SlideShare uma empresa Scribd logo
FENÍCIOS: UM POVO DE
NAVEGANTES
• A cultura fenícia começou a desenvolver-se
por volta do século XIV a.C.
• Os fenícios ocupavam uma estreita faixa de
terra situada entre o litoral do Mar
Mediterrâneo e as montanhas do atual
Líbano.
• A agricultura era praticada em uma pequena
faixa de terra do território fenício.
• As altas montanhas impediam os fenícios de
adentrar o continente, por isso eles se
voltaram para o mar.
• O cedro das florestas possibilitou o
desenvolvimento de estaleiros para construir
embarcações.
AS CIDADES-ESTADO FENÍCIAS
• As cidades fenícias se desenvolveram de
forma independente uma da outra.
• As principais fora as cidades portuárias de
Biblos, Sídon e Tiro.
• O isolamento geográfico contribuiu para que
os fenícios não formassem um Estado
unificado.
• Desta forma, não existiu um reino unificado
nem um império.
• Cada cidade-Estado tinha seu próprio tinha
rei.
ARTESANATO E COMÉRCIO
• Fenícios foram grandes artesãos:
tecidos, joias, perfumes, vidro, cerâmica
decorada, armas, objetos de marfim.
• Com o desenvolvimento dos conhecimentos
relacionados à navegação, conquistaram os
mares e tornaram-se os grandes navegantes
do mundo antigo.
• Praticaram a pirataria.
• Cruzaram o Mar Mediterrâneo e chegaram ao
Oceano Atlântico, onde fundaram colônias na
costa da África e da Espanha.
O ALFABETO FENÍCIO
• O comércio permitiu aos fenícios entrar em
contato com povos do Oriente e do Ocidente.
• Criação de um alfabeto de apenas 22 letras.
Cada caractere representava o som de uma
consoante.
• O alfabeto fenício começou a ser difundido a
partir do ano 1000 a.C. e foi o precursor dos
sistemas alfabéticos modernos.
• Mais tarde ele foi adaptado pelos gregos, que
acrescentaram as vogais.
RELIGIÃO
• Eram politeístas e cada cidade fenícia tinha
seus próprios deuses.
A FENÍCIA E OS IMPÉRIOS
• A Fenícia se localizava em uma região de
passagem entre os povos da Ásia e o Egito.
• Todos os grandes impérios da
Antiguidade, apoderaram-se do território
fenício.
• Desta forma, os fenícios se apropriaram de
elementos culturais de vários povos, e a arte
fenícia é a melhor mostra desse contato.
Fenícios

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Egito Antigo: Nilo, economia e sociedade
Egito Antigo: Nilo, economia e sociedadeEgito Antigo: Nilo, economia e sociedade
Egito Antigo: Nilo, economia e sociedade
Carlos Pinheiro
 
Os Fenícios (6º Ano - 2016)
Os Fenícios (6º Ano - 2016)Os Fenícios (6º Ano - 2016)
Os Fenícios (6º Ano - 2016)
Nefer19
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
Ajudar Pessoas
 
Piramides do egipto
Piramides do egiptoPiramides do egipto
Piramides do egipto
Ana Barreiros
 
O Egito Antigo
O Egito AntigoO Egito Antigo
O Egito Antigo
Professor Marcelo
 
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Nefer19
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
Janayna Lira
 
Os fenícios
Os feníciosOs fenícios
Os fenícios
Lediani Souza
 
O Brasil holandês
O Brasil holandêsO Brasil holandês
O Brasil holandês
Carlos Teles de Menezes Junior
 
Pré História - 6º Ano
Pré História - 6º AnoPré História - 6º Ano
Pré História - 6º Ano
Patrícia Costa Grigório
 
Incas , astecas e maias
Incas , astecas e maiasIncas , astecas e maias
Incas , astecas e maias
Daniel Alves Bronstrup
 
Os Muçulmanos na Península Ibérica
Os Muçulmanos na Península IbéricaOs Muçulmanos na Península Ibérica
Os Muçulmanos na Península Ibérica
vanessasequeira
 
Hebreus
HebreusHebreus
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
najlaghaouchee
 
Colonização do Brasil
Colonização do BrasilColonização do Brasil
Colonização do Brasil
Paulo Alexandre
 
Reino da núbia
Reino da núbiaReino da núbia
Reino da núbia
Íris Ferreira
 
Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.
Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.
Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.
Dalton Lopes Reis Jr.
 
