5 DO 34º CONGRESSO DA UNE”, 1982
  • 21. 21 JORNAL DO CENTRO DE ESTUDANTES DE ENGENHARIA DA ESCOLA DE ENGENHARIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL, 1983 PROTESTOS ESTUDANTIS EM OURO PRETO-MG, 1983 DOCUMENTO LIVRO A UNE CONTRA O SNI, 1987 MANUAL DO XIX ECEM - ENCONTRO DE ESTUDANTES DE MEDICINA, 1988 FOTOS DA MILITÂNCIA NA JUVENTUDE DO PSB E MILITÂNCIA DA JSB NAS PASSEATAS PELO IMPEACHMENT DE COLLOR NA AVENIDA PAULISTA (SP), 1992
  • 22. 22 VOLUME 4 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO TRECHOS DO LIVRO UNE: REENCONTRO DO BRASIL COM A SUA JUVENTUDE, 1994 ESPECIAL 40 ANOS DO MOVIMENTO DE CULTURA POPULAR (MCP) COM O LIVRO MEMORIAL DO MCP, 1986 CAMPANHA SOLIDARIEDADE UFOPIANA, UFOP, OURO PRETO- MG, 1996-97 ESPECIAL 20 ANOS DE CRIAÇÃO DO CENTRO DE ASSISTÊNCIA ESTUDANTIL DA UFOP (REPRODUÇÃO DAS ATAS DE 1977), 1997 EQUIPE PREMIADA DA UFOP NO PROGRAMA UNIVERSIDADE SOLIDÁRIA, 1998
  • 23. 23 PROJETO RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DAS REPÚBLICAS ESTUDANTIS DA UFOP, 2000 PROTESTO DOS ESTUDANTES DA UFOP NA REITORIA, OURO PRETO-MG, 2002 VOLUME 5 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO DOCUMENTOS GREVE ESTUDANTIL DA FFLCH-USP, 2002 (ORGANIZADO POR ROSA UDAETA) PROTESTO DOS ESTUDANTES DA UFOP NA REITORIA, OURO PRETO-MG, 2002
  • 24. 24 ESPECIAL 40 ANOS DO GOLPE DE 1964: * (DOCUMENTO 1): ENCARTE DITADURA NUNCA MAIS - SOBRE 1964 NA REVISTA DA FUNDAÇÃO PERSEU ABRAMO ** (DOCUMENTO 2): MATÉRIA DO IBAD SOBRE UNE *** (DOCUMENTO 3): TELEGRAMA DO MARECHAL TAURINO AO GOVERNADOR DE PERNAMBUCO EM JUNHO DE 1964 (SOBRE PRESOS POLÍTICOS) **** (DOCUMENTO 4): INFORME DO DOPS-PE INTITULADO A UNE E A REVOLUÇÃO (1964) ***** (DOCUMENTO 5): ÍNDICE DOS INDICIADOS NO IPM UNE- UBES-PE ****** (DOCUMENTO 6): RELAÇÃO DE ELEMENTOS COM ATIVIDADES SUBVERSIVAS, 1972 SEMINÁRIO MEMÓRIA DO MOVIMENTO ESTUDANTIL, RIO DE JANEIRO, 2005 CAMPANHA DAS REPÚBLICAS DA UFOP, OURO PRETO-MG, ANOS 2006
  • 25. 25 SEMINÁRIO MOVIMENTOS ESTUDANTIS NO BRASIL E HOMENAGEM À RUI FRAZÃO SOARES, COM PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO, UFF, NITERÓI-RJ, 2007 50 ANOS DA REPÚBLICA FORMIGUEIRO DE OURO PRETO: EM DESTAQUE PROPAGANDA SOBRE A CONSTRUÇÃO DAS_REPÚBLICAS ARCA E FORMIGUEIRO TESE DA CORRENTE PROLETÁRIA ESTUDANTIL AO CONGRESSO NACIONAL DOS ESTUDANTES DA UNE, 2007 CONGRESSO DE ESTUDANTES DA UFPI (DEBATE DE OTÁVIO LUIZ MACHADO E DEMAIS PALESTRANTES), TERESINA-PI, 2008 DOCUMENTOS DE CONSTRUÇÃO DE UMA POLÍTICA DE JUVENTUDE EM PERNAMBUCO, 2007-2008 RODA DE DIÁLOGO DA JUVENTUDE DA ETAPAS (COM DESTAQUE PARA A PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO SOBRE OS MOVIMENTOS JUVENIS DE 1968), RECIFE-PE, 2008
