SlideShare uma empresa Scribd logo
Grandes Etapas da História da Terra




                             Prof. Catarina Soares   1
• Baseiam-se em:
 • Príncipio da sobreposição de estratos;
 • Datação relativa;
 • Datação absoluta;
 • Extinções em massa;
 • Transgressões e regressões.




                      Prof. Catarina Soares   2
Os sedimentos resultantes da erosão das rochas, transportados
pela água ou ar, depositam-se.
Estes sedimentos dão origem a várias camadas, que se vão
depositando e compactando, formando estratos ou camadas
sucessivas.




                         Prof. Catarina Soares              3
Simultaneamente com a deposição de partículas sedimentares,
pode ocorrer a deposição de organismos mortos, que acabam
por ficar recobertos pelos sedimentos que continuam a depositar-
se.




                          Prof. Catarina Soares                4
• Princípio da Sobreposição dos Estratos
  • Numa sequência não deformada de estratos de rochas
    sedimentares, uma camada de sedimentos é mais recente do
    que está por debaixo e mais antiga do que a que se situa
    por cima.
                                                Mais recente




                                                Mais antigo

                        Prof. Catarina Soares                  5
• Princípio da Identidade Paleontológica
  • Estratos com os mesmos fósseis têm a mesma idade.




                         Prof. Catarina Soares          6
• Fósseis de Idade ou estratigráficos
  • Fósseis que viveram num curto período de tempo e tiveram
    uma grandes distribuição geográfica.




                        Prof. Catarina Soares              7
• Fósseis de Fácies
  • Fósseis que nos fornecem informações sobre o ambiente onde
    viveram.




                         Prof. Catarina Soares               8
• Fósseis Vivos
  • Grupos de seres vivos atuais que são morfologicamente muito
    semelhantes a organismos dos quais apenas há conhecimento
    do registo fóssil.




          Nautilus                               Celacanto
                         Prof. Catarina Soares                9
• Aplicando o Príncipio da Sobreposição dos Estratos, é possível
  fazer a datação relativa dos estratos, isto é, podemos afirmar,
  que o estratos C é mais antigo que os estratos B e A.




                           Prof. Catarina Soares               10
• Para se saber a idade exata
  dos estratos, os geólogos têm
  que ter acesso à data da sua
  formação, isto é, à sua idade
  absoluta.
• No caso das rochas, a idade
  absoluta é determinada através
  de       cálculos,    utilizando
  instrumentos, semelhantes aos
  da figura abaixo que medem a
  radioactividade    de      certos
  minerais.
                           Prof. Catarina Soares   11
• A história da terra também foi marcada por importantes
  acontecimentos que ocorreram paralelamente e em interação
  com a evolução e a extinção das espécies.




                        Prof. Catarina Soares            12
• Estes fenómenos ocorrem ciclicamente em todo o planeta desde
  que existem continentes. Numa determinada época geológica,
  o mar avança sobre a linha de costa; diz-se que ocorre uma
  transgressão. Quando o mar volta a recuar, dá-se uma
  regressão.




                         Prof. Catarina Soares              13
• A     datação      das    rochas
  associada à presença de
  fósseis permitiu a elaboração
  de um calendário, que divide a
  história da Terra, em função de
  acontecimentos, como, por
  exemplo, o aparecimento e a
  extinção de espécies.
• Assim o tempo geológico
  encontra-se dividido em Eras,
  Períodos e Épocas.

                           Prof. Catarina Soares   14
Prof. Catarina Soares   15
• Fósseis: estromatólitos e fósseis de Ediacara.




                            Prof. Catarina Soares   16
Trilobites
               Evolução dos peixes
Anfíbios e répteis – invadem o ambiente terrestre
             Plantas: fetos arbóreos
     No final: extinção de 60% de espécies
                  Prof. Catarina Soares             17
Belemnites

                                     Amonites




             Prof. Catarina Soares              18
Prof. Catarina Soares   19
•   Amonites, ambiente aquático
•   Dinossáurios, ambientes aquático, aéreo e terrestre
•   Pequenos mamíferos de hábitos nocturnos
•   Abundância de plantas sem flor (gimnospérmicas)
•   Aparecimento de plantas com flor
    (angiospérmicas)



                        Prof. Catarina Soares         20
• Era dos mamíferos e das aves.




