SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 9
1
Ano Letivo 2012/2013
Trabalho efetuado por:
Ano: 8º
Turma: B2
Professora:
Disciplina: Ciências Naturais
2
1. Introdução. --------------------------------------------------------3
2. Material necessário para as experiências -------------4
3. Procedimento/Metodologia ---------------------------------5
4. Observações e Registos -------------------------------------6
5. Discussão de resultados -------------------------------------7
6. Conclusão --------------------------------------------------------8
3
Neste relatório vamos retratar a influência da luz, temperatura,
e da humidade no comportamento das minhocas.
O ambiente ou meio físico-químico é constituído por fatores
abióticos, os fatores abióticos influenciam o comportamento dos
seres vivos que nos rodeiam. As experiências que realizamos foram
feitas com minhocas devido ao facto de serem animais de pequenas
dimensões logo mais fácil de trabalhar, dentro de uma sala de aula.
Tal como todos os seres vivos as minhocas também são influenciadas
pelos fatores abióticos neste caso, talvez sejam influenciadas pela luz,
temperatura e humidade mas é isso que agora vamos explorar e
concluir.
4
Experiência Nº1
Material:
Uma amostra de solo
3 Minhocas
1 Caixa de sapatos
1 Tesoura
1 Esguicho com água
1 Candeeiro
1 Pinça
Experiência Nº2
Material:
1 Minhoca
1 Pinça
3 Tinas
1 Termómetro
Gelo
3 Placas de Petri
Água quente
Água fria
Experiência Nº3
Material:
1 Tabuleiro, de plástico ou madeira
1 Pinça
Papel para cobrir metade da superfície do tabuleiro
Esguicho com água
3 Minhocas
5
Experiência Nº 1
Com a ajuda de uma garrafa de esguicho,
humedece-mos a base da caixa de sapatos.
Corta-mos a tampa da caixa, dividimo-la em
duas partes iguais. Tapa-mos metade da caixa
de sapatos. Colocámos o candeeiro sobre a
caixa de sapatos, colocámos as minhocas, com
a ajuda de uma pinça, na parte iluminada.
Experiência Nº 2
Colocámos água em 3 recipientes. Num colocámos
cubos de gelo, colocámos noutro recipiente água com a
temperatura normal de 19ºC e por último aquecemos a
água até ficar com 25ºC.
Experiência nº3
Cobrimos metade da superfície do
tabuleiro com papel, humedece-mos o
papel com uma garrafa de esguicho,
colocámos uma minhoca na zona A,
com a ajuda de uma pinça e colocámos
mais duas minhocas na zona A
6
Experiência Nº1 - Qual a influência da luz no comportamento
das minhocas?
Experiência Nº2 – Qual a influência da temperatura no
comportamento das minhocas?
~
Podemosobservarque asminhocas,se
afastaramda luminosidade,e forampara
parte em que existiamenosluminosidade
(sombra).
A minhocaencontrava-se desconfortável
na água fria.
A minhocaencontrava-se desconfortável na
água quente.
7
Experiência Nº3 - Qual a influência da humidade no
comportamento das minhocas?
Experiência Nº1 - Qual a influência da luz no comportamento
das minhocas?
1- O comportamento das minhocas.
As minhocas sentiram-se mal à luz do sol tendo tendência para se deslocar para
a sombra.
2- Volta a colocar as minhocas na zona A. Descreve novamente o que observas.
As minhocas tornaram para a zona da sombra.
A minhocaencontrava-se confortávelna
água quente.
Na experiência Nº3 observámos, que a
minhoca teve preferência pela parte
húmida.
8
3- Qual o fator do ambiente que está a influenciar o comportamento das
minhocas?
O fator do ambiente que influencia o comportamento das minhocas é a luz.
Experiência Nº2 – Qual a influência da temperatura no
comportamento das minhocas?
1- Observa e descreve o comportamento da minhoca nas três situações.
No gelo - Desconfortável àquela temperatura
À temperatura de 19ºC- Comportamento estável, temperatura adequada.
À temperatura de 25º C – Sentia-se agitada pois a temperatura era muito elevada
àquilo que ela aguenta.
2- Refere o fator do ambiente que está a influenciar o comportamento da
minhoca.
O fator do ambiente que influencia o comportamento das minhocas temperatura.
3- Qual será a temperatura ótima para esta espécie?
A temperatura ótima para esta espécie é cerca de 19ºC.
Experiência Nº3 - Qual a influência da luz na germinação das
sementes?
1- Observa e descreve o comportamento da minhoca nas três situações.
Na parte seca e intermédia a minhoca sentia-se desconfortável, contudo na
parte húmida era onde a minhoca se sentia bem.
2- Refere o fator do ambiente que está a influenciar o comportamento da
minhoca.
O fator do ambiente que influencia o comportamento das minhocas é a
humidade.
9
Concluímos que o comportamento dos
animais varia com os fatores abióticos:
luz, temperatura, humidade.
Foi um trabalho interessante em que
concluímos que os fatores abióticos
influênciam a vidam dos seres vivos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Ulisses: Ficha de Avaliação
Ulisses: Ficha de AvaliaçãoUlisses: Ficha de Avaliação
Ulisses: Ficha de AvaliaçãoA. Simoes
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Raquel Antunes
 