  • 26. 26 40 ANOS DE 1968: DEPOIMENTO DE FRANKLIN MARTINS INTITULADO “LUTAR É PRECISO E É O MAIS IMPORTANTE: A GRANDE HERANÇA DE 1968 40 ANOS DEPOIS PROTESTO DOS BOLSISTAS DO PROGRAMA CONEXÕES DE SABERES DA UFPE, RECIFE-PE, 2009 REITORIA DA UFMA OCUPADA (03 DE JUNHO DE 2009) DIVULGAÇÃO DE LIVRO SOBRE AS REPÚBLICAS ESTUDANTIS DE OURO PRETO-MG DE AUTORIA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO (ENCARTE COLORIDO SOBRE AS REPÚBLICAS), 2009 ENCONTRO NACIONAL DE CASAS DE ESTUDANTES DA SENCE (TAMBÉM COM A PARTICIPAÇÃO DO PROJUPE COM A PRESENÇA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO, UFPA, 2009 40 ANOS DA REPÚBLICA AQUARIUS DE OURO PRETO-MG: RECORDANDO O CONVITE DA REPÚBLICA AQUARIUS NO CENTENÁRIO DA ESCOLA DE MINAS DA UFOP, 1976 SEMINÁRIO JUVENTUDES PERNAMBUCANAS EM PERSPECTIVA, UFPE, RECIFE-PE, OUTUBRO DE 2009 (ORGANIZADO PELO PROJUPE)
  • 27. 27 FOLDER DO XXII ERED/ERAJU, SÃO LUÍS-MA, 2009 PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO PARA JUVENTUDE DO PDT NA UNIVERSIDADE LEONEL BRIZOLA, 2009 PARTICIPAÇÃO DO PROJUPE (COM OTÁVIO LUIZ MACHADO) NO I COLÓQUIO NACIONAL ESTUDOS INTERDISCIPLINARES SOBRE INFÂNCIA E JUVENTUDE, UEPB, CAMPINA GRANDE-PB, 2009 APRESENTAÇÃO DO TRABALHO DO PROJUPE SOBRE JUVENTUDES NO CONGRESSO NORDESTINO DE EXTENSÃO (CNEU), UFRPE, RECIFE-PE, 2010 REUNIÃO COM EQUIPE DO CONEXÕES DOS SABERES, 2010 PROGRAMA PROJUPE VISITANDO O CASE DE JABOATÃO DOS GUARARAPES , OUTUBRO DE 2010 MESA SOBRE JUVENTUDES NO ENCONTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS DA UFPE, RECIFE-PE, NOVEMBRO DE 2010 PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO SOBRE OS 95 ANOS DO CENTRO ACADÊMICO DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO (CAEM), OURO PRETO-MG, 2010
  • 28. 28 RECONSTRUÇÃO HISTÓRICA DA MILITÂNCIA DE ANTÔNIO CARLOS BICALHO LANA E SONIA MARIA ANGEL (MORTOS PELA DITADURA CIVIL-MILITAR NOS ANOS 1970), OURO PRETO, 2010 VOLUME 6 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO 1º SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES ORGANIZADO PELO PROJUPE, UFPE, RECIFE-PE, ABRIL DE 2010 SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA DO PROJUPE, UFPE, RECIFE-PE, NOV. DE 2010