                     Prof. Catarina Soares   21
• Nos últimos 2 M.a. Desta Era, no Quaternário,
  também      denominado  Antropozóica,  surge
  finalmente o Homem.




                   Prof. Catarina Soares      22

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Etapas Da História Da Terra
Etapas Da História Da TerraEtapas Da História Da Terra
Etapas Da História Da Terra
Tânia Reis
 
Terra sistema
Terra sistemaTerra sistema
Ficha formativa evolução da atmosfera primitiva
Ficha formativa evolução da atmosfera primitivaFicha formativa evolução da atmosfera primitiva
Ficha formativa evolução da atmosfera primitiva
N C
 
Mobilidade Geológica
Mobilidade GeológicaMobilidade Geológica
Mobilidade Geológica
Tânia Reis
 
fósseis - 7º ano
fósseis - 7º anofósseis - 7º ano
fósseis - 7º ano
olgacacao
 
Ficha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-converted
Ficha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-convertedFicha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-converted
Ficha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-converted
Sandra Semedo
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
margaridabt
 
6 métodos estudo interior da terra
6   métodos estudo interior da terra6   métodos estudo interior da terra
6 métodos estudo interior da terra
margaridabt
 
Ficha Formativa - Rochas
Ficha Formativa - RochasFicha Formativa - Rochas
Ficha Formativa - Rochas
José Luís Alves
 
Pré Câmbrico E Paleozóico
Pré Câmbrico E PaleozóicoPré Câmbrico E Paleozóico
Pré Câmbrico E Paleozóico
Catir
 
Resumo sismologia e estrutura interna da terra
Resumo   sismologia e estrutura interna da terraResumo   sismologia e estrutura interna da terra
Resumo sismologia e estrutura interna da terra
Hugo Martins
 
Estrutura interna da terra e dinâmica das placas
Estrutura interna da terra e dinâmica das placasEstrutura interna da terra e dinâmica das placas
Estrutura interna da terra e dinâmica das placas
João José Ferreira Tojal
 
Mobilismo Geológico
Mobilismo Geológico Mobilismo Geológico
Mobilismo Geológico
Bárbara Castanheira
 
Tectónica de placas
Tectónica de placasTectónica de placas
Tectónica de placas
catiacsantos
 
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estruturaExercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Andreia Carvalho
 
II - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTALII - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTAL
sandranascimento
 
Ondas sísmicas e descontinuidades
Ondas sísmicas e descontinuidadesOndas sísmicas e descontinuidades
Ondas sísmicas e descontinuidades
Ana Castro
 
7 métodos estudo interior da terra
7   métodos estudo interior da terra7   métodos estudo interior da terra
7 métodos estudo interior da terra
margaridabt
 
A Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudançaA Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudança
Marta Espada
 
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICASXI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
Sandra Nascimento
 

Mais procurados (20)

Etapas Da História Da Terra
Etapas Da História Da TerraEtapas Da História Da Terra
Etapas Da História Da Terra
 
Terra sistema
Terra sistemaTerra sistema
Terra sistema
 
Ficha formativa evolução da atmosfera primitiva
Ficha formativa evolução da atmosfera primitivaFicha formativa evolução da atmosfera primitiva
Ficha formativa evolução da atmosfera primitiva
 
Mobilidade Geológica
Mobilidade GeológicaMobilidade Geológica
Mobilidade Geológica
 
fósseis - 7º ano
fósseis - 7º anofósseis - 7º ano
fósseis - 7º ano
 
Ficha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-converted
Ficha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-convertedFicha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-converted
Ficha8 de-trabalho-metodos-estudo-interior-geosfera-converted
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
 