Variação diurna da temperatura
Variação diurna da temperaturaVariação diurna da temperatura
Variação diurna da temperaturarmmpr
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumosofiasimao
 
A Expansão marítima
A Expansão marítimaA Expansão marítima
A Expansão marítimacattonia
 
Forma Dos Animais E Simetria
Forma Dos Animais E SimetriaForma Dos Animais E Simetria
Forma Dos Animais E Simetriafernandesilvia
 
Ficha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º anoFicha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º anozedobarco3
 
Física e Química 7º Ano - Resumo
Física e Química 7º Ano - ResumoFísica e Química 7º Ano - Resumo
Física e Química 7º Ano - Resumoricardodavidtt
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Inês Moreira
 
100% música livro de testes
100% música   livro de testes100% música   livro de testes
100% música livro de testesTeresa Rosário
 
Variabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solarVariabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solarIlda Bicacro
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis SepúlvedaHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis SepúlvedaLurdes Augusto
 
Transporte tubular - gasodutos e oelodutos
Transporte tubular - gasodutos e oelodutosTransporte tubular - gasodutos e oelodutos
Transporte tubular - gasodutos e oelodutosPedro Peixoto
 

Mais procurados (20)

Ulisses: Ficha de Avaliação
Ulisses: Ficha de AvaliaçãoUlisses: Ficha de Avaliação
Ulisses: Ficha de Avaliação
 
Funções sintáticas
Funções sintáticasFunções sintáticas
Funções sintáticas
 
4 variação da temperatura em portugal
4  variação da temperatura em portugal4  variação da temperatura em portugal
4 variação da temperatura em portugal
 
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
Ficha formativa_ Recursos Expressivos (I)
 
Uma aventura
Uma aventuraUma aventura
Uma aventura
 
O Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca sínteseO Cavaleiro Dinamarca síntese
O Cavaleiro Dinamarca síntese
 
Variação diurna da temperatura
Variação diurna da temperaturaVariação diurna da temperatura
Variação diurna da temperatura
 
Recursos expressivos
Recursos expressivosRecursos expressivos
Recursos expressivos
 
O principezinho - resumo
O principezinho - resumoO principezinho - resumo
O principezinho - resumo
 
A Expansão marítima
A Expansão marítimaA Expansão marítima
A Expansão marítima
 
Forma Dos Animais E Simetria
Forma Dos Animais E SimetriaForma Dos Animais E Simetria
Forma Dos Animais E Simetria
 
Ficha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º anoFicha de recursos expressivos 6º ano
Ficha de recursos expressivos 6º ano
 
Resumo a saga
Resumo a sagaResumo a saga
Resumo a saga
 
Física e Química 7º Ano - Resumo
Física e Química 7º Ano - ResumoFísica e Química 7º Ano - Resumo
Física e Química 7º Ano - Resumo
 
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"Análise do episódio "Consílio dos deuses"
Análise do episódio "Consílio dos deuses"
 
100% música livro de testes
100% música   livro de testes100% música   livro de testes
100% música livro de testes
 
Resumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º AnoResumos de ciências - 8.º Ano
Resumos de ciências - 8.º Ano
 
Variabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solarVariabilidade da radiação solar
Variabilidade da radiação solar
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis SepúlvedaHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
 