  • 29. 29 SLIDES DA APRESENTAÇÃO DE HELENA ABRAMO INTITULADA JUVENTUDES E DIREITOS SOCIAIS: ANOTAÇÕES DE UMA PESQUISA, SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE, RECIFE, NOVEMBRO DE 2010 SLIDE DA APRESENTAÇÃO DE DENIS BERNARDES E JULIENE TENÓRIO INTITULADA JUVENTUDE NO BRASIL: CONTROLE E LEGITIMIDADE (1930-1945), SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE, RECIFE, NOVEMBRO DE 2010 SLIDE DA APRESENTAÇÃO DE JOSÉ VIEIRA DA CRUZ INTITULADA MEMÓRIAS DA JUVENTUDE UNIVERSITÁRIA NO NORDESTE BRASILEIRO NOS TEMPOS DA DITADURA MILITAR, SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE, RECIFE, NOVEMBRO DE 2010 SLIDE DA APRESENTAÇÃO DE LEDA CRISTINA DA SILVA INTITULADA PROJETO QUÍMICA SEM FRONTEIRAS: UMA CONTRIBUIÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO EDUCACIONAL DA JUVENTUDE NO MUNICÍPIO DE NAZARÉ DA MATA-PE, SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA,
  • 30. 30 DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE, RECIFE, NOVEMBRO DE 2010 SLIDE DA APRESENTAÇÃO DA EQUIPE DO CONEXÕES DE SABERES DA UFPE INTITULADA CONEXÕES DE SABERES: DIÁLOGOS ENTRE A UNIVERSIDADE E AS COMUNIDADES POPULARES, SEMINÁRIO NACIONAL JUVENTUDES, DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA, UFPE, RECIFE, NOVEMBRO DE 2010 PROTESTO CONTRA AUMENTO DE PASSAGENS EM RECIFE-PE, 2011 ENCONTRO DE BANDAS NO ALTO JOSÉ DO PINHO, FEVEREIRO DE 2011 PALESTRA DE OTÁVIO LUIZ MACHADO NA FACULDADE FUNESO SOBRE JUVENTUDES, SETEMBRO DE 2011 OFICINA COORDENADA PELO PROJUPE SOBRE JUVENTUDES NO CAMPUS DA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO DE NAZARÉ DA MATA, OUTUBRO DE 2011 BATALHAS DE HIP-HOP NO PARQUE 13 DE MAIO, RECIFE-EPE, OUTUBRO DE 2011
  • 31. 31 PROTESTO DOS ESTUDANTES DO CAMPUS DA UNIVERSIDADE DE PERNAMBUCO (UPE) EM NAZARÉ DA MATA-PE, 2011 DOCUMENTO ESCLARECENDO O CASO USP (PRA QUEM VÊ DE FORA), NOVEMBRO DE 2011 DOCUMENTO CARTA DOS ESTUDANTES EM GREVE DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO AO GOVERNO DE SP DOCUMENTO HISTÓRICO: DESABAFO DE QUEM TAVA LÁ [REINTEGRAÇÃO DE POSSE DA USP] DOCUMENTO ATO OCCUPY UFPE EM REPÚDIO À CRIMINALIZAZÃO DXS ESTUDANTES USP APRESENTANDO O TRABALHO DO PROJUPE SOBRE JUVENTUDES NO EVENTO CTCM (EM DESTAQUE OTÁVIO LUIZ MACHADO), INSTITUTO BRENNAND, 2011 PROGRAMA OPINIÃO PERNAMBUCO DA TV UNIVERSITÁRIA DA UFPE (TVU) DEBATENDO O TEMA PROTAGONISMO JUVENIL, DEZEMBRO DE 2011 (COM CAMILA LAURENTINO, OTÁVIO LUIZ MACHADO, JOELSON E O APRESENTADOR VALDIR)