Deuses e heróis na Grécia
Deuses e heróis na GréciaDeuses e heróis na Grécia
Deuses e heróis na Grécia
Profª Bruna Morrana
 
Primeiras Civilizações - Egito Antigo
Primeiras Civilizações - Egito AntigoPrimeiras Civilizações - Egito Antigo
Primeiras Civilizações - Egito Antigo
Diego Bian Filo Moreira
 
Hebreus
HebreusHebreus

Mais procurados (20)

Egito Antigo: Nilo, economia e sociedade
Egito Antigo: Nilo, economia e sociedadeEgito Antigo: Nilo, economia e sociedade
Egito Antigo: Nilo, economia e sociedade
 
Os Fenícios (6º Ano - 2016)
Os Fenícios (6º Ano - 2016)Os Fenícios (6º Ano - 2016)
Os Fenícios (6º Ano - 2016)
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Piramides do egipto
Piramides do egiptoPiramides do egipto
Piramides do egipto
 
O Egito Antigo
O Egito AntigoO Egito Antigo
O Egito Antigo
 
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)Os Fenícios - 6º Ano (2018)
Os Fenícios - 6º Ano (2018)
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
 
Os fenícios
Os feníciosOs fenícios
Os fenícios
 
O Brasil holandês
O Brasil holandêsO Brasil holandês
O Brasil holandês
 
Pré História - 6º Ano
Pré História - 6º AnoPré História - 6º Ano
Pré História - 6º Ano
 
Incas , astecas e maias
Incas , astecas e maiasIncas , astecas e maias
Incas , astecas e maias
 
Os Muçulmanos na Península Ibérica
Os Muçulmanos na Península IbéricaOs Muçulmanos na Península Ibérica
Os Muçulmanos na Península Ibérica
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 
Egito antigo
Egito antigoEgito antigo
Egito antigo
 
Colonização do Brasil
Colonização do BrasilColonização do Brasil
Colonização do Brasil
 
Reino da núbia
Reino da núbiaReino da núbia
Reino da núbia
 
Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.
Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.
Os portugueses e os primeiros contatos com os indígenas.
 
Deuses e heróis na Grécia
Deuses e heróis na GréciaDeuses e heróis na Grécia
Deuses e heróis na Grécia
 
Primeiras Civilizações - Egito Antigo
Primeiras Civilizações - Egito AntigoPrimeiras Civilizações - Egito Antigo
Primeiras Civilizações - Egito Antigo
 
Hebreus
HebreusHebreus
Hebreus
 

Semelhante a Fenícios

Os fenícios
Os feníciosOs fenícios
Os fenícios
Fátima da História
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
Lucas Reis
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
Ramon Chieppe
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
Ramon Chieppe
 
Os fenícios História 7ºAno
Os fenícios História 7ºAnoOs fenícios História 7ºAno
Os fenícios História 7ºAno
Diogo Maia
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Feníncios
FenínciosFeníncios
Fenícios
Fenícios Fenícios
Fenícios
Laguat
 
Fenícios
Fenícios Fenícios
Fenícios
Izaac Erder
 
Civilização fenícia: principais características
Civilização fenícia: principais característicasCivilização fenícia: principais características
Civilização fenícia: principais características
mariasaraiva1216
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios.ppt
Fenícios.pptFenícios.ppt
Fenícios.ppt
wagnerwaj
 
Fenicios slide
Fenicios slideFenicios slide
Fenicios slide
Isabel Aguiar
 
02 Plus1 Fenicia
02 Plus1 Fenicia02 Plus1 Fenicia
02 Plus1 Fenicia
R D
 
O povo fenício
O povo fenícioO povo fenício
O povo fenício
Vagner Roberto
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
Kingston8GB
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
Kingston8GB
 
Resumo fenicia
Resumo feniciaResumo fenicia
Resumo fenicia
Péricles Penuel
 
Resumo fenicia
Resumo feniciaResumo fenicia
Resumo fenicia
Péricles Penuel
 
Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
Janayna Lira
 

Semelhante a Fenícios (20)