Transporte tubular - gasodutos e oelodutos
Transporte tubular - gasodutos e oelodutosTransporte tubular - gasodutos e oelodutos
Transporte tubular - gasodutos e oelodutos
 

Destaque

Influência dos Factores Abióticos
Influência dos Factores AbióticosInfluência dos Factores Abióticos
Influência dos Factores AbióticosClara Abegão
 
V de gowin luz resolucao
V de gowin   luz resolucaoV de gowin   luz resolucao
V de gowin luz resolucaoAnabela Silva
 
Ficha de relatório - Humidade
Ficha de relatório - HumidadeFicha de relatório - Humidade
Ficha de relatório - HumidadeGabriela Bruno
 
Factores Abióticos
Factores AbióticosFactores Abióticos
Factores AbióticosSérgio Luiz
 
Sementes germinacao
Sementes germinacaoSementes germinacao
Sementes germinacaoAna Picão
 
Influencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantas
Influencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantasInfluencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantas
Influencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantasMaria João São Pedro
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzCatir
 
Factores Abióticos - Água
Factores Abióticos - ÁguaFactores Abióticos - Água
Factores Abióticos - ÁguaCatir
 
Factores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - TemperaturaFactores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - TemperaturaCatir
 
A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)
A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)
A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)sepb
 
Ficha de Relatório - Fototropismo
Ficha de Relatório - FototropismoFicha de Relatório - Fototropismo
Ficha de Relatório - FototropismoGabriela Bruno
 
Fatores abióticos - humidade
  Fatores abióticos - humidade  Fatores abióticos - humidade
Fatores abióticos - humidadeAna Castro
 
Influência dos fatores do meio no comportamento dos animais
Influência dos fatores do meio no comportamento dos animaisInfluência dos fatores do meio no comportamento dos animais
Influência dos fatores do meio no comportamento dos animaisMariaJoão Agualuza
 
Variáveis em investigação
Variáveis em investigaçãoVariáveis em investigação
Variáveis em investigaçãoMinvC
 

Destaque (20)

Influência dos Factores Abióticos
Influência dos Factores AbióticosInfluência dos Factores Abióticos
Influência dos Factores Abióticos
 
V de gowin luz resolucao
V de gowin   luz resolucaoV de gowin   luz resolucao
V de gowin luz resolucao
 
Ficha de relatório - Humidade
Ficha de relatório - HumidadeFicha de relatório - Humidade
Ficha de relatório - Humidade
 
Factores Abióticos
Factores AbióticosFactores Abióticos
Factores Abióticos
 
Sementes germinacao
Sementes germinacaoSementes germinacao
Sementes germinacao
 
Influencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantas
Influencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantasInfluencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantas
Influencia da luz na germinação e desenvolvimento das plantas
 
Factores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - LuzFactores Abióticos - Luz
Factores Abióticos - Luz
 
Factores Abióticos - Água
Factores Abióticos - ÁguaFactores Abióticos - Água
Factores Abióticos - Água
 
Influência da Luz
Influência da LuzInfluência da Luz
Influência da Luz
 
V de gowin
V de gowinV de gowin
V de gowin
 
Factores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - TemperaturaFactores Abióticos - Temperatura
Factores Abióticos - Temperatura
 
II - FATORES ABIÓTICOS I
II - FATORES ABIÓTICOS III - FATORES ABIÓTICOS I
II - FATORES ABIÓTICOS I
 
A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)
A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)
A influência da temperatura nos seres vivos (2) (v)
 
V de gowin del trabajo
V de gowin del trabajoV de gowin del trabajo
V de gowin del trabajo
 
V de Gowin
V de GowinV de Gowin
V de Gowin
 
Ficha de Relatório - Fototropismo
Ficha de Relatório - FototropismoFicha de Relatório - Fototropismo
Ficha de Relatório - Fototropismo
 
Fatores abióticos - humidade
  Fatores abióticos - humidade  Fatores abióticos - humidade
Fatores abióticos - humidade
 
Influência dos fatores do meio no comportamento dos animais
Influência dos fatores do meio no comportamento dos animaisInfluência dos fatores do meio no comportamento dos animais
Influência dos fatores do meio no comportamento dos animais
 
Variáveis em investigação
Variáveis em investigaçãoVariáveis em investigação
Variáveis em investigação
 
Fatores abióticos
Fatores abióticosFatores abióticos
Fatores abióticos
 

Semelhante a Relatório - "Qual a influência da luz, da temperatura e da humidade no comportamento da minhoca ?"