  • 32. 32 VOLUME 7 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO FOTOS MOVIMENTO PUNK VIVO EM RECIFE NOS IDOS DE 2012 FOTOS DA CASA DO ESTUDANTE DE PERNAMBUCO, RECIFE- PE, 07 DE FEVEREIRO DE 2012 CARTAZ DA CHAMADA PELO DCE DA UFRPE DO ATO DE REMATRÍCULA DO ESTUDANTE ODIJAS CARVALHO, 2012 ALGUNS DOCUMENTOS DOS PROTESTOS ESTUDANTIS CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS DE ONIBUS, RECIFE- PE, 27 DE JANEIRO DE 2012
  • 33. 33 BASTIDORES DO DOCUMENTÁRIO SOBRE O MOVIMENTO ESTUDANTIL DA FACULDADE DE DIREITO DA UFPE, JULHO DE 2012 DOCUMENTOS DA ELEIÇÃO DO DCE DA UNIVERSIDADE CATÓLICA DE PERNAMBUCO (UNICAP), OUTUBRO 2012 JORNAL DO DCE ODIJAS CARVALHO DA UFRPE, JULHO- AGOSTO DE 2012 TEATRO DE RUA EM RECIFE DURANTE FESTIVAL DE TEATRO NACIONAL, 29 DE NOVEMBRO DE 2012 ZÉ CELSO FAZENDO ATO-ARTE EM PÁTIO DA PUC-SP EM APOIO AOS GREVISTAS, 28 DE NOVEMBRO DE 2012 OCUPE TORRES DE RECIFE, 06 DE JANEIRO DE 2013 2º PROTESTO CONTRA O AUMENTO DAS PASSAGENS DE ÔNIBUS EM RECIFEPE, 07 DE JANEIRO DE 2013 VELÓRIO E ENTERRO DO ESTUDANTE DE CIÊNCIAS SOCIAIS RAIMUNDO NETO (SAMAMBAIA) NO CEMITÉRIO DE SANTO AMARO, RECIFE-PE, 08 DE JANEIRO DE 2013
  • 34. 34 VOLUME 8 AGRADECIMENTOS SUMÁRIO APRESENTAÇÃO INTRODUÇÃO DOCUMENTO “NOSSA REVISTA” (MENSARIO ACADEMICO DE OURO PRETO), VÁRIOS NÚMEROS 1929-1930 – 83 ANOS DOS NÚMEROS DA REVISTA ESTUDANTIL 30 ANOS DA GREVE ESTUDANTIL DA UFOP: PANFLETO “ABAIXO” (DE 1983) 49 ANOS DO LIVRO HOMENS DE OURO PRETO, AUTOR PEDRO RACHE) (DE 1954) 24 ANOS DE NÚMERO DA REVISTA ESTUDANTIL MOSAICO – DCE UFMG (DE 1989)
  • 35. 35 FOTOS HISTÓRICAS MOVIMENTOS ESTUDANTIS BRASILEIROS (FONTES ELETRÔNICAS) DOCUMENTO JORNAL DA UFOP AB/MAI ANO V1, VOL 75, 1986 DOCUMENTO JORNAL DA UFOP JAN., ANO VI, Nº 73, 1986 DOCUMENTO JORNAL UFOP 12/10/1984, Nº 70 DOCUMENTO JORNAL UFOP FEV. 1990, Nº 83 DOCUMENTO RELATÓRIO DIRETORIA EMOP, 1969 DOCUMENTO DISCURSO DE RINALDO CAMPOS SOARES EXALUNO DESTAQUE EMOP SD DOCUMENTO UFOP INFORMATIVO 03/09/1981, Nº 4 DOCUMENTO UFOP INFORMATIVO 1980 NÚMERO 0 DOCUMENTO UFPE NO MERCADO SD JORNAL DA UFOP, JANEIRO DE 1990, Nº 82 (23 ANOS APÓS SUA EDIÇÃO)
  • 36. 36 CARTA PROGRAMA CHAPA RODA VIVA, CE-UFPE, 2011 (DOIS ANOS DE CRIAÇÃO) BOLETIM INFORMATIVO CHAPA RODA VIVA, CE-UFPE, 2011 (DOIS ANOS DE CRIAÇÃO) FOLDER EXPOSIÇÃO “A IMPRENSA ESTUDANTIL DA FACULDADE DE DIREITO DO RECIFE (1863-1982), FDR/UFPE, 2012 (UM ANO DE CRIAÇÃO) FOLHETO DEBATE ABORTO, CFCH/UFPE, 2011 (DOIS ANOS DE CRIAÇÃO) GUIA DE CARREIRAS JURIDICAS DA FDR/UFPE, S.D INFORMATIVO DA UFOP 10/10/83 (30 ANOS DE SUA PUBLICAÇÃO) INFORMATIVO UFOP 15/01/1982 (31 ANOS DESDE SUA CRIAÇÃO) INFORMATIVO UFOP 20/08/1981 (32 ANOS DESDE SUA CRIAÇÃO)