6 métodos estudo interior da terra
6   métodos estudo interior da terra6   métodos estudo interior da terra
6 métodos estudo interior da terra
 
Ficha Formativa - Rochas
Ficha Formativa - RochasFicha Formativa - Rochas
Ficha Formativa - Rochas
 
Pré Câmbrico E Paleozóico
Pré Câmbrico E PaleozóicoPré Câmbrico E Paleozóico
Pré Câmbrico E Paleozóico
 
Resumo sismologia e estrutura interna da terra
Resumo   sismologia e estrutura interna da terraResumo   sismologia e estrutura interna da terra
Resumo sismologia e estrutura interna da terra
 
Estrutura interna da terra e dinâmica das placas
Estrutura interna da terra e dinâmica das placasEstrutura interna da terra e dinâmica das placas
Estrutura interna da terra e dinâmica das placas
 
Mobilismo Geológico
Mobilismo Geológico Mobilismo Geológico
Mobilismo Geológico
 
Tectónica de placas
Tectónica de placasTectónica de placas
Tectónica de placas
 
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estruturaExercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
Exercícios tipo exame sismologia metodos estrutura
 
II - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTALII - DERIVA CONTINENTAL
II - DERIVA CONTINENTAL
 
Ondas sísmicas e descontinuidades
Ondas sísmicas e descontinuidadesOndas sísmicas e descontinuidades
Ondas sísmicas e descontinuidades
 
7 métodos estudo interior da terra
7   métodos estudo interior da terra7   métodos estudo interior da terra
7 métodos estudo interior da terra
 
A Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudançaA Terra, um planeta em mudança
A Terra, um planeta em mudança
 
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICASXI - ROCHAS METAMÓRFICAS
XI - ROCHAS METAMÓRFICAS
 

Semelhante a Grandes etapas da história da terra

Fósseis e História da Terra
Fósseis e História da TerraFósseis e História da Terra
Fósseis e História da Terra
Eduardo1
 
Fosseis e Datação ras Rochas
Fosseis e Datação ras RochasFosseis e Datação ras Rochas
Fosseis e Datação ras Rochas
Sérgio Luiz
 
Fosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das RochasFosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das Rochas
Sérgio Luiz
 
A terra conta a sua história ii
A terra conta a sua história iiA terra conta a sua história ii
A terra conta a sua história ii
Bárbara Pereira
 
A Terra conta a sua historia
A Terra conta a sua historiaA Terra conta a sua historia
A Terra conta a sua historia
Leonardo Alves
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
Mokida
 
Tempo geológico e história da terra
Tempo geológico e história da terraTempo geológico e história da terra
Tempo geológico e história da terra
s1lv1alouro
 
História da terra
História da terraHistória da terra
História da terra
novaisdias
 
4 otempoemgeologia-101011135642-phpapp02
4 otempoemgeologia-101011135642-phpapp024 otempoemgeologia-101011135642-phpapp02
4 otempoemgeologia-101011135642-phpapp02
Pelo Siro
 
Evolução
EvoluçãoEvolução
Evolução
Paulocosta510
 
Tempo Geológico e a Idade te Terra
Tempo Geológico e a Idade te TerraTempo Geológico e a Idade te Terra
Tempo Geológico e a Idade te Terra
malikfasihabid
 
Tempo geológico
Tempo geológicoTempo geológico
Tempo geológico
Ezequias Guimaraes
 
Grandes etapas da história da terra
Grandes etapas da história da terraGrandes etapas da história da terra
Grandes etapas da história da terra
Bárbara Pereira
 
O tempo geológico
O tempo geológicoO tempo geológico
O tempo geológico
Wendell Fabrício
 
2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA
2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA
2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA
sandranascimento
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
Catir
 
Fosseis 1 cópia
Fosseis 1   cópiaFosseis 1   cópia
Fosseis 1 cópia
Pelo Siro
 
Os fosseis.
Os fosseis.Os fosseis.
Praia Carcavelos Alunos
Praia Carcavelos AlunosPraia Carcavelos Alunos
Praia Carcavelos Alunos
Ministério da Educação
 
