SlideShare uma empresa Scribd logo
LEANDRO, REI DA HELÍRIA
                              ALICE VIEIRA

                                                          1º ACTO

Completa o texto que se segue, com base na leitura efectuada ao 1º. Acto da
peça:

             O 1º Acto deste texto dramático é constituído por um total de
             ____________________ cenas. As cenas têm lugar em
             ____________________ no ____________________ do Rei
             Leandro, principalmente no ____________________ e na sala de
             banquetes.

              Logo no início, o Rei, fala com o ____________________ e no seu
              discurso mostra-se atormentado com o ____________________
que teve, pois considera que se trata de um recado dos ____________________.

Na 2ª cena, ficamos a conhecer duas das suas filhas: Amarílis e Hortênsia. Estas
mostram-se, desde logo, interesseiras e falsas e terminam a cena envolvendo-se
numa grande ____________________ e insultando-se mutuamente.

Na 3ª cena, surge Violeta, atraída por toda aquela ____________________
infernal, mas as irmãs dão o assunto por encerrado e pedem-lhe que não se
meta, porque são coisas de gente ____________________.

Seguidamente, na 4ª cena surgem os noivos de Amarílis e Hortênsia com o
objectivo de marcar os casamentos. O noivo de Amarílis, o príncipe
____________________, é do tipo ____________________, fanfarrão e só pensa
no seu ____________________; O noivo de Hortênsia, o príncipe
____________________ é muito ____________________, vive na sombra do
noivo de Amarílis e apresenta um vocabulário tão ____________________, que a
única    frase    que    profere   vezes      sem    conta   é:  “Tiraste-me
____________________________________”.
O Rei decide comemorar os ____________________ das filhas, no dia seguinte
com uma grande festa no palácio.

Na cena 5, Violeta caminha só pelo jardim, quando é surpreendida pelo
________________ _______________, seu pretendente. Violeta revela o seu
sonho ao futuro noivo e diz-lhe que é um mau ____________________.
Sobre o casamento de ambos decidem falar após os festejos do casamento das
irmãs.

A Cena 6, é apenas o relato dos preparativos para o banquete real.
A 7ª cena é bastante esclarecedora, no que diz respeito ao carácter dos três
príncipes, uma vez que os noivos de Amarílis e Hortênsia se mostram apenas
preocupados com a ____________________ que irão proporcionar às noivas,
enquanto que o futuro noivo de Violeta diz ser o mais ____________________ de
todos, por ter o ____________________ de Violeta.

Nas Cenas 8 e 9, o discurso entre as três irmãs sobre o seu futuro, também nos
deixa perceber que Amarilis e Hortênsia apenas estão interessadas na
____________________ dos noivos, não se ralando, a primeira com a
____________________ da linguagem do noivo e a segunda com o facto de o
noivo ser de poucas ____________________.

A 10ª cena, é uma das mais longas e remete-nos para o interior do palácio, onde
irá decorrer a festa de noivado.
Esta cena é de grande importância, porque o Rei decide, finalmente, revelar o
conteúdo do seu sonho, dizendo que viu o seu ____________________ ser
levado pelo vento, a ____________________ ser arrastada pela fúria das
____________________ e o seu ____________________ arrancado por forças
____________________. Na opinião do Rei, os ____________________ querem
que ele deixe de ____________________, por estar velho de mais e não
conseguir zelar pelos seus súbditos. O Bobo tem opinião diferente e diz, de forma
cómica que “os deuses ______________________________________”
O Rei anuncia então a sua decisão de entregar o seu ____________________ à
filha que demonstrar maior ____________________ por si.
Umas a uma, as filhas ajoelham-se diante do pai para manifestarem os seus
sentimentos: Amarílis diz “Quero-vos mais do que ao ____________________”
Hortênsia diz ““Quero-vos mais do que ao ____________________” e, por último,
Violeta, que diz “Preciso de vós como _____________________________”.
O Rei fica furioso por tal comparação de Violeta e diz-lhe que nunca mais a quer
ver.