  • 37. 37 MATÉRIA “OURO PRETO A PAISAGEM DESFIGURADA”, DE MAIO DE 1973 (40 ANOS DE SUA PUBLICAÇÃO) PANFLETO DCE CONSTRUÇÃO COLETIVA UNICAP/RECIFE, 2012 (UM ANO DE SUA CRIAÇÃO) CARTA DA UNIÃO JUVENTUDE COMUNISTA DE PERNAMBUCO (UJC-PE) SOBRE O AUMENTO DA PASSAGEM EM RECIFE 2012 (UM ANO DE SUA CRIAÇÃO) CARTAZ DA MARCHA DAS VADIAS RECIFE-PE, 2012 (UM ANO DE REALIZAÇÃO) INFORMES DA REM (REVISTA DA ESCOLA DE MINAS DE OURO PRETO-MG (DIVERSOS S.D.) RELATÓRIO DA COMISSÃO PARLAMENTAR DE INQUÉRITO (CPI) PARA TRATAR DO ENSINO SUPERIOR BRASILEIRO, 1969 (44 ANOS DE SUA CRIAÇÃO)
  • 38. 38
  • 39. 39 APRESENTAÇÃO Os novos volumes que se incorporam à coleção JUVENTUDES, DEMOCRACIA, DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA do PROGRAMA PLURALIDADES, JUVENTUDES, EDUCAÇÃO E CIDADANIA (PROPEJEC), como deveria não deixar de ser, apresenta novidades para o leitor ao publicizar uma documentação coletada em diversos momentos e em vários projetos. A primeira tentativa de sistematização de parte dos Documentos aqui relacionados veio com um DVD-rom produzido pelo projeto A ENGENHARIA NACIONAL, OS ESTUDANTES E A EDUCAÇÃO SUPERIOR: 1930-85 (PROENGE), sendo seguido de diversos blogs cujo único objetivo era contribuir com a realização de novos projetos e dar suporte às pesquisas do tema por tantas outras pessoas no futuro. O que foi cumprido. Ao longo do livro indicamos as fontes dos quais os Documentos foram reproduzidos, como o da Escola de Minas de Ouro Preto-MG, de particulares, do Congresso Nacional, da Escola Politécnica da USP, do Centro Acadêmico Horace Lane da Escola de Engenharia do Mackenzie, da Escola de Engenharia de Pernambuco, do Arquivo Central da UFPE e da Presidência da República.
  • 40. 40 Tantos outros livros da Coleção citada acima dão conta da análise que foi feita com esses e tantos outros Documentos, o que seria duplicar por aqui um trabalho já realizado. Eis o motivo de só se publicar os Documentos sistematizados, sendo cada um fonte de informações e de conhecimentos que pode ser extraída. O grande contributo do nosso trabalho é passar por toda a história das juventudes brasileiras, que não se resume apenas aos três primeiros volumes do livro ASPECTOS DA HISTÓRIA DAS JUVENTUDES BRASILEIRAS (1930-1985): UM RESGATE HISTÓRICO SEM PÁGINA VIRADA, mas a tantos outros trabalhos já disponíveis para consulta e download na internet. É assim que tal obra é apresentada, ou seja, aqui não se mostra apenas um aspecto de uma obra, mas de todo um trabalho que aos poucos vai sendo disponibilizado para que se produza cidadania.