O tempo geológico
O tempo geológicoO tempo geológico
O tempo geológico
Wendell Fabrício
 

Semelhante a Grandes etapas da história da terra (20)

Fósseis e História da Terra
Fósseis e História da TerraFósseis e História da Terra
Fósseis e História da Terra
 
Fosseis e Datação ras Rochas
Fosseis e Datação ras RochasFosseis e Datação ras Rochas
Fosseis e Datação ras Rochas
 
Fosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das RochasFosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das Rochas
 
A terra conta a sua história ii
A terra conta a sua história iiA terra conta a sua história ii
A terra conta a sua história ii
 
A Terra conta a sua historia
A Terra conta a sua historiaA Terra conta a sua historia
A Terra conta a sua historia
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
 
Tempo geológico e história da terra
Tempo geológico e história da terraTempo geológico e história da terra
Tempo geológico e história da terra
 
História da terra
História da terraHistória da terra
História da terra
 
4 otempoemgeologia-101011135642-phpapp02
4 otempoemgeologia-101011135642-phpapp024 otempoemgeologia-101011135642-phpapp02
4 otempoemgeologia-101011135642-phpapp02
 
Evolução
EvoluçãoEvolução
Evolução
 
Tempo Geológico e a Idade te Terra
Tempo Geológico e a Idade te TerraTempo Geológico e a Idade te Terra
Tempo Geológico e a Idade te Terra
 
Tempo geológico
Tempo geológicoTempo geológico
Tempo geológico
 
Grandes etapas da história da terra
Grandes etapas da história da terraGrandes etapas da história da terra
Grandes etapas da história da terra
 
O tempo geológico
O tempo geológicoO tempo geológico
O tempo geológico
 
2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA
2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA
2- ETAPAS DA HITÓRIA DA TERRA
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
 
Fosseis 1 cópia
Fosseis 1   cópiaFosseis 1   cópia
Fosseis 1 cópia
 
Os fosseis.
Os fosseis.Os fosseis.
Os fosseis.
 
Praia Carcavelos Alunos
Praia Carcavelos AlunosPraia Carcavelos Alunos
Praia Carcavelos Alunos
 
O tempo geológico
O tempo geológicoO tempo geológico
O tempo geológico
 

Mais de acatarina82

Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
acatarina82
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
acatarina82
 
Dinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terraDinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terra
acatarina82
 
A terra conta a sua história
A terra conta a sua históriaA terra conta a sua história
A terra conta a sua história
acatarina82
 
Terra viva
Terra vivaTerra viva
Terra viva
acatarina82
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
acatarina82
 
Ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Ciência, tecnologia, sociedade e ambienteCiência, tecnologia, sociedade e ambiente
Ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
acatarina82
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
acatarina82
 

Mais de acatarina82 (8)

Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
 
Atividade sísmica
Atividade sísmicaAtividade sísmica
Atividade sísmica
 
Dinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terraDinâmica interna da terra
Dinâmica interna da terra
 
A terra conta a sua história
A terra conta a sua históriaA terra conta a sua história
A terra conta a sua história
 
Terra viva
Terra vivaTerra viva
Terra viva
 
Universo
UniversoUniverso
Universo
 
Ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
Ciência, tecnologia, sociedade e ambienteCiência, tecnologia, sociedade e ambiente
Ciência, tecnologia, sociedade e ambiente
 
Apresentação
ApresentaçãoApresentação
Apresentação
 

Último

EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
Sandra Pratas
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
edusegtrab
 

Último (20)

EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O MONSTRO DAS CORES_ANGELINA & MÓNICA_22_23
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.pptAnálise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
Análise dos resultados do desmatamento obtidos pelo SIAD.ppt
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamasConhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
Conhecimento sobre Vestimenta Anti chamas
 