Na Cena 11, o Rei manda chamar o ___________________ para redigir um
documento no qual refere que a partir daquele dia ninguém ouse
_________________ o nome de Violeta, que esta seja ____________________
do reino e que nunca mais se ____________________ violetas no seu jardim.
O príncipe Reginaldo assegura ao Rei que esta irá, mas não estará só, pois irão
casar e viver felizes no seu reino.
O Rei decide então que o seu reino ficará para as suas outras filhas, dividindo-o
em duas partes: Amarílis governará o ____________________ (os seus pomares,
vinhas, pastagens…) e Hortênsia governará o ____________________ (as minas
de ferro, cobre, estanho…).
Quanto ao Rei, viverá _______________ ________________ em cada reino e
ficará só com o seu fiel ____________________, dispensando o restante
____________________.
Esta última cena termina com a crueldade das duas irmãs, que discutem sobre
quem irá ser a primeira a “___________________________”.
LEANDRO, REI DA HELÍRIA
                               ALICE VIEIRA

                                                          2º ACTO


Completa o texto que se segue, com base na leitura efectuada ao 2º. Acto da
peça.

O 2º. Acto apresenta _______________ cenas. Em termos de localização,
verificamos que este vai alternando entre a _______________ onde o rei se
abriga e os _______________ das suas filhas.
Na 1ª. Cena, O rei e o seu fiel _______________ caminham pela estrada e vêem-
se forçados a abrigar-se devido à _______________ que se aproxima.
Na 2ª. Cena, encontram um pastor, cujo verdadeiro nome é _______________
_______________, embora na brincadeira diga que é o rei de _______________.
O bobo resolve contar a triste história do seu amo ao pastor e quando lhe fala da
frase proferida por _______________, filha preferida do Rei, o pastor responde,
com grande sabedoria: “Grande vai o mal ___________________________.”
Na 3ª. Cena viajamos até ao reino de ________________, que chamara a irmã
_______________ para decidir sobre o futuro do pai. Nem uma nem outra se
encontram na disposição de continuar a _______________. Segundo Amarílis, o
rei passou a ser como um _______________ qualquer do seu reino, quando
decidiu entregar-lhes o poder. O Príncipe Felizardo acrescenta que “Quem não
trabuca _______________.” E decidem que o melhor é deixar o pai à sua sorte,
pois não querem vadios e preguiçosos.
Na 4ª. Cena, o pastor aconselha o bobo a procurar a outra filha, mas o bobo teme
a _______________ do rei, que nem quer ouvir falar em tal nome e só sabe
repetir “Eu não _______________”.
Na 5ª. Cena somos transportados para os domínios de ________________ e
________________,onde o pastor relata toda a história do Rei.
Ficamos a saber que Violeta, sua filha, todos os domingos, na praça do mercado,
pedia à população para que se vissem o seu pai, o levassem à sua presença, sem
contudo lhe _______________ a sua _______________.
Na 6ª. Cena, o pastor descreve o seu reino e fala de toda a fartura que aí poderão
encontrar. O Bobo desconfia, mas assim que o rei acorda ele diz-lhe que a
tempestade já passou e que está na hora de pôr os pés _______________.
O Pastor informa o Bobo sobre o melhor caminho a seguir para chegar ao seu
reino.
Na 7ª. Cena, O Pastor fala com Violeta e informa-a que o seu pai não tardará a
chegar e repete constantemente: “tão certo, ____________________________”.
Violeta apressa-se a transmitir ordens na _______________ e pede ao pastor que
informe que à noite, a _______________ do seu _______________ estará aberta
e haverá _______________ para toda a gente. Pede também que fique de vigia e
que assim que o seu pai aparecer para o levar à sua presença.
Na 8ª. Cena, o rei e o bobo chegam finalmente ao reino de Violeta. O Bobo
mostra-se muito _______________, mas o rei, pessimista, não para de repetir a
lengalenga: “Em toda a parte há medo, _______________ , tristeza…”
Na 9ª. Cena, o Bobo conversa com o Rei sobre as suas filhas, ao que este
responde, arreliado, que não tem filhas e que a culpa é dos deuses, ao que o
Bobo responde que se está na situação em que está o deve às
_______________ das filhas.
Na Cena 10, o príncipe Reginaldo surge junto deles e diz que cheira a
_______________, que tem plantadas no seu jardim e o Rei Leandro
_______________, quando o ouve. De seguida é a vez de violeta falar e o Rei
fica confuso, porque a voz é-lhe familiar.
Reginaldo pergunta-lhe quem é e o que faz no seu reino, ao que o Rei responde:
“Sou Leandro, ____________________”. Reginaldo diz-lhe então que esse reino
já não existe, que fora dividido em dois e oferecidos às filhas mais velhas, que
agora não faziam outra coisa que passar o tempo a _________________ uma à
outra.
Na última cena, dá-se o banquete. Violeta manda servir o _______________
prato e o rei prova, mas _______________, manda servir o prato seguinte e o rei
Volta a fazer o mesmo. Seguem-se outros pratos, mas a reacção do rei é sempre
a mesma, até que diz: “______________! Esta comida está _______________!”
Violeta informa-o que é apenas comida ________________. O Rei fica sem fala,
espantado e pergunta-lhe o _______________. O Bobo reconhece-a de imediato
e o Rei admite então o seu grande erro ao _______________ a única filha sincera
que tinha, a única que o _______________ de verdade.
O pastor intervém e, citando as palavras da sua esposa, _______________, diz:
“A palavras ocas, _____________________”.
O rei pede _______________ a sua filha Violeta e tudo acaba em bem.
Doravante, aquele será também o seu reino, refere Violeta e esquecerão tudo o
que ficou para trás. Terminou o pesadelo!