Os fenícios
Os feníciosOs fenícios
Os fenícios
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
 
Os fenícios História 7ºAno
Os fenícios História 7ºAnoOs fenícios História 7ºAno
Os fenícios História 7ºAno
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
 
Feníncios
FenínciosFeníncios
Feníncios
 
Fenícios
Fenícios Fenícios
Fenícios
 
Fenícios
Fenícios Fenícios
Fenícios
 
Civilização fenícia: principais características
Civilização fenícia: principais característicasCivilização fenícia: principais características
Civilização fenícia: principais características
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
 
Fenícios.ppt
Fenícios.pptFenícios.ppt
Fenícios.ppt
 
Fenicios slide
Fenicios slideFenicios slide
Fenicios slide
 
02 Plus1 Fenicia
02 Plus1 Fenicia02 Plus1 Fenicia
02 Plus1 Fenicia
 
O povo fenício
O povo fenícioO povo fenício
O povo fenício
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
 
Fenicios
FeniciosFenicios
Fenicios
 
Resumo fenicia
Resumo feniciaResumo fenicia
Resumo fenicia
 
Resumo fenicia
Resumo feniciaResumo fenicia
Resumo fenicia
 
Os Fenicios
Os FeniciosOs Fenicios
Os Fenicios
 

Mais de Fernando Fagundes

A república velha (1889 1930)
A república velha (1889 1930)A república velha (1889 1930)
A república velha (1889 1930)
Fernando Fagundes
 
A guerra fria – parte ii
A guerra fria – parte iiA guerra fria – parte ii
A guerra fria – parte ii
Fernando Fagundes
 
A guerra fria – parte i
A guerra fria – parte iA guerra fria – parte i
A guerra fria – parte i
Fernando Fagundes
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
Fernando Fagundes
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
Fernando Fagundes
 
A independência dos estados unidos
A independência dos estados unidosA independência dos estados unidos
A independência dos estados unidos
Fernando Fagundes
 
ABSOLUTISMO
ABSOLUTISMOABSOLUTISMO
ABSOLUTISMO
Fernando Fagundes
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
Fernando Fagundes
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
Fernando Fagundes
 
Civilização romana ii
Civilização romana iiCivilização romana ii
Civilização romana ii
Fernando Fagundes
 
A civilização romana
A civilização romanaA civilização romana
A civilização romana
Fernando Fagundes
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
Fernando Fagundes
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
Fernando Fagundes
 
Os regimes autoritários tomam conta da europa
Os regimes autoritários tomam conta da europaOs regimes autoritários tomam conta da europa
Os regimes autoritários tomam conta da europa
Fernando Fagundes
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
Fernando Fagundes
 
Fenícios
FeníciosFenícios
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
Fernando Fagundes
 
Os regimes absolutistas
Os regimes absolutistasOs regimes absolutistas
Os regimes absolutistas
Fernando Fagundes
 
Conflitos na irlanda do norte
Conflitos na irlanda do norteConflitos na irlanda do norte
Conflitos na irlanda do norte
Fernando Fagundes
 
Os anos 1920 e a grande depressão
Os anos 1920 e a grande depressãoOs anos 1920 e a grande depressão
Os anos 1920 e a grande depressão
Fernando Fagundes
 

Mais de Fernando Fagundes (20)

A república velha (1889 1930)
A república velha (1889 1930)A república velha (1889 1930)
A república velha (1889 1930)
 
A guerra fria – parte ii
A guerra fria – parte iiA guerra fria – parte ii
A guerra fria – parte ii
 
A guerra fria – parte i
A guerra fria – parte iA guerra fria – parte i
A guerra fria – parte i
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
 
A independência dos estados unidos
A independência dos estados unidosA independência dos estados unidos
A independência dos estados unidos
 
ABSOLUTISMO
ABSOLUTISMOABSOLUTISMO
ABSOLUTISMO
 
O iluminismo
O iluminismoO iluminismo
O iluminismo
 
A era vargas
A era vargasA era vargas
A era vargas
 
Civilização romana ii
Civilização romana iiCivilização romana ii
Civilização romana ii
 
A civilização romana
A civilização romanaA civilização romana
A civilização romana
 