Grandes etapas da história da terra

  • 1. Grandes Etapas da História da Terra Prof. Catarina Soares 1
  • 2. • Baseiam-se em: • Príncipio da sobreposição de estratos; • Datação relativa; • Datação absoluta; • Extinções em massa; • Transgressões e regressões. Prof. Catarina Soares 2
  • 3. Os sedimentos resultantes da erosão das rochas, transportados pela água ou ar, depositam-se. Estes sedimentos dão origem a várias camadas, que se vão depositando e compactando, formando estratos ou camadas sucessivas. Prof. Catarina Soares 3
  • 4. Simultaneamente com a deposição de partículas sedimentares, pode ocorrer a deposição de organismos mortos, que acabam por ficar recobertos pelos sedimentos que continuam a depositar- se. Prof. Catarina Soares 4
  • 5. • Princípio da Sobreposição dos Estratos • Numa sequência não deformada de estratos de rochas sedimentares, uma camada de sedimentos é mais recente do que está por debaixo e mais antiga do que a que se situa por cima. Mais recente Mais antigo Prof. Catarina Soares 5
  • 6. • Princípio da Identidade Paleontológica • Estratos com os mesmos fósseis têm a mesma idade. Prof. Catarina Soares 6
  • 7. • Fósseis de Idade ou estratigráficos • Fósseis que viveram num curto período de tempo e tiveram uma grandes distribuição geográfica. Prof. Catarina Soares 7
  • 8. • Fósseis de Fácies • Fósseis que nos fornecem informações sobre o ambiente onde viveram. Prof. Catarina Soares 8
  • 9. • Fósseis Vivos • Grupos de seres vivos atuais que são morfologicamente muito semelhantes a organismos dos quais apenas há conhecimento do registo fóssil. Nautilus Celacanto Prof. Catarina Soares 9
  • 10. • Aplicando o Príncipio da Sobreposição dos Estratos, é possível fazer a datação relativa dos estratos, isto é, podemos afirmar, que o estratos C é mais antigo que os estratos B e A. Prof. Catarina Soares 10
  • 11. • Para se saber a idade exata dos estratos, os geólogos têm que ter acesso à data da sua formação, isto é, à sua idade absoluta. • No caso das rochas, a idade absoluta é determinada através de cálculos, utilizando instrumentos, semelhantes aos da figura abaixo que medem a radioactividade de certos minerais. Prof. Catarina Soares 11
  • 12. • A história da terra também foi marcada por importantes acontecimentos que ocorreram paralelamente e em interação com a evolução e a extinção das espécies. Prof. Catarina Soares 12
  • 13. • Estes fenómenos ocorrem ciclicamente em todo o planeta desde que existem continentes. Numa determinada época geológica, o mar avança sobre a linha de costa; diz-se que ocorre uma transgressão. Quando o mar volta a recuar, dá-se uma regressão. Prof. Catarina Soares 13
  • 14. • A datação das rochas associada à presença de fósseis permitiu a elaboração de um calendário, que divide a história da Terra, em função de acontecimentos, como, por exemplo, o aparecimento e a extinção de espécies. • Assim o tempo geológico encontra-se dividido em Eras, Períodos e Épocas. Prof. Catarina Soares 14
  • 16. • Fósseis: estromatólitos e fósseis de Ediacara. Prof. Catarina Soares 16
  • 17. Trilobites Evolução dos peixes Anfíbios e répteis – invadem o ambiente terrestre Plantas: fetos arbóreos No final: extinção de 60% de espécies Prof. Catarina Soares 17
  • 18. Belemnites Amonites Prof. Catarina Soares 18
  • 20. Amonites, ambiente aquático • Dinossáurios, ambientes aquático, aéreo e terrestre • Pequenos mamíferos de hábitos nocturnos • Abundância de plantas sem flor (gimnospérmicas) • Aparecimento de plantas com flor (angiospérmicas) Prof. Catarina Soares 20
  • 21. • Era dos mamíferos e das aves. Prof. Catarina Soares 21
  • 22. • Nos últimos 2 M.a. Desta Era, no Quaternário, também denominado Antropozóica, surge finalmente o Homem. Prof. Catarina Soares 22