A Influência da Luz na Germinação de Batatas
A Influência da Luz na Germinação de BatatasA Influência da Luz na Germinação de Batatas
A Influência da Luz na Germinação de BatatasMaria Monteiro Soares
 
Literatura de apoio sobre pistas para a reciclagem
Literatura de apoio sobre pistas para a reciclagemLiteratura de apoio sobre pistas para a reciclagem
Literatura de apoio sobre pistas para a reciclagemCarlos Alves
 
Ficheiro _experiências
Ficheiro _experiênciasFicheiro _experiências
Ficheiro _experiênciasJoana_Vilela
 
1S_trabalho_2bim_Orientaçáo _2012
1S_trabalho_2bim_Orientaçáo _20121S_trabalho_2bim_Orientaçáo _2012
1S_trabalho_2bim_Orientaçáo _2012Ionara Urrutia Moura
 
Aula prática temperatura e superfície de contato
Aula prática   temperatura e superfície de contatoAula prática   temperatura e superfície de contato
Aula prática temperatura e superfície de contatoprofessoraludmila
 
Preparação para o teste prático de Quimica A 10º ano
Preparação para o teste prático de Quimica A 10º anoPreparação para o teste prático de Quimica A 10º ano
Preparação para o teste prático de Quimica A 10º anoJoão Neves
 
F_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docx
F_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docxF_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docx
F_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docxSandra Semedo
 

Semelhante a Relatório - "Qual a influência da luz, da temperatura e da humidade no comportamento da minhoca ?" (8)

A Influência da Luz na Germinação de Batatas
A Influência da Luz na Germinação de BatatasA Influência da Luz na Germinação de Batatas
A Influência da Luz na Germinação de Batatas
 
Literatura de apoio sobre pistas para a reciclagem
Literatura de apoio sobre pistas para a reciclagemLiteratura de apoio sobre pistas para a reciclagem
Literatura de apoio sobre pistas para a reciclagem
 
Ficheiro _experiências
Ficheiro _experiênciasFicheiro _experiências
Ficheiro _experiências
 
E&D Ensino Experimental FQ
E&D Ensino Experimental FQE&D Ensino Experimental FQ
E&D Ensino Experimental FQ
 
1S_trabalho_2bim_Orientaçáo _2012
1S_trabalho_2bim_Orientaçáo _20121S_trabalho_2bim_Orientaçáo _2012
1S_trabalho_2bim_Orientaçáo _2012
 
Aula prática temperatura e superfície de contato
Aula prática   temperatura e superfície de contatoAula prática   temperatura e superfície de contato
Aula prática temperatura e superfície de contato
 
Preparação para o teste prático de Quimica A 10º ano
Preparação para o teste prático de Quimica A 10º anoPreparação para o teste prático de Quimica A 10º ano
Preparação para o teste prático de Quimica A 10º ano
 
F_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docx
F_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docxF_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docx
F_12_Atividade Prática_ Temperatura.docx_CC.docx
 

Mais de Maria Freitas

The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...Maria Freitas
 
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg... “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...Maria Freitas
 
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Maria Freitas
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Maria Freitas
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Maria Freitas
 
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoLista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoMaria Freitas
 
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Maria Freitas
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoMaria Freitas
 
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Maria Freitas
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauMaria Freitas
 
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoObjetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoObjetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoMaria Freitas
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Maria Freitas
 

Mais de Maria Freitas (20)

The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
The Virgin Suicides - "Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first perso...
 
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg... “Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
“Why does Jeffrey Eugenides’ narrate in the first person plural?” - The Virg...
 