Grécia antiga
Grécia antigaGrécia antiga
Grécia antiga
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Os regimes autoritários tomam conta da europa
Os regimes autoritários tomam conta da europaOs regimes autoritários tomam conta da europa
Os regimes autoritários tomam conta da europa
 
Segunda guerra mundial
Segunda guerra mundialSegunda guerra mundial
Segunda guerra mundial
 
Fenícios
FeníciosFenícios
Fenícios
 
A conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américaA conquista e a colonização espanhola na américa
A conquista e a colonização espanhola na américa
 
Os regimes absolutistas
Os regimes absolutistasOs regimes absolutistas
Os regimes absolutistas
 
Conflitos na irlanda do norte
Conflitos na irlanda do norteConflitos na irlanda do norte
Conflitos na irlanda do norte
 
Os anos 1920 e a grande depressão
Os anos 1920 e a grande depressãoOs anos 1920 e a grande depressão
Os anos 1920 e a grande depressão
 

Último

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
WELITONNOGUEIRA3
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Momento da Informática
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
TomasSousa7
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
Momento da Informática
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
Momento da Informática
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
joaovmp3
 

Último (6)

Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdfManual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
Manual-de-Credenciamento ANATER 2023.pdf
 
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptxLogica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
Logica de Progamacao - Aula (1) (1).pptx
 
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptxHistória da Rádio- 1936-1970 século XIX   .2.pptx
História da Rádio- 1936-1970 século XIX .2.pptx
 
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdfDESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE I_aula1-2.pdf
 
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdfTOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
TOO - TÉCNICAS DE ORIENTAÇÃO A OBJETOS aula 1.pdf
 
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdfCertificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
Certificado Jornada Python Da Hashtag.pdf
 

Fenícios

  • 1. FENÍCIOS: UM POVO DE NAVEGANTES
  • 2.
  • 3. • A cultura fenícia começou a desenvolver-se por volta do século XIV a.C. • Os fenícios ocupavam uma estreita faixa de terra situada entre o litoral do Mar Mediterrâneo e as montanhas do atual Líbano. • A agricultura era praticada em uma pequena faixa de terra do território fenício.
  • 4.
  • 5. • As altas montanhas impediam os fenícios de adentrar o continente, por isso eles se voltaram para o mar. • O cedro das florestas possibilitou o desenvolvimento de estaleiros para construir embarcações.
  • 6. AS CIDADES-ESTADO FENÍCIAS • As cidades fenícias se desenvolveram de forma independente uma da outra. • As principais fora as cidades portuárias de Biblos, Sídon e Tiro. • O isolamento geográfico contribuiu para que os fenícios não formassem um Estado unificado.
  • 7. • Desta forma, não existiu um reino unificado nem um império. • Cada cidade-Estado tinha seu próprio tinha rei.
  • 8. ARTESANATO E COMÉRCIO • Fenícios foram grandes artesãos: tecidos, joias, perfumes, vidro, cerâmica decorada, armas, objetos de marfim. • Com o desenvolvimento dos conhecimentos relacionados à navegação, conquistaram os mares e tornaram-se os grandes navegantes do mundo antigo.
  • 9.
  • 10.
  • 11. • Praticaram a pirataria. • Cruzaram o Mar Mediterrâneo e chegaram ao Oceano Atlântico, onde fundaram colônias na costa da África e da Espanha.
  • 12. O ALFABETO FENÍCIO • O comércio permitiu aos fenícios entrar em contato com povos do Oriente e do Ocidente. • Criação de um alfabeto de apenas 22 letras. Cada caractere representava o som de uma consoante.
  • 13.
  • 14. • O alfabeto fenício começou a ser difundido a partir do ano 1000 a.C. e foi o precursor dos sistemas alfabéticos modernos. • Mais tarde ele foi adaptado pelos gregos, que acrescentaram as vogais.
  • 15. RELIGIÃO • Eram politeístas e cada cidade fenícia tinha seus próprios deuses.
  • 16.
  • 17. A FENÍCIA E OS IMPÉRIOS • A Fenícia se localizava em uma região de passagem entre os povos da Ásia e o Egito. • Todos os grandes impérios da Antiguidade, apoderaram-se do território fenício. • Desta forma, os fenícios se apropriaram de elementos culturais de vários povos, e a arte fenícia é a melhor mostra desse contato.