E o Bobo termina, dizendo:
“Vitória, vitória, ______________________________”.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca sínteseO Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca síntese
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Ficha de verificaã§ã£o de leitura o cavaleiro da dinamarca
Ficha de verificaã§ã£o de leitura   o cavaleiro da dinamarcaFicha de verificaã§ã£o de leitura   o cavaleiro da dinamarca
Ficha de verificaã§ã£o de leitura o cavaleiro da dinamarca
veracampos
 
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Sandra Gil Miranda
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Raquel Antunes
 
Resumos de história 5º ano peninsula iberica
Resumos de história 5º ano peninsula ibericaResumos de história 5º ano peninsula iberica
Resumos de história 5º ano peninsula iberica
pereiraepereira1
 
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativaO cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
fercariagomes
 
Ficha de avaliação formativa
Ficha de avaliação formativaFicha de avaliação formativa
Ficha de avaliação formativa
maria ceu pita
 
Ficha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoa
Ficha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoaFicha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoa
Ficha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoa
Rita Ribeiro
 
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Cristina Leitão
 
Teste Ed. Lit 6º ULISSES.docx
Teste Ed. Lit 6º ULISSES.docxTeste Ed. Lit 6º ULISSES.docx
Teste Ed. Lit 6º ULISSES.docx
AnaRocha519354
 
Teste sumativo 1
Teste sumativo 1Teste sumativo 1
Teste sumativo 1
Delfina Sousa
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
Clara Veiga
 
Teste 5 ulisses daniel
Teste 5 ulisses danielTeste 5 ulisses daniel
Teste 5 ulisses daniel
Ana Pereira
 
Ficha formativa determinantes pronomes
Ficha formativa determinantes pronomesFicha formativa determinantes pronomes
Ficha formativa determinantes pronomes
Patrícia Valério
 
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarcaFicha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
AntonioEsposende
 
ficha Nomes 5º ano
ficha Nomes 5º anoficha Nomes 5º ano
ficha Nomes 5º ano
Cristina Albuquerque
 
Português: sílabas e acentuação- Ficha de Trabalho
Português: sílabas e acentuação- Ficha de TrabalhoPortuguês: sílabas e acentuação- Ficha de Trabalho
Português: sílabas e acentuação- Ficha de Trabalho
A. Simoes
 
Inglês 5º ano
Inglês 5º anoInglês 5º ano
Inglês 5º ano
oibafinho
 
Portugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgo
Portugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgoPortugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgo
Portugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgo
Rúben Henriques
 

Mais procurados (20)

O Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca sínteseO Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca síntese
 
Ficha de verificaã§ã£o de leitura o cavaleiro da dinamarca
Ficha de verificaã§ã£o de leitura   o cavaleiro da dinamarcaFicha de verificaã§ã£o de leitura   o cavaleiro da dinamarca
Ficha de verificaã§ã£o de leitura o cavaleiro da dinamarca
 
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
Ficha de verificação de leitura " O cavaleiro da Dinamarca"
 