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
Trabalho de TIC - «Os Perigos da Internet»
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº3 (10ºAno)
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº2 (10ºAno)
 
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
Objetivos Teste de Filosofia Nº1 (10ºAno)
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
Objetivos Psicologia - Teste Nº4 (12ºAno)
 
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3Objetivos Psicologia - Teste Nº3
Objetivos Psicologia - Teste Nº3
 
Objetivos Filosofia
Objetivos FilosofiaObjetivos Filosofia
Objetivos Filosofia
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº3 (9ºAno)
 
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º AnoLista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
Lista de Objetivos N.º 1 - Ciências Naturais 9.º Ano
 
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
Métodos Contracetivos Não Naturais Químicos (Guião)
 
Doenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema NervosoDoenças do Sistema Nervoso
Doenças do Sistema Nervoso
 
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)Análise Poema - A Última Nau (Guião)
Análise Poema - A Última Nau (Guião)
 
Análise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última NauAnálise do Poema - A Última Nau
Análise do Poema - A Última Nau
 
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodoObjetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
Objetivos de História - 5º Teste - 3ºPeríodo
 
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 4º Teste - 2ºPeríodo
 
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodoObjetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
Objetivos de História - 3ºTeste - 2ºPeríodo
 
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodoObjetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
Objetivos de História - 2º Teste - 1ºPeríodo
 
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
Objetivos de Geografia - Teste Nº4 (9ºAno)
 

Último

637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 anoAdelmaTorres2
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundonialb
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESpatriciasofiacunha18
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresaulasgege
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdfDemetrio Ccesa Rayme
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfangelicass1
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileirosMary Alvarenga
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasCassio Meira Jr.
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfIedaGoethe
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfHenrique Pontes
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasCassio Meira Jr.
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024Jeanoliveira597523
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfErasmo Portavoz
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxIsabellaGomes58
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoMary Alvarenga
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxBiancaNogueira42
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024Sandra Pratas
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOMarcosViniciusLemesL
 

Último (20)

637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
637743470-Mapa-Mental-Portugue-s-1.pdf 4 ano
 
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundogeografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
geografia 7 ano - relevo, altitude, topos do mundo
 
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕESPRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
PRÉ-MODERNISMO - GUERRA DE CANUDOS E OS SERTÕES
 
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO5_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, Como se Conduzir na Caminhada, 2Tr24.pptx
 
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autoresSociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
Sociologia Contemporânea - Uma Abordagem dos principais autores
 
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
Geometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdfGeometria  5to Educacion Primaria EDU  Ccesa007.pdf
Geometria 5to Educacion Primaria EDU Ccesa007.pdf
 
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdfMapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
Mapas Mentais - Português - Principais Tópicos.pdf
 
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
19 de abril - Dia dos povos indigenas brasileiros
 
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e EspecíficasHabilidades Motoras Básicas e Específicas
Habilidades Motoras Básicas e Específicas
 
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdfcartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
cartilha-pdi-plano-de-desenvolvimento-individual-do-estudante.pdf
 
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdfBRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
BRASIL - DOMÍNIOS MORFOCLIMÁTICOS - Fund 2.pdf
 
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades MotorasPrograma de Intervenção com Habilidades Motoras
Programa de Intervenção com Habilidades Motoras
 
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
ABRIL VERDE.pptx Slide sobre abril ver 2024
 
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdfO guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
O guia definitivo para conquistar a aprovação em concurso público.pdf
 
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptxQUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
QUARTA - 1EM SOCIOLOGIA - Aprender a pesquisar.pptx
 
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu AbrigoAtividade com a letra da música Meu Abrigo
Atividade com a letra da música Meu Abrigo
 
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptxAula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
Aula 13 8º Ano Cap.04 Revolução Francesa.pptx
 
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
HORA DO CONTO4_BECRE D. CARLOS I_2023_2024
 
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANOInvestimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
Investimentos. EDUCAÇÃO FINANCEIRA 8º ANO
 

Relatório - "Qual a influência da luz, da temperatura e da humidade no comportamento da minhoca ?"