  • 41. 41 INTRODUÇÃO: UMA PÁGINA (QUASE) VIRADA NO RESGATE DA HISTÓRIA MOVIMENTO ESTUDANTIL BRASILEIRO “Esse Projeto é evidentemente muito importante. E no caso nosso, especialmente daqui em Pernambuco, ele colocou na ordem do dia a temática da juventude. É um projeto sistemático voltado para essa temática, nucleando pessoas, reunido material, organizando seminários e publicações. E isso realmente é novo. Ele tem trazido uma contribuição rica pelo que tem suscitado e vai suscitar”. (Professor Denis Bernardes sobre os projetos de resgate histórico encaminhados por Otávio Luiz Machado). A foto abaixo apareceu por acaso num trabalho de coleta de dados sobre a história do movimento estudantil. Na verdade, a folha não virada foi fotografada em pleno movimento, o que a princípio pode ser só um erro durante a digitalização de documentos.
  • 42. 42 Só me deparei de verdade para o significado dessa foto agora na produção desse livro e da coleção do qual ele faz parte, que traz ao nosso trabalho uma reflexão sobre virar ou não virar a página, mudar ou não mudar de uma vez a temática das pesquisas, mesmo que ainda não cheguemos naquela fase considerada como ponto de saturação. Já faz algum tempo que tento mudar o tema do trabalho sobre as juventudes, buscando partir não mais da história, mas do cotidiano das juventudes na cidade. Ao mesmo tempo, quando percebo que são pouquíssimas as pessoas realizando o resgate que fazemos, a impressão que vem sempre é que precisamos continuar mesmo com tantos outros temas em maior evidência no nosso cotidiano de pesquisas. Talvez a diminuição no ritmo possa ser a solução nesse momento.
  • 43. 43 Mas não poderia deixar essa “diminuição” de ritmo ser celebrada sem dar mais um salto ou sem fazer um balanço do que foi feito, porque falamos de um trabalho consolidado e já conhecido por diversas pessoas e instituições. Quando trabalhamos especificamente com o tema do movimento estudantil ficamos satisfeitos por ver uma resenha sobre o nosso trabalho publicada na Revista Crítica de Ciências Sociais, que é uma das mais importantes e conceituadas no campo das Humanas no mundo. Lá se dizia o seguinte: “O propósito de Machado e de seu grupo de pesquisa é sem dúvida um debate público da memória do movimento estudantil”. Também foi dado destaque nos veículos de comunicação para um público maior, como é o caso do Jornal do Commercio de Recife, que o trabalho realizado abrangia uma dimensão nacional. “As pesquisas a respeito do movimento estudantil no País encontram em Pernambuco um pioneiro campo de estudos. Hoje, os estudos tornaram-se referência nacional e já alcançam um espectro bem mais amplo” (janeiro de 2009). Na mesma linha foi o que analisou o Diario de Pernambuco: “Nem sempre a juventude foi uma banda numa propaganda de refrigerante. (...) Fenômenos sociais que estão no amplo levantamento feito por um programa inédito em nível nacional” (janeiro de 2009). Um grande trabalho não só de publicações foi feito, mas de orientação de estudantes e de formação de pesquisadores sociais, o que forjou a aproximação entre ensino, pesquisa e extensão. O que
  • 44. 44 considero ser esse envolvimento dos estudantes com os nossos trabalhos um dos pontos altos de tudo que fizemos. O apoio da imprensa é outro aspecto a considerar, pois sem a publicização do que fazíamos não seria possível formar outro grande aspecto de todo o trabalho: uma rede de colaboração altamente produtiva. A ida a tantos locais ou a recepção a tantas pessoas que vieram até nós só indica que conseguimos mobilizar todo um conjunto de pessoas e instituições na construção de um campo de estudos sobre a juventude brasileira. Não só no Brasil, mas até no exterior.