Ficha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavrasFicha formativa_ Relação entre palavras
Ficha formativa_ Relação entre palavras
 
Resumos de história 5º ano peninsula iberica
Resumos de história 5º ano peninsula ibericaResumos de história 5º ano peninsula iberica
Resumos de história 5º ano peninsula iberica
 
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativaO cavaleiro da dinamarca  categorias da narrativa
O cavaleiro da dinamarca categorias da narrativa
 
Ficha de avaliação formativa
Ficha de avaliação formativaFicha de avaliação formativa
Ficha de avaliação formativa
 
Ficha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoa
Ficha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoaFicha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoa
Ficha de-preparac3a7c3a3o-para-o-teste-de-portugues-pc3a1scoa
 
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
Ficha de verificaço de leitura - História da Gaivora e do Gato que a ensinou ...
 
Teste Ed. Lit 6º ULISSES.docx
Teste Ed. Lit 6º ULISSES.docxTeste Ed. Lit 6º ULISSES.docx
Teste Ed. Lit 6º ULISSES.docx
 
Teste sumativo 1
Teste sumativo 1Teste sumativo 1
Teste sumativo 1
 
Resumo
ResumoResumo
Resumo
 
Teste 5 ulisses daniel
Teste 5 ulisses danielTeste 5 ulisses daniel
Teste 5 ulisses daniel
 
Síntese Cavaleiro da Dinamarca
Síntese Cavaleiro da DinamarcaSíntese Cavaleiro da Dinamarca
Síntese Cavaleiro da Dinamarca
 
Ficha formativa determinantes pronomes
Ficha formativa determinantes pronomesFicha formativa determinantes pronomes
Ficha formativa determinantes pronomes
 
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarcaFicha de verific. leitura cav. dinamarca
Ficha de verific. leitura cav. dinamarca
 
ficha Nomes 5º ano
ficha Nomes 5º anoficha Nomes 5º ano
ficha Nomes 5º ano
 
Português: sílabas e acentuação- Ficha de Trabalho
Português: sílabas e acentuação- Ficha de TrabalhoPortuguês: sílabas e acentuação- Ficha de Trabalho
Português: sílabas e acentuação- Ficha de Trabalho
 
Inglês 5º ano
Inglês 5º anoInglês 5º ano
Inglês 5º ano
 
Portugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgo
Portugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgoPortugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgo
Portugues 9º ano 1º teste.pdf fidalgo
 

Destaque

Relatóro pilp 2011
Relatóro pilp 2011Relatóro pilp 2011
Relatóro pilp 2011
Profmaria
 
Carta aberta a sophia
Carta aberta a sophiaCarta aberta a sophia
Carta aberta a sophia
Profmaria
 
Retrato da mulher_perfeita
Retrato da mulher_perfeitaRetrato da mulher_perfeita
Retrato da mulher_perfeita
Profmaria
 
Avaliação da expressão oral
Avaliação da expressão oralAvaliação da expressão oral
Avaliação da expressão oral
Profmaria
 
A escola primária no tempo do estado novo
A escola primária no tempo do estado novoA escola primária no tempo do estado novo
A escola primária no tempo do estado novo
Profmaria
 
Tiago trabalho
Tiago trabalhoTiago trabalho
Tiago trabalho
Profmaria
 
Trabalho lp
Trabalho lpTrabalho lp
Trabalho lp
Profmaria
 
Programa sarau mar sophia e poesia
Programa sarau mar sophia e poesiaPrograma sarau mar sophia e poesia
Programa sarau mar sophia e poesia
Profmaria
 
Conteúdos port
Conteúdos portConteúdos port
Conteúdos portProfmaria
 
Os lusíadas ;)
Os lusíadas ;)Os lusíadas ;)
Os lusíadas ;)
dinocarvalho8
 
Cultura dia 05 junho
Cultura dia 05 junhoCultura dia 05 junho
Cultura dia 05 junho
Profmaria
 
Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02
Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02
Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02
Tiago Magalhães
 
LP: Funções Sintácticas
LP: Funções SintácticasLP: Funções Sintácticas
LP: Funções Sintácticas
7F
 
Como se lê uma imagem
Como se lê uma imagemComo se lê uma imagem
Como se lê uma imagem
Profmaria
 
CFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de Misturas
CFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de MisturasCFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de Misturas
CFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de Misturas
7F
 
Ficha E VerificaçãO De Leitura
Ficha E VerificaçãO De LeituraFicha E VerificaçãO De Leitura
Ficha E VerificaçãO De Leitura
dinocarvalho8
 
LP: Leandro Rei da Helíria
LP: Leandro Rei da HelíriaLP: Leandro Rei da Helíria
LP: Leandro Rei da Helíria
7F
 
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
7F
 
LP: Ficha Discurso Directo e Indirecto
LP: Ficha Discurso Directo e IndirectoLP: Ficha Discurso Directo e Indirecto
LP: Ficha Discurso Directo e Indirecto
7F
 

Destaque (19)

Relatóro pilp 2011
Relatóro pilp 2011Relatóro pilp 2011
Relatóro pilp 2011
 
Carta aberta a sophia
Carta aberta a sophiaCarta aberta a sophia
Carta aberta a sophia
 
Retrato da mulher_perfeita
Retrato da mulher_perfeitaRetrato da mulher_perfeita
Retrato da mulher_perfeita
 
Avaliação da expressão oral
Avaliação da expressão oralAvaliação da expressão oral
Avaliação da expressão oral
 
A escola primária no tempo do estado novo
A escola primária no tempo do estado novoA escola primária no tempo do estado novo
A escola primária no tempo do estado novo
 
Tiago trabalho
Tiago trabalhoTiago trabalho
Tiago trabalho
 
Trabalho lp
Trabalho lpTrabalho lp
Trabalho lp
 
Programa sarau mar sophia e poesia
Programa sarau mar sophia e poesiaPrograma sarau mar sophia e poesia
Programa sarau mar sophia e poesia
 
Conteúdos port
Conteúdos portConteúdos port
Conteúdos port
 
Os lusíadas ;)
Os lusíadas ;)Os lusíadas ;)
Os lusíadas ;)
 
Cultura dia 05 junho
Cultura dia 05 junhoCultura dia 05 junho
Cultura dia 05 junho
 
Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02
Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02
Fichadeverificaodeleituraleandro 100130122929-phpapp02
 
LP: Funções Sintácticas
LP: Funções SintácticasLP: Funções Sintácticas
LP: Funções Sintácticas
 
Como se lê uma imagem
Como se lê uma imagemComo se lê uma imagem
Como se lê uma imagem
 
CFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de Misturas
CFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de MisturasCFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de Misturas
CFQ: Ficha informativa Processos de Sepração de Misturas
 
Ficha E VerificaçãO De Leitura
Ficha E VerificaçãO De LeituraFicha E VerificaçãO De Leitura
Ficha E VerificaçãO De Leitura
 
LP: Leandro Rei da Helíria
LP: Leandro Rei da HelíriaLP: Leandro Rei da Helíria
LP: Leandro Rei da Helíria
 
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
HIST: Ficha Formativa - A Europa Cristã e o Islão Nos Séculos VI a IX # A Soc...
 
LP: Ficha Discurso Directo e Indirecto
LP: Ficha Discurso Directo e IndirectoLP: Ficha Discurso Directo e Indirecto
LP: Ficha Discurso Directo e Indirecto
 