  • 1. 1 Ano Letivo 2012/2013 Trabalho efetuado por: Ano: 8º Turma: B2 Professora: Disciplina: Ciências Naturais
  • 2. 2 1. Introdução. --------------------------------------------------------3 2. Material necessário para as experiências -------------4 3. Procedimento/Metodologia ---------------------------------5 4. Observações e Registos -------------------------------------6 5. Discussão de resultados -------------------------------------7 6. Conclusão --------------------------------------------------------8
  • 3. 3 Neste relatório vamos retratar a influência da luz, temperatura, e da humidade no comportamento das minhocas. O ambiente ou meio físico-químico é constituído por fatores abióticos, os fatores abióticos influenciam o comportamento dos seres vivos que nos rodeiam. As experiências que realizamos foram feitas com minhocas devido ao facto de serem animais de pequenas dimensões logo mais fácil de trabalhar, dentro de uma sala de aula. Tal como todos os seres vivos as minhocas também são influenciadas pelos fatores abióticos neste caso, talvez sejam influenciadas pela luz, temperatura e humidade mas é isso que agora vamos explorar e concluir.
  • 4. 4 Experiência Nº1 Material: Uma amostra de solo 3 Minhocas 1 Caixa de sapatos 1 Tesoura 1 Esguicho com água 1 Candeeiro 1 Pinça Experiência Nº2 Material: 1 Minhoca 1 Pinça 3 Tinas 1 Termómetro Gelo 3 Placas de Petri Água quente Água fria Experiência Nº3 Material: 1 Tabuleiro, de plástico ou madeira 1 Pinça Papel para cobrir metade da superfície do tabuleiro Esguicho com água 3 Minhocas
  • 5. 5 Experiência Nº 1 Com a ajuda de uma garrafa de esguicho, humedece-mos a base da caixa de sapatos. Corta-mos a tampa da caixa, dividimo-la em duas partes iguais. Tapa-mos metade da caixa de sapatos. Colocámos o candeeiro sobre a caixa de sapatos, colocámos as minhocas, com a ajuda de uma pinça, na parte iluminada. Experiência Nº 2 Colocámos água em 3 recipientes. Num colocámos cubos de gelo, colocámos noutro recipiente água com a temperatura normal de 19ºC e por último aquecemos a água até ficar com 25ºC. Experiência nº3 Cobrimos metade da superfície do tabuleiro com papel, humedece-mos o papel com uma garrafa de esguicho, colocámos uma minhoca na zona A, com a ajuda de uma pinça e colocámos mais duas minhocas na zona A
  • 6. 6 Experiência Nº1 - Qual a influência da luz no comportamento das minhocas? Experiência Nº2 – Qual a influência da temperatura no comportamento das minhocas? ~ Podemosobservarque asminhocas,se afastaramda luminosidade,e forampara parte em que existiamenosluminosidade (sombra). A minhocaencontrava-se desconfortável na água fria. A minhocaencontrava-se desconfortável na água quente.
  • 7. 7 Experiência Nº3 - Qual a influência da humidade no comportamento das minhocas? Experiência Nº1 - Qual a influência da luz no comportamento das minhocas? 1- O comportamento das minhocas. As minhocas sentiram-se mal à luz do sol tendo tendência para se deslocar para a sombra. 2- Volta a colocar as minhocas na zona A. Descreve novamente o que observas. As minhocas tornaram para a zona da sombra. A minhocaencontrava-se confortávelna água quente. Na experiência Nº3 observámos, que a minhoca teve preferência pela parte húmida.
  • 8. 8 3- Qual o fator do ambiente que está a influenciar o comportamento das minhocas? O fator do ambiente que influencia o comportamento das minhocas é a luz. Experiência Nº2 – Qual a influência da temperatura no comportamento das minhocas? 1- Observa e descreve o comportamento da minhoca nas três situações. No gelo - Desconfortável àquela temperatura À temperatura de 19ºC- Comportamento estável, temperatura adequada. À temperatura de 25º C – Sentia-se agitada pois a temperatura era muito elevada àquilo que ela aguenta. 2- Refere o fator do ambiente que está a influenciar o comportamento da minhoca. O fator do ambiente que influencia o comportamento das minhocas temperatura. 3- Qual será a temperatura ótima para esta espécie? A temperatura ótima para esta espécie é cerca de 19ºC. Experiência Nº3 - Qual a influência da luz na germinação das sementes? 1- Observa e descreve o comportamento da minhoca nas três situações. Na parte seca e intermédia a minhoca sentia-se desconfortável, contudo na parte húmida era onde a minhoca se sentia bem. 2- Refere o fator do ambiente que está a influenciar o comportamento da minhoca. O fator do ambiente que influencia o comportamento das minhocas é a humidade.
  • 9. 9 Concluímos que o comportamento dos animais varia com os fatores abióticos: luz, temperatura, humidade. Foi um trabalho interessante em que concluímos que os fatores abióticos influênciam a vidam dos seres vivos.