  • 45. 45
  • 46. 46 O saldo é muito grande. Só indica que valeu e vale a pena lutar pelo que acredita. Para quem abriu campos raros, como o estudo das moradias universitárias no Brasil, os movimentos estudantis nas escolas de Engenharia do País, os movimentos juvenis em Recife nos anos 1970 e 1980, os protestos públicos na contemporaneidade e tantas outras inovações, o que se pode dizer é que não existe trabalho inconcluso, porque colaborar com os próximos trabalhos é quase como se fosse uma missão. È sabido que inovamos também na divulgação científica, o que relatamos em congressos científicos internacionais um pouco dessa metodologia e dos seus principais resultados. È sempre necessário e fundamental inovar mesmo com muitos anos de pesquisa dos mesmos temas e com muitos resultados exitosos apresentados. Nas últimas páginas da introdução apresento algumas imagens de nossos entrevistados, que certamente são outro grande orgulho dos projetos. À medida do possível iremos divulgando a própria história do nosso trabalho nos próximos livros e momentos.
  • 47. 47
  • 48. 48
  • 49. 49
  • 50. 50
  • 51. 51
  • 52. 52
  • 53. 53
  • 54. 54
  • 55. 55 DOCUMENTO “NOSSA REVISTA” (MENSARIO ACADEMICO DE OURO PRETO), VÁRIOS NÚMEROS 1929-1930 – 83 ANOS DOS NÚMEROS DA REVISTA ESTUDANTIL
  • 56. 56
  • 57. 57
  • 58. 58
  • 59. 59
  • 60. 60
  • 61. 61
  • 62. 62
  • 63. 63
  • 64. 64
  • 65. 65
  • 66. 66
  • 67. 67
  • 68. 68
  • 69. 69
  • 70. 70
  • 71. 71
  • 72. 72
  • 73. 73
  • 74. 74
  • 75. 75
  • 76. 76
  • 77. 77
  • 78. 78
  • 79. 79
  • 80. 80
  • 81. 81
  • 82. 82
  • 83. 83
  • 84. 84
  • 85. 85
  • 86. 86
  • 87. 87
  • 88. 88
  • 89. 89
  • 90. 90
  • 91. 91
  • 92. 92
  • 93. 93
  • 94. 94
  • 95. 95
  • 96. 96
  • 97. 97
  • 98. 98
  • 99. 99
  • 100. 100
  • 101. 101
  • 102. 102
  • 103. 103
  • 104. 104
  • 105. 105
  • 106. 106
  • 107. 107
  • 108. 108
  • 109. 109
  • 110. 110
  • 111. 111
  • 112. 112
  • 113. 113
  • 114. 114
  • 115. 115
  • 116. 116
  • 117. 117
  • 118. 118
  • 119. 119
  • 120. 120
  • 121. 121
  • 122. 122
  • 123. 123
  • 124. 124
  • 125. 125
  • 126. 126
  • 127. 127
  • 128. 128
  • 129. 129
  • 130. 130
  • 131. 131
  • 132. 132
  • 133. 133
  • 134. 134
  • 135. 135
  • 136. 136
  • 137. 137
  • 138. 138
  • 139. 139
  • 140. 140
  • 141. 141
  • 142. 142
  • 143. 143
  • 144. 144
  • 145. 145
  • 146. 146
  • 147. 147
  • 148. 148
  • 149. 149
  • 150. 150
  • 151. 151
  • 152. 152
  • 153. 153
  • 154. 154
  • 155. 155
  • 156. 156
  • 157. 157
  • 158. 158
  • 159. 159
  • 160. 160
  • 161. 161
  • 162. 162
  • 163. 163
  • 164. 164