Ficha De Verificao De Leitura Leandro

  • 1. LEANDRO, REI DA HELÍRIA ALICE VIEIRA 1º ACTO Completa o texto que se segue, com base na leitura efectuada ao 1º. Acto da peça: O 1º Acto deste texto dramático é constituído por um total de ____________________ cenas. As cenas têm lugar em ____________________ no ____________________ do Rei Leandro, principalmente no ____________________ e na sala de banquetes. Logo no início, o Rei, fala com o ____________________ e no seu discurso mostra-se atormentado com o ____________________ que teve, pois considera que se trata de um recado dos ____________________. Na 2ª cena, ficamos a conhecer duas das suas filhas: Amarílis e Hortênsia. Estas mostram-se, desde logo, interesseiras e falsas e terminam a cena envolvendo-se numa grande ____________________ e insultando-se mutuamente. Na 3ª cena, surge Violeta, atraída por toda aquela ____________________ infernal, mas as irmãs dão o assunto por encerrado e pedem-lhe que não se meta, porque são coisas de gente ____________________. Seguidamente, na 4ª cena surgem os noivos de Amarílis e Hortênsia com o objectivo de marcar os casamentos. O noivo de Amarílis, o príncipe ____________________, é do tipo ____________________, fanfarrão e só pensa no seu ____________________; O noivo de Hortênsia, o príncipe ____________________ é muito ____________________, vive na sombra do noivo de Amarílis e apresenta um vocabulário tão ____________________, que a única frase que profere vezes sem conta é: “Tiraste-me ____________________________________”. O Rei decide comemorar os ____________________ das filhas, no dia seguinte com uma grande festa no palácio. Na cena 5, Violeta caminha só pelo jardim, quando é surpreendida pelo ________________ _______________, seu pretendente. Violeta revela o seu sonho ao futuro noivo e diz-lhe que é um mau ____________________. Sobre o casamento de ambos decidem falar após os festejos do casamento das irmãs. A Cena 6, é apenas o relato dos preparativos para o banquete real.
  • 2. A 7ª cena é bastante esclarecedora, no que diz respeito ao carácter dos três príncipes, uma vez que os noivos de Amarílis e Hortênsia se mostram apenas preocupados com a ____________________ que irão proporcionar às noivas, enquanto que o futuro noivo de Violeta diz ser o mais ____________________ de todos, por ter o ____________________ de Violeta. Nas Cenas 8 e 9, o discurso entre as três irmãs sobre o seu futuro, também nos deixa perceber que Amarilis e Hortênsia apenas estão interessadas na ____________________ dos noivos, não se ralando, a primeira com a ____________________ da linguagem do noivo e a segunda com o facto de o noivo ser de poucas ____________________. A 10ª cena, é uma das mais longas e remete-nos para o interior do palácio, onde irá decorrer a festa de noivado. Esta cena é de grande importância, porque o Rei decide, finalmente, revelar o conteúdo do seu sonho, dizendo que viu o seu ____________________ ser levado pelo vento, a ____________________ ser arrastada pela fúria das ____________________ e o seu ____________________ arrancado por forças ____________________. Na opinião do Rei, os ____________________ querem que ele deixe de ____________________, por estar velho de mais e não conseguir zelar pelos seus súbditos. O Bobo tem opinião diferente e diz, de forma cómica que “os deuses ______________________________________” O Rei anuncia então a sua decisão de entregar o seu ____________________ à filha que demonstrar maior ____________________ por si. Umas a uma, as filhas ajoelham-se diante do pai para manifestarem os seus sentimentos: Amarílis diz “Quero-vos mais do que ao ____________________” Hortênsia diz ““Quero-vos mais do que ao ____________________” e, por último, Violeta, que diz “Preciso de vós como _____________________________”. O Rei fica furioso por tal comparação de Violeta e diz-lhe que nunca mais a quer ver. Na Cena 11, o Rei manda chamar o ___________________ para redigir um documento no qual refere que a partir daquele dia ninguém ouse _________________ o nome de Violeta, que esta seja ____________________ do reino e que nunca mais se ____________________ violetas no seu jardim. O príncipe Reginaldo assegura ao Rei que esta irá, mas não estará só, pois irão casar e viver felizes no seu reino. O Rei decide então que o seu reino ficará para as suas outras filhas, dividindo-o em duas partes: Amarílis governará o ____________________ (os seus pomares, vinhas, pastagens…) e Hortênsia governará o ____________________ (as minas de ferro, cobre, estanho…). Quanto ao Rei, viverá _______________ ________________ em cada reino e ficará só com o seu fiel ____________________, dispensando o restante ____________________. Esta última cena termina com a crueldade das duas irmãs, que discutem sobre quem irá ser a primeira a “___________________________”.
  • 3. LEANDRO, REI DA HELÍRIA ALICE VIEIRA 2º ACTO Completa o texto que se segue, com base na leitura efectuada ao 2º. Acto da peça. O 2º. Acto apresenta _______________ cenas. Em termos de localização, verificamos que este vai alternando entre a _______________ onde o rei se abriga e os _______________ das suas filhas. Na 1ª. Cena, O rei e o seu fiel _______________ caminham pela estrada e vêem- se forçados a abrigar-se devido à _______________ que se aproxima. Na 2ª. Cena, encontram um pastor, cujo verdadeiro nome é _______________ _______________, embora na brincadeira diga que é o rei de _______________. O bobo resolve contar a triste história do seu amo ao pastor e quando lhe fala da frase proferida por _______________, filha preferida do Rei, o pastor responde, com grande sabedoria: “Grande vai o mal ___________________________.” Na 3ª. Cena viajamos até ao reino de ________________, que chamara a irmã _______________ para decidir sobre o futuro do pai. Nem uma nem outra se encontram na disposição de continuar a _______________. Segundo Amarílis, o rei passou a ser como um _______________ qualquer do seu reino, quando decidiu entregar-lhes o poder. O Príncipe Felizardo acrescenta que “Quem não trabuca _______________.” E decidem que o melhor é deixar o pai à sua sorte, pois não querem vadios e preguiçosos. Na 4ª. Cena, o pastor aconselha o bobo a procurar a outra filha, mas o bobo teme a _______________ do rei, que nem quer ouvir falar em tal nome e só sabe repetir “Eu não _______________”. Na 5ª. Cena somos transportados para os domínios de ________________ e ________________,onde o pastor relata toda a história do Rei. Ficamos a saber que Violeta, sua filha, todos os domingos, na praça do mercado, pedia à população para que se vissem o seu pai, o levassem à sua presença, sem contudo lhe _______________ a sua _______________. Na 6ª. Cena, o pastor descreve o seu reino e fala de toda a fartura que aí poderão encontrar. O Bobo desconfia, mas assim que o rei acorda ele diz-lhe que a tempestade já passou e que está na hora de pôr os pés _______________. O Pastor informa o Bobo sobre o melhor caminho a seguir para chegar ao seu reino. Na 7ª. Cena, O Pastor fala com Violeta e informa-a que o seu pai não tardará a chegar e repete constantemente: “tão certo, ____________________________”. Violeta apressa-se a transmitir ordens na _______________ e pede ao pastor que informe que à noite, a _______________ do seu _______________ estará aberta e haverá _______________ para toda a gente. Pede também que fique de vigia e que assim que o seu pai aparecer para o levar à sua presença.
  • 4. Na 8ª. Cena, o rei e o bobo chegam finalmente ao reino de Violeta. O Bobo mostra-se muito _______________, mas o rei, pessimista, não para de repetir a lengalenga: “Em toda a parte há medo, _______________ , tristeza…” Na 9ª. Cena, o Bobo conversa com o Rei sobre as suas filhas, ao que este responde, arreliado, que não tem filhas e que a culpa é dos deuses, ao que o Bobo responde que se está na situação em que está o deve às _______________ das filhas. Na Cena 10, o príncipe Reginaldo surge junto deles e diz que cheira a _______________, que tem plantadas no seu jardim e o Rei Leandro _______________, quando o ouve. De seguida é a vez de violeta falar e o Rei fica confuso, porque a voz é-lhe familiar. Reginaldo pergunta-lhe quem é e o que faz no seu reino, ao que o Rei responde: “Sou Leandro, ____________________”. Reginaldo diz-lhe então que esse reino já não existe, que fora dividido em dois e oferecidos às filhas mais velhas, que agora não faziam outra coisa que passar o tempo a _________________ uma à outra. Na última cena, dá-se o banquete. Violeta manda servir o _______________ prato e o rei prova, mas _______________, manda servir o prato seguinte e o rei Volta a fazer o mesmo. Seguem-se outros pratos, mas a reacção do rei é sempre a mesma, até que diz: “______________! Esta comida está _______________!” Violeta informa-o que é apenas comida ________________. O Rei fica sem fala, espantado e pergunta-lhe o _______________. O Bobo reconhece-a de imediato e o Rei admite então o seu grande erro ao _______________ a única filha sincera que tinha, a única que o _______________ de verdade. O pastor intervém e, citando as palavras da sua esposa, _______________, diz: “A palavras ocas, _____________________”. O rei pede _______________ a sua filha Violeta e tudo acaba em bem. Doravante, aquele será também o seu reino, refere Violeta e esquecerão tudo o que ficou para trás. Terminou o pesadelo! E o Bobo termina, dizendo: “Vitória, vitória, ______________________________”.