  • 165. 165
  • 166. 166
  • 167. 167
  • 168. 168
  • 169. 169
  • 170. 170
  • 171. 171
  • 172. 172
  • 173. 173
  • 174. 174
  • 175. 175
  • 176. 176
  • 177. 177
  • 178. 178
  • 179. 179
  • 180. 180
  • 181. 181
  • 182. 182
  • 183. 183
  • 184. 184
  • 185. 185
  • 186. 186
  • 187. 187
  • 188. 188
  • 189. 189
  • 190. 190
  • 191. 191
  • 192. 192
  • 193. 193
  • 194. 194
  • 195. 195
  • 196. 196
  • 197. 197
  • 198. 198
  • 199. 199
  • 200. 200
  • 201. 201
  • 202. 202
  • 203. 203
  • 204. 204
  • 205. 205
  • 206. 206
  • 207. 207
  • 208. 208
  • 209. 209
  • 210. 210
  • 211. 211
  • 212. 212
  • 213. 213
  • 214. 214
  • 215. 215
  • 216. 216
  • 217. 217
  • 218. 218
  • 219. 219
  • 220. 220
  • 221. 221
  • 222. 222
  • 223. 223
  • 224. 224
  • 225. 225
  • 226. 226
  • 227. 227
  • 228. 228
  • 229. 229
  • 230. 230
  • 231. 231
  • 232. 232
  • 233. 233
  • 234. 234
  • 235. 235
  • 236. 236
  • 237. 237
  • 238. 238
  • 239. 239
  • 240. 240
  • 241. 241
  • 242. 242
  • 243. 243
  • 244. 244
  • 245. 245
  • 246. 246
  • 247. 247
  • 248. 248
  • 249. 249
  • 250. 250
  • 251. 251
  • 252. 252
  • 253. 253
  • 254. 254
  • 255. 255
  • 256. 256
  • 257. 257
  • 258. 258
  • 259. 259
  • 260. 260
  • 261. 261
  • 262. 262
  • 263. 263
  • 264. 264
  • 265. 265
  • 266. 266
  • 267. 267
  • 268. 268
  • 269. 269 30 ANOS DA GREVE ESTUDANTIL DA UFOP: PANFLETO “ABAIXO” (DE 1983)
  • 270. 270
  • 271. 271 49 ANOS DO LIVRO HOMENS DE OURO PRETO, AUTOR PEDRO RACHE) (DE 1954)
  • 272. 272
  • 273. 273
  • 274. 274
  • 275. 275
  • 276. 276
  • 277. 277
  • 278. 278
  • 279. 279
  • 280. 280
  • 281. 281
  • 282. 282
  • 283. 283
  • 284. 284
  • 285. 285
  • 286. 286
  • 287. 287
  • 288. 288
  • 289. 289
  • 290. 290
  • 291. 291
  • 292. 292
  • 293. 293
  • 294. 294
  • 295. 295
  • 296. 296
  • 297. 297
  • 298. 298
  • 299. 299
  • 300. 300
  • 301. 301
  • 302. 302
  • 303. 303
  • 304. 304
  • 305. 305
  • 306. 306
  • 307. 307
  • 308. 308
  • 309. 309
  • 310. 310
  • 311. 311
  • 312. 312
  • 313. 313
  • 314. 314
  • 315. 315
  • 316. 316
  • 317. 317
  • 318. 318
  • 319. 319
  • 320. 320
  • 321. 321
  • 322. 322
  • 323. 323
  • 324. 324
  • 325. 325
  • 326. 326
  • 327. 327
  • 328. 328
  • 329. 329
  • 330. 330
  • 331. 331
  • 332. 332
  • 333. 333
  • 334. 334
  • 335. 335
  • 336. 336
  • 337. 337
  • 338. 338
  • 339. 339
  • 340. 340
  • 341. 341
  • 342. 342
  • 343. 343
  • 344. 344
  • 345. 345
  • 346. 346
  • 347. 347
  • 348. 348
  • 349. 349
  • 350. 350
  • 351. 351
  • 352. 352
  • 353. 353
  • 354. 354
  • 355. 355
  